Lagos Andinos | Prazer: Llanquihue, Puyehue e Todos los Santos 1

Lagos Andinos | Prazer: Llanquihue, Puyehue e Todos los Santos

Lago Llanquihue

A época em que se vê mais brasileiros em Puerto Varas é no inverno. Costumamos aproveitar a temporada de neve para fazer uma esticadinha de Bariloche ou de Santiago até a região dos lagos chilenos. É um passeio bonito com a paisagem nevada, sem dúvida — mas pode ser ainda mais bem aproveitado no verão.

Nestas bandas da Patagônia, o verão é a época do ano em que o tempo é mais firme. E, mesmo em dias de céu azul, pode fazer aquele friozinho gostoso. É a estação ideal para piqueniques à beira do lago, caminhadas nos parques nacionais e a prática de esportes. Por fim, mas não menos importante: no verão há maior chance de voltar para casa com uma boa foto do Osorno do que no inverno.

Vamos dar nomes aos lagos? Aqui estão os principais da região de Puerto Montt/Puerto Varas. Aproveite para conhecer todas as atividades para fazer no verão.


Lago Puyehue: termas e trilhas

Lago Puyehue

Sim, você já ouviu esse nome antes – foi a erupção do complexo vulcânico Puyehue-Cordón Caulle que estragou as férias de quem pretendia esquiar em Bariloche, do outro lado dos Andes, no ano de 2012.

Vulcão Puyehue

Puyehue não é apenas o nome de um vulcão, mas de um lago, de um parque nacional e também de uma comuna que pertence à província de Osorno.

Parque Nacional Puyehue


O Parque Nacional Puyehue tem mais de 100 mil hectares de superfície. Lá estão trilhas de diferentes extensões e níveis de dificuldade, para fazer desde caminhadas leves a excursões que chegam a durar alguns dias. Na paisagem, rios, cachoeiras, lagos e vulcões, dependendo da rota escolhida.

Hotel Termas Puyehue

Termas Aguas Calientes


O mais bacana é que o visitante pode se hospedar dentro do parque nacional, em algum dos complexos de águas termais dali: o resort Termas Puyehue, mais equipado, ou as Termas Aguas Calientes, mais integradas à natureza.

No verão, é uma delícia curtir as piscinas de água aquecida ao ar livre.

Termas Puyehue


Aguas Calientes

Embora as Termas Puyehue contem com spa, um centro de recreação completo e mais piscinas, achei um charme o camping em domos à beira-rio em Aguas Calientes:

Camping nas Termas Aguas Calientes

Camping nas termas Aguas Calientes

Lago Llanquihue: vulcões imponentes, vilarejos delicados

Lago Llanquihue

O lago LLanquihue é o maior da região de Los Lagos. Com um tom azul intenso, já seria, sozinho, uma lindeza. Mas, ainda por cima, a natureza ainda inventou de adornar o seu entorno com 6 vulcões: Puyehue, Casablanca, Pontiagudo, Osorno, Calbuco e Yates, à parte do gigante Cerro Tronador, na fronteira do Chile com a Argentina.

Vulcão Osorno, visto de Puerto Varas

Entre todos, o Osorno é o vulcão mais famoso, pelo seu formato cônico semelhante ao Monte Fuji (ou seria o Monte Fuji semelhante ao Osorno?).

Contemplar os vulcões ao redor do lago Llanquihue é uma atividade que se pode fazer a qualquer época do ano – desde que não haja mau tempo. Durante o verão, as chances de pegar dias de céu limpo são maiores.

Às margens do LLanquihue estão as encantadoras Puerto Varas e Frutillar, ambas com bastantes atrações para quem visita. O mais recomendado é se hospedar em Puerto Varas, e de lá fazer passeios bate-volta.

Hotel Cumbres

Em Puerto Varas, fiquei no hotel Cumbres. A desvantagem de estar mais afastado do centrinho é compensada por uma vista espetacular do lago e dos vulcões Osorno e Calbuco. Todos os quartos têm vista igualmente privilegiada, mas só alguns têm uma espécie de banquinho junto à janela. É ficar ali e esquecer da vida.

Hotel Cumbres

puerto-varas-hotel-cumbres4Hotel Cabañas del Lago

Simpatizei muito também com o Cabañas del Lago, que se não tem a melhor vista nos quartos, dispõe de áreas comuns com uma excelente visão dos lagos e estrutura bacana para famílias com crianças.

Puerto Varas tem cafés e restaurantes charmosos com mesas na calçada, varandas ou quintais que só mesmo no verão se pode aproveitar. É uma graça o café La Gringa e o bar de vinhos anexo, Mercado 605. (O dono, Renato, é fã do Viaje na Viagem. Se passar lá, mande o nosso alô!) No Club Orquídea, a moçada aproveita a varanda para ouvir um som, tomar um chope e pedir pizzas na pedra, gostosas e a bom preço.

Cerveja artesanal da Patagônia

Aliás, só mesmo no verão para trocar o carménère por uma cerveja, mesmo que excepcionalmente. :mrgreen: Aproveite e procure pelas gostosas cervejas artesanais da Patagônia nos cardápios dos restaurantes.

Lago LLanquihue

As agências de receptivo de Puerto Varas oferecem serviços que têm tudo a ver com a estação: tours de caiaque, cavalgada, trekking e aluguel de pranchas para stand-up paddle. Peça dicas ao seu hotel ou consulte as recomendações do site oficial de Puerto Varas.

Frutillar

Passar o dia em Frutillar é um lindo passeio que pode ser feito por conta própria, de carro alugado ou de microônibus de linha. O lugarejo é uma fofura. Ali se percebe ainda mais a influência dos colonos alemães sobre a região, e as referências musicais por toda a parte são divertidas de ver:

Frutillar

Frutillar

Frutillar

Eu me juntaria aos moradores e levaria coisinhas gostosas para fazer um piquenique por ali, no gramado ou na areia. Mas é tentadora a oferta de lojinhas vendendo kuchen, uma torta alemã doce que cai muito bem num final de tarde.

Teatro del Lago

No verão é quando acontecem as Semanas Musicales de Frutillar, um festival de música clássica no grandioso Teatro del Lago. Para quem gosta de música, vale a pena ficar de olho na agenda da casa; há apresentações de estilos variados.

Lago Todos Los Santos: passeios náuticos e quedas d’água

Lago Todos Los Santos

O lago Todos Los Santos, ou lago Esmeralda, pode não ser o maior, mas é certamente o mais bonito desta região do Chile. Tem uma cor verde muito viva, resultado da flutuação de minerais por degelo no Cerro Tronador. Se você fizer o Cruce de Lagos entre Bariloche e Puerto Varas, o Todos los Santos será o último trecho a ser navegado (ou o primeiro, se sair do Chile para a Argentina).

O acesso ao lago se dá por Petrohue, um pequeno povoado que guarda outra grande atração local: os Saltos de Petrohue, pequenas cascatas de água verde-Listerine com o Osorno ao fundo.

Saltos de Petrohue

Saltos de Petrohue

Como se nota, ver o Osorno ao fundo das cascatas foi uma sorte que eu não tive. Ou então é tudo montagem de Photoshop :mrgreen:

Não deu nem tempo de ficar desapontada, porque logo embarquei na navegação pelo lago Esmeralda, e o Osorno apareceu pra mim assim:

Vulcão Osorno

Vulcão Osorno

Lago Todos Los Santos e vulcão OsornoLago Todos Los Santos

Quem estiver viajando apenas pelo Chile e não for seguir com o Cruce de Lagos também pode passear pelo lago Todos Los Santos sem precisar pegar o ferry – e com a vantagem de escapar da paradinha pega-turista em Peulla. No mesmo lugar de onde parte a balsa há várias outras embarcações de passeio de menor porte, inclusive lanchas abertas (mas note que só dá para encarar uma embarcação aberta no verão, mesmo). Peça informações ao seu hotel, ou arrisque negociar chegando no píer de Petrohue.

E para quem não se importa em se molhar, em Petrohue ainda há rafting e navegação com lanchas rápidas no estilo Macuco Safári. Mas, aviso: mesmo no verão, as águas dos rios e lagos da Patagônia são bem geladas, embora alguns chilenos tentem nos levar a crer o contrário!

Frutillar, lago LLanquihue

Mariana viajou a convite da SERNATUR Los Lagos e do Turismo do Chile.

Leia mais:

154 comentários

Boa tarde. Gostaria de saber se os Lagos Andinos são recomendados para serem visitados com crianças de 2 anos no mês de janeiro.

    Olá, Alessandra! Não há contra-indicações, não. Apenas atente para o fato de que as fronteiras permanecem fechadas e não se pode saber hoje se estarão abertas em janeiro. Não compre nenhuma viagem internacional que não possa ser adiada ou cancelada sem custo.

Olá! Sou fã de vocês! Sempre de olho no viaje na viagem! Estou indo para Puerto Varas agora em janeiro e, apesar de ser verão por lá, fico na dúvida se é preciso levar roupas para frio. Poderia me ajudar? Obrigada

    Olá, Eliane! Sim, leve casaco, à noite e em dias nublados deve fazer frio.

Ola boa noite.

Estou programando realizar um passeio para o chile no periodo de 03 a 14 de janeiro.

Estou programando chegar dia 03 em Santiago ficar dia 4 e, viajar dia 5 para puerto varas. No dia 6 realizar a travessia de 2 dias até Barilloche!!

Quantos dias seria o ideal para conhecer Barilloche ?

Quantos dias seria interessante ficar em puerto varas?

Vcs tem alguma dica de como posso aproveitar o tempo que tenho?

Passeios, lugares legais para conhecer!!

Tds as dicas serão bem vindas 🙂

Obrigado

Em 19/10/2018 vou de Bariloche para Puerto Varas e estava pensando em ir de ônibus, pois é mais rápido do que o cruce andino. Tem passeio de 1 dia saindo de Puerto Varas até Puella e voltando para Puerto Varas? Quanto custa este passeio por pessoa?

    Olá, Ricardo! Tem passeio pelo lago Todos los Santos saindo de Puerto Varas sim. Custa em torno de 40.000 pesos chilenos (uns 250 reais).

Pretendo ir conhecer os Lagos andinos na 2a quinzena de agosto/18, é uma boa época?
É possível retornar de Bariloche a Puerto Montt de ônibus?
Qtos dias são necessários para ficar em Puerto Varas, antes de iniciar a viagem pela Cruce Andinos?

Bóia querida! Obrigada pelo conteúdo fantástico!
Vou participar de uma competição chama El Cruce no começo de fevereiro de 2017, com mais 3 amigas. É uma corrida que cruza o Chile e chega na Argentina. Depois, graças às suas dicas, montei um mini roteiro de 4 dias em Puerto Varas com os passeios bate e volta e 2 dias em San Martin de los Andes. De lá as meninas voltam para o Brasil e eu tenho mais alguns dias livres antes de meu vôo que sai de Bariloche no dia 16/02.
Alguma sugestão de roteiro? Low budget, se possível!
Muito obrigada!

Juro que tentei fazer a lição de casa, mas estou perdida em meio às informações e me batendo para dividir dias entre Puerto Varas e Bariloche na segunda quinzena de dezembro – quantas noites/dias cheios são um mínimo ideal em cada lugar?

Pensei inicialmente em: 4 noites em Puerto Varas, 1 noite em Bariloche, 2 noites em San Martin e outras 4 noites em Bariloche.
De PV a BRC a ideia é ir de ônibus. A primeira noite em Bariloche é só para sair no dia seguinte pela Rota dos 7 Lagos com carro alugado.
Voos Brasil – Puerto Montt e Bariloche – Brasil. Os tempos em cada lugar parecem bons? Posso esticar a viajem se for o caso, mas preciso fechar essa conta para poder comprar as passagens, então aceito ajuda! Obrigada.

*Estou indo com marido e filhote de 4 anos, então sei que isso vai limitar os programas (trekking, que eu adoro, está meio fora de cogitação).

    muito obrigada!
    achei uma noite sobrando aqui, de repente acrescento em San Martin, empolgada com o relato do Guilherme.

    O Guilherme aqui fica contente de voce ter aproveitado o relato ..;-)
    Dica:
    Que tal tirar 1 noite de Bariloche e pernoitar em Villa la Angostura? Fazer o passeio de barco ate o Bosque de Arrayanes, na ultima saída do dia, a partir de lá, é mais divertido do que a partir de Bariloche…

Olá, estou indo agora em Janeiro pro Chile. Vou ficar 3 noites em Pucón e daí mais 4 em Puerto Varas. A idéia é pegar um avião em Santiago até Temuco e lá alugar um carro, mas gostaria de saber se realmente preciso de um 4×4. Alguns disseram que as estradas são de cascalho e que seria recomendável um 44, mas eu preferiria pegar um carro menor. Alguém sabe me dizer se realmente há a necessidade de um 4×4? Obrigada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.