Concertos em Viena

Concertos, óperas e bailes em Viena: como comprar ingresso e o que vestir

Concertos em Viena

Nomes como Schubert, Strauss, Mozart e Beethoven fizeram de Viena a capital da música clássica. Assistir a um concerto é uma experiência tão vienense quanto provar uma Sachertorte. Veja como incluir boa música no seu roteiro na cidade.

Como escolher seu concerto em Viena?

A temporada “séria” vai de setembro a meados de junho em endereços veneráveis como as óperas Staatsoper (a “Ópera de Viena”), Volksoper e Theater an der Wien, e as salas de concerto Konzerthaus e o Musikverein. Para conseguir um lugar sentado pelo preço de bilheteria é preciso comprar com antecedência.

Fora da programação nobre, porém, não é difícil encontrar apresentações de música erudita, convenientemente embaladas para turistas. Algumas acontecem em palácios; outras trazem os músicos vestidos como na época de Mozart. Em julho e agosto, este vai ser o único tipo de espetáculo que você vai encontrar.

Eu assisti a um concerto da orquestra de câmara em um dos anexos do Palácio de Schönbrunn. A apresentação durou 1h15 e mostrou, em cada ato, algumas das obras mais famosas de Strauss e Mozart, intercalado com cenas de ópera e balé clássico. Para que não é um connnaisseur exigente de música erudita, é um programa divertido.

Se você vai no inverno, uma experiência curiosa é participar da temporada de bailes, em que a valsa vienense pode não apenas ser ouvida, mas dançada.

Onde comprar ingressos?

Para conferir a programação completa de todos os concertos, óperas, balés, teatro, shows de jazz e música pop na cidade, vá ao site oficial do turismo de Viena, que mantém uma página atualizada com o calendário oficial de shows e eventos.

Ao definir o espetáculo a que deseja assistir, basta entrar na página do teatro para realizar a compra dos ingressos. Simulei esse processo no site da Staatsoper e consegui chegar até a última etapa. Era possível ver a disponibilidade de assentos para diferentes tipos de espetáculos e o melhor, está tudo em inglês – diferentemente do site dos do Coral dos Meninos de Viena que só está disponível em alemão.

Para concertos e óperas muito especiais, como os grandes concertos de natal e ano novo da filarmônica de Viena, o ideal é garantir seus tickets o mais rápido possível ou assim que a sua viagem for confirmada. Alguns deles chegam a se esgotar com um ano de antecedência.

Em uma rápida busca no Google, você também encontrará diversos sites que vendem ingressos para concertos em Viena com sobrepreço. Infelizmente não temos como garantir a operação de nenhum deles (se você já teve alguma experiência, por favor deixe seu comentário!). O único site recomendado pelo próprio Turismo de Viena é o Wien-Tickets.

Ingressos de última hora e de pé

Algumas companhias e espetáculos costumam oferecer, poucas horas antes do começo da apresentação, os tickets que foram devolvidos ou não foram vendidos. São os “last minute tickets”, que garantem um bom espetáculo sem pagar sobrepreço de cambista.

O próprio posto oficial de atendimento ao turista de Viena (Albertinaplatz/Maysedergasse – perto da Ópera) costuma vender essa “entradas de última hora” todos os dias entre às 14 e 17h com valores bem promocionais.

Outro costume corriqueiro em Viena são os famosos “standing room tickets”, aqueles ingressos a preços populares destinados a quem quiser assistir toda a apresentação em pé. Fique atento: na cidade, esses bilhetes também costumam ser bem disputados entre os estudantes de música clássica. Para garantir o seu, assim como para o ingresso de última hora, você vai precisar enfrentar a fila da bilheteria.

Concertos em Viena

Dress Code – a questão do traje nos concertos em Viena

Quando recebi a programação da viagem, a primeira dúvida que me pegou foi: “qual é o dress code mais adequado para um concerto em Viena?” Numa rápida pesquisa me senti mais aliviada: nada de vestidos longos.

Nessas horas vale sempre o bom senso – nem tanto ao céu nem tanto ao mar. Os vienenses costumam caprichar no visual e seguem bem elegantes para a entrada dos teatros; já os turistas adotam um estilo mais despojado com calça jeans e sapatênis.

Com o passar dos anos, os teatros ficaram mais maleáveis quanto às restrições dos trajes, mas se você não quiser se sentir tão descolado, uma calça social e uma camisa ou vestido e alguns acessórios fazem toda a diferença e não pesam muito na mala.

Um detalhe importante: sapato social é sempre bem-vindo nas salas de concertos e até mesmo de alguns bares e restaurantes mais elegantes da cidade. Neles, o tênis ou sapatênis podem ser considerados muito informais e acabam não correspondendo ao “dress code” do local.

Pesquisando sobre o tema, o assunto fica mais delicado quando falamos das óperas tradicionais de Viena. Muitos dizem que seguir os trajes e os costumes é uma maneira de você demonstrar respeito e homenagear os séculos de histórias das óperas. Em todo caso, mesmo que não seja obrigatório, vale caprichar um pouco mais na produção 😉

Já se você vai a um baile, não tem jeito: vai precisar passar numa loja de aluguel de roupa de baile.

Você já foi a algum concerto em Viena? Como conseguiu os ingressos? Conte pra nós!

Natalie viajou a convite do Turismo de Berlim e de Viena.

Leia mais:

20 comentários

Ricardo e Bóia, vou pra Viena e estou pesquisando para comprar ingressos para Staatsoper, e vi no site a oferta de ingressos on line. como a última postagem é do ano passado, gostaria de confirmar se no caso da compra on line de ingressos ainda permanece a sistemática de trocar o comprovante impresso pelos tickets na bilheteria no dia do evento? Muito obrigada.

    Olá, Kaká! Esses procedimentos podem mudar, o mais provável é que todos migrem para o ingresso no celular. Leia as instruções ao chegar à última página. Se precisar, use o Google Tradutor.

Em maio de 2012 assisti a ópera de Viena na rua, como muitos outros turistas e locais. Naquela época acompanhei nas redes sociais promovendo a volta do público à Volksopera. Não sei se foi relacionado a isso, mas o fato é que em um quente sábado à noite, o espetáculo era transmitido ao vivo num telão, na calçada. As pessoas traziam almofadas e cadeiras, outros, como nos, sentavam- se no chão. Pelo inusitado, foi um ótimo programa!

Maravilhoso, comprei meu ingresso pra ópera em outubro! Depois volto pra contar como foi.

Assisti Turandot em março na Staatsoper . Comprei o ingresso pelo site deles. E quando cheguei em Viena, troquei o voucher. Foi muito tranquilo e rápido. Vale a pena conhecer!

Eu e meu marido estivemos no Johann Strauss Ball 2016 no Kursalon este mês e adoramos. Seu comentário sobre o dress code me ajudou a escolher a roupa e optei por levar um vestido longo de tinha usado em um casamento. Escolhi algo que não fizesse volume e com o menor peso possível. Coloquei em um porta terno e #partiubaileemviena. O baile foi magnífico no todo: jantar, apresentações, dançar valsa (pelo menos tentar) e ver os casais rodopiando lindamente no salão foi deslumbrante. Havia também outro ambiente com musica eletrônica para os que preferissem . A meia noite tem o ápice do baile: a quadrilha. Muito divertida, achamos fantástica. Enfim valeu super a pena carregar um traje mais social e participar do baile em Viena. Obrigada pelas dicas.

Em Julho de 2012 aportamos em Viena e fomos imediatamente abordados por vendedores na praça em frente à Igreja principal. A falta de experiência e a desconfiança natural de nós Brasileiros quase me privaram do belo espetáculo. O Conserto fou no salão nobre do Palácio de Schönbrunn. Foi incrível. O salão todo dourado e a música de Strauss e Mozart. ..fantástico! !!!! Uma das coisas mais lindas que vi na vida!!!!!

ah! e fomos de roupa normal, eu tava de jeans, sapatilha e blusinha, e marido de jeans e jaqueta. tinha gente muito bem arrumada, mas não são todos, e não nos sentimos constrangidos não, isso vai da cabeça de cada um, e a gente não liga.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.