Guia de Curitiba

Guia de Curitiba

Curitiba

Organizar o trânsito, encontrar uma fórmula eficiente para o transporte público, multiplicar os espaços verdes não foi o bastante. Ao tornar-se uma metrópole-modelo, Curitiba aproveitou também para se lançar como uma cidade turística.

Junto com os corredores de ônibus e os parques vieram novos cartões postais, como a Ópera de Arame, o Palácio de Vidro do Jardim Botânico – e, recentemente, o Museu Oscar Niemeyer. As tradicionais cantinas de Santa Felicidade hoje são apenas um fecho folclórico para tours repletos de atrações.

A trabalho ou a passeio, é um prazer descobrir que existe uma grande capital brasileira que funciona tão bem.

Quando ir

O inverno é bastante frio e relativamente seco. Uma excelente combinação para curtir a culinária dos imigrantes ucranianos, poloneses, alemães e italianos – e tomar um submarino, o chope com um petardo de steinhäger tradicional do Bar do Alemão, no Largo da Ordem.

Na primavera e no verão a umidade aumenta, trazendo mais chuva.

O outono é perfeito para curtir os parques e pegar o tempo mais firme no litoral, a pouco mais de uma hora de viagem.

O maior evento cultural acontece em março: o Festival de Teatro de Curitiba.

Como chegar

O aeroporto fica em São José dos Pinhais, a menos de 20 km. Recebe vôos diretos de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Rio de Janeiro, Campinas, Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Florianópolis, Porto Alegre, Caxias do Sul, Belo Horizonte, Brasília, Assunção, Buenos Aires e Miami.

Por via rodoviária a cidade está a 400 km de São Paulo (apenas 30 kmnão estão duplicados). Joinville está a 110 km; Balneário Camboriú, a 210 km; e Florianópolis, a 300 km.

O melhor acesso à Ilha do Mel é no Pontal do Sul, a 120 km; desça pela estrada para Paranaguá.

Onde ficar

Há grande concentração de hotéis entre o Centro velho e as imediações da Estação Rodoferroviária. Perto da estação (que tem um shopping anexo) ficam os minimalistas-baratinhos CWB Express e Ibis Budget Curitiba Centro, além do Slaviero Conceptual Rockefeller, que faz a linha hotel-butique.

A zona hoteleira mais nova e agradável, porém, está na região do Batel. Por ali você vai estar junto ao comércio mais sofisticado e à vida noturna mais animada da cidade. Na zona mais bacana estão o Quality Hotel Curitiba, o Slaviero Conceptual Full Jazz, o Transamerica Prime Batel, o Bourbon Batel Express, o Radisson, o Mercure Sete de Setembro e o Ibis Curitiba Batel. Nem tão no miolinho, mas ainda em lugar agradável, encontram-se o Pestana Curitiba, o Slaviero Executive Batel e o Four Points by Sheraton.

Existem também hotéis na região do aeroporto, como o Bourbon Dom Ricardo, o Tulip Inn São José dos Pinhais, o Howard Johnson e o Ibis Curitiba Aeroporto, próprios para quem vai trabalhar na região metropolitana.

Em qualquer uma dessas regiões as diárias baixam no fim de semana.

O que fazer

A Linha Turismo, um ônibus turístico de dois andares, vai do Centro a Santa Felicidade, passando por todos os parques e museus (não perca o Museu Ferroviário, o Museu do Perfume e o Memorial Ucraniano).

À noite tome a direção do Batel, um bairro central com inúmeros bares e restaurantes, muitos deles lado a lado na rua Bispo Dom José (continuação da avenida Batel).

Na primeira oportunidade que tiver, pegue o Serra Verde Express, que vai serpenteando pela Serra do Mar até a cidade histórica de Morretes (onde você pode experimentar o autêntico barreado).

Curitiba no Viaje na Viagem

194 comentários

Gostaria de ir a Curitiba em Janeiro. Um hotel acessível e com passeios turísticos?

    Olá, Manuel! Nenhum hotel em Curitiba vai oferecer passeios, você pode encontrar na recepção folhetos de agências que ofereçam passeios.

    Bom dia Manuel, temos uma agência em Curitiba e realizamos passeios a partir de uma pessoa, passeios pelos principais parques de Curitiba, passeios pelo centro histórico e passeios de ecoturismo, por montanhas e cachoeiras.
    Se tiver interesse é só entrar em contato 41 99947-1495

Olá, vou ir a Curitiba no começo de Outubro, no dia 2. Como é o clima?

    Olá, Heide! Depende da passagem de frentes frias. No aplicativo do seu celular você consegue ver uma boa previsão do tempo a partir de 4 ou 5 dias antes da data.

Pretendo ir na primeira semana de agosto para Curitiba com meu esposo e trigemeos de 19 anos. É muito frio? Quantos dias sugere?

    Olá, Erika! É muito frio. Você precisa de 2 ou 3 dias para as principais atrações de Curitiba, então pode ter dias extras para fazer o passeio a Morretes de trem e/ou ir ao parque de Vila Velha em Ponta Grossa.

Olá! Gostaria de indicação de restaurante para experimentar o barreado em Morretes! Obrigada.

Olá,
Estou indo em julho para Curitiba com esposa e filha de 3 anos. Pretendo fazer o passeio de trem para Morretes. O bate e volta é suficiente ou compensa ficar hospedado uma noite em Morretes?

    Olá, Hugo! O bate-volta é adequado, sim! A volta (de ônibus executivo) está incluída no passeio.

Oi gostaria de saber se chove muito em Curitiba no final de novembro. Estou querendo visitar a cidade mas estou com receio de pegar chuva e prejudicar o passeio.

    Olá, Ana! A primavera no Sul e no Sudeste é marcada por frequentes frias frias. Se passar uma frente fria quando você estiver por lá, vai chover. A época mais seca no Sul e no Sudeste é o outono, entre abril e junho.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.

Assine a newsletter
e imprima o conteúdo

Serviço gratuito