Gramado

Tamanho família
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Veja neste guia prático de viagem a Gramado e Canela:

  • O que fazer em Gramado: roteiro prático
  • Fondue em Gramado

    Fondue em Gramado

    Até os anos 80, Gramado e Canela eram lugares procurados para curtir o frio do inverno e torcer por uma eventual neve -- se desse uma geada, todo mundo já ficava feliz. Subia-se a serra para comer fondue e chocolate, acender a lareira, namorar. Na época do Festival de Cinema, a atração eram as grandes estrelas do cinema nacional, que vinham desfilar no tapete vermelho.

    Em 1986, a região começou a se reinventar. Foi quando teve início o Natal Luz -- originalmente, um concerto de música erudita em dezembro, que inaugurava a ornamentação natalina da cidade. Hoje o Natal Luz começa em novembro e vai até meados de janeiro, e transformou-se na principal atração do calendário.

    Gramado e Canela agora prescindem do frio: são visitadas o ano inteiro.

    A região abraçou a idéia do turismo de massa com a mesma eficiência germânica usada tempos atrás para se transformar Gramado num vilarejo alpino. A hospedagem teve um extraordinário crescimento, e hoje não fica nada a dever a nenhum destino do litoral. A cena gastronômica se diversificou, e vai muito além do fondue e do café colonial.

    Uma série de atrações voltadas para o turismo em família -- da pista de esqui coberta do Snowland ao parque temático Terra Mágica Florybal -- fazem você se sentir num pedacinho da Flórida na Serra Gaúcha.

    Mas veja: as novas atrações superproduzidas não impedem você de curtir Gramado e Canela como antigamente. E de descobrir novas atrações de #raiz, como os ótimos passeios de agroturismo pela colônia.

    Este guia foi feito para você descobrir a sua Gramado -- e curtir a viagem ao máximo.

    Quantos dias em Gramado?

    Gramado quantos dias

    Snowland, Fábrica Prawer e Centro da cidade

    Qual é o tamanho da sua expectativa? Se você quer apenas passear e se divertir, qualquer fim de semana (se você mora perto) ou feriadão de 3 ou 4 dias (se você precisa pegar um avião) dão uma viagem redonda.

    Agora: se você quer esquadrinhar tudo o que Gramado e Canela oferecem (incluindo uma escapadela a Bento Gonçalves), pense numa viagem de 7 dias.

    Se não puder (ou não quiser arriscar) investir tantos dias nessa primeira viagem, não tem problema. Gramado permite que você volte outras vezes e sempre tenha novidades para experimentar.

    Veja roteiros de 3 dias ou mais na página O que fazer em Gramado.

    Gramado + Bento: é melhor dividir a viagem

    Bento Gonçalves

    Se você pode passar 6 ou 7 dias na Serra, vai por mim: separe 2 dias para pernoitar em Bento Gonçalves.

    Com dois dias em Bento você faz os passeios básicos do pedaço: visita vinícolas, percorre os Caminhos de Pedra e, se quiser, anda na Maria Fumaça.

    Veja o que fazer e onde ficar em Bento Gonçalves.

    Desde R$ 65 por trecho:

    Quando ir a Gramado

    Gramado quando ir

    Neve fake na Casa do Papai Noel

    O ano inteiro é aproveitável em Gramado e Canela.

    Você pode escolher a época de acordo com a temperatura: entre abril e outubro, o frio é garantido, de dia e à noite. (Nos demais meses, mesmo se fizer calor durante o dia, as noites serão fresquinhas.)

    A chuva varia pouco ao longo do ano: não existe nenhuma época particularmente seca ou chuvosa demais. Não confie na previsão do tempo: só dá para saber com mais certeza se vai chover ou não na véspera. Mas não se preocupe -- a região é bonita mesmo com tempo cinzento.

    Você também pode escolher a época da viagem para aproveitar algum dos vários eventos que acontecem ao longo do ano. Quase todo mês tem um: Gramado In Concert (fevereiro), Páscoa (abril), Festa da Colônia (maio), Estação Gramado (julho), Festival de Cinema (agosto), Festival de Cultura e Gastronomia (setembro) e Natal Luz (finzinho de outubro, novembro, dezembro e comecinho de janeiro).

    Veja o clima e os eventos de Gramado, mês a mês:

    Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez

    Janeiro

    Gramado quando ir: janeiro

    Hortênsias em janeiro

    Muito calor de dia, com possibilidade de noites fresquinhas. Mínima de 18ºC, máxima de 28ºC. 150 mm de chuva (pode haver temporais no fim de tarde). As hortênsias ainda estarão floridas.

    Em 2020, o Natal Luz vai até 12 de janeiro.

    Fevereiro

    E continua o verão: mínima e máxima são as mesmas de janeiro (18ºC e 28ºC), assim como a chuva: 150 mm, que podem vir sob a forma de eventuais torós. As hortênsias começam a murchar.

    Em 2020, o Gramado In Concert acontece de 31 de janeiro a 8 de fevereiro. Nesse período, a cidade é tomada por apresentações de música erudita e popular, com epicentro na Rua Coberta. Há também oficinas com músicos renomados.

    O Carnaval de 2020 vai cair de 21 a 25 de fevereiro. A programação oficial da cidade acontece na Expogramado, normalmente com um baile de salão na sexta e um desfile de blocos no domingo.

    Atenção: entre os dois eventos (ou seja, de 9 a 20 de fevereiro em 2020) a cidade entra em modo baixíssima temporada. Nesta época, algumas atrações (como o Mini Mundo e o Jardim de Lavanda) costumam aproveitar para fechar por férias coletivas.

    Março

    Gramado quando ir: março

    Preços de baixa temporada em março

    Passou o verão? Ainda não. Para passar um friozinho, você vai precisar torcer por uma frente fria. A mínima continua em 18ºC, enquanto a máxima desce para 27ºC. Chove menos, porém: 110mm.

    Não há eventos programados para março. Por isso mesmo, é uma boa época para conseguir hospedagem mais em conta e aproveitar a cidade menos cheia.

    Abril

    Gramado quando ir: abril

    Mundo de Chocolate Lugano

    O frio está começando a bater à porta: a mínima baixa a 15ºC, enquanto a máxima não costuma passar de 24ºC. As chuvas rondam os 130 mm.

    A Páscoa em Gramado é a primeira grande festa popular do ano, e dura quase um mês. Haja chocolate! Em 2019, vai de 31 de março a 21 de abril. A cidade fica toda enfeitada. Tem atrações na Rua Coberta de 3ª a domingo (incluindo uma trupe de artistas mambembes no fim de tarde), Parada de Páscoa no fim de semana e procissões religiosas.

    Maio

    Gramado quando ir: maio

    Fornos coloniais na Praça das Etnias

    O friozinho chegou, enfim. Salvo um inesperado veranico, pode contar com máximas abaixo de 20ºC, e mínimas pouco acima de 10ºC. Chove pouco: 120 mm.

    O festival do mês é a Festa da Colônia, que em 2019 se realiza de 1º a 19 de maio. É a mais autêntica das festas gramadenses: a Expogramado vira uma feira dedicada aos produtos coloniais alemães e italianos (com uma concessão aos portugueses também). Shows e oficinas culinárias completam o programa.]

    Junho

    Com temperaturas ligeiramente inferiores que as de maio (mínima de 11ºC, máxima de 18ºC) e um pouquinho mais de chuva (150 mm), junho já oferece clima de inverno.

    Não há festivais. Se você evitar a semana do feriado de Corpus Christi (em 2019, de 20 a 24 de junho) vai curtir o frio da Serra com tarifas menos elevadas do que as de julho.

    Julho

    Gramado quando ir: julho

    Julho: frio até fora da Snowland

    Os termômetros oscilam entre 10ºC e 17ºC. Torça para vir uma frente polar, que a temperatura pode cair próxima a zero. A chuva está naquela média: 150 mm.

    A cidade lota, pelo frio e pelas férias. Para entreter os visitantes, acontece o evento Estação Gramado, com eventos culturais na Rua Coberta e degustações na Praça Major Nicoletti, de 1º a 31 de julho.

    Agosto

    Gramado quando ir agosto

    Agosto tem Kikito, o Oscar do Festival de Gramado

    O inverno continua -- mínima de 12ºC, máxima de 19ºC no meio do dia em dias ensolarados. Chuvas de 130 mm.

    Além do frio, a atração do mês é o Festival de Cinema de Gramado. Em 2019, as datas são de 16 a 24 de agosto. Nesta semana, espere hospedagem mais cara. Você pode cruzar com o povo de cinema na rua e em restaurantes. Depois de definida a programação, os ingressos serão postos à venda pelo site oficial.

    Setembro

    Gramado quando ir: setembro

    Descubra os pratos do Festival Gastronômico

    A primavera está próxima, mas as temperaturas ainda continuam invernais. Mínima de 12ºC, máxima de 20ºC no meio do dia de dias ensolarados. Chove um pouco mais: 160 mm.

    O evento do mês é o Festival de Cultura e Gastronomia, que em 2019 vai de 5 a 22 de setembro. A Rua Coberta vira um corredor de quiosques de comida de rua gourmet e todos os restaurantes da cidade anunciam pratos especiais. Há também oficinas de culinária ministradas por chefs de prestígio e shows de rua gratuitos.

    Outubro

    A temperatura máxima já volta a ficar acima dos 20ºC, e a mínima não baixa muito dos 15ºC. Só não dá para saudar a primavera com força porque as hortênsias ainda não floresceram, e o mês é um tiquinho mais chuvoso que a média -- 170 mm.

    Apesar de 12 de outubro não ser feriado em 2019, a cidade pode acabar ficando mais cheia na semana de 15 de outubro por conta do recesso escolar. No mais, dia 24 de outubro começa a maior festa do ano: o Natal Luz.

    Novembro

    Gramado quando ir: novembro

    Novembro: já é Natal em Gramado

    Mínima de 15ºC, máxima de 24ºC, 140 mm de chuva. Se você quer assistir ao Natal Luz antes do calorão do verão, venha em novembro.

    Se vier no feriado de 15 de novembro, compre seus ingressos com antecedência (colocaremos aqui o link quando as vendas abrirem). Na segunda quinzena começa, timidamente, a floração das hortênsias.

    Dezembro

    Quando ir a Gramado: dezembro

    A capital brasileira do Natal

    A temperatura em dezembro vai de 17ºC a 26ºC, com 130 mm de chuva. As hortênsias estarão floridas desde a estrada, deixando ainda mais bonita a decoração natalina.

    A cidade vive a altíssima temporada: o Natal Luz faz mais sentido no mês do Natal. Querendo pagar um pouco menos caro, viaje na primeira quinzena. Caso vá passar a noite de Natal, não se preocupe: há grande oferta de ceias de Natal em hotéis e restaurantes.

    196 comentários

    Keyla Cunha
    Keyla CunhaPermalinkResponder

    Sempre consulto o site VnV quando viajo. A última foi para Gramado quando contratei os serviços da Tour On para o passeio de Maria Fumaça em Bento Gonçalves e região.
    Decepcionei com a "visita" à vinícola Valduga!! Não foi informado que seria cobrada a entrada de 50, reais para a visita dentro da vinícola. Isso porque no site fala que "não há taxas extras, nem taxas escondidas" !! Um absurdo!
    O guia era bonzinho, mas o ônibus mal cheiroso e com poltronas apertadas que mal cabiam um adolescente com conforto.
    Decepcionante! Horrível! Não indico para ninguém!

    Relacionamento TourOn

    Olá Keyla

    A informação de que a taxa da vinícola não está inclusa no pacote adquirido é informada ainda antes da compra, no campo NÃO INCLUSO. Também, a mesma informação está disponível em seu voucher de confirmação de reserva. Os prints já foram enviados a seu e-mail no dia 14/11/19 - ao qual temos a confirmação de leitura.

    Quanto ao transporte, apenas você nos relatou desconforto no veículo. De toda forma, como é nosso padrão, solicitamos ao operador da atividade que tenha mais atenção.

    Estamos a disposição caso deseja mais esclarecimentos. Fique a vontade em nos escrever: relacionamento@touron.com.br

    Relacionamento TourOn

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
    Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
    Cancelar