Moleskine Gastrobar

Guia de Fortaleza

Onde comer em Fortaleza

Fortaleza: onde comer

De uma maneira geral, os restaurantes ao longo da Beira-Mar são mais voltados para os turistas. Para freqüentar os restaurantes preferidos pelos fortalezenses, confira a cena gastronômica dos bairros da Varjota e da Aldeota (que estão a corridas curtas de táxi ou Uber do seu hotel).

Sempre telefone antes para saber se o restaurante está funcionando e se é necessário reservar.

Onde comer em Fortaleza: Varjota

Vizinho do bairro vertical (e burguês) da Aldeota, a Varjota é um bairro horizontal de ruas feiosas e mal-acabadas. O preço interessante dos aluguéis, aliado à boa localização, acabou fazendo do bairro um pólo de restaurantes. Duas ruas paralelas concentram a maioria das casas: a Professor Dias da Rocha e a Frederico Borges.

A crise, no entanto, foi cruel com o bairro: muitas casas fecharam entre 2016 e 2017 — incluindo o ícone Vojnilô (que era o melhor restaurante de peixes e frutos do mar da cidade), o simpático Varjota Food Mall e a filial da pizzaria Vignoli da Dias da Rocha (a unidade da Virgílio Távora, porém, continua funcionando).

Moderninhos

Moleskine

Onde comer em Fortaleza: Moleskine

O gastrobar Moleskine tem cardápio fusion e uma carta de cervejas do mundo inteiro e é concorridíssimo à noite, quando todos os ambientes fervem — das mesas da calçada ao gostoso terraço. No almoço de sexta a domingo, serve grelhados com rodízio de acompanhamentos, à moda da CT Boucherie do Rio.
Moleskine | Dias da Rocha, 578 | Tel. (85) 3037-1700 | Instagram

Cort

Onde comer em Fortaleza: Varjota

Uma das novidades do bairro é a boutique de carnes Cort, que tem happy hour no terraço com cervejas artesanais e, de 4ª, 5ª e 6ª, prepara na grelha de parilla (com assador uruguaio) as carnes que vende na loja. Acompanhe pelo Facebook da casa os eventos especiais.
Cort | Dias da Rocha, 247 (esquina Ana Bilhar) | Tel. (85) 3051-5503 | Instagram

Mercado Meireles

O Mercado Meireles tem aquela vibe de praça de alimentação de food trucks. O âncora do lugar é o Docca Rooftop Bar. Outra opção interessante é o wrap com massa de pizza do Panzeroni.
Mercado Meireles | Frederico Borges, 27 | Tel. (85) 98894-8398 | Instagram

Porpino Burger

Originária de Belém, a Porpino Burger é a hamburgueria mais concorrida de Fortaleza no momento. Os milk-shakes servidos em potes de conserva são o charminho do lugar.
Porpino Burger | Virgílio Távora, 597 (esquina República do Líbano) | Tel. (85) 3202-5900 | Instagram

Oppa Dak

Fortaleza: onde comer - Oppa Dak

No início de 2016 a Varjota ganhou uma filial do restaurante coreano do Cumbuco, o Oppa Dak. O carro-chefe é um frango frito coreano com molhos que você escolhe; acompanhe com arroz colorido. A casa andou fechada por um tempo, mas reabriu.
Oppa Dak | Canuto de Aguiar, 1449 | Tel. (85) 3085-7081 | Instagram

Regional

Colher Restô

O melhor regional de Fortaleza, que era o Colher de Pau, fechou — mas renasceu na calçada em frente, agora como Colher Restô. As receitas (e o ambiente) estão mais sofisticados, mas continua o lugar mais indicado para você experimentar seu primeiro baião de dois.
Colher Restô | Ana Bilhar, 1173 (esquina Frederico Borges) | Tel. (85) 3267-6680 | Facebook

Italianos e pizza

Caravaggio

Onde comer em Fortaleza: Cantina Caravaggio

O ambiente escurinho faz do Caravaggio (Dias da Rocha, 199, tel. 85/3242-4703) um restaurante italiano inusitadamente romântico. O spaghetti com frutos do mar é muito bem feito.
Caravaggio | Dias da Rocha, 199 | Tel. (85) 3242-4703 | Instagram

Pizza Vignoli

Para massas e boa pizza num ambiente mais informal, vá à Pizza Vignoli.
Pizza Vignoli | Virgílio Távora, 10 | Tel. (85) 3267-9450 | Facebook

Coco Bambu

A matriz do Coco Bambu tem cardápio super-eclético, incluindo pizzas (e tapiocas).
Coco Bambu | Canuto de Aguiar, 1317 (esquina Dias da Rocha) | Tel. (85) 3242-7557 | Instagram

Afrancesados

Medit

Para um jantar mais mediterrâneo, considere o Medit, agora num endereço mais aconchegante.
Medit | Dias da Rocha, 579 | Tel. (85) 3021-3071 | Instagram

Balcony

E o bistrô Balcony.
Balcony | Frederico Borges, 616 | Tel. (85) 3267-1601 | Instagram

Japas

Ryori

Gosto muito do cardápio fusion e da decoração do Ryori, no shopping Bouganville.
Ryori | Av. Dom Luís, 1113 | Tel. (85) 3224-9997 | Instagram

Conimaki

O Conimaki foi a primeira temakeria da cidade.
Conimaki | Canuto de Aguiar, 1368 | Tel. (85) 3242-4041 | Instagram

Cervejaria

O Alemão

O Alemão tem cervejas nacionais e alemãs e todos os clássicos da cozinha alemã.
O Alemão | Frederico Borges, 584 | Tel. (85) 3267-1923 | Instagram

Onde comer em Fortaleza: Iracema, Beira-Mar e Aldeota

Praia de Iracema e Centro

L’Ô

Em frente ao Dragão do Mar, o L’Ô é o restaurante mais sofisticado da cidade. No cardápio, pratos como a costeleta de cordeiro com mel de engenho e cuscuz marroquinho, ou a cauda de lagosta com arroz em tinta de lula.
L’Ô | Av. Pessoa Anta, 217 | Tel. (85) 3265-2288 | Instagram

Moranga

Onde comer em Fortaleza: Moranga

O charmoso bistrô Moranga funciona numa casa de taipa; o escurinho dos ambientes pede que o jantar seja acompanhado por vinho. O cardápio é tradicional — por exemplo, tournedos ao molho béarnaise. A noite de 6ª pode ter jazz ao vivo.
Moranga | Xavier de Castro, 100 | Tel. (85) 3219-7078 | Instagram

Le Marché

Fortaleza: onde comer - Le Marché

Já o Le Marché prepara clássicos franceses — ostras gratinadas, por que não? — com vista para o lindo Mercado dos Pinhões.
Le Marché | Praça Visconde de Pelotas, 41 | Tel. (85) 3181-6059 | Instagram

Mambembe

Na rua dos Tabajaras, no trecho histórico da praia de Iracema, fica o descolado Mambembe; confira as festas e shows no Facebook do bar.
Mambembe | R. dos Tabajaras, 368 | Tel. (85) 3048-6060 | Instagram

Beira-Mar e Aldeota

Boteco Praia

Onde beber em Fortaleza: Boteco Praia

No iniciozinho da avenida Beira-Mar, o Boteco Praia tem aquele ambiente de boteco-carioca-reinventado-por-paulista — mas no caso, é uma filial de uma rede do Recife.
Boteco Praia | Beira-Mar, 1.680 | Tel. (85) 3248-4773 | Instagram

50 Sabores

A sorveteria 50 Sabores está no meio da orla.
50 Sabores | Beira-Mar, tel. 2.892 (entre Desembargador Moreira e Paula Barros) | Tel. (85) 3032-0050 | Instagram

Coco Bambu

Onde comer em Fortaleza: Coco Bambu

O Coco Bambu é praticamente uma atração turística. Os pratos são gigantes, dão para três, às vezes quatro pessoas. Recentemente, introduziu algumas meias-porções — mas que dão para duas pessoas. Ou seja: só vá se for acompanhado por alguém que tenha o mesmo gosto que você para poder dividir. O mesmo gosto, no caso, significa gostar de queijo, molho branco ou nata em pratos de frutos do mar. Se você, como eu, acha isso um sacrilégio gastronômico, vai precisar catar no cardápio algum peixe mais inocente (tem poucos, mas você acaba achando) ou se contentar com os petiscos.
Coco Bambu | Beira-Mar, 3.698 (esquina Manuel Jacaré) | Tel. (85) 3198-6000 | Instagram

Faustino

Onde comer em Fortaleza: Faustino

O veterano chef Faustino Paiva, ícone da cena gastronômica cearense, agora empresta seu nome ao Faustino Fortaleza, o único restaurante da cidade debruçado no mar (ocupa o lugar que era do Boteco Original, na Volta da Jurema). O cardápio é amplo, com ênfase em comida regional e de boteco.
Faustino Fortaleza | Beira-Mar, 3821 | Tel. (85) 98902-4713 | Instagram

Onde comer em Fortaleza: Mercado dos Peixes

Para uma experiência autêntica, passe no recententemente restaurado Mercado dos Peixes (última quadra da Beira-Mar, em Mucuripe). É ali que os fortalezenses vão comprar pescados e frutos do mar fresquinhos. Você também pode comprar seu camarão, peixe ou lagosta numa das bancas e levar para o restaurante que funciona na parte dos fundos: eles preparam para você e servem nas mesas com vista para o mar.

Estique até a Aldeota para conferir qualquer uma das duas churrascarias favoritas da cidade: Cabaña del Primo (Maria Tomásia, 503, Aldeota Open Mall, tel. 85/3244-3691), de sotaque uruguaio, ou a cearensíssima Santa Grelha (Tibúrcio Cavalcanti, 790, tel. 85/3224-0249).

Onde comer no Cumbuco

0031

Muda

Tudo acontece no centrinho. O lugar mais descolado é o Muda, que também funciona como bar e galeria.
Muda | Almirante Soares Dutra, 3 | Tel. (85) 8171-3878 | Facebook

Castanha 0031

O restaurante da pousada 0031, o Castanha 0031, que já funcionou na rua, agora está dentro da área da pousada. Combina influências mediterrâneas e tailan.
Castanha 0031 | Av. das Dunas, 2224 | Tel. (85) 99214-5238 | Instagram

A ruazinha junto à praia, a Almirante Tamandaré, tem pizzarias e barzinhos enfileirados, como numa versão diminuta e pé na areia da Broadway de Canoa Quebrada. O bar Laranja Mecânica (Almirante Tamandaré, 180) e o boteco Tô na Onda são os mais simpáticos. Contornando a praça, o footing inevitavelmente leva aos sorvetes, crepes e burgers do Armadillo.

Duro Beach

Vindo de dia, o bar de praia do hotel Duro Beach não tem erro.
Duro Beach | Beatriz Correia, 64 | Tel. (85) 3318-7491 | Instagram

Passagens mais baratas para Fortaleza no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Alugue carro em Fortaleza na Rentcars em até 10 vezes

Trânsfers e passeios em Fortaleza com a Easy Travel Shop


18 comentários

Não estou reclamando mas acho que acabaram não comentando sobre dois lugares. Um deles voltado a cultura regional: Carneiro do Ordones. Serve uma boa variedade da carne de carneiro, seja em risotos, ou cortes especiais como carré estilo francês, picanha e para aqueles que gostam de se aventurar tem a famosa buchada. Da primeira vez que fui, me levaram e confesso que estava preocupado em comer carneiro, mas a má impressão caiu por terra na mesma hora. Existem outras casas especializadas em Carneiro também, mas esta é uma referência. O outro lugar é para depois da refeição principal. Relativamente novo em Fortaleza, mas com uma rede de lojas próprias, nos principais pontos turísticos e comerciais da cidade, o Empório Brownie me chamou a atenção, apesar de não gostar muito do doce, notei que as lojas estavam sempre cheias. Eu diria que o que mais chama a atenção é o Browniecake (versão de cupcake mas com base de brownie e coberturas de brigadero, ou creme de avelã. Já dou o spoiler dizendo que é muito bom, melhor e diferente de outros brownies que já comi. Outro doce elaborado de maneira sublime é o Bem-casado. Sim, aquele que comemos apenas em casamentos. Para mim, esse foi o melhor doce da casa, apesar de não ter nada de brownie nele, ou talvez, seja por isso que adorei. De qualquer modo, a vitrine é belíssima, convidativa e dependendo do horário, com alguma fila, mas por um bom motivo.

Um dos melhores restaurante de Fortaleza foi esquecido no post, ou talvez seja novo, o Mar Menino. Excelente gastronomia, cozinha internacional com toque nordestino. E ambiente muito agradável. Vale muito o preço!

Moro em Fortaleza e gostei do post.
Moleskine tem uma vibe ótima, gente jovem e bonita, drinks ótimos, cardápio bacana, MAS vive lotado, nos fins de semana é preciso chegar bem no início da noite para conseguir mesa. CORT é o meu queridinho, música ótima, carnes excelentes, ambiente aconchegante (poucas mesas) e ainda não anda tão lotado quanto o Moleskine (ufa!). ATUALIZANDO: Casa de Moá, infelizmente, agora atende só eventos. Coco Bambu, sempre é uma indicação porque tem de tudo no cardápio, o ambiente é família, mas também não curto os pratos de camarão de lá, muito molho de creme de leite e nata empapados em arroz.

Vou aproveitar e deixar outras dicas de restaurantes:
Contemporâneos:
O Banquete (meu prato preferido é o Cajupirá, mas tudo que já provei lá é delicioso), da chef Liliane Pereira;
O Quintal, do chef Marco Gil (pratos maravilhosamente criativos);
Moana (frutos dos mar, meu predileto é o Camarões Anísio);
O mar menino (também super criativo e descontraído) Tem um paella muito boa no almoço aos sábados.
O restaurante ZOI do Colosso Lake Lounge – Local lindo, perfeito para um almoço com vista da Lagoa e o cardápio ótimo (camarões grandões!Humm)
Carnes:
Indico o Tango (carnes de primeiríssima qualidade e melhor custo-benefício que o Cabana del Primo e o Santa Grelha – muito bons também).
O Picanha do Cowboy é um clássico do happy hour.
Japa:
Meus preferidos são o Misaki e o Soho. Gosto também do Kazu (acho até que já foi melhor) e do Fuji Sushi Lounge.
Doces:
Anna Paula Doceria (TEM que provar o cheesecake de frutas vermelhas), Empório do Brownie (melhor brownie da cidade), Belucci Gelateria (AMO! melhor sorvete de pistache da vida), San Paolo Gelato (vou lá pelo sorvete de Leite Ninho e de Farinha Láctea, chamo de “mingau completo” – e o de doce de leite). Acho a 50 Sabores beeeem ultrapassada comparada a essas gelaterias que abriram nos últimos anos na cidade.
Barracas de praia
Órbita Blue (tem um ceviche ótimo, sempre peço) e Guarderia – ambas música boa, gente jovem, super astral.
Italiano
La Pasta Gialla – italiano mais tradicional de Fortaleza – do grupo do Santa Grelha e nunca me decepcionou.
Espanhol
El Molino – no miolinho da Varjota, paella show e pratos bem servidos.

Espero que ajude!

Não recomendo o Moranga Bistrot: péssimo atendimento, comida insonsa e preços altos, apenas a música e o ambiente salvam a visita! Não vale a pena o custo benefício!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.