João Pessoa

Guia de João Pessoa

João Pessoa

Volta e meia João Pessoa é apresentada como o último pedaço do Nordeste a ser descoberto. Em parte é verdade: a Paraíba ainda é bem menos conhecida do que deveria. Mas seus descobridores tornam-se fãs – e não param de retornar.

Uma das cidades mais antigas do Brasil, João Pessoa nasceu longe do mar, à beira do rio Sanhauá. Os bairros da orla são recentes e obedecem a um inteligente plano diretor, que limita a altura dos prédios das quadras próximas ao mar.

Ultimamente, porém, surgiu um bairro residencial de arranha-céus, o Altiplano, que mudou o skyline da cidade. Mas está a uma distância segura da praia.

João Pessoa: farol de Cabo Branco

Os pessoenses se orgulham do título de ‘uma das cidades mais verdes do mundo’, mas a conta é inflada pela existência de uma reserva (fechada) de mata atlântica área urbana, a Mata do Buraquinho. Nas ruas não muita sombra, não.

Para aproveitar a cidade, a melhor dica é: acorde cedo!. João Pessoa (na verdade, todo esse ‘nariz’ do Nordeste) está uma hora adiantada — o fuso horário deveria ser o mesmo de Fernando de Noronha. Como não é, o sol nasce o ano inteiro antes das 5h, e o pôr do sol acontece no máximo às 17h.

É muito fácil se movimentar pela beira-mar – e sair em busca de praias escondidinhas tanto ao norte, em Cabedelo, quando ao sul, na Costa do Conde.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

221 comentários

Olá, pessoal!
Pensando numa viagem casada em janeiro melhor, melhor começar por Natal/Pipa e terminar em João Pessoa ou a ordem não interfere? Digo em termos de impacto visual e de quem quer voltar para casa descansada, já prevendo maior muvuca no RN…

    Olá, Val! Escolha os dias de maré mais baixa para João Pessoa, para poder fazer os passeios de piscinas naturais e Areia Vermelha.

Viajar seguindo as dicas do Viaje na Viagem é certeza de uma viagem muito boa e sem perrengues.

Bar dos Golfinhos tem uma comida bem gostosa e excelente atendimento.

Lovina tem moqueca vegana muito gostosa.

Sobre a Ilha da Areia Vermelha, me desculpa o Ricardo Freire, mas não é passeio farofa. Ela tem uma beleza diferenciada. Basta ir meio de semana e baixa temporada que a Ilha é dividida com poucas pessoas. Dá pra atravessar a pé da costa até a ilha. É cansativo, atravessei na maré 0,1 com água no máximo até a cintura. Uma boa aventura. Pergunte sempre aos nativos se dá pra atravessar a pé para sua segurança.

Sobre o litoral sul, o restaurante Canyon tem um ambiente muito bom. Ele é uma boa base para almoço e fica geograficamente bem no meio do litoral (entre Praia Bela e Barra do Gramame). Para quem viaja com criança pequena como eu, que precisa fazer uma viagem show motion, é uma ótima base para alimentação. Tem moqueca vegana também.

Parece que tem a Barra do Graú que parece ser muito bonita e não mencionada no blog. Não deu para conhecer. Sempre faltará dias para conhecer um lugar bonito como a Paraíba.

Vou pra JP esse mês, além das praias turísticas e da capital, estou pensando em alugar um carro e ir até Recife e retornar será de lá. Alguma sugestão? Ou vc me aconselha ir em direção a Natal? Recife já conheço.

    Olá, Elza! As praias que mais valem a pena no caminho a Recife são visitáveis em bate-voltas de João Pessoa mesmo. Em Pernambuco, praias como Carne de Vaca e Ponta de Pedra em Goiana ou mesmo a Ilha de Itamaracá talvez não valham o pernoite. Na direção do Rio Grande do Norte você vai encontrar a Baía da Traição e a Barra de Camaratuba na Paraíba. Mas o filé está no Rio Grande do Norte, com Baía Formosa e Pipa.

Estou pensando em ir a João Pessoa em Janeiro de 2022, se a pandemia der uma trégua até lá. Gostaria de saber se as praias mais afastadas tem alguma estrutura para quem vai com crianças pequenas (minha filha estará com 1 ano e 11 meses na ocasião). E também se é possível fazer as visitas às piscinas naturais com crianças dessa idade. Obrigada

Sou de Minas Gerais, e amei muito conhecer João Pessoa – PB
VOLTAREI SEMPLE.
Que seja feita a vontade de Deus.
Amei… amei…amei.

Estivemos em João Pessoa por seis dias. Como sempre paguei todas as dicas com vocês, que foram ótimas. Mas fiquei tão encantada com os locais que visitamos que ouso discordar que 3 dias são suficientes. Fizemos uma praia por dia porque você chega e não quer sair.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.