Dreamliner da KLM

Como é viajar na executiva do Dreamliner da KLM que faz a rota Rio-Amsterdã

Dreamliner da KLM
Pergunte a alguém suficientemente vintage para ter voado na First Class de antigamente, e você ouvirá sobre caviar, champagne de safra premiada e toda sorte de rapapés. Hoje sobraram poucas primeiras classes com esse excesso de luxo que a língua inglesa, curiosamente, chama de “decadence”. Na maioria das cias. aéreas, a primeira classe sofreu uma metamorfose e reapareceu na executiva, com ênfase no conforto e com um luxo mais enxuto e mais adequado aos novos tempos.

Em maio fui convidado pela KLM para ~degustar~ a World Business Class do seu novíssimo Boeing 787 Dreamliner, que desde fevereiro faz a rota entre o Rio de Janeiro e Amsterdã.


Amsterdã
Roteiro passo a passo

Uma caminhada autoguiada pelos canais: o mais belo passeio de introdução a Amsterdã

O 787 Dreamliner

O bacana do Dreamliner começa na concepção: o avião foi pensado para ser ecologicamente menos incorreto do que a categoria. Seus motores conseguem ser 20% mais eficientes no consumo de combustível — o que significa 20% menos emissão de CO2. O processo de montagem envolve menos materiais danosos e garante que o avião inteiro seja mais facilmente reciclável depois de se aposentar.

A cabine tem maior pressurização, o que proporciona uma melhor absorção de oxigênio pelos passageiros — e por conseqüência, uma maior sensação de bem-estar. A iluminação azulada também contribui para atravessar o oceano com mais serenidade. E os assentos da classe econômica — desculpaê, pessoal, não testei… — reclinam 40% mais do que o habitual.

O aspecto high-tech mais bacana, na minha opinião, é a janela sem persiana, com a entrada de luz ajustável pelo passageiro. (Mutcho doidjo.)

A World Business Class da KLM

Dreamliner da KLM

São 30 poltronas, todas com acesso ao corredor e protegidas por um casulo que preserva a individualidade. Demorei bem uns 15 minutos para achar tudo o que tinha no meu casulo: tomadas, entrada USB, armariozinho para guardar apetrechos de viagem (com espelho, meninas), botões para descer encosto, deslizar a cama, mudar a direção da tela…

Dreamliner da KLM
A tela tem 18 polegadas, que exibe um acervo de 200 títulos. (Se bem que o que eu mais gostei foram as instruções de segurança, aprentadas num desenho animado no estilo das porcelanas Delft.)

Dreamliner da KLM

O serviço de bordo é de grife: na ida a Amsterdã, o cardápio é de Rodrigo Oliveira, do Mocotó. Na volta, a comida vem assinada por Jacob-Jan Boerma, do De Leest, restaurante da cidade de Vaassen com 3 estrelas no guia Michelin.

Dreamliner da KLM

A poltrona é full-flat, ou seja: fica totalmente na horizontal. Dá até para dormir de bruços, se quiser.

Dreamliner da KLM

Os comissários são sorridentíssimos e não param de oferecer coisinhas para beliscar e bebericar. No final, você escolhe uma casinha de porcelana (com licor Bols dentro). A idéia é você montar uma coleção 🙂


Antuérpia
Vai continuar de trem?

Trem na Holanda e na Bélgica: tudo o que você precisa saber para se deslocar, fazer bate-voltas e pit-stops

Conexões em Amsterdã

A KLM foi uma das primeiras cias. aéreas a explorar o potencial de sua base como hub de conexões. Boa parte dos passageiros segue viagem para outro destino na Europa. O aeroporto de Amsterdã é muito fácil de navegar. Na eventualidade de um intervalo mais longo, o aeroporto está a 20 minutos de trem do centro histórico de Amsterdã. (Mas só saia se o intervalo for maior do que 6 horas, para ter 3 horas líquidas para passear na cidade.)

Dank U wel, KLM! Assim vocês me acostumam mal!

O novo cardápio do Rodrigo Oliveira

Dreamliner da KLM: cardápio do Mocotó

Eu estava fechando este post quando chegou a notícia do lançamento do novo cardápio dos trechos São Paulo-Amsterdã e Rio-Amsterdã, assinado por Rodrigo Oliveira, da Esquina Mocotó (1 estrela Michelin).

Quem viajar na World Business Class vai ter como entradas uma salada de figo com queijo de coalho e um peixe curado com vinagrete de manda e quinoa. Como prato principal, poderá escolher entre gratinado de mandioca com carne seca (foto da esquerda), nhoque de aipim com queijo curado e molho de tomate (foto da direita) e peixe chapeado com arroz de coco e purê de abóbora. De sobremesa, verrine de maracujá com mousse de coco ou pudim de chocolate com calda de laranja.

O cardápio da Economy também é do Mocotó: salada de erva doce com queijo parmesão, gratinado de mandioca com frango ou moqueca de peixe, e bolo de mandioca com cocada mole.

O café da manhã terá um toque nordestino, com bolo de mandioca nas duas classes e banana cozida e melaço de cana na World Business Class.

Leia mais:


Amsterdã

24 comentários

Amei KLM/AIRFRANCE. Alimentação deliciosa, água servida a todo tempo, lencinhos quentes, balas, filmes super atuais….

E o cardápio do Mocotó da classe econômica também esta bem gostoso: moqueca de peixe ou escondidinho de carne seca

Olá
Acabamos de chegar em Amesterdam em voo da KLM na confort. Os 10 cm a mais e a primeira fila fizeram muita diferença.

Não sou tão alto assim (180cm) e desde que descobri as Economicas Confort, minhas viagens ficaram beeem mais confortáveis. Os tais 10cm fazem sim muita diferença pra mim. A melhor que já peguei foi a da British, seguida por Air France (A330), KLM (777) e AA (767 sucatão). Agora, como os vôos de AMS para o Brasil são diurnos, leve isso em consideração na volta, talvez não seja tão importante esse espaço a mais. Abs.

Olá, Leonardo!!!
Já viajei nessa comfort da KLM duas vezes e achei maravilhosa, mas só porque eu peguei a primeira fileira dela que aí não são só 10cm a mais. Na delta fui sem ser primeira fileira e também achei confortável. Mas só vale se esse dinheiro não for fazer falta na viagem! Eu só consegui essas viagens de comfort “ganhando” de brinde por erros das companhias porque eu não considero pagar essa diferença. Se eu tivesse essa grana, pagava!

Olá
respondendo a pergunta: sim, acho que vale a pena principalmente se vc conseguir marcar assentos 9A, 9B ou 10A, 10B que são os assentos na primeira fila do lado esquerdo e direito respectivamente. Assim, vc vai ter bastante espaço disponível. Mas nada que se compare ao conforto de viajar na classe executiva.

Olá

Acabei de Voltar de Paris semana passada nesta classe na KLM ou Air France como queira
Acho q a gde vantagem é a largura da cadeira
Qto aos assentos achei-os meio escorregadios Parecem meio inclinados Melhorou! Ano retrasado fui a Florença neles e não gostei
Tem q ficar atento quanto a escolha do lugar Escolha os da frente onde terá espaço p as pernas, pois as cadeiras de trás não tem muito espaço p as pernas não
Espero ter ajudado
Boa Viagem

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.