Lima para duros, por Sylvia Lemos

Sanduíches em Lima. Foto: Sylvia Lemos

Mesmo com seis dias sem sair de Lima, não houve tempo para experimentar tudo, mas me lembrei de fotografar algumas coisas que mostram como Lima tem uma excelente relação custo x benefício para hospedagem, alimentação e transporte interno.

Os pequenos restaurantes tem cardápios de almoço super em conta!

Luigi's, Lima. Foto: Sylvia Lemos

Em todos os super mercados há comida a quilo para comer ou levar.

Na cidade andamos de táxi o tempo todo, independente de cor, empresa ou marca de carr . Na rua, faça sinal para o táxi parar, vá até a janela do motorista, diga o destino e pergunte o preço. Se achar que está bom, entre no carro ou comece a busca de novo. Pode pechinchar ou fazer cara de paisagem, que a tarifa vai baixar um pouco, um pouco só (algo como 1 real).

No segundo dia a gente já sabe direitinho quanto vai ser uma corrida: sempre entre 4 soles (distâncias curtas), 8 a 10 soles (distâncias médias) e 15 soles (longa distância).

Como antes da gente chegar isto é muito subjetivo, aí vão uns exemplos de tarifas que pagamos sem negociar:

  • de Miraflores ao Circuito das Águas: 15 soles;
  • de Miraflores a Barranco: 8  soles;
  • de Miraflores ao Jockey Plaza: 12 soles;
  • de Miraflores à Ripley San Isidro: 7 ou 8 soles;
  • dentro de Miraflores: 4 a 5  soles.

Hospedagem barata e bem localizada vi por toda a cidade; em Miraflores em duplo em torno de 60 soles num duas estrelas e 30 soles num hostel.

(Em janeiro de 2011: 1,5 sol = 1 real)

Leia mais:

45 comentários

Olá, gostaria de compartilhar e agradecer pelas dicas. Realmente Lima é uma viagem gastronômica! O restaurante Astryd e Gaston foi uma excelente escolha, comida e atendimento impecáveis valendo cada centavo! A entrada (pães e antepastos) e os docinhos servidos numas gavetinhas ao final são cortesia da casa e não são cobrados como nos restaurantes de São Paulo. No restaurante Pescados Capitales a comida também estava boa ( não tanto quanto o Astryd e Gaston) e a sobremesa foi a maior surpresa, pedimos creme brulê com arroz doce, uma mistura esquisita porém maravilhosa! No Reveillon deve-se reservar com antecedência um restaurante, seja fora ou dentro do hotel, deixamos para a última hora e acreditem todos lotados inclusive dentro do shopping Larcomar, o unico lugar para fazer a ceia era no delivery do KFC! Rodamos até as 23 hs e voltamos para o hotel irritados e sem jantar, para a nossa sorte tinha uma vaga neste horário no restaurante do Hotel onde pudemos finalmente curtir a Ceia de Ano Novo (por 180 soles cada, aproximadamente R$150,00). O restaurante Rosa Nautica também tinha uma festa e uma ceia especial com musica ao vivo, a um precinho módico de 150,00 dolares por pessoa o que achamos muito caro.
Se quiser comer uma boa carne vá ao La Vaca dentro do shopping LArcomar, carnes boas a preços justos, não deixe de experimentar os Anticuchos um espetinho de coraçao de boi com um purê de batatas, uma delícia! Mesmo aqueles que não comem miudos vão gostar.
Fizemos 2 vezes um passeio com o onibus Miratur(aquele aberto em cima). O primeiro fomos para as ruinas de Pachacamac, recomendo só se realmente tiver muito tempo, na cidade de Lima próximo a Miraflores tem também a Huaca Puclana, bem mais perto e tão interessante quanto. O segundo passeio neste onibus foi Lima de Noite para conhecer o parque das Aquas Magicas, muito interessante mas não deixe para ir no domingo, se puder vá durante semana que é bem mais tranquilo. Depois do parque fizemos um city tour pelo centro e paramos no Hotel Sheraton para tomar um café que não entendemos o porque??? Foi literalmente um cafe com leite, bolo pullman e pão de forma com queijo, ninguém entendeu o que fomos fazer lá as quase 11 hs da noite. Portanto para o Parque das Aguas vá de taxi e pague a entrada que vale mais a pena. Praia realmente só para os surfistas, não tem areia, as praias são todas de pedra e não aparentam ser limpas, com excessão do bairro de Chorrilos onde há umas mesinhas e restaurante, as praias da avenida Beira mar não têm estrutura, praia mesmo tem que ser no Brasil.
Enfim 3 a no máximo 4 dias são o suficiente para conhecer Lima, visitar os arredores e restaurantes.
Abraços.

Olá! Gostaria de saber se as praias são boas e bonitas em Lima e se vale a pena ir em alguma em especial, passarei o ano novo lá , apenas 4 dias.
Obrigada!

    Olá, Deise! Só se vai à praia no Peru se for para surfar. Vá a Lima pela gastronomia. O fim do ano é chuvoso em Machu Picchu.

    Obrigada pela dica, vamos no ano novo, recomenda algum lugar especial para a virada e para ver os fogos? Alguma festa, ou restaurante?

    Olá, Deise! Não há festas significativas em Lima. Se você quiser pagar caro, pode tentar um restaurante como o Rosa Náutica.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.