Paris: chegando por Charles de Gaulle, Orly e Beauvais

Paris é servida por dois aeroportos na região metropolitana imediata: Charles de Gaulle, o CDG, é o maior e mais importante; Orly é o mais próximo. Beauvais, a uma hora e meia da cidade, é usado sobretudo pela low-cost Ryanair.

Veja como chegar por cada um desses aeroportos.

Chegando pelo aeroporto Charles de Gaulle (CDG)

O CDG fica 30 km a nordeste de Paris, na cidadezinha de Roissy (por isso há quem se refira ao aeroporto simplesmente como “Roissy” — diga: Ruassí). É o destino de todos os vôos diretos do Brasil para a França (operados por Air France e TAM).

Táxi

Táxi é sempre o transporte mais indicado para quem passou 12 horas preso num avião, sem dormir direito. Você merece o conforto de ser deixado na porta do seu hotel, principalmente se não conhece a cidade. Pegar um táxi no Charles de Gaulle é simples e seguro. Basta ignorar os espertinhos que vêm oferecer o serviço a quem desembarca (são piratas, você vai ser explorado) e seguir as placas para a fila oficial do táxi. (Há um grande contingente de taxistas portugueses em Paris, de repente você dá sorte de pegar um.) Desde março de 2016, as tarifas são fixas. Um táxi do CDG até a Rive Droite vai custar 50 euros; até a Rive Gauche, 55 euros. Não há suplemento para bagagem. Para voltar, peça para o recepcionista do hotel reservar um táxi com hora marcada (haverá um suplemento de 7 euros).

Ônibus especial

É a segunda opção mais confortável. Você pega o ônibus até a região central e continua a sua viagem de táxi. Se você escolher o ônibus certo, o seu táxi de continuação não vai sair mais do que 10 euros. Há dois ônibus a escolher: o RoissyBus, que é um ônibus utilitário, sem luxos, com amplo espaço para bagagem no corredor, e os Le Bus Direct, que são mais confortáveis (as poltronas reclinam, a bagagem vai no bagageiro).

  • RoissyBus a Étoile: passa em quase todos os terminais do CDG e depois só pára no ponto final, nas esquinas das ruas Scribe e Auber, perto da Ópera Garnier. A estação Opéra do metrô é servida pelas linhas 3, 7 e 8. A viagem leva 1h15; os ônibus saem de CDG entre 6h e 0h30 (de Paris, saem das 5h15 à 0h30). Custa 11,50 euros por pessoa. Mais informações (e compra de passagem online) aqui.
  • Le Bus Direct à Tour Eiffel: passa nos terminais 1 e 2 do CDG e ruma a Paris, com uma parada intermediária na Porte Maillot (entrada norte da cidade) e ponto final na Av. Carnot, esquina com Place de l’Étoile (próxima ao Arco do Triunfo). A estação Porte Maillot é servida pela linha 1 do metrô e pelo RER C; a estação Charles de Gaulle-Étoile, pelas linhas 1, 2 e 6 do metrô e pelo RER A. A viagem a Tour Eiffel leva 70 minutos. Os ônibus partem dos pontos finais das 5h45 às 23h. Custa 17 euros por pessoa. Mais informações e compras online aqui.
  • Le Bus Direct às Gares de Lyon e Montparnasse: passa nos terminais 1 e 2 do CDG e ruma a Paris, com uma parada intermediária na Gare de Lyon e ponto final na Gare Montparnasse. A Gare de Lyon é servida pelas linhas 1 e 14 do metrô e pelo RER A e D. A viagem leva 1h até a Gare de Lyon e 1h15 até a Gare Montparnasse. Os ônibus partem dos pontos finais das 6h e 22h. Custa 17 euros por pessoa (15 euros por pessoa para grupos a partir de 4 pessoas). Mais informações e compras online aqui.
  • EasyBus ao Palais-Royal: parou de operar em outubro de 2016.

Van

A legislação aeroportuária impede que você compre seu transporte de van (shuttle) na hora no aeroporto. É preciso reservar com antecedência, o que abre a porta para toda série de transtornos. O fórum do Tripadvisor está lotado de gente que ficou esperando e a van não apareceu. Como a economia não é significativa (o preço para duas pessoas é de 45 euros), o táxi é muito mais recomendável. Se você estiver sozinho (tarifa: 28 euros) e disposto a encarar o perrengue, o site da SuperShuttle é este.

RER B

O trem suburbano é indicado para quem viaja com pouca bagagem e não tem medo de escada (em algum momento você vai precisar enfrentar uma). A viagem no pinga-pinga (há alguns horários com menos paradas) leva 50 minutos até a Paris central (com saídas entre 4h45 e 22h55). Você pode descer na Gare du Nord (conexão com linhas 2, 4 e 5 do metrô), Châtelet-Les Halles (linhas 1, 4, 7, 11 e 14), St.-Michel-Notre-Dame (linhas 4 e 10), Luxembourg, Port-Royal e Denfert-Rochereau (linhas 4 e 6). A passagem custa 10 euros. O bilhete do RER dá direito a continuar de metrô.


Onde ficar em Paris
Onde se hospedar em Paris?

Chegando pelo aeroporto Orly

Orly fica menos de 20 km ao sul de Paris. Recebe vôos domésticos e internacionais. Se você for a Paris com a portuguesa TAP, é este o aeroporto que vai usar.

Táxi

Se você pensar pelo lado do custo x benefício, o táxi de Orly é imbatível. Custa cerca de 30/35 euros até a Paris central — em duas pessoas, é só um pouquinho mais caro que o ônibus da Air France ou o RER (e mais barato se você acrescentar um táxi do ponto final ao seu hotel). Não aceite ofertas de caçadores de passageiros no terminal: esses são taxistas piratas. Siga a sinalização até a fila do táxi oficial e vá com conforto até a porta do seu hotel. A viagem deve durar pouco mais de meia hora. Desde março de 2016, as tarifas são fixas. Um táxi de Orly até a Rive Gauche vai custar 30 euros; até a Rive Droite, 35 euros. Não há suplemento para bagagem. Para voltar, peça para o recepcionista do hotel reservar um táxi com hora marcada (haverá um suplemento de 7 euros).

Ônibus especial

Viajantes avulsos e/ou mão-fechadas podem pegar o ônibus até a região central e continua a sua viagem de táxi. Se você escolher o ônibus certo, o seu táxi de continuação não vai sair mais do que 10 euros. Há dois ônibus a escolher: o OrlyBus, que é um ônibus utilitário, sem luxos, com amplo espaço para bagagem no corredor, e o Le Bus Direct, que são mais confortáveis (as poltronas reclinam, a bagagem vai no bagageiro), são pagos e podem ser usados por clientes de qualquer cia. aérea.

  • Le Bus Direct a Montparnasse, Invalides e Étoile: passa nos dois terminais de Orly (Ouest e Sud) e ruma a Paris, com duas paradas intermediárias — Gare Montparnasse, no 14e. arrondissement e estação estação Invalides, no 7e. (rue Esnault-Pelterie), e ponto final na Av. Carnot, esquina com Place de l’Étoile (próxima ao Arco do Triunfo). A estação Montparnasse-Bienvenüe é servida pelas linhas 4, 6, 12 e 13 do metrô; a estação Invalides, pelas linhas 8 e 13 do metrô e pelo RER C; Charles de Gaulle-Étoile, pelas linhas 1, 2 e 6 do metrô e pelo RER A. A viagem leva 45 minutos até Montparnasse, 55 minutos até Invalides e pouco mais de 1 hora até Étoile. Os ônibus partem de Étoile entre 5h e 22h40, e de Orly entre 6h e 23h40. Custa 12 euros . Mais informações e compras online aqui.

OrlyVal + RER B

O trem suburbano é indicado para quem viaja com pouca bagagem e não tem medo de escada (em algum momento você vai precisar enfrentar uma). A primeira parte da viagem é feita no monotrilho moderninho OrlyVal, que leva até a estação Antony, onde você pega a linha B do trem suburbano RER. A viagem leva 8 minutos no Orlyval + meia hora a 40 minutos de RER, dependendo de onde você parar. Você pode descer em Denfert-Rochereau (conexão com linhas 4 e 6 do metrô), Port-Royal, Luxembourg, St.-Michel-Notre-Dame (linhas 4 e 10), Châtelet-Les Halles (linhas 1, 4, 7, 11 e 14) e na Gare du Nord  (linhas 2, 4 e 5). A passagem Orlyval + RER custa 12,05 euros. O bilhete do RER dá direito a continuar de metrô.


Louvre, Paris
O que fazer em Paris?

Chegando pelo aeroporto Beauvais

O aeroporto de Beauvais fica a pouco menos de 90 km ao norte de Paris. Serve como base de operações da low-cost RyanAir.

Ônibus especial

O jeito de ir e voltar de Beauvais é com o ônibus oficial do aeroporto, que faz o trajeto entre o terminal e o ponto final na Porte Maillot (estacionamento Pershing) em 1h30. Os ônibus são coordenados com os vôos. Saem ônibus 20 a 25 minutos depois da chegada de um vôo. No sentido contrário, recomenda-se chegar ao estacionamento Pershing, na Porte Maillot (linha 1 do metrô) pelo menos 3h15 antes do embarque. A passagem custa 17 euros em cada sentido (15,90 se comprada online).

Transporte entre os aeroportos de Paris

Dica para a vida: não compre passagem que envolva conexão com troca de aeroportos. A economia jamais valerá o perrengue. Caso você tenha caído nessa, porém, aí vai como se virar:

Entre CDG e Orly (ou vice-versa)

O trem suburbano RER B liga os dois aeroportos. A viagem leva entre 1h20 (nos horários expressos) e 1h45 (nos horários com mais paradas). O trajeto entre a estação Antony e o aeroporto de Orly é feito pelo monotrilho OrlyVal. A tarifa total (RER + OrlyVal) vai sair 21,50 euros.

O Le Bus Direct também faz a ligação entre os dois aeroportos, por 21 euros. A viagem leva 1h20. Mais informações e compras online aqui.

Entre Beauvais e Orly ou CDG

Chegando por Beauvais, pegue o ônibus especial a Porte Maillot. Se o seu destino for CDG, poderá pegar o RoissyBus ali mesmo. Se o seu destino for Orly, vá de metrô de Porte Maillot a Charles de Gaulle-Étoile (linha 1) e lá pegue o OrlyBus. No sentido oposto, é só inverter o trajeto.

Leia mais:


Torre Eiffel

Passagens mais baratas para Paris no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Mondial Assistance

Alugue carro em Paris na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Paris com a Viator

360 comentários

Olá, dia 9 de Abril vou viajar para Roménia e tenho uma escala de 22h, o que me aconselha fazer para visitar o torre Eiffel, agradeço lhe muito

    Olá, Lulian! Você vai precisar ficar na área de trânsito internacional do aeroporto, a não ser que tenha cidadania européia.

Tem uma opção para os mochileiros viajando com pouquíssima bagagem e orçamento curto que chegam ou se vão por orly: o tramway t7 passa no terminal 4 do aeroporto e leva até o fim da linha da linha 7 do metro, na estação villejuif – Louis aragon. Pegando o metrô ali se chega em qualquer lugar de paris. O total da viagem acaba saindo o preço duas passagens de metrô, uma tem de validar ao entrar no tram e outra que é para o metrô, totalizando entre 3 e 3,80, dependendo se vai comprar o carnet de 10 bilhetes na máquina ou no app da ratp ou ainda avulsos. Leva 40 minutos de tram até a estação, e de lá depende do lugar onde você está hospedado, mas é certamente mais demorado que as outras opções. Para chegar no tram tem de ir até o terminal 4 de orly (o orlyval conecta o terminal 4 aos outros de forma gratuita e em 1-2 minutos) e seguir as placas que dizem T7. Tem de seguir por uns corredores estranhos mesmo mas é bem sinalizado. Ah, entre o aeroporto e pegar o metrô em villejuif há elevadores e escadas rolantes, mas a maioria das estações de metrô de paris (e muito provavelmente a que você precisa descer) NÃO tem nada disso!

Olá Bóia! Bom dia!! É possível comprar a passagem do monotrilho Orlyval isolada? Ou apenas é possível compra-la combinada com o trem suburbano RER B. É que pretendo fazer o Navigo decouverte quando chegar na estação Antony. Então, já usaria o passe no RER. Vou chegar em uma segunda-feira.

Bóia, ajuda esse náufrago aqui….
Meus filhos irão à Paris em 17/02 até 21/02, chegarão de Eurotrem (gare du Nord) e sairão por Orly.
Eu estava pensando em hospeda-los um dos 2 hotéis IBIS que tem em Gare du Nord e du lest, mas li que a região não anda muito boa para transitar, principalmente à noite. Muitos pedintes e alguns até meio agressivos. Sabe se isso procede? Alguma sugestão? Eles estarão sozinhos e meu orçamento não é tá muito folgado. Preciso de um hotel que eles tenham facilidade de sair e chegar por transporte público. Obrigado!

    Olá, Léo! Brasileiros não podem ver pobres ou imigrantes que acham que o lugar é barra-pesada. Ambos são ótimos lugares para encontrar hotéis de bom custo x benefício, com metrô na porta.

    O problema da segurança em Paris e na Europa em geral não está nas ruas com pobres ou imigrantes; está nas aglomerações e no transporte público à luz do dia.

    https://www.viajenaviagem.com/2013/07/europa-inseguranca-turismo/

Fiquei na dúvida e no site do aeroporto não esclarecem: 4 pessoas + 4 malas pequenas ainda cabem na tarifa oficial ou a 4ª pessoa já tem suplemento?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.