Tarifas fixas dos táxis dos aeroportos de Paris

Paris: táxis têm tarifa fixa de/para os aeroportos Charles de Gaulle e Orly

Tarifas fixas dos táxis dos aeroportos de Paris

A media está em vigor desde desde março de 2016, mas eu só fiquei sabendo dia desses, graças a um recadinho da querida Marcie do Abrindo o Bico (merci!): os táxis dos aeroportos de Paris agora têm tarifas fixas.

As tarifas correspondem ao que efetivamente se gastava com trânsito normal (nem muito fluido, nem muito pesado). A vantagem para o forasteiro é saber que não há risco de ser enganado por um taxista espertinho que queira dar voltas desnecessárias.

Anote aí:

Tarifas fixas dos táxis dos aeroportos de Paris


Onde ficar em Paris
Onde se hospedar em Paris?

  • Do aeroporto CDG à Rive Droite: 50 euros
  • Do aeroporto CDG à Rive Gauche: 55 euros
  • Do aeroporto Orly à Rive Gauche: 30 euros
  • Do aeroporto Orly à Rive Droite: 35 euros

Não há mais suplementos para bagagens.

E a volta?

As tarifas fixas também valem no sentido cidade-aeroporto. Se o táxi for chamado por telefone (e você logo vai descobrir que não há outro jeito de pedir táxi em Paris!), haverá uma sobretaxa de 4 euros para corridas na hora ou de 7 euros para corridas agendadas.

A implantação das tarifas fixas dos táxis dos aeroportos de Paris se deve tanto à concorrência do Uber quanto à criação de estímulo para os turistas voltarem a Paris.


Louvre, Paris
O que fazer em Paris?

Vale a pena sair do aeroporto de táxi?

Chegando por Orly, eu acho que o táxi oferece uma excelente relação custo x benefício. Duas pessoas viajando juntas praticamente empatam o custo de sair de RER. Só o ônibus Orlybus, que é bem pé-de-boi, sai mais barato.

Chegando por CDG, na minha opinião, o táxi é um luxo que supervale a pena, sobretudo se você ainda não tem as manhas do transporte público parisiense. Desde o Viaje na Viagem de papel, de 1998, eu recomendo incluir o custo do táxi no preço da passagem aérea — é o complemento da viagem, e uma maneira (quase) barata de recuperar a dignidade perdida numa viagem transatlântica na econômica…

Para ter certeza, porém, sugiro ler o post em que a gente compara todas as formas de transporte entre Paris e os aeroportos CDG, Orly e Beauvais.

Leia mais:


Torre Eiffel

93 comentários

Olá! Eu e meu esposo com nossos dois filhos (16 e 11 anos) vamos para Milão uma parada de 12h no CDG. Chegamos às 9:40h e pegamos o voo para Milão às 22:55h. OBS: nosso voo está marcado para final de abril de 2021 e vamos caso tenha saído a vacina). No nosso caso compensa dar um pulo no centro de Paris (meus filhos querem muito conhecer a Torre, eu e meu esposo já conhecemos)?

    Olá, Lana! Vocês terão se desvencilhado da imigração lá pelas 11h. De táxi, chegariam à Torre às 12h. Precisarão estar de volta ao aeroporto às 20h30. Logo, terão que sair de Paris às 19h, o mais tardar. Tempo vocês têm. É preciso planejar para viajar com bagagem de mão leve. Não há guarda-volumes no CDG, vocês teriam que ir até a estação Gare du Nord para guardar bagagem de mão e depois passar na volta para pegar. Guardem passaportes, cartões e dinheiro em doleiras. As atrações turísticas em Paris são ponto de exímios batedores de carteira. Muito cuidado com qualquer bolsa ou mochila. Vocês estarão cansados de um vôo longo e imbuídos daquela falsa impressão de que a Europa é mais segura do que o Brasil (para turistas, não é).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.