Vai por mim: Grand Canyon

Grand Canyon, Borda Sul

Contemplar o Grand Canyon ao vivo certamente está na sua lista de viagens para fazer antes de morrer. Quando chega a hora de planejar a visita, contudo, você se vê à beira de um precipício logístico. As opções de acesso são inúmeras – quase todas, infelizmente, bastante complicadas. Os hotéis dentro do parque lotam com uma antecedência maluca, e todos os outros pontos de acesso são distantes. (Não, o cânion não está do ladinho de Las Vegas como você sempre imaginou.) Por onde chegar? O que fazer? Do que abrir mão? Vamos lá.


Visualizar Grand Canyon em um mapa maior

QUANTOS DIAS?

Os mais afoitos reservam apenas um dia para fazer um desvio ao Grand Canyon, normalmente saindo de Las Vegas. Isso só é factível se você cacifar um caríssimo bate-e-volta de aviãozinho — ou então se contentar com o Grand Canyon West, que fica fora do parque nacional. O mínimo ideal é hospedar-se por duas noites, seja dentro do parque, seja numa das cidades próximas. Quem gosta de atividades ao ar livre vai encontrar diversão para quatro dias, fácil.

Grand Canyon, Borda Sul

O FILÉ: A BORDA SUL (South Rim)

A visita clássica ao Grand Canyon se faz pelo acesso sul do Parque Nacional (450 quilômetros de Las Vegas, 100 quilômetros de Williams, 135 quilômetros de Flagstaff). Doze mirantes espetaculares e uma série de trilhas vertiginosas contribuem para tornar este trecho o mais visitado do cânion. A Borda Sul está aberta o o ano inteiro; no verão do hemisfério norte (junho a agosto) tende a lotar de turistas. O ingresso custa US$ 25 por carro ou US$ 12 por pessoa entrando em van ou ônibus; o passe vale por uma semana (inclusive para ir à Borda Norte). Compre seus ingressos nos estabelecimentos comerciais da cidadezinha de Tusayan; assim você não pega a fila da bilheteria.



 

Você é livre para zanzar entre os mirantes – a pé, com o seu carro (fique atento a eventuais interdições) ou usando o ótimo serviço de ônibus à disposição dos visitantes. Vale a pena retornar aos seus pontos favoritos em diferentes horas do dia; a luz tem o poder de mudar a paisagem, sobretudo ao entardecer. As demais atividades no interior do cânion, no entanto, são estritamente regulamentadas. O passeio de mulas até a base do canyon (restrito a 10 visitantes por dia), o pernoite no Phantom Lodge (próximo ao rio Colorado) e a travessia de barco pelas corredeiras (que duram de 4 a 21 dias) devem ser reservados com entre nove e doze meses de antecedência. O único passeio que ainda é fácil de fazer é o tour de helicóptero (entre US$ 180 e US$ 200 por pessoa para um percurso de meia hora). Mas não se atrase: o passeio está sob a mira dos ambientalistas, que querem acabar com os sobrevoos. No momento os tours podem ser feitos apenas no Corredor do Dragão, um vão magnífico que permite observar da Borda Sul à Borda Norte. Dentro de alguns anos é possível que só seja permitido sobrevoar o cânion fora dos limites do parque.

Os melhores passeios guiados podem ser agendados no centro de visitantes da National Geographic de Tusayan: caminhadas e tours conduzidos por geólogos e biólogos. No local também funciona o cinema IMAX; vale a pena começar a sua visita assistindo ao premiadíssimo filme sobre o Grand Canyon exibido na tela gigante (a propósito: hoje em dia as filmagens na base do cânion não seriam permitidas pela administração do parque).

Na estrada, entre Flagstaff e Page

O OSSO: A BORDA NORTE (North Rim)

O acesso norte ao Parque Nacional (400 quilômetros de Las Vegas, 200 quilômetros de Page) é o menos freqüentado. Abre apenas de 15 de maio a 15 de outubro, tem apenas três mirantes e pouca mordomia. É o Grand Canyon para iniciados – e para quem deseja contemplar as vistas (espetaculares) e fazer as trilhas sem muita companhia. A vegetação e a fauna são peculiares: a Borda Norte está mais de 300 metros acima da Borda Sul; o clima é mais frio e o ar, mais rarefeito. O ingresso custa US$ 25 por carro ou US$ 12 por pessoa entrando de van ou ônibus, e vale por 7 dias consecutivos (inclusive para ir à Borda Sul).

Rio Colorado, no caminho de Page para Flagstaff

OS COMPLEMENTOS: GRAND CANYON WEST E LAKE POWELL

Existem dois motivos para visitar áreas do Grand Canyon que não pertencem ao Parque Nacional. Uma é a distância. Outra é fazer atividades que não são permitidas dentro dos limites do parque.

O Grand Canyon West se enquadra nos dois casos. Por estar a apenas 195 km de Las Vegas, torna possível até o bate-volta de ônibus. E por estar numa reserva indígena, não se submete ao regulamento rígido do parque. É neste ponto que foi instalada a Skywalk, uma passarela de vidro que dá a sensação de caminhar no ar sobre o vazio do cânion. O ingresso para o parque incluindo a Skywalk custa US$ 87 – e você acaba morrendo com outros US$ 35 para imprimir uma foto sua na passarela (visitantes não podem levar suas próprias câmeras à passarela). Operadores de Las Vegas oferecem tours de helicóptero nesta área com possibilidade de descer até a base do cânion; o rafting também é muito procurado.

Já a cidadezinha de Page, à beira do Lake Powell, é o ponto de partida para uma travessia de bote pelo trecho mais tranqüilo do rio Colorado, atravessando o imponente Glen Canyon – uma espécie de antessala do Grand Canyon. Page está a 290 quilômetros de Flagstaff (pouco mais de três horas de estrada).

Grand Canyon Village

GRAND CANYON VILLAGE, O CAMAROTE

Existe um núcleo de seis hotéis dentro da Borda Sul do parque, junto à estação do trem que vem de Williams. O lugar é conhecido como Grand Canyon Village. As opções vão desde o classudo El Tovar ao rústico Bright Angel Lodge (os dois hotéis com maior peso histórico da vila). O maior hotel é o Yavapai Lodge. Todos devem ser reservados com pelo menos seis meses de antecedência (nove meses para a temporada de verão – entre junho e agosto – e grandes feriados americanos). Reservas são processadas pelo site grandcanyonlodges.com.

TUSAYAN, A QUEBRA-GALHO

Localizada a 10 quilômetros da entrada do parque, esta cidadezinha tem uma coleção de hotéis básicos e funcionais, perfeitos para quem não conseguiu reservas nos hotéis da Grand Canyon Village. São seis: Holiday Inn Express, Best Western Grand Canyon Squire Inn, Grand Canyon Plaza, The Grand Hotel, Red Feather Lodge e Canyon Plaza Premier Studio Apartments. Mesmo nesses, tente reservar com pelo menos três meses de antecipação. O centro de visitantes da National Geographic fica na vila, que também oferece vários restaurantes.

WILLIAMS, PARA CHEGAR DE TREM

A cidade histórica de Williams, a 100 km do parque, proporciona a visita mais charmosa: você pode chegar a bordo dos trens vintage da Grand Canyon Railways. A viagem de ida e volta custa US$ 70 e precisa ser feita no mesmo dia; você terá 3 horas e 45 minutos no parque (recomenda-se complementar com um tour de ônibus da mesma companhia). O aeroporto mais próximo é o de Flagstaff, a 65 quilômetros.

FLAGSTAFF, PARA VER MAIS

A uma hora e meia de carro da entrada da Borda Sul, esta simpática cidade do Arizona tem o aeroporto mais próximo do parque a receber vôos regulares (quase todos provenientes de Phoenix). É ideal para quem chega de avião e não quer alugar carro; você pode pegar tours organizados tanto à Borda Sul quanto à área do Lake Powell e Glen Canyon, em Page (a 3h15 de viagem). Um bom operador local é a Grand Canyon Jeep Tours.

DE CARRO: LAS VEGAS – GRAND CANYON – FLAGSTAFF

O trajeto clássico de Las Vegas à Borda Sul passa por inúmeras atrações. Reserve um dia inteiro para o percurso. Se você curte mega-obras de engenharia, pare depois de 55 quilômetros no Hoover Dam, a represa que permite que Las Vegas sobreviva no deserto.120 quilômetros adiante, em Kingman, desvie da auto-estrada principal para pegar um dos trechos mais bem conservados da Rota 66. A próxima parada será 85 quilômetros adiante, em Peach Springs, para visitar as Cavernas do Grand Canyon, onde há visitas guiadas de 25 ou 45 minutos. Continue por mais 60 quilômetros até Seligman, que é a cidadezinha com a infra mais simpática ao longo deste trecho da estrada. Caso você queira viver a experiência completa de se hospedar na Rota 66, escolha um de seus motéis; senão, prossiga por mais 70 quilômetros a Williams (ou 150 km a Tusayan). Fique duas ou três noites na região e depois devolva o carro em Flagstaff (a 135 quilômetros do parque).

BATE-VOLTAS DE LAS VEGAS

Você só tem mesmo aquele diazinho de sobra em Las Vegas para ir ao Grand Canyon e voltar? Pois não. O passeio ao verdadeiro Grand Canyon envolve ida e volta de aviãozinho até Tusayan, junto à Borda Sul; lá você desembarca e visita dois ou três mirantes no ônibus do tour. (É possível pagar à parte por um tour de helicóptero). Os tours de helicóptero que saem de Las Vegas são na verdade ao Grand Canyon West. Como a borda oeste fica fora da área do parque nacional controlada pelo governo, esses tours podem incluir pouso na base do cânion. Há também muitos tours ao Grand Canyon West de ônibus (incluindo uma parada na represa Hoover Dam) ou mesmo de 4×4 Hummer. A entrada para a Skywalk é cobrada sempre à parte. Não é recomendável fazer bate-e-volta por terra à Borda Sul; o passeio completo leva mais de 15 horas e você tem pouquíssimo tempo no parque. A Mirella do Mikix já fez o bate-volta e desrecomenda vivamente.

Leia também:

Como combinar Califórnia, Yosemite e Grand Canyon

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire



 

282 comentários para “Vai por mim: Grand Canyon”

  1. Fui pela papillon ao grand canion west, e nao achei nada demais…
    Foi mto mais agradavel o passeio de 11min apenas sobrevoando o rio de janeiro… Infinitamente mais bonito!!

  2. Olá Bóia tudo bem???
    Estou indo em outubro com minha esposa e mais 3 casais de amigos.
    Vamos ficar 4 dias em Vegas e queremos dar uma esticada até o Grand Canyon.
    O passeio de helicóptero está bem caro, então, estamos querendo sair cedo de carro e conhecer a parte west. Vi que são 195km, sabe me dizer quanto tempo a gente leva?

    1. Olá, Matheus! Segundo o Google Maps, dá 2h30.

  3. [...] viajenaviagem. Tweetar !function(d,s,id){var [...]

  4. Somos uma família de 5 pessoas 1 casal +. 3 filhos que bna data da programada viagem terão 18,15,12 anos. Estivemos na florida e no méxico neste verão americano e programamos 1 ano e 1/2 antes e vimos como valeu a pena estes 39 dias que ficamos lá.programamos e conseguimos ótimos passeios e preços também. Temos a intenção de irmos para california agora, eu e meu esposo já conhecemos o básico mas fazem muitos anos … Agora temos em mente um roteiro mas não sabemos detalhes passeios e por onde começar…… Quando pesquesamos não encontro este roteiro que desejamos…..rsrsrsrs Vamos ao roteiro : Gran canion , gostaríamos de hostedarmos nele, talvés pegar o trem, fazer os dois lados , ir para o mirante de vidro, fazer o passeio de bote também. Quanto a hospedagem seria possível ficarmos no mesmo quarto ou não? depois gostaríamos de ir para Los Angeles irmos nos studios visitar as praias(Venice, Santa Monica,….)depois partirmos para San Diego e pegar um navio para o Hawai. Será que é um roteiro viável? E qual hotel deveríamos opnar dentro do Gran Canion, ?Não queremos luxo mais que seja um hotel limpo e pitoresco….. Desde já agradeço e aguardo um retorno Gislaine

    1. Gislaine, deixo algumas dicas esparsas (até porque vc não informou quantos dias tem ao todo para fazer a viagem)

      Não subestime as distâncias no Grand Canyon. Para ir de Grand Canyon Village (South Rim) até o ponto onde vc pode embarcar em passeios de bote diários são 170km. Até a North Rim, 325km. ATé o Skywalk (o “mirante de vidro”), 406km – na direção oposto.

      Se vc quiser um hotel dentro do parque nacional Grand Canyon, procure aqui: https://www.grandcanyonlodges.com

      Leia os reviews do Skywalk e reconsidere: as notas no TripAdvisor são baixas, muita gnete considera um tourist trap pelos altos preços, proibição de levar sua própria câmera, o aspecto ultracomercializado e clichê de tudo por lá… uma experiência bem diferente das instlações do parque nacional.

      O que você pode fazer (minha sugestão para uma viagem mais slow) é o seguinte: fique 2 dias inteiros em Tusayan (onde há hoteis modernos de vários preços) ou dentro de Grand Canyon Village (onde há hoteis pitorescos, mas todos muito caros). Depois, parta a tarde para Page e faça algum passeio de bote no dia seguinte. Siga para em um dia para Karnak, visitando a borda norte (North Rim). No outro dia, visite o magnfício Zyon National Park. No dia seguinte vc pode ir a Los Angeles em uma viagem longa, ou então parar em Las Vegas.

      Eu acho uma fria (literalmente) ir de cruzeiro a Hawaii. A viagem em mar aberto é longa e monótona. Além disso, dá pra explorar muito pouco das ilhas com os passeios de meio-dia vendidos no porto. E não dá pra exporar quase nada do interior das ilhas. Eu tomaria um avião para Honolulu (Oahu island), ficaria pelo menos 4 dias inteiros em Oahu, e depois passaria 2 dias in Hawaii Island (Big Island), em Hilo.

  5. Ola, vou para Vegas e vi no Google Earth que o Skywalk fica a 125 km de la. Porém, pretendo alugar um carro, mas não vi estrada..Como faço?

    1. Olá, Claudia! O site do Skywalk traz o caminho.

      http://www.grandcanyonwest.com/gcwdirections.php#lasvegas

      O site do parque nacional traz o mapa (apesar de a Skywalk estar fora do parque).

      http://www.nps.gov/grca/planyourvisit/skywalk.htm

  6. Olá Bóia, eu e minha família vamos para Vegas no final de dezembro, ficaremos uns 6 dias e de lá vamos para San Diego. Será que da para passar por algum lado do Grand Canyon? Obrigada

    1. Lilian, o Grand Canyon fica em direção oposta à San Diego a partir de Las Vegas.

  7. Estou indo neste mês para Los Angeles e Las Vegas e gostaria de assessoria de noivas para visitar lojas e ateliês relacionados. Vcs podem indicar alguém?
    Isabella

    1. Olá, Isabella! Em primeiro lugar, este post é sobre Grand Canyon e não aceita perguntas de Los Angeles e Las Vegas. Sua pergunta precisará ser apagada. Em segundo lugar, infelizmente não temos esse tipo de informação por aqui.

  8. Olá Bóia,

    Eu irei fazer um bate e volta de las vegas para o grand canyon.. vi um pacote no Papillon que contempla transporte do hotel até o west, skywalk, passeio de barco e helicóptero.

    Posso confiar nesse site? Eles dão a assessoria necessária?

    Obrigada,

    1. Olá, Elise! A Papillon é bastante conhecida, principalmente pelos tours de helicóptero.

      Veja como pesquisar a reputação de serviços na Internet:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/08/5-passos-viagens-sem-roubadas/

  9. Fui pego pelo shutdown do governo americano e dei com a cara na porta do Grand Canyon! Exatamente no dia em que ele começou…
    Passada a frustração de estar pouco quilômetros de algo gigantesco e não acreditar que não poderia entrar por causa de uma simples cancela, me contentei com o parque do Sunset Crater Volcano National Monument que estava com as porteiras abertas e sem guardas. Depois, tive gratas surpresa com Williams e Seligman. Williams seria apenas o meu dormitório na volta do GC, mas a cidadezinha é minúscula e muito simpática. Tentam aproveitar a onda da Rota 66, com lojinhas e restaurantes bacanas.
    Vale uma passagem ou curtir algumas boas horas.

  10. Bóia, parabéns pelas informações! Impressionante como se pode encontrar de um tudo aqui no seu site, maravilhoso!
    Poderia me informar se existe passeio de Vegas para o Canyon lado South Rim de helicóptero? Até agora só encontrei para North Rim e como li aqui que o lado North é o osso, quero conhecer o filé, porém não quero ir de carro para poder aproveitar o resto do dia. Vale o passeio, bóia? Quanto se trata de Vegas tudo tem muita opção e os passeios para o Canyon não são diferentes. Irei em meados de Dezembro, alguma observação para o passeio? Vou ver o Canyon coberto de neve? Grande abraço, Jeferson.

    1. Olá, Jeferson! O passeio de helicóptero vai a Grand Canyon West, fora do parque nacional. É onde está a reserva indígena.

  11. Olá pessoal,

    Ano passado fiz o passeio de helicóptero para o Grand Canyon West Rim. Juntei dois desejos em um passeio: voar de helicóptero e conhecer o Grand Canyon. Adorei ambos! Um dos motivos q me fizeram escolher esse passeio foi o curto período que ficaria em Vegas.

    Esse ano, resolvi seguir a dica do Comandante e aluguei um carro e rumo ao South Rim. Fiquei apenas uma noite. Saí por volta das 10:00 da manhã de Vegas e quatro horas e meia depois estava fazendo o check in no hotel. Me hospedei dentro do parque, no Yavapai Lodge. De cara, pegamos os ônibus gratuitos e fomos passear. É de tirar o fôlego! Literalmente! A altitude lá é em torno de 2000 metros, então qualquer esforço a mais você fica ofegante. E a vista! Ah, a vista! E que por do sol…
    Depois que anoitece não tem mais muito o que fazer, até pq essa época já está frio por lá.Depois que o sol, vai embora a temperatura despenca… De madrugada a temperatura chegou a ficar negativa. O caminho fica um breu e o restaurante que serve o hotel que fiquei fechava as oito da noite.
    No dia seguinte de manhã, fizemos mais um passeio com o ônibus gratuito descendo em todos os pontos (mirantes). Tirei milhões de fotos!!! Depois do passeio, liberamos o quarto, lanchamos e partimos de volta a Vegas com um gostinho de quero mais.
    Pra mim que curto trilhas leves, o ideal seria ficar um dia inteiro (duas noites).

    Abs,
    Renata

  12. Olá! Pretendo passar natal e reveillon na área de Las Vegas e viajar neste período ao redor. Gostaria saber, por gentileza, se é melhor voar até Tusayan e lá alugar carro, ou alugar em Vegas. Além desta informação, gostaria saber se há hospital ou estrutura similar, próximos aos parques e/ou pequenas cidades, pois viajarei com marido que está com câncer, apesar de estar bem para tal viajem, tenho que ser precavida.

    1. Olá, Luiza! Alugue um carro em Las Vegas e programe entre dois a três pernoites na área do parque. Há bons hospitais em Flagstaff, a cidade mais próxima.

    2. Não vi a estrutura, mas dentro do parque tem uma clínica.

  13. Olá! Gostaria de saber se alguém sabe a diferença entre o “grand celebration tour”, feito pela Papilon, e o “wind dancer tour”, feito pela empresa Maverick. Pergunto porque os preços da Maverick são bem mais altos, e só conheço pessoas que fizeram este último passeio. A Papilon também é boa? Muito obrigada!

    1. Olá, Karla! Para saber a diferença entre dois tours, basta entrar nos sites dos provedores dos tours e comparar os roteiros detalhados.

      O Grand Celebration Tour é mais caro porque passa por
      Grandwash Cliffs e Grapevine Mesa.

      O Wind Dancer Tour é o mais barato porque o roteiro é mais compacto só é oferecido de manhã.

  14. Fiz o passeio de tarde pela Senerity´s. Uma Van foi nos buscar no horário combinado, Van com bancos de couro e Ipad para cada poltrona. Ou seja, voce nem nota os 45minutos até o aeroporto.

    Helicoptero novinho, 6 pessoas bem acomodadas + o piloto. Voo de 35 minutos até o pouso, passando pelo Hoover Dam. Visual incrível. epois do pouso ficamos umas 30 minutos zanzando pelos arredores, tirando fotos belíssimas. Na volta mais 35 minutos de voo com um por do sol lindissimo.

    Foi o melhor passeio que fiz em Vegas. Imperdível. Tem que fazer.

    1. Boa tarde Alex,
      Estou de viagem marcada para Vegas entre 6 e 14 de agosto, e eu e minha esposa queremos ir até O grand Canyon em um dia. Essa empresa Senerity’s é confiavel? Qual o passeio que ela faz (borda sul, oeste, etc)?
      Quanto tempo de passeio (tirando a parte da viagem, que pelo visto sao 45 minutos por trecho hotel-aeroporto)?
      Abraços

  15. Olá Bóia e Ricardo,
    De Los Angeles a Grand Canyon a mehor opção seria avião?
    Se puderem sugerir algo, agradeço.

    1. Olá, Giselle! Sim, você pode voar a Flagstaff e de lá seguir de carro.

  16. Oi Boia, pesquisei e não achei uma companhia aérea… :(

    1. Olá, Giselle! A US Air faz a rota com conexão em Phoenix. Está no texto, e acabei de reconfirmar.

  17. valeu Bóia! :)

  18. Pessoal, no final de fevereiro, começo de março, vou à Las Vegas e pretendo visitar o Grand Canyon. Estarei de carro e tenho duas opções apenas: ou um passeio de um dia ao Grand Canyon West ou ir em um dia pela manhã à South Rim, voltando no outro dia à tarde. O que vocês acham? O que vale mais à pena?
    Agradeço desde já àqueles que puderem me ajudar.

    1. Olá, Mendonça! Com pouco tempo, faça o passeio prático. Não fique menos do que duas noites no South Rim; a viagem é muito longa e cansativa para você não conseguir aproveitar direito.

      1. É Bóia, já estou me convencendo disso mesmo. Minha intenção é a vista dos mirantes. Mesmo que fosse ao South Rim – sei que lá há uma infinidade de coisa para fazer -, não iria fazer mais nada além de apreciar as paisagens.
        Será que o pôr do sol na West Rim é bonito? Qual seria o melhor mirante para vê-lo de lá?
        Alguém saberia?
        Ah, quanto custa a entrada na borda oeste?
        Obrigado novamente.

        1. Olá, Mendonça!

          Este é o site oficial da reserva. Já estava linkado no texto:

          http://www.grandcanyonwest.com/

  19. [...] Eu nem fiz muita pesquisa, fui na onda da Camilla Kafino e do Ricardo Freire, que indicaram o South West Rim como o filé do Grand Canyon. Mas para chegar ao filé você tem que roer muuuito osso na [...]

  20. Olá!
    Gostaria de sugestão ou dica p/ir de Yosemite à Monterey. Pois, quero conhecer a estrada litorânea do pacífico até a Big Sur. Volto p/o Brasil de Las Vegas. Será que tenho q voltar p/meu ponto de partida; São Francisco. Viajo em abril.
    Atenciosamente,
    Aryel

    1. Olá, Aryel! Desça pela 140. Vai dar 300 km até Monterey.

  21. Olá Bóia! Vocês poderiam me indicar qual a melhor opção para ir do Grand Canyon para São Francisco? Além disso, saberiam se exixte locação de motos em LV para ir ao Grand Canyon? Abs e obrigada, Carmen

    1. Olá, Carmen! A melhor opção para ir do Grand Canyon a San Francisco… é voar de Flagstaff a Phoenix e pegar uma conexão para San Francisco. São 1.300 km pela costa ou 1.500 km pelo interior.

      Googlando “motorcycle rentals” em Las Vegas, encontra-se fornecedores como este:

      http://www.vegasmotorcyclerentals.com/

  22. Obrigada Bóia! Estou pensando em incluir Lake Tahoe na minha viagem. A ideia inicial é ficar 4 dias em LV, seguir de carro para GC South Rim, ficar lá 2 noites e depois seguir direto para SF de avião porém vi alguns posts de Lake Tahoe e me interessei também. Entendo que a melhor opção tb seria FLag-Phoenix e depois Reno, ? isso? Aí alugaria uma carro (2 dias em Lake seriam suficientes?) e depois faria Napa Valley (ficando uma noite e em seguida SF. Estou programando 3 dias em SF e depois descer até LA, conforme as dicas que vocês deram aqui (terei 9 dias para chegar a LA). O que você acha desse roteiro? Devo ficar com o carro em SF nesses três dias ou devolvo e pego novamente na saída? Obrigada desde já por todas as dicas!! Abs

    1. Olá, Carmen! Se já estiver fora de temporada de neve, Lake Tahoe não fará diferença no seu roteiro. Já está bastante picado. Indo direto a San Franciso você aproveita melhor.

  23. Olá Bóia, obrigada novamente! Concordo que Lake Tahoe não é uma boa opção agora e então pensei em ir até Page para um passeio de bote. Pensei em fazer LV – Page – GC – FLG porém não encontrei comentários sobre o trecho LV – Page. Você saberia se é um bom trecho ou se seria melhor fazer o tradicional LV – GG e depois Page? O inconveniente deste último, seria voltar de Page para FLG. Abs,

    1. Carmen, vc pode ir de Las Vegas a Page pelo lado norte do Canyon e, de quebra, visitar outro parque nacional que fica bem na rota, o Zion National Park! As paisagens das estradas que levam a PAge por lá são surreiais, e frequentes cenários de filmes :D

  24. Para quem tem um dia sobrando vale conhecer Page, ambos Upper & Lower Antelope Canyon são inesquecíveis e irão render as fotos mais incríveis pelas fendas das formações. Vale fazer os dois passeios, o Upper sai contratado de uma das operadoras do centro de Page, e você pode aproveitar o valor pago pelo estacionamento do Upper para abater ao visitar o Lower, no qual você pode ir com o seu carro e pegar um tour guiado com os locais.
    E o melhor é que ainda dá tempo para conhecer o Horseshoe Bend, q

  25. Para quem tem um dia sobrando vale conhecer Page, ambos Upper & Lower Antelope Canyon são inesquecíveis e irão render as fotos mais incríveis pelas fendas das formações rochosas. Vale fazer os dois passeios, o Upper sai contratado de uma das operadoras do centro de Page, e você pode aproveitar o valor pago pelo estacionamento do Upper para abater ao visitar o Lower, no qual você pode ir com o seu carro e pegar um tour guiado com os locais.
    E o melhor é que ainda dá tempo para conhecer o Horseshoe Bend, o por do sol lá é im-per-dí-vel!

  26. Oi, estou com viagem marcada para dia 20-5 chegando em Las Vegas dia 21-5 e já estou com hospedagem marcada para 21-5 no Yavapai no Grand Canyon é a terceira vez que vou ao Grand Canyon só que dessa vez vou sozinha, eu vou precisar de uma van ou ônibus que me leve ao Grand Canyon no dia 21-5 mais ou menos às 11 horas da manhã pois chego pela manhã do Brasil e minha volta do Grand Canyon será dia 26-5 para Las Vegas. Como poderei contratar alguém que me leve ao Grand Canyon mas só vou voltar dia 26-5. Muito obrigada desde já. Ilka Soares

    1. Olá, Ilka! Uma boa opção seria entrar em contato com o seu hotel e pedir dicas de trânsfer. Eles poderão indicar um meio de transporte mais adequado e seguro para você.

  27. Olá, vou conhecer o Gran Canyon em agosto com meu marido.Vamos ficar ficar duas noites e também pretendemos nos hospedar em Williams. Gostaríamos de saber a respeito do trem que leva para o parque, quanto tempo demora, se é vantagem fazer este passeio, se dá para ver paisagens, ou qual a melhor maneira de ir para o parque.

    obrigada

    1. Olá, Heliete! O passeio é pitoresco, é um programa. As paisagens você verá depois que desembarcar na entrada do parque e usar os ônibus internos do parque. Alternativamente, dá para ir de carro e usar o carro dentro do parque. Também dá para estacionar o carro na entrada e usar os ônibus internos.

  28. Olá,

    Fiz o passeio South Rim Airplane Tour pela Pappilon em Julho/2013. Foi um experiência incrível!!! O lugar é maravilhoso e passa uma paz inacreditável.

    Meu passeio foi bem inesperado. Estava com mais três amigos e o combinado seria fazer o bate volta de ônibus, no entanto, perdemos o horário (você deve madrugar na porta do hotel esperando o ônibus). Então, como eu já ia embora no dia seguinte e queria muito visitar o Grand Canyon, tive que pagar um valor a mais para fazer o passeio de avião.

    Apesar do preço ser bem salgado, valeu muito a pena!!! Tenho planos de voltar e passar uns dias no Park.

    http://www.papillon.com/grand-canyon-national-park/airplane-air-tours/south-rim-airplane-tour

  29. Conheci o Grand Canyon de Motorhome e foi uma experiência surpreendente!!!!Quem puder aconselho muito a ter essa experiência, o RV Parking do parque tem ótima estrutura!!!

  30. Olá. Estarei em Las de 8 a 12 de maio/2014 e gostaria de fazer um bate-volta ao Grand Canyon.Vimo umas opções de passeio de balão no site da viator. É recomendável?

    1. Olá, Alessandra! A Viator é um catálogo de passeios. São um intermediário entre você e o operador. É o maior vendedor de passeios online que existe, mas quem vai fornecer o tour é outra empresa.

  31. Alguém já foi no início de fevereiro? Tem muita neve? É possível fazer as trilhas nessa época?

    1. Olá, Juliano! Faz muito frio e pode nevar, sim.

  32. Oi tudo bem. Gostaria que vc me informasse, na sua opinião qual o melhor e mais completo passeio para o G.Canyon, qual empresa que posso compra-lo.Tem que ser de 01 dia e pode incluir avião,helicóp
    tero,ônibus etc…Qual melhor dia da semana e melhor horário para se realizar o passeio(período da tarde ou da manhã)?Viajo de 12 a
    22/05 próximo. Parabéns pelo site.Obrigado

  33. Agradeço sua atenção.Já fechei o tour, vc muito gentil !!!!Obrigado

  34. Olá

    vou para las Vegas agora em junho e gostaria de fazer a trilha para havasu falls mas encontro poucos informações a respeito. Existe alguma empresa ou receptivo que faz esse tour?
    Obrigada
    Amanda

  35. Pretendo ir a LV e deixarei de 1 dia para o gran canyon. Estou bem em dúvida se faço este passeio de avião/helicóptero pela Pavillon (descrito no site com duração de 12h) ou se vou ao west rim. Vale a pena ir ao west rim? Outra coisa que vi na internet foi um passeio ao south rim de ceetiz por carro, com um custo bem baixo. Alguém já fez? Eh furada? http://www.ceetiz.com.br/las-vegas/prestacao/excursao-em-4-4-de-luxo-no-grand-canyon-south-rim-vip-tour.html grata pela atenção.

    1. Olá, Ana Luiza! Não fomos ao West Rim, não podemos comparar. Mas dizem que o South Rim é bem mais bonito.

  36. Oi boa noite!
    Vou ir para Vegas em um show (em agosto) e realmente queria aproveitar para ir ao Grand Canyon, se fosse o caso ficar pelo menos de um dia para o outro.
    Gostaria de saber se é possível fazer o passeio sozinha (estarei 100% sozinha) e se por exemplo, vale mais a pena financeiramente ir em um dia de semana. Se existem albergues e etc (digo isso, porque sou estudante e etc) não vi nenhum comentário semelhante, por isso aproveitei o espaço. Obrigada desde já.

    1. Olá, Barbara! As opções de hospedagem estão no texto. Recomendamos pelo menos dois dias inteiros para a viagem valer a pena.

      1. Obrigada.
        Mas é possível fazer a viagem sozinha?
        Durante a semana o transporte é mais em conta?

        1. Olá, Bárbara! Não há ônibus regular de Las Vegas para o Grand Canyon.

          Você pode pegar esse tour que permite que você passe uma noite na região do parque (a reserva precisa ser feita à parte, e só dá para levar uma mochila):
          http://grandcanyontourcompany.com/nightbusp.html

          O jeito mais proveitoso de visitar é pegar um ônibus a Flagstaff (são 6 horas de viagem) pela http://www.greyound.com e ir de Flagstaff ao South Rim de van: http://arizonashuttle.com/schedules/flagstaff-grand-canyon/

  37. Como é o parque no começo de janeiro? Vi que em fevereiro pode nevar, imagino que em janeiro também. Mas o parque abre? Pode ser visitado?
    Vale a pena?

    1. Olá, Viviane! Veja como é visitar o Grand Canyon no inverno aqui: http://www.nps.gov/grca/planyourvisit/winter-visits.htm

  38. deve ser lindo isso espero um dia ir.

  39. Estarei em Las Vegas em set/2014 e quero ir para o Grand Canyon passar duas noites. Como chegar la?

    1. Olá, Gislana! A partir de Las Vegas, para ir ao South Rim, o ideal é um carro alugado. Por favor, leia o texto. É extenso mas contém todas as respostas às perguntas que você pode vir a fazer.

  40. olá Bóia!!!
    Reservamos apenas um dia para visitarmos o Grand Canyon, mas estamos com algumas dúvidas: se pegamos um helicoptero em Vegas ou se vamos de carro até la e apenas lá sobrevoamos o canyon? Se vale apena apenas sobrevoar ou descer no canyon? Obrigada!

    1. Olá, Eline! Tudo depende de você. Se você tem vontade de conhecer o Grand Canyon, indicamos ficar por lá 2 noites para conhecer o parque nacional. Mas caso apenas queira aproveitar pra ver, já que está ali pertinho, pegue o helicóptero e sobrevoe a região. :)

      1. Olá Bóia, Obrigada pela dica!!!

  41. O Grand Canyon é lindo demais! Grandioso!
    Quem gosta de natureza vai amar com certeza.

    Fomos na segunda semana de abril. O tempo estava aberto, com sol e bastante seco. Havia alertas de risco de incêndio desde a Califórnia até a região de Flagstaff. De dia estava um frio gostoso(um moletom bastava). À noite ficava beeem frio.

    Ficamos 2 noites no Yavapai Lodge. Adoramos, não temos reclamações. Combina perfeitamente com o lugar. O quarto era confortável, espaçoso e havia ar condicionado e aquecimento, este último inclusive no banheiro. Ficava a uns 300m do lobby/área de convivência/lojas/restaurante do hotel, que é onde funciona a internet e todo mundo se encontra, principalmente depois do pôr do sol para jantar.

    Recomendo demais ficar dentro do parque, é uma sensação única. Não sei se demos sorte, mas reservamos no mesmo mês da viagem, e o preço foi compatível com os dos demais hotéis da viagem (San Francisco, Los Angeles, Las Vegas). Nenhuma refeição está incluída, então você pode inclusive comer nos restaurantes dos outros hotéis dentro do parque.

    Duas noites são suficientes para conhecer bem a borda sul do Grand Canyon. Quem adora a natureza e a vida selvagem como nós tranquilamente passaria de 3 a 4 noites lá sem tédio.

    Abraços!

  42. Bom dia. Vi que existem tours pro Canyon West que conciliam onibus e helicoptero. Você sabe se algum desses (ou todos?) passam pela Hoover Dam?

    É uma boa opção ir de carro pra Canyon West ao invés de pegar os tours? Existe a opção de ir de carro e pegar um sobrevoo de helicoptero no local?

    1. Olá, Jairo!

      O helicóptero sobrevoa; há passeios de ônibus que incluem a parada, como este.

      1. muito obrigado pela atenção. Estou cogitando fortemente pegar um carro para parar mais tranquilamente na Hoover Dam, almoçar onde quiser e curtir mais o West Canyon, e eventualmente pegar um voo de helicoptero no local.
        Há alguma contra-indicação de ir de carro?
        ps: ainda sinto saudades da coluna do Ricardo Freire no Jornal da Tarde…

        1. Olá, Jairo! Pode ir de carro sim. :)

          1. obrigado novamente pela resposta e parabéns pelo site e pela atenção com seus leitores

  43. Ola Boia, tenho a seguinte duvida: fazer o roteiro LA – LV – Grand Canyon – Sao Francisco – LA, ou fazer o roteiro ao contrario? Vc acha que ha alguma diferenca? Obrigada, Leila
    Parabens pelas otimas informacoes.

    1. Leila, boa tarde. Duas sugestões:
      - faça o trajeto SF-LA para estar do lado do mar, onde você aproveitará os mirantes e as melhores vistas
      - como costuma-se prever compras nos Outlets de LV, recomenda-se deixa-la pro fim.

      1. Obrigada pela dica.

    2. Olá, Leila! Se for fazer San Francisco-Los Angeles de carro o roteiro está ótimo. Mas caso você pretenda fazer esses trechos por avião, pode inverter a ordem sem problemas.

  44. Outra duvida, procurei passeio de balao sobre o GCanyon em dois sites mas so encontrei o tour via helicoptero ou airplane. vc poderia me ajudar? Obrigada, Leila

      1. Oi Riq, olhei no site e nao ha informacao sobre tour de balao, somente helicoptero e aeroplano. Enviei um email para eles, vamos aguardar. Vou fazer o roteiro de carro, e como a estrela da viagem e o GCanyon vou fazer ele primeiro e depois continuo o roteiro ate Sao francisco e costa oeste, obrigada,

        1. Olá, Leila! Quem responde é A Bóia.

          1. Sorry, obrigada Boia.

  45. Suas dicas são fantásticas! Além disso, sua atenção nas respostas eh muito elogiável…
    Vou em novembro pra Vegas e Los Angeles. Tenho um dia pra ir de carro pro canyon.
    Queria conhecer a skywalk. O que vc sugere de caminho? O que mais posso aproveitar no caminho?

    1. Olá, João Maria! Saindo bastante cedo, é possível passar pela represa Hoover Dam.

  46. Olá Galera, parabéns pelo blog. Muitas dicas úteis.
    Vou viajar com um grupo meio desanimado… eles não querem fazer o passeio de helicóptero no grand canyon. Estou disposto a fazer sozinho. Vou ficar hospedado no Yavapai Lodge. Gostaria de saber qual a dificuldade em chegar do hotel ao aeroporto, existe um ônibus ou uma forma econômica de fazer esse trajeto? De taxe, se for sozinho, acho que ficará caro. Alguém aí tem alguma sugestão??

    1. Olá, Rafael! De que aeroporto você está falando? O mais próximo é em Flagstaff. Orce um transfer com esta cia.:

      http://arizonashuttle.com/cities/flagstaff/

  47. [...] Vai por mim: Grand Canyon [...]

  48. Oi boia! Vamos a LV em julho e temos 1 dia apenas no grand canyon que com certeza iremos voltar exclusivo pra ele. Mas a principio tem algum passeio curto pelo rio colorado que possamos fazer? Qual empresa? Vc acha ainda possivel encontrar hotel nos arredores p pernoitar por la? Obrigada

    1. Olá, Amanda! Existem caminhadas até o rio Colorado (dia inteiro) e também o rafting (meio dia). Para pesquisar passeios, veja o site da Viator: http://www.viator.com/Grand-Canyon-National-Park/d815-ttd

      Para hotéis no Grand Canyon, pesquise no Booking.

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!