Ritz Lagoa da Anta, Maceió: 3 hotéis em 1

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

ATUALIZADO: 31.3.2014

Desde  que abriu em 2001, o Ritz Lagoa da Anta tem estrutura mais completa de Maceió. É um hotel que procura competir por todos os públicos. Para o turista, o Ritz Lagoa da Anta se autodenomina um “urban resort”, com todos os itens do gênero compactados num terreno de dimensões menores do que o resort padrão. Há também um andar próprio para viajantes a negócios, e outro especial para casais em lua de mel.


View Ritz Lagoa da Anta in a larger map

.

–> A localização. O Ritz Lagoa da Anta fica na divisa entre as praias da Jatiúca e de Cruz das Almas, no início de uma região ainda pouco povoada, sem muito comércio. Os bairros vizinhos da Jatiúca e de Stella Maris, porém, têm restaurantes, bares e vida noturna, a 5 minutos de carro ou táxi. Ponta Verde fica a 10 minutos, e o centrinho turístico da Pajuçara a 15 minutos. De dia é possível ir caminhando pela orla à Jatiúca (e, se gostar de andar, até Ponta Verde), mas à noite não é recomendável sair a pé.

O aeroporto de Maceió está a 25 km.

Praia de Cruz das Almas

–> A praia. O trecho de Cruz das Almas em frente ao hotel também é conhecido como praia da Lagoa da Anta. É o prolongamento da praia do hotel Jatiúca, o vizinho da direita; a diferença é que a avenida, que contorna o Jatiúca pelos fundos, passa em frente ao Ritz. É uma praia com ondas (surfistas freqüentam um trecho mais adiante), em que não se percebe muito a mudança das marés.

O hotel tem espreguiçadeiras e guarda-sóis na areia, mas quando você quiser ir à praia provavelmente vai fazer o que todo mundo faz: pegar um carro (ou um passeio) e ir a uma praia fora da zona urbana.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

–> As instalações. Um prédio largo de 6 andares reúne apartamentos e áreas sociais. O lobby proporciona a comunicação entre todos os ambientes: o parque de piscinas, o spa e a sala de ginástica, que ficam na área da frente; o restaurante principal, o bar, o bistrô e a loja, que ficam na área central; o centro de convenções e a sala de internet, na parte de trás. Numa área externa nos fundos do prédio ficam os demais espaços de lazer: o kid’s club, o minigolfe e as quadras de esporte.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

–> Os apartamentos. São pouco menos de 200, e apesar de terem tamanhos semelhantes variam bastante o estilo conforme o andar.

Ritz Lagoa da Anta, apartamentos Premium

Nos andares mais baixos ficam os chamados apartamentos Premium, que são os mais convencionais, e os Premium Plus, que têm acabamento mais caprichado e roupa de cama diferenciada, com lençóis de algodão 200 fios.

EcoFloor, Ritz Lagoa da Anta

Um andar inteiro foi transformado no fim de 2010 no EcoFloor — uma proposta bastante interessante, com móveis de madeira certificada, lâmpadas LED de baixo consumo e um sistema de pressurização do chuveiro que injeta ar e poupa água. Bonito e ecologicamente correto.

Bali Floor, Ritz Lagoa da Anta

O quinto andar é o reduto dos casais, o Bali Floor. Uma parede é decorada com pastilhinhas de coco, a cama tem dossel, e o banheiro, acabamento em lambri. Os apartamentos Bali Luxo têm banheira de hidromassagem, e as suítes Bali têm ofurô para casal no banheiro.

Design Floor, Ritz Lagoa da Anta

E o sexto andar é o meu preferido, o Design Floor. Gosto desses apartamentos pela bossa de temperar o design contemporâneo com toques regionais, como a nesga imitando taipa ao lado da cama.

Design Floor, Ritz Lagoa da AntaDesign Floor, Ritz Lagoa da Anta

–> As piscinas. Ficam em frente ao prédio, protegidas da curiosidade da avenida por uma mureta.

Ritz Lagoa da Anta

O destaque, para mim, é o mobiliário: boas espreguiçadeiras de madeira, caminhas.  Há um ofurô num gazebo e uma hidromassagem ao ar livre.

Ritz Lagoa da Anta

Ritz Lagoa da Anta

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

Quem quer fugir da sombra das plantas ou do muro pode usar o solário nos altos do bar.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

–> Kid’s club. Está situado na área externa dos fundos do hotel. Tem recreadores disponíveis para crianças a partir de 5 anos. Para os teens, mesas de ping-pong e pebolim.

Kid's club, Ritz Lagoa da Anta

O minigolfe é cobrado à parte.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

–> Restaurantes. As diárias podem incluir só o café da manhã ou meia-pensão (café e jantar), servidos no restaurante principal, que funciona sempre com buffet.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

O hotel tem paranóia de segurança alimentar. Se você quiser seu ovo malpassado, vai ter que assinar um termo de responsabilidade. (Sério.)

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

O hotel tem também um restaurante gastronômico, o bistrô Le Sururu, que faz uma instigante  fusão entre a técnica francesa e a culinária nordestina.

Le Sururu, Ritz Lagoa da Anta

Sala de ginástica, Ritz Lagoa da Anta

–> A sala de ginástica. Vizinha ao spa, é refrigerada e tem equipamentos novos.

Spa, Ritz Lagoa da Anta

–> O spa. Decorado com móveis balineses, oferece massagens, tratamentos estéticos e também serviços de salão de beleza.

Ritz Lagoa da Anta, Maceió

–> Quadras esportivas. Escondidas ao fundo do prédio estão quadras de tênis de saibro e também uma quadra gramada de vôlei.

–> Internet. Hóspedes executivos têm wifi gratuito. Demais hóspedes pagam R$ 0,50 o minuto.

Ipioca

–> Os passeios. No lobby você encontra uma operadora de turismo receptivo que oferece todos os passeios do cardápio.

Minha sugestão: alugue um carro. Num dia, vá à Barra de São Miguel (30 km ao sul; fique no bar Praêro) e na volta almoce em Massagüeira, no Bar do Pato. No outro dia, vá a Ipioca (20 km ao norte), entre no bar Hibiscus e na volta almoce na Villa Chamusca, nos Altos de Ipióca. Nos dias em que quiser ficar em Maceió, vá à parte de baixo da Ponta Verde (quase na Pajuçara) e fique ou na barraca Lopana ou na Kanoa.

Não recomendo ir a Maragogi. São duas horas e meia para ir, duas horas e meia para voltar. O horário da maré baixa (hora propícia para visitar as piscinas naturais) muda todos os dias. Há uma limitação no número de visitantes admitidos às Galés (uma excelente providência). Deixe para ir às piscinas naturais de Maragogi quando você estiver hospedado por lá. Se faz muita questão de ir a piscinas naturais, vá às de Paripueira (30 km ao norte).

Tampouco recomendo o bate-volta à Rota Ecológica. A Rota é para ir, ficar e descansar. É difícil curtir a praia sem estar hospedado numa pousada.

Ritz Lagoa da Anta

–> Um cantinho. As caminhas de balanço na piscina.

Ritz Lagoa da Anta

–> É pra você… que quer uma base confortável (e com boa piscina), de onde possa escapar de carro facilmente para as praias do litoral norte ou de táxi para a noite da Jatiúca e de Stella Maris.

–> Talvez não seja pra você… que prefira estar na zona mais turística, para andar à noite pelo calçadão e ir à feira de artesanato.

Ritz Lagoa da Anta

Resolva sua viagem:

Reserve o Ritz Lagoa da Anta em 10x no Submarino Viagens

Pesquise vôos para Maceió

Leia também:

Guia de Resorts

45 resorts de praia comentados pelos leitores

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


16 comentários para “Ritz Lagoa da Anta, Maceió: 3 hotéis em 1”

  1. ” Internet. Hóspedes executivos têm wifi gratuito. Demais hóspedes pagam R$ 0,50 o minuto.”
    Então, se eu estiver de terno-e-gravata ao invés de bermuda-e-chinelo, o wifi sai na faixa? :)

    Falando sério agora, não entendo esta mesquinharia de certos hotéis em cobrarem à parte por este serviço… Hoje em dia, é tão básico, seria como cobrar pelo uso da água ou da energia elétrica no quarto!

  2. Fiquei nesse hotel com duas crianças em Outubro passado. Foi um tanto frustrante. Talvez porque eu pensava em um resort, uma coisa mais autosuficiente, o que não foi o caso. Com o agravante de que o kids club estava parcialemnte interditado e sem monitores. É um hotel normal, confortável, ideal como apresentando pelo Riq: uma parte do dia no hotel e a outra fora dele. Não recomendo para quem vai com crianças menores …

  3. Outra coisa: eles diziam no site que o andar Bali era exclusivo para adultos mas foi lá que eu fiquei hospedado com duas crianças barulhetas …

    1. Thiago, pensei que era o único que não tinha gostado do hotel.
      Fiquei em um Carnaval no andar Bali, que deveria ser somente para adultos, mas tinha criança para todo o lado.

      Por conta da chuva no sábado, a maior parte dos hóspedes não embarcaram na excursão do dia, o café da manhã foi um caos total, meio que briga pela mesa a tapa.

      A piscina é legal, mas chamar este hotel de resort é meio forçar a barra, especialmente quando se compara ao Jatiuca do lado.

      Os quartos do andar Bali são bons e confortáveis e a vista é muito bonito. O pessoal do hotel é atencioso quando pode, mas ficou visível que precisam de mais pessoas, especialmente quando 90% dos hóspedes ficam no hotel ao mesmo tempo.

      E sim, é perigoso andar à noite em volta do hotel, mas existe uma boa oferta de taxis a qualquer hora.

  4. Bom dia Viajantes,
    Estive com meu namorado no Lagoa da Anta em um periodo de baixa temporada e o hotel estava com a ocupação baixa.
    Adorei o atendimento, inicialmente fomos direcionados a um quarto de andar baixo, com uma vista ruim, reclamamos e prontamente fizeram um upgrade para nós sem nenhum custo.
    O hotel é excelente, o atendimento é um dos melhores que ja encontrei… recomento muito.

    O apice esta por conta da “caminha” em frente a piscina…ultra relaxante.

  5. Eu fiquei lá em Outubro e gostei muito…Mas o Jatiúca que está do lado…ahhh é imperdível!!!

  6. Mariana concordo contigo tratando-se de uma comparação.Mas de um certo modo a localização dos 2 hotéis não é das melhores. Essa faixa de cruz das almas o mar é a lixeira da cidade.Esgoto a céu aberto e longinho de tudo. Conhecendo os 2 hotéis é preferível o Jatiúca mesmo sendo meio antigo.Fui agora no fim do ano e sinceramente numa próxima não ficaria em nenhum dos 2.Recomendo Villas do Patragy (que é o condominio do village) ou na cidade o Maceió Suítes.Excepcional!

  7. Acho engraçado tanta discussão por causa da praia… adoro Maceió, mas todo mundo que frequenta Maceió sabe que não se entra na praia na cidade… já fiquei em todos os maiores hotéis, acho os jardins do Jatiuca lindos, mas ninguém dorme nos jardins… os quartos do Jatiuca precisavam nascer de novo… o Radison tem os melhores quartos, mas a piscina é sofrivel… o Maceió Atlantic, antigo Meliá, é caído… acho o Ritz o melhor na média, porque tem acomodações sempre renovadas, bom serviço e a melhor piscina da cidade… não tem praia boa em frente a nenhum hotel bom de Maceió, o jeito é pegar o carro mesmo…

  8. Eu e meu marido fomos a Maceió em Novembro/2011. Seguimos muitas dicas deste site e, por causa disso, fizemos ótimos passeios e refeições. Obrigada, Ric. Devo registrar, no entanto, que o BAR DO PATO foi a nossa grande decepção. Meu marido pediu o pato ao molho pardo, eu pedi a camarãozada. O pato estava bom, mas o camarão, uma lástima. Só comi por que estava faminta depois de sair da praia, já por volta das 14 horas. Imperdoável servirem um camarão que estava com textura esfarinhenta, denunciando que fora congelado e descongelado diversas vezes. Qualquer cozinheiro de boteco conhece o ponto certo do camarão. Muita falta de profissionalismo. Será que o Bar do Pato só serve bem o pato, mesmo estando muito próximo do mar? Lamentável.

  9. Desculpe Suzana, mas ninguém também viaja para ficar só no quarto.
    Existe uma grande diferença em ficar na Pajuçara, Ponta-verde e Jatiúca a ter que ficar em Cruz das almas onde fica o Ritz. Além da praia horrível, aquela região é totalmente deserta e perigosa em termos de assaltos e violência.
    Além disso, se você consulltar o site do IMA, verá que podemos sim tomar banho nas praias da cidade como ponta-verde, já Crus das almas é um esgoto a céu aberto.

  10. Concordo com a Susana ,e se a intenção for passar o tempo num hotel pé na areia , Maceió certamente não é o destino mais indicado ,independente do hotel escolhido .O grande barato aqui é curtir o clima paradisiaco que a orla da cidade possui ,seus bares e restaurantes , curtir praias nas proximidades , com um carro na mão , é claro !

  11. Olá
    Boa tarde!
    Sou Daniela Marques assessora na Empresa Atender Bem Consultoria e Treinamento.
    DÉBORA MARTINS é especialista no gerenciamento das relações entre empresas e clientes. Consultora, palestrante e jornalista, sócia-diretora na Empresa Atender Bem Consultoria e Treinamento Ltda. desde 1999.
    Atuamos no desenvolvimento de programas de treinamentos e palestras sobre atendimento a clientes, vendas, motivação e carreira.
    Gostaria de saber se posso encaminhar uma proposta para analise.
    Atenciosamente,
    Daniela Marques

  12. Boa Noite!!
    Vou a Maceio em dezembro, ficarei 4 dias no Sesc Guaxuma e depois mais uns 5 dias em hotel, estou em duvida entre o Jatiuca e o Ritz,vou com meu marido e meus filhos de 12 e 10 anos,qual e melhor?

    1. Olá, Daniela! O Ritz é mais confortável; o Jatiúca tem uma área verde mais bonita.

  13. Pessoal quem sabe qual aquele hotel que tem a praia mais linda em frente??? aquela que praia mais linda?

    1. Olá, Jessica! Os hotéis da Pajuçara e de Ponta Verde têm vista para praias calminhas características de Maceió.

      Veja:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/04/maceio-as-praias/

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!