Enxoval de bebê nos Estados Unidos: o superguia de compras do Hugo

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Amazon.com

Montar o enxoval de bebê têm levado futuros pais e mães a fazer as malas e partir para as compras. O destino, claro, são os Estados Unidos e seus outlets. Nossos leitores garantem que, colocando na ponta do lápis, uma viagem a Miami ou Nova York pode até se pagar só pela economia que se faz com carrinhos, roupas e outros produtos que aqui no Brasil ainda custam muito caro.

O Hugo Medeiros, que não é muito chegado em shopping, bolou uma estratégia mais prática para as compras do enxoval: em vez de bater perna, resolveu quase tudo online, antecipadamente. Não carregou peso, não pagou sales tax e ainda pôde curtir melhor a última viagem a dois, antes da chegada do primeiro filho.

No relato a seguir, o Hugo ensina como fazer o enxoval no site da Amazon, dá dicas de lojas e shoppings em Miami e Nova York e ainda indica produtos úteis para comprar. Vai pelo Hugo:

--> Por que fazer o enxoval do bebê nos Estados Unidos

Através de uma rápida busca na internet é possível encontrar muitas informações sobre enxoval de bebê nos EUA. No entanto, algo que ainda pouco explorado é como fazer o enxoval e ainda assim aproveitar suas férias. Inclusive, algumas pessoas têm horror a compras, e acham um absurdo programar uma viagem para fazer um enxoval. Contudo, na prática, no exterior achamos alguns produtos que não temos no Brasil, e os preços são realmente muito melhores. Então vale a pena sim, mas o melhor mesmo é fazer as compras sem prejudicar muito o lazer.

A viagem para compra do enxoval muito provavelmente será uma das últimas que o casal realizará por um bom tempo, já que com a chegada do bebê as coisas tendem a ficar muito mais corridas. Além disso, a viagem deve ser o mais tranqüila possível, pois a mulher estará grávida, o que dificulta a locomoção e exige cuidados redobrados.

--> Por que comprar na Amazon

Pensando nisso, fiz um rápido roteiro que permite comprar 80% de tudo que você vai precisar pela internet. Dessa forma, com apenas 2 dias será possível comprar todo o enxoval de forma calma e tranqüila, dedicando-se o resto da viagem a um merecido descanso.

Para que isso seja possível será necessário utilizar os serviços da loja que, na minha opinião, é a melhor que existe: a Amazon.com.

Para entregas em determinados estados a Amazon não cobra sales tax, como é o caso das vendas para Miami. Já em outros lugares, como Nova York, dependendo de onde esteja localizado o centro de entrega, também não é cobrado nenhum imposto. Por exemplo, na compra do carrinho, um dos itens mais caros, eu economizei 65 dólares somente pelo fato de ter comprado pela Amazon, e não precisei carregar nenhuma caixa grande e pesada da loja para o hotel.

O primeiro passo é fazer um cadastro no site, que desde já irá exigir um número de cartão de crédito. Não entrem em pânico porque esse é um procedimento normal, e só irão debitar algo se você efetuar uma compra.

Em seguida o casal deve dedicar seu tempo livre a elaborar uma wish list com todos os produtos que pretendem comprar. O ideal é reserva pelo menos 1 mês para as buscas. Vejam que o grande segredo é ao invés de dedicar o tempo da viagem para isso, gastamos o tempo livre que temos aqui no Brasil. Pesquisem à vontade, perguntem para os amigos e parentes, reflitam o quanto quiserem se vale ou não comprar um determinado item.

Não deixem de explorar os departamentos “baby” e “toys” onde com certeza encontrarão vários itens interessantes que você nem sabia que existia.

Algo muito bom é que em cada produto constam as opiniões de quem já comprou, pois isso já é possível saber quem gostou ou não, e os motivos. Isso ajuda bastante na hora de decidir.

De forma bem objetiva, vale a pena comprar de tudo na Amazon. Os únicos itens que não recomendo comprar na Amazon são as roupas. Dessa forma, durante a viagem, o casal terá que comprar apenas as roupinhas do bebê, já que todo o restante será entregue diretamente no hotel, precisando apenas ser embalado.

Mas fiquem atentos para os produtos que sejam, ou pareçam ser, grandes. Nestes casos, se existe dúvida sobre o real tamanho do item, melhor deixar para comprar na loja, a menos que seja algo que será comprado de qualquer jeito.

Uma coisa importante sobre a Amazon é que ela tem 3 tipos de vendas:

- Vende produtos do estoque da própria Amazon. Neste caso vem escrito “Ships from and sold by Amazon.com”

- Vende produtos que ela armazena, mas que são de outras empresas. Neste caso vem escrito “Sold by NOME DA LOJA and Fulfilled by Amazon”

- E vende produtos que estão com outras empresas. Neste caso vem escrito “Ships from and sold by NOME DA LOJA”

Nos dois primeiros casos, podem comprar tranqüilos, porque é a própria Amazon quem vende e envia. Com isso fica garantida a entrega.

A terceira hipótese é bom evitar, porque quem envia é outra loja. Com isso o prazo de entrega é normalmente maior, e se tiver algum problema tem que resolver com a loja, e não com a Amazon.

--> Amazon Prime e formas de entrega

Quando à entrega, a Amazon oferece 30 dias gratuitos para utilização do serviço Amazon Prime, onde você consegue enviar produtos pelo frete de 2 dias úteis sem pagar nada mais por isso. Basta cadastrar uns dias antes de começar a comprar, e cancelar depois que voltar de viagem. Mas é importante cancelar até 30 dias depois do cadastro, porque se não fizer isso eles vão debitar 80 dólares no seu cartão de crédito.

Se a decisão for por fazer compras pela internet, para valer a pena, o hotel escolhido não deverá cobrar nada para receber as caixas. E quando digo nada é nenhum centavo de dólar mesmo. Isso porque a Amazon tem centros de distribuição em vários lugares, então na compra de 2 itens, por menores que sejam, podem ser entregues em duas caixas, então se o hotel cobrar 1 dólar por caixa, em pouco tempo haverá um grande valor a pagar.

Como a entrega é de 2 dias úteis, comprem ainda no Brasil, de forma que as encomendas sejam entregues no dia que vocês chegarem nos Estados Unidos, ou no máximo no dia seguinte.

Na própria “wish list” é possível transferir o produto para o carrinho de compras. E após concluída a compra o produto é automaticamente deletado da “wish list” o que facilita o controle por parte do casal.

Selecionem de cada vez em torno de 15 a 20 itens. Isso porque por mais eficiente que a Amazon seja, se forem colocados 60 itens no carrinho de uma vez só, existe uma boa chance da entrega atrasar um dia. E como no Amazon Prime você pode enviar quantos pedidos quiser, façam um conjunto de 15 itens, concluam a compra, e em seguida repitam o processo com outros 15 produtos.

O endereço de entrega deve ter esse formato:

Nome do Hotel (Guest Nome de quem fez a reserva)
Endereço do hotel
Número da reserva - xxxxxx - staying dia-dia mês (período em que o casal estará no hotel)
Cidade, Estado zip code
United States
Phone: telefone do hotel

Quando chegarem aos EUA fiquem preparados, vocês irão receber muitas caixas. Acreditem, é um volume absurdo de papelão e plástico para separar e jogar fora. Nestas horas o melhor é conversar com a camareira e deixar uma boa gorjeta para que tudo seja retirado.

--> Compras "offline"

Feito isso serão necessários não mais do que uns 2 dias para as compras das roupinhas.

Em Nova York minha sugestão é uma ou duas manhãs no outlet Century 21, pois lá será possível adquirir quase 80% de todas as roupinhas necessárias. Cheguem bem cedo porque é quando a loja ainda está calma e vazia. Depois da 10 horas da manhã a situação se complica. A vantagem é que a loja fica em Manhattan, perto do marco zero. Então, melhor do que passar o dia lá, é ir duas manhãs seguidas, pois será muito mais produtivo. Levem também uma mala com rodinhas, pois ajuda muito na hora de levar tudo para o hotel, ou se estiverem precisando comprar malas, aproveitem e comprem a mala na própria loja, que tem preços muito bons.

O restante pode ser comprado em lojas comuns, como Old Navy, Gap e Carters.

Já em Miami recomendo um dia no Dolphin Mall ou Sawgrass, e outro dia em Miami Beach. No entanto, quem gosta muito de shopping pode ir um dia no Dolphin e outro no Sawgrass. Como shopping não é muito do meu gosto, prefiro dedicar um dia para passear e comprar em Miami Beach mesmo, ainda que os preços não sejam tão bons.

Se o casal tiver verdadeiro horror a compras e lojas, ainda assim será possível fazer o enxoval nos EUA. Neste caso, entrem no site da Gap e Old Navy, onde é possível comprar várias roupas de bebê. Inclusive, várias delas têm bons preços nas seções de “sale”. A entrega em 2 dias úteis custa 14 dólares.

Também já comprei na Gap e Old Navy pela internet e deu tudo certo. Não se esqueça de cadastrar no site pois sempre tem alguns bons cupons de desconto.

--> Trocas e devoluções

No entanto, mesmo com todo o planejamento problemas podem ocorrer. Quem não gostar de algum produto da Amazon deve acessar o site, entrar na ordem do pedido, selecionar os itens a serem devolvidos e imprimir a folha. Os produtos podem ser reembalados na mesma caixa que foram recebidos, colando-se a folha de devolução do lado de fora. E para maior comodidade, por 6 dólares a Amazon pega a caixa no hotel, ou então você leva direto numa agência da UPS. Assim que a mercadoria chegar na Amazon eles estornam o valor no cartão de crédito.

Para itens que por alguma razão não foram entregues a tempo, envie um e-mail para a Amazon informando o ocorrido e pedindo a devolução do dinheiro. Em seguida orientem os funcionários do hotel a recusarem a encomenda caso ela seja entregue.

Com relação ao site da Gap e Old Navy, o procedimento é semelhante, sendo necessário imprimir uma folha de devolução no site. Mas junto com as mercadorias precisam incluir a nota fiscal com os itens que estão sendo devolvidos devidamente circulados com caneta.

Com essas medidas simples é perfeitamente possível viajar para os EUA, fazer todo o enxoval do bebê, e ainda assim aproveitar merecidas férias.

-->Produtos imperdíveis

Logicamente fiz uma longa pesquisa sobre o que comprar nos EUA, mas como o objetivo do tópico não é o que comprar, mas como comprar, vou deixar apenas 5 itens que acho que valem muito a pena:

Cradle Swing: é um balancinho enorme, mas que desmonta todo, o que facilita o transporte. Pela minha experiência foi simplesmente fantástico para ajudar na hora de colocar o meu filho para dormir. Mesmo sendo grande e difícil de trazer, acho que valeu muito a pena.

Leachco Safer Bather Infant Bath Pad, Blue Fish: é uma grande almofada que se coloca na banheira na hora do banho. Utilizamos desde o primeiro banho e dá uma segurança e tranquilidade enorme, principalmente para pais de primeira viagem. O melhor de tudo é que pelo desenho é possível lavar as costas sem precisar virar o bebê, basta colocar a mão por baixo.

Babá eletrônica com vídeo: provavelmente o item mais caro do enxoval. Mas compensa muito, pois quando o bebê faz algum barulho basta olhar no vídeo para ver se está tudo bem ou se você precisa ir lá. Sugiro marcas como a SummerInfant ou Avent.

BabyBjörn Soft Bib: São babadores de plástico com um recipiente para as migalhas. Basta lavar e enxugar que estão prontos para serem utilizados novamente e, diferentemente dos outros babadores, não deixam a comida cair no bebê.

Angel Dear Blankie: é um cobertorzinho pequeno que deixamos com nosso filho na hora de dormir desde os 2 meses. Hoje são amigos inseparáveis. Ajuda bastante para que o bebê cresça e o ajude a ficar mais tranqüilo na hora de dormir.

Tem várias outras coisas, mas não dá para falar de tudo. Se tiverem alguma dúvida sobre como ou o que comprar coloquem na caixa de comentários que tentarei ajudar.

Muito obrigada pelo guia, Hugo!

A nós do Viaje na Viagem cabe fazer só uma observação: muitos leitores relataram ter sido taxados, no retorno ao Brasil, sobre as compras para o bebê. Na interpretação da Receita Federal, roupas e acessórios para crianças que ainda não nasceram não podem ser considerados de uso pessoal e, portanto, não têm passe livre. Se as compras ultrapassarem a cota de 500 dólares por pessoa e não forem declaradas, é possível ter que pagar multa sobre o excedente. De todo jeito, guarde sempre as notinhas. Leia mais aqui e aqui.

Leia mais:

Enxoval de bebê nos EUA: os 90 produtos indispensáveis, pelo Hugo

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

254 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Brenda
BrendaPermalinkResponder

Hugo, voltei de viagem e foi tudo ótimo!! Foi a primeira vez que usei a Amazon( " criei coragem com as tuas dicas...Hehe) e foi tudo simplesmente perfeito, pontual e seguro, e realmente consegui pagar no cartão pré pago, sem problemas. Então, obrigada pelas dicas, pela sua atenção e disponibilidade em ajudar! Valeu mesmo!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que ótimo que deu tudo certo Brenda. No início temos um pouco de receio mesmo, mas depois vemos que é bem mais fácil do que no Brasil.

Jo
JoPermalinkResponder

Hugo, eu queria uma opinião sobre o Bugaboo Bee.
É prático pra vocês na cidade? Precisa das duas mãos para fechar. Você e a sua esposa conseguem fazer isso facilmente quando estão sozinhos? Seu filho acha confortável?
Desculpa as mil perguntas, e muito obrigada pelo excelente guia.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Jo. O Bugaboo Bee é um meio termo entre os carrinhos grandes (tipo Bubaboo Camaleon e Quinny) e os carrinhos guarda chuva.

Ele fecha numa peça só, mas você precisa das duas mãos para isso. Para abrir é até possível abrir com uma mão só, mas precisa de muito treino para isso.

No geral nós gostamos. O nosso filho, até 9 meses, ficava no bebê conforto, que conecta direto no Bugaboo utilizando um adaptador. Depois disso foi para a cadeirinha mesmo, e nunca tivemos problemas.

Para cidade ele é razoavelmente prático. Ele cabe no porta malas, e mesmo ocupando um bom espaço ainda dá para colocar outras coisas. Dependendo da situação é possível levá-lo dentro do carro também.

Marina
MarinaPermalinkResponder

Oi Hugo
Estou enlouquecendo com suas dicas!!!
Pretendo ir a NY para passear e fazer as compras do enxoval. Em que hotel você ficou? Eles cobraram taxa pelos pacotes? Houve cobrança da Amazon? Existe alguma forma de eu ver no site da Amazon se haverá cobrança de taxa, antes de transferir as compras para o shopping chart?

Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Mariana. Eu e minha esposa ficamos no The Muse, que não cobrou taxa pela entrega. Mas sempre envie um e-mail para o hotel perguntando se eles tem alguma taxa para receber encomendas, e se responderem que não cobram, leve o e-mail com você.

Para NYC você só vai saber se tem imposto na última etapa da compra, quando eles indicam o preço e as taxas. E é uma questão de sorte, porque para lá a Amazon diz que cobra, mas dependendo de onde for o centro de distribuição não vem cobrada o imposto.

Nós mesmo recebemos vários produtos sem imposto.

Patricia Bernardes

Olá Hugo!!
Vamos fazer compras nos USA, e estou muito em dúvida sobre o carrinho de bebê. Estou querendo trazer o Quinny Buzz. Você conhece este carrinho, ou tem alguma dica sobre um outro modelo?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Patrícia, provavelmente carrinho seja uma das questões mais difíceis de decidir.

O Quinny Buzz eu e minha esposa vimos numa loja BB Trends (http://www.bbtrends.com.br/). Nós achamos ele um pouco grande e pesado demais para nossas necessidades. E o grande benefício dele, que é ter rodas maiores e passar com tranquilidade em todos os terrenos, não era algo prioritário, já que andaríamos 99% na nossa cidade.

Veja se tem uma loja da BB Trends perto de você e vá conhece-lo pessoalmente. O ideal é que você pegue algo que atenda as suas necessidades, caiba no porta malas do seu carro e que tenha peso e dimensões fáceis de manusear.

Nós compramos o Bugaboo Bee, e para o que precisávamos, ele atendeu super bem.

Harry
HarryPermalinkResponder

Excelente as suas dicas Hugo.
Já estou com meu carrinho de compras montado na Amazon e gostaria de pagar usando meu cartão Confidence, assim evito em pagar as taxas absurdas do cartão de crédito. É possível?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Harry, esse cartão confidence é aqueles que você carrega dólares e paga no débito, certo?

De acordo com o site da Amazon os cartões pre pagos são aceitos sem problemas:

http://www.amazon.com/gp/help/customer/display.html/ref=hp_518224_typesccuse?nodeId=201132730

Mas existem algumas restrições:

http://www.amazon.com/gp/help/customer/display.html/ref=hp_518224_restprepaid?nodeId=201132770

Ou seja, não é possível pagar com cartão normal e pre pago numa mesma ordem, e não é possível contratar o Amazon Prime com o pre pago.

Mas pelo que entendi, depois de contratado o Prime, você pode usá-lo mesmo que o pedido seja quitado com cartão pre pago.

Por fim, alguns emissores podem exigir que o cartão pre pago seja utilizado informando-se o código de verificação de 3 dígitos. Nesse caso a Amazon não tem suporte para esse tipo de transação e não aceita esses cartões.

Se quiser ter 100% de certeza de que o seu cartão será aceito, faça uma compra de teste. Pegue um produto bem barato, como o indicado abaixo, e envie para um endereço qualquer nos EUA. Pode ser até mesmo um hotel qualquer, só para testar mesmo:

http://www.amazon.com/BIC-Round-Medium-Point-GSM11-Blu/dp/B00006IE7L/ref=sr_1_5?m=ATVPDKIKX0DER&s=office-products&ie=UTF8&qid=1378762488&sr=1-5

Harry
HarryPermalinkResponder

É isso mesmo Hugo. O cartão Confidence é carregado com dólares e usado no débito. E ele tem os 3 dígitos no verso.
A ideia é usar apenas o pré-pago na compra.
Muito obrigado pela ajuda.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Harry, mesmo tendo os 3 dígitos, pode ser que eles não sejam exigidos na hora da compra. O ideal seria você fazer uma compra teste para ter certeza.

Harry
HarryPermalinkResponder

Vou fazer o teste sim pra confirmar.
Entrei em contato com a Confidence e eles informaram que não é possível usar o cartão deles na Amazon...
Muito obrigado!

Joana Lopes
Joana LopesPermalinkResponder

Eu comprei quase todo o meu enxoval pelo internet, mandei tudo para uma empresa que guarda as compras e quando fui a Miami busquei com eles. Achei assim mais pratico pois uma amiga minha perdeu 2 caixas em um hotel em Orlando. E o melhor é que eles podem enviar as compras para o Brasil. Continuei comprando depois e eles sempre me enviam tudo, recebo aqui no Rio sem problemas.
Eu indico para quem quiser: www.hellocompras.com

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Joana, complementando o seu post, é bom lembrar que os envios pelo correio podem ser taxados. As encomendas até 50 dólares de pessoa física para pessoa física são isentas, mas acima desse valor a Receita Federal pode cobrar imposto de 50%. Em alguns Estados, como Minas Gerais e Santa Catarina, ainda tem que pagar o ICMS de 18%.

Além disso, sempre existe o risco de extravio pelos correios. Quando mais barata a forma de envio, maiores as chances de algo assim ocorrer.

Portanto, para que valha a pena a compra, o interessado deve considerar esses tributos, pois, dependendo do preço, pode ser mais vantajoso comprar aqui no Brasil mesmo.

Julia
JuliaPermalinkResponder

Olá a todos,
Em setembro passado passei ferias entre Salt Lake City e Las Vegas e depois de não encontrar vários itens da minha lista de compras (que não eram itens de enxoval) resolvi seguir o conselho do meu cunhado, que mora nos EUA há mais de 10 anos e comprar tudo pela internet! E em outubro, quando voltei aos EUA a trabalho, comprei toda minha lista na internet e mandei entregar no hotel! Lógico que a gente passa uma vergonhasinha básica te chegar no hotel e ter umas 10 caixas no seu nome (e todos saberem que é brasileiro rsrs) mas vale muito a pena pela economia de tempo e até de $$ viu!!
Adorei o post, quando engravidar quero fazer meu enxoval nos EUA e vou de Amazon com certeza!!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Pois é Júlia, vale muito a pena, poque você consegue aproveitar as férias sem ter que ficar presa em lojas e shoppings. E a quantidade de caixas realmente é gigantesca. Na minha época dei uma gorjeta a mais para a camareira se livrar das caixas, papelões e plásticos.

Bianca Araujo
Bianca AraujoPermalinkResponder

Hugo, como sempre suas dicas ajudam, muito. O melhor que mesmo que a mamae contrate o servico de consultoria personalizada de enxoval para bebe nos EUA, suas informações vão faze la entender melhor o que ela precisa e assim ela ira explicar para a consultora o que ela realmente precisa.
A compra do carrinho de bebe tem que ser levado em conta o dia-dia da família. Se os papais pretendem fazer esporte junto com o carrinho de bebe. Tipo uma caminhada mais intensa, o carrinho de três rodas se encaixa bem nessa realidade caso não, pode escolher o de 4 rodas!
Sobre o vc falou uma verdade, pesadinho né? E para levar para o Brasil e mais chato!

Continue com suas matérias! As futuras mamães agradecem!
Abraço,
Bia Araújo
Baby Personal Shopper NY & Orlando

Hugo
HugoPermalinkResponder

Verdade, quanto maior o número de informação, mais fácil saber o que a pessoa quer e/ou precisa. Não adianta comprar um carrinho enorme de 3 rodas, se a pessoa só vai andar em shopping. O melhor carrinho é aquele que atende ás necessidades dos pais.

Muito sucesso no auxílio das futuras mamães e papais.

Larissa
LarissaPermalinkResponder

Oi Hugo e bóia!!
Tentei achar algum comentário que respondesse minha pergunta nesse texto e no outro em que tem alista, mas não encontrei.
Eu vi que quando vocês fez seu enxoval, o iof estava bem baixo, mesmo com iof atual, vale a pena ainda fazer as compras pelo site da amazon mesmo?

Desde já agradeço pela ajuda.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Larissa. Eu acho que vale a pena sim.

Primeiro porque, para pegar um IOF menor, só comprando moeda em espécie. E seria muito arriscado levar tudo em dinheiro.

Segundo pelo fato de que, comprando pela Amazon, você pode usar o seu tempo para passear e aproveitar as férias, ao invés de ficar dentro de lojas, escolhendo produtos, pagando, levando para o hotel, etc.

Comprando pela Amazon nós escolhemos com calma ainda no Brasil, compramos tudo que queríamos e pudemos dedicar nosso tempo no exterior para descansar e passear.

Larissa
LarissaPermalinkResponder

Muito obrigada Hugo pela resposta!!! Adorei suas dicas. Adoro viajar, até gosto bastante de comprar, mas dessa vez vai ser uma viagem com muito foco: enxoval da minha princesa. Como vou passar pouco tempo e também não quero me cansar demais, vou comprar pela amazon mesmo para otimizar meu tempo lá.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Perfeito Larissa. Não se esqueça de um bom seguro de viagem, comer bem e de fazer tudo de forma bem tranquila. A saúde de quem está grávida sempre é prioridade.

lorena fortes
lorena fortesPermalinkResponder

hugo estou indo amanha para boston e como vou ter pouco tempo, resolvi seguir suas dicas e comprar pela amazon. o problema é o hotel que n sei se cobra pelo recebimento. mesmo que eu esteja lá eles podem cobrar?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Podem sim Lorena. Olha na recepção se cobram, e em caso afirmativo veja com o gerente se teria como fazerem uma cortesia para você e receberem sem cobrança. Boa viagem.

Mariana Ferreira

Hugo! Já passei suas dicas pra minha cunhada, gravidíssima da primeira filhota! Vc chegou a pesquisar os preços em Orlando? Tenho a impressão (leiga, porque ainda não pesquisei) de que lá é mais barato que NY, com mais opções. Ou essa teoria é furada?

Valeu! smile

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mariana, no final acho que deve existir alguma diferença, mas pequena. Já comprei em Miami e achei os preços bem próximos de NYC. No final acho que a escolha vai do gosto de cada um. Opte opte pela cidade que mais lhe agrada. Mesmo que pague alguma coisa mais caro, será uma diferença pequena.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Oi, infelizmente acabou a moleza. Agora a Amazon cobra TAX para entregas na Flórida!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Paulo, pode ser uma oportunidade de esticar a viagem para um Estado sem TAX e enviar as compras para lá.

Andreia
AndreiaPermalinkResponder

Hugo, adorei as informações. Realmente, é um post muito útil. Já o tinha lido há algum e voltei pra reler já que estou grávida. A minha dúvida é quanto a viajar no final do ano, no natal ou reveillon. Parece que Nova York, que seria a nossa primeira opção fica muito lotada nesta época. Quanto a Miami, não consegui miitas informações a respeito. Será que fica muito cansativo neste período, com longas filas e lojas lotadas de turistas? Alguém fez enxoval neste período?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Andreia. Particularmente considero que viajar nos períodos de altíssima temporada sempre são um pouco mais complicado. Mas mesmo assim milhões de pessoas viajam e acabam gostando. Nunca fui em NYC ou em Miami nessas épocas, mas as acho que se você concentrar suas compras na Amazon e para o restante, programar para chegar nas lojas físicas bem cedo, não deve ter muitos problemas.

Lembre apenas de tentar programar a entrega dos produtos da Amazon com pelo menos 2 dias de folga, já que por causa da época e das eventuais nevascas, atrasos podem acontecer.

Entre NYC e Miami, eu prefiro NYC, mas tem que ver os preços dos hotéis e lembrar que lá em cima é bem mais frio, com alguma chance de tempestades que podem fechar os aeroportos.

Rico Gabrielli

Olá, gostaria de saber como assinar o RSS para o VnV? Costumava ter o Feeds do VnV em meu Outlook, contudo, vejo que agora somente existe a assinatura por e-mail (o que não é prático).

Muito Obrigado, Rico

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rico! Estamos mexendo no RSS, por enquanto assine o email.

Bianca
BiancaPermalinkResponder

Oi Hugo,
Antes de tudo obrigada pelas dicas, mas eu tenho que dizer que a penúltima vez que fui a Miami o hotel "não encontrou" duas de minhas caixas. Fiquei muito frustrada e perdi um bom dinheiro. Então, a última vez que fui a Miami contratei uma companhia que recebe compras, armazena e entregou no meu hotel. O dono foi muito simpático e deu tudo certinho. Eu definitivamente recomendaria eles. A empresa se chama www.entregasemmiami.com

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que chato hein Bianca. Se as compras forem feitas pela Amazon, pela internet você consegue ver quem foi que recebeu. Assim fica fácil de saber quem é o responsável por aquela encomenda no hotel.