Nova York

Viagem ao centro da Terra

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Outras cidades têm cartões-postais e monumentos. Nova York também: o skyline de Manhattan, a ponte do Brooklyn, a estátua da Liberdade. Mas o Empire State não tem aqui a mesma importância da Torre Eiffel em Paris. A moça com a tocha na mão é um ícone, não é assim nenhum Coliseu.

Porque Nova York não está nos cartões-postais: está na rua.

A gente bate perna em Nova York não em busca de beleza, mas à procura de energia. Nova York está ligada na tomada, e o grande barato é estar exposto à sua vibe.

A maior novidade da ilha é a transformação do trecho entre Chelsea e Meatpacking, entre as ruas 30 e 12 Oeste, com o surgimento do High Line Park -- um jardim suspenso, plantado numa espécie de Minhocão abandonado, que tornou este ponto tão valorizado quanto o entorno do Central Park.

Mas o hype não mora mais só de Manhattan: na outra margem do rio East, o Brooklyn é o endereço de alguns dos bairros mais badalados do momento, como Williamsburg.

Minha dica: mesmo que seja a sua primeira vez na cidade, dê uma escapadinha dos luminosos de Times Square, das vitrines da Quinta Avenida e do verde do Central Park para dar uma espiadinha nessa outra Nova York.

500 comentários

Lyvia
LyviaPermalinkResponder

Boa noite! Adoro o site de vcs e sempre venho aqui fazer os meus roteiros quando vou viajar. Dessa vez estou com uma dúvida e não sei se o local adequado para perguntar.
Primeira vez que vou aos EUA e comprei uma passagem da Delta o trecho Nova York - Rio, com uma conexão em Atlanta. Ocorre que o tempo em Atlanta entre um voo e outro é muito curto, menos de 1:10 min. Precisa passar em imigração? Alfândega? Dá tempo de fazer tudo? Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lyvia! Tem que passar pela imigração. O tempo é bastante curto. Se as passagens forem vinculadas, a cia. aérea se responsabiliza por encaixar você em outro vôo. Mas é um perrengue danado. Tente trocar para um intervalo mais folgado.

Desculpe, entendi que era a ida. Vale a resposta do Neftalí, abaixo.

Lyvia
LyviaPermalinkResponder

Obrigada Bóia!
Vou entrar em contato com a Delta.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Sem dúvida que se o trecho com 1h10 de conexão fosse o da ida (Rio-NY) esse tempo de conexão, com imigração, é impossível.
Mas se é a volta (NY-Rio) não precisa de imigração nem alfândega e as malas vão direto para o Rio. Se o primeiro vôo não atrasar, uma hora é suficiente para a conexão, dá tempo sim.

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Oi Lyvia, vou fazer esse mesmo voo em Dezembro, só q o meu tem intervalo de mais de 2h. Já fiz para Orlando e 2 horas é o ideal, apesar de a imigração andar rápido. O problema é q o aeroporto de Atlanta é o maior do mundo, vc vai ter que correr. E se não der tempo, como a passagem é toda da Delta, eles te encaixam em outro voo.

Danilo
DaniloPermalinkResponder

Boia/Ricardo,
vocês viram que os EUA selecionaram GRU e GIG para o US Preclearance? Falta a parte burocrática ainda, mas não deixa de ser uma excelente notícia!
Abs

Telma
TelmaPermalinkResponder

Olá...amo esse site, sempre disponibilizando ótimas dicas. Preciso de uma orientação. Meu marido sofreu um acidente no polegar e perdeu a digital. Vamos viajar no final de dezembro para os EUA. Qual o procedimento para não termos problemas na imigração? Obrigada e abraços..

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Telma! É uma pergunta bem acima do nosso conhecimento... O ideal seria contatar o consulado para obter uma resposta oficial (de repente eles podem pedir uma nova biometria, mas é chute meu). Eu providenciaria um atestado médico com tradução juramentada explicando o ocorrido. Como os outros dedos não perderam as impressões, não deveria haver problema. Mas só perguntando para saber.

Rozana Emiliano

Telma, meu marido tem somente parte da digital do dedo esquerdo. Fomos aos Estados Unidos e quando foi o momento da digital ele apoiou o dedo, ai o agente da imigração disse que estava ilegível e pediu gentilmente que ele colocasse novamente o dedo no leitor. Meu marido sorrindo mostrou o dedo, o agente pediu mil desculpas. não tivemos nenhum tipo de problema.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar