Farellones: como chegar ao parque de diversões na neve de Santiago

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Farellones: como chegar

Farellones: área para brincar na neve

Das estações de esqui dos arredores de Santiago, Farellones -- que faz parte do complexo El Colorado -- é a mais amigável para não-esquiadores. Há alguns anos, adotou o nome Parques de Farellones, para deixar ainda mais clara a sua proposta.

Pelo preço do ingresso (20.000 pesos chilenos em 2017, algo como 110 reais) você tem direito a várias atividades ilimitadas:

Além disso, pagando à parte, é possível agendar aulas de esqui e snowboard para principiantes, ou usar as pistas de esqui (que também são de nível iniciante).

Se preferir, clique para ir direto ao tópico desejado:

  • Farellones é melhor que Valle Nevado?

O que fazer em Santiago: Valle Nevado

'Góndola' em Valle Nevado

São dois passeios diferentes.

  • Farellones é melhor para quem quer brincar na neve, por causa de todas as atividades fora esqui, incluindo uma grande área para simplesmente se jogar na neve e fazer bonecos. Mas se você não tem intenção de passar o dia entre tubing, tirolesa e esquibunda, o passeio pode ficar desconfortável, já que há poucas áreas abrigadas. Vale lembrar que algumas atividades requerem ao menos 1,20m de altura (e menos de 100 kg). E como Farellones está num ponto mais baixo da montanha, onde a neve derrete mais rápido, costuma encerrar sua temporada um pouco antes que Valle Nevado
  • Valle Nevado ganha nos quesitos paisagem e infra. Comprando o ticket da gôndola, um teleférico de cabine fechada, você ascende a um ponto mais alto da estação, com ótima vista para os esquiadores. As aulas para principiantes também são dadas nesta área mais nobre. Uma lanchonete neste ponto mais alto, e restaurantes e bares na base da estação proporcionam abrigo. É possível brincar na neve, mas a área para isso é bem mais reduzida do que em Farellones.

Na minha opinião, vale a pena fazer os dois passeios em dias diferentes. Caso você só tenha um dia para subir a montanha, escolha o passeio que melhor se encaixa no seu perfil.

  • Farellones e Valle Nevado no mesmo passeio

Farellones: como chegar

Tubing em Farellones

Muitas agências oferecem paradas nas duas estações, em passeios vendidos como "Um dia na montanha" e quetais. Já fiz -- e não recomendo.

O que acontece nesses passeios é que você bate ponto nas duas estações, mas não tem tempo de aproveitar nenhuma.

Em Valle Nevado não vai dar tempo para pegar o teleférico de cabine fechada e subir à parte alta da estação (que é a experiência mais legal por ali).

E em Farellones você mal vai conseguir aproveitar o parque, já que a fila da tirolesa pode chegar a 60 minutos, e a fila do tubing normalmente é de 30 minutos. Você vai gastar um ingresso inteiro para aproveitar 1/3 do parque (e ainda arrisca não conseguir comprar ingresso, se já tiverem esgotado para o dia).

Repito o conselho do tópico anterior: vale a pena fazer os dois passeios em dias diferentes. Caso você só tenha um dia para subir a montanha, escolha o passeio que melhor se encaixa no seu perfil.

  • Farellones: como chegar por conta própria

Farellones: como chegar

Trânsfer do Omnium Mall

Os passeios exclusivos a Farellones normalmente são oferecidos por agências menores (as grandonas insistem no combo Valle Nevado + Farellones). Uma das poucas grandes que oferecem Farellones praticamente exclusivo é a Turistik (combinado com uma visita opcional à vizinha El Colorado), a 47.500 pesos chilenos por pessoa (equivalentes a 255 reais), incluindo ingresso e traslado de ida e volta desde o seu hotel.

Querendo economizar, ou chegar mais cedo ao parque, use o serviço de traslado à montanha desde o Omnium Mall, um mini-shopping que fica na avenida Apoquindo 4900, a três quadras da estação Escuela Militar do metrô (linha 1).

Dali, toda manhã durante a temporada, saem vans do próprio complexo El Colorado (a 12.000 pesos por pessoa, equivalentes 65 reais, a incluindo a volta) e também da SkiTotal (a 16.000 pesos por pessoa, equivalentes a 85 reais, incluindo a volta).

Não é possível fazer reserva. Mas chegando entre 7h e 7h30 você certamente conseguirá embarcar. Pergunte na recepção do seu hotel se eles não fazem um kit-lanche, porque você vai precisar cabular o café da manhã. Se não quiser ir de metrô, vá de UberX: de Providencia até o Omnium Mall não dá mais que 3.000 pesos (equivalentes a 16 reais).

O traslado com as vans do complexo El Colorado, além de mais barato, permite que você compre o ingresso na própria loja, antes de embarcar (20.000 pesos por pessoa, equivalentes a 108 reais). O embarque para a volta é tranqüilo: acontece no estacionamento da parte baixa ('Zona Base') de Farellones, onde as vans ficam estacionadas.

É possível alugar roupas de neve no próprio shopping Omnium, na loja de aluguel da SkiTotal. Mas você também pode deixar para alugar na loja que fica junto à entrada da parte alta ('Zona Cumbre') de Farellones. Você vai precisar de gorro, luvas, casaco térmico, bota 100% impermeável e calça impermeável. Minha dica: faça uma visita a uma loja Decathlon no Brasil e compre todos esses itens (o casaco pode ser desses revestidos com penas, tipo bonequinho da Michelin, que também são vendidos em lojas de departamentos). Você vai usar esse kit em qualquer viagem para o frio.

  • O que fazer em Farellones

O ingresso de 20.000 pesos chilenos (equivalentes a R$ 108) dá direito à maioria das atividades, quantas vezes você quiser fazer, durante a sua permanência no parque. A única limitação serão as filas: para a tirolesa, a fila chega a 60 minutos; no tubing, a 30 minutos. A fila do esquibunda é rapidinha e, para o teleférico, inexistente (ao menos em dias de semana).

A propósito: evite ir no fim de semana, quando você terá também a concorrência dos santiaguinos. De segunda a sexta, você divide o parque apenas com os colegas turistas.

Importante: verifique o funcionamento antes de subir a montanha

  • Por estar na parte mais baixa da montanha, onde a neve dura menos, Farellones costuma encerrar a temporada mais cedo que Valle Nevado. Caso haja também um longo período sem cair neve associado a dias seguidos de sol e calor, pode também acontecer do parque ter seu funcionamento interrompido -- ou, pelo menos, de não oferecer todas as atividades.
  • Por isso, antes de programar seu passeio a Farellones, consulte a página de atividades do parque para ver quais atividades estão sendo oferecidas no momento.

O parque abre das 9h às 17h. Quem vai com o transporte oficial do complexo chega pela parte baixa (Zona Base), onde a fila da bilheteria é menor (e se você tiver comprado ingresso na loja do Omium Mall, nem precisa enfrentar). Os outros tours costumam deixar seus passageiros na parte alta (Zona Cumbre), que se situa no vilarejo de Farellones. A bilheteria ali costuma ter filas grandes; a vantagem de chegar pelo alto é que por ali estão a loja de aluguel de roupas e também a única cafeteria aberta a essa hora da manhã.

(Se você chegar por baixo, porém, pode subir com o teleférico até a parte alta, sair do parque, ir à cafeteria ou à loja de aluguel de roupas, e entrar de novo no parque, sem problemas.)

Quando entrei às 9h, a única atividade que estava funcionando era o Teleférico. As outras atividaes, naquele dia (uma quinta-feira) só começaram a funcionar entre 9h30 e 10h.

Teleférico

Farellones: como chegar

Atendendo pelo nome oficial de Farellones Express, o teleférico liga as duas partes de Farellones: a baixa (Zona Base) e a alta (Zona Cumbre). O percurso entre uma zona e outra leva 20 minutos.

Tirolesa

Farellones: como chegar

Atualmente só está em funcionamento a tirolesa curta, de 180 metros. A atividade acontece na Zona Cumbre e é bastante concorrida -- a fila chega a 60 minutos.

Tubing

Farellones: como chegar

Há dois tobogãs prontos para tubing -- um na Zona Base e outro na Zona Cumbre. No dia em que fui, só o da Zona Cumbre estava funcionando. Você entra na fila e, 20 a 30 minutos depois, está deslizando pela neve. A chegada é amortecida por um tapete sintético. Para subir de volta existe um elevadorzinho com ganchos onde você encaixa sua bóia e é rebocado até o alto, onde pode de novo entrar na fila para descer.

Fat bikes

Farellones: como chegar

Essas bicicletas de neve, equipadas com pneus largos, são obtidas na Zona Cumbre. Há passeios guiados pelo alto da estação ou pela pista de esqui que liga as duas zonas. (A bicicleta volta ao alto pelo Teleférico.)

Esquibunda

Farellones: como chegar

Depois do Teleférico, é a atividade que você espera menos para fazer. A pista fica na Zona Base. Você sobe até o topo da pista pelo Magic Carpet, uma esteira rolante que também serve aos que vão para a pista de aulas de esqui e snowboard.

Lá em cima, depois das instruções de manejo do trenozinho ('trineo') é dada a largada para um grupo inteiro, que pode brincar de apostar corrida. Querendo repetir, é só subir novamente pelo magic carpet.

Brincar na neve

Farellones: como chegar

Há um espaço reduzido na Zona Cumbre e um espaço enoooorme na Zona Base onde é possível andar na neve, montar bonecos de neve, fazer batalhas de neve ou rolar na neve (pelo seu bem, não faça isso se não estiver com calças impermeáveis).

Aulas de esqui e snowboard

As aulas, coletivas ou particulares, podem ser contratadas lá mesmo, no parque -- para alunos a partir de 4 anos. Há pacotes que incluem o aluguel de equipamento. Veja os preços aqui.

Alimentação

Farellones: como chegar

Restaurantes na Zona Cumbre

A única praça de alimentação dentro do parque fica na Zona Base: há o Café Iglu e mais três food trucks. No dia em que fui, não havia espaço abrigado para comer, apenas mesas ao ar livre (mas acredito que em dias mais frios o interior do café funcione).

Do lado de fora do parque, junto à entrada da Zona Cumbre, funcionam restaurantes que servem também ao vilarejo de Farellones. Quem tem ingresso válido para o dia pode sair e entrar sem problemas.

Leia mais:

16 comentários

Flaviane
FlavianePermalinkResponder

Oi pessoal. Vou chegar em Santiago numa quarta à noite (27/09) e pretendo ir na quinta pela manhã à Farellones (se tiver neve), porém só terei dólares e reais. Será que consigo pagar tudo (translado, ingresso e aluguel roupas) em dólar, na Av. Apoquindo (Skitotal) ou devo dar um jeito de trocar pela manhã alguns pesos antes de ir? O que me aconselham? Grata.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flaviane! A opção "viajar com dinheiro vivo", para dar certo, requer planejar uma estratégia para chegar ao destino com tempo suficiente para perder uma manhã ou tarde de dia útil para fazer o câmbio num lugar que pague uma cotação favorável. Não havendo essa possibilidade, o melhor é fazer gastos com cartão de crédito até que a oportunidade de fazer um bom câmbio se apresente. Se a oportunidade não se apresentar, não esquente: significa que você aproveitou bastante a viagem. Se a sua religião realmente não permitir tocar em cartão de crédito, você pode trocar dinheiro no aeroporto ao chegar ou comprar pesos antes de sair do Brasil, mas as duas alternativas são mais desvantajosas financeiramente do que pagar com cartão.

Letícia
LetíciaPermalinkResponder

Tem algum guarda-volumes ou algo do tipo no local? Estou pensando em alugar as roupas/bota mas não sei se tem onde deixar os nossos pertences/roupas.. E tem algum post sobre o aluguel de roupas? Tem ideia de valores?
Obrigada! Esse post foi ótimo, excelentes dicas!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leticia! O guarda-volumes custa 4.500 pesos (24 reais). Podem ser locados na Zona Base ou na Zona Cumbre.

O Ricardo Freire não apurou valores na loja de Farellones, mas o folheto da SkiTotal indica 7.000 pesos para luvas (38 reais), 9.500 pesos para calça (51 reais), 10.500 pesos para botas de montanha (56 reais), 9.500 pesos para casaco (51 reais). Como o Ricardo Freire recomenda no texto, é melhor passar numa Decathlon no Brasil e comprar. Você terá um kit que servirá para qualquer viagem no frio ou que envolva caminhada na natureza.

Pedro Henrique

Oi, pessoal!
Vamos para Santiago no dia 11 de setembro, sendo que vamos passar a noite do dia 12 para o dia 13 no hotel do Vale Nevado. Como vamos assistir ao show do Bon Jovi no dia, 14, vamos deixar para ir para Farellones apenas dia 15 de setembro. Vocês acham que a probabilidade de já não ter neve em Farellones é muito grande? Minha esposa e eu queremos muito brincar nesse parte =( Muito obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! O post tem um link para a página que mostra quais atividades estão funcionando no momento em que a consulta é feita. Antes de embarcar, ou ao chegar, clique no link. Você saberá se ainda está funcionando e o que está funcionando. É inútil especular três semanas antes. O importante você já intui: que o funcionamento do parque tão tarde em setembro não é garantido.

Pablo
PabloPermalinkResponder

Em tempos do politicamente correto, é curioso ver na foto do esquibunda um capacete com a bandeira dos confederados americanos. O General Lee estaria orgulhoso! Tudo bem que o Chile fica no sul, mas aí é demais! Esses capacetes devem estar em liquidação nos EUA.
No mais, excelente post, como sempre!

Angélica
AngélicaPermalinkResponder

Olá Bóia!
Gostaria de dar uma dica sobre roupas. Fui no início do mês de agosto para Farellones e, pelo que cotei na época, o aluguel de roupas sairia em torno de 25.000 pesos por dia. Então, seguindo a dica de locais, procurei brechós que vendiam este tipo de roupa. Na Rua Bandeira, perto da Plaza das Armas, há duas quadras cheias de lojas que vendem roupas usadas, inclusive para neve. Pode-se comprar tudo lá. Conseguimos macacão masculino por 8.000 pesos e feminino por 15.000 pesos. Também há lojas de calçados usados (impermeável em torno de 10.000 pesos). Vale à pena, principalmente se você vai mais de um dia para as montanhas. Espero ter ajudado! Bjs

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Angélica! Essa sua dica é excelente! Não só no Centro, mas em Providencia e Las Condes também há várias lojas de roupas usadas, praticamente novas, onde roupas de esqui custam menos da metade do preço do aluguel da roupa por um dia.

tatiana rinaldi

No feriado de 15 de novembro é uma boa para fazer essa viagem para o Parque Farellones?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! O parque costuma fechar em fins de setembro.

Sérgio B. Farhat

Olá
Estamos indo à Santiago na primeira semana de outubro próximo
Nesta época valem a pena investir nesses passeios a Valle Nevado e Farellones?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sérgio! Verifique se as estações estão funcionando antes de programar sua viagem. Só vai dar para saber perto da data, não há como prever.

Fernando Torres

Não fui ao Valle Nevado, mas a infraestrutura de Farellones é muito ruim. O atendimento, então, é péssimo. No restaurante El Montañes, fiquei 15 minutos até suplicar que alguém me atendesse (uma garçonete me ignorou e quando disse Hola, respondeu sem me olhar na cara) e, quando reclamei, o garçom me disse: "se no te gustas, puedes ir à otro lugar" - só que a concorrência é praticamente nula.
O atendimento do locker tb é um terror, fora que o tal locker é minúsculo. Não cabe nada!
Siga o conselho do Ricardo e leve sua própria roupa, pois as agências de transfere cobram caríssimo e te empurram coisas q não precisam - e "esqueceram" de me dar o capacete.
E NUNCA, NUNCA aluguem os equipamentos de esqui em Santiago. É uma tralha à toa, o preço na estação é o mesmo, e não te deixam guardar o equipamento em lugar algum. Não pode entrar em lugar nenhum e vc fica com medo de perdê-lo. E quando perguntam a um funcionário, dizem: "no es nuestro problema".
Em resumo, o parque tem atividades interessantes, mas o conjunto da obra me rendeu uma primeira experiência frustrante.

Sergio Silva
Sergio SilvaPermalinkResponder

Prezados, boa tarde. Estaremos indo a Santiago agora em outubro de 2017 e estou na duvida se conseguirei esse serviço de traslado à montanha pelo Omnium Mall. Obvio que meu interesse é economizar com transporte para gastar com outras coisas.
Me ajude!!!! Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sergio! O transporte só funcionará se as estações ainda estiverem funcionando. Se as estações já tiverem encerrado a temporada, o transporte também é encerrado.

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar