Salvador

Pelourinho, SalvadorAvisa lá que eu vou | Ricardo Freire

Salvador é a cidade mais exótica que você pode conhecer sem sair do país. É um lugar onde os outros brasileiros se sentem um pouco estrangeiros – ao mesmo tempo em que descobrem o Brasil mais essencial.

Qualquer atividade corriqueira – ir à praia, comer, participar de uma festa – pode requerer um mergulho cultural. Mas por outro lado, muita coisa vai lhe parecer familiar: Salvador é a cidade fora do eixo Rio-São Paulo que mais influencia a cultura de massa brasileira.

A capital baiana também é a porta de entrada para um verdadeiro corredor de resorts no litoral norte – de Itapuã à Costa do Sauípe, passando por Praia do Forte e Imbassaí. Atravessando a Baía de Todos os Santos chega-se a Itaparica e a um dos trechos mais bonitos do litoral brasileiro: a Costa do Dendê.


Quando ir Como chegar Onde ficar? O que fazer
Farol de Itapuã, Salvador Cidade Baixa, Salvador Sol Victoria Marina, Salvador Moqueca do Paraíso Tropical, Salvador
Salvador entra no auge com o início das festas de largo. As primeiras são Santa Bárbara (Iansã), dia 4 de dezembro, e N. Sra. da Conceição da Praia (Oxum), dia 8 de dezembro. A Lavagem do Senhor do Bonfim ocorre na segunda 5a. feira depois do Dia de Reis; e a procissão de Iemanjá, dia 2 de fevereiro. O Carnaval nada mais é que a apoteose da temporada de festas. Depois dele, Salvador descansa.

O inverno é chuvoso, mas o litoral norte, mais árido, pode ter um tempo mais estável do que na cidade.

Em agosto acontece uma das mais lindas celebrações no interior: a Festa de Nossa Senhora da Boa Morte, em Cachoeira, repleta de tradições sincréticas afro-baianas.

Salvador é ligada por vôos diretos a São Paulo (Congonhas e Cumbica), Rio, Brasília e Belo Horizonte, e serve de hub para várias cidades do Nordeste. Do exterior, recebe vôos regulares de Lisboa, Madri, Miami e Buenos Aires.

O aeroporto está a 30 km da região central. É interessante alugar carro durante a sua estada. O táxi especial do aeroporto custa praticamente uma diária de carro econômico.

Do aeroporto saem vôos regulares em teco-teco para Morro de São Paulo e fretados para Boipeba e Barra Grande.

Do Mercado Modelo saem catamarãs e lanchas para Morro. Para Valença (acesso a Boipeba) pegue o ferry boat a Itaparica e siga de ônibus.

Os hotéis do Rio Vermelho têm a vantagem de estar colados a uma zona boêmia animada, a meio caminho entre a Salvador central e as praias do norte.

A Barra concentra os hotéis turísticos mais econômicos. Ondina tem hotéis maiores e confortáveis. Pelourinho e o Carmo têm pousadas e hotéis voltados ao público estrangeiro.

De todas essas áreas é fácil ir de táxi à região da avenida do Contorno, onde estão os restaurantes mais badalados da cidade, na Bahia Marina e em galpões próximos.

Há resorts urbanos nas praias do norte: Itapuã, Stella Maris e Flamengo. Ficando em Praia do Forte ou Costa do Sauípe você estará respectivamente a 55 e 75 km de Salvador.

O melhor dia para ir ao Pelourinho é a terça-feira, mais conhecida como Terça da Bênção. Chegue à tarde e fique para a missa afro na Igreja da Ordem Terceira do Carmo, às 18h, e o show de Gerônimo, que sempre canta “É d’Oxum”, na Escadaria do Paço. Já o dia para ir ao Bonfim – de branco, claro – é a sexta-feira.

No front dos museus, a novidade é a filial do Museu Rodin, na Graça. Mas não perca também o MAM nem deixe de visitar o Forte São Marcelo.

Um dia no litoral norte deve incluir o Projeto Tamar na Praia do Forte e o pôr do sol na aldeia hippie de Arembepe. Com um fim de semana livre, embarque no catamarã a Morro de São Paulo – ou pegue em Valença a lancha à ilha de Boipeba.

Leia também:

–> Hotéis, restaurantes, transporte, passeios e outras dicas por Ricardo Freire

–> Posts relevantes — e relatos de leitores por Ricardo Freire

–> Tudo para organizar sua viagem a Salvador por Ricardo Freire


317 comentários para “Salvador”

  1. Eunice,
    Muito Obrigado mesmo! Fiquei preocupado em ficar emburrecido por estar entediado, por ficar tanto tempo sem fazer nada!
    Vou pegar a segunda opção: AMO acarajé.
    Outra dúvida: como é o tempo em Agosto? Vou para Chapada, Barra Grande, Maraú, Itacaré e Morro.
    Vou sozinho! Acha fácil achar hospedagem sem reserva?
    Obrigado,

    1. Guilherme. Dê uma olhada no praiômetro de Riq. No litoral, em agosto, o grosso das chuvas já terá passado, pense em um índice pluviométrico em torno de 110mm, ou seja, choverá alguns dias, mas vc terá praia na maior parte do tempo. Agosto é férias na Europa, o Morro recebe alguns europeus, mas não creio que vc terá dificuldade em achar hospedagem sem reserva nesses destinos. O que eu não sei é se as tarifas serão melhores negociando no balcão ou reservando com antecedência. O sertão está sofrendo a pior seca dos últimos 80 anos. Vc encontrará a Chapada muito seca, com temperatura amena, principalmente à noite.

  2. Ola!! estarei indo a Salvador para passar minha lua de mel, iremos no dia 28/04 e ficaremos ate o dia 03/05. Alguma dica de lugares que não posso deixar de ir, estarei hospedada na Barra. Quero aproveitar de tudo,nesta época as coisas são caras??? Gostaria de todas as dicas possíveis.
    Obrigada!!!

    1. não deixe de ir no mercado modelo
      e comer uma boa comida regional do porto dbadaue
      e as igrejas de epoca lindaas

      O Pelourinho . Sum otimo role a pé pelo Pelô, visitar a Igreja de São Francisco, Saindo mais cedo, você pode passeios de Scuna, tambem pode ir comer uma moqueca no Yemanjá, no Bargaço ou no Ki-Moqueca, que ficam no caminho da volta pela orla.

  3. Para os fãs de Beto: li hoje no “A Tarde”: Beto Pimentel e Jailson Santos com a esposa ( um de seus filhos ) abriram o “Segredo Bar e Restaurante”, na Rua Ilhéus, 184- Rio Veremlho. No passado, ele e uma filha e um genro portugês abriram um restaurante nessa mesma região, que não deu certo ( minha impressão é que era caro para o público mais fiel do bairro ). A conferir esse. De segunda a sexta terá menu executivo com comida regional. O sobrenome da nora é espanhol, não sei se isso explica “tapas” no menu.

  4. Por favor,marquei viagem para Porto SEguro no período de 17/05 a 24/05/13. Gostaria de saber como estará o tempo, pois vou levar um bebe de 01 ano de idade.

    Obrigada.

    Monica

    1. Olá, Monica! Veja as médias de chuva para maio:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

      Acompanhe também a previsão do tempo em sites como o Jornal do Tempo: http://jornaldotempo.uol.com.br/

  5. Estou indo passar 5 noites no Grand Palladium Imbassaí no feriado de Corpus Chisti. Como meu voo de retorno sai só 19:15, pensei em deixar as malas no aeroporto e aproveitar a tarde para um breve tour por Salvador. Pensei na região do Pelourinho mesmo, já que nunca fui à capital baiana. O que/onde me indicam para conhecer, almoçar e qual o melhor meio de transporte para esse passeio? Desde já agradeço imensamente.

    1. Olá, Carlos! Um passeio pelo Pelourinho é uma boa idéia. Você precisará estar no aeroporto às 18h, logo precisará sair do Pelô às 16h30. O Pelourinho está a 2h30 de Imbassaí. Se você sair às 10h, poderá andar a pé pelo Pelô, visitar a Igreja de São Francisco, almoçar no restaurante do Senac. Para nada dar errado, o melhor é contratar esse passeio no hotel ou com um taxista, fazendo a ida ou a volta pela orla. Saindo mais cedo, você pode trocar o almoço no Senac do Pelô (ótima introdução à culinária baiana como um todo, um buffet com 40 pratos) por uma moqueca no Yemanjá, no Bargaço ou no Ki-Moqueca, que ficam no caminho da volta pela orla.

      1. Uma dica para todos que vão ao Pelô: usem sempre as ruas principais.

        Caso você venha andando da Praça Castro Alves, venha pela Rua Chile. Você vai desembocar na Praça Thomé de Souza (foi o primeiro governador-geral do Brasil, fundador da cidade). É nessa praça que fica o Palácio Rio Branco, o Elevador Lacerda (parte alta), a sorveteria A Cubana (um clássico; na saída do elevador; há também uma unidade no Pelourinho); a prefeitura (prédio moderno/horrível) e a Câmara Municipal (prédio antigo/lindo).

        Siga pela Rua da Misericórdia (continuação reta da Rua Chile, que termina na praça). Ali você já encontra lojinhas de artesanato, de artigos religiosos/souvenires finos e uma galeria da Fundação Pierre Verger (o antropólogo/fotógrafo que estudou o candomblé baiano), vale a visita. Em frente a essas lojinhas há a Igreja da Misericórdia.

        No fim da rua, você entra na Praça da Sé. A esquerda, tem uma escultura bonita, o Monumento da Cruz Caída, de autoria de Mário Cravo. A família cravo é uma das mais importantes famílias de artistas da história da arte baiana. Mário Cravo Neto, autor da Cruz Caída, já faleceu; seu pai, Mário Cravo Jr., tem um ateliê no Parque de Pituaçu, ainda é vivo. Há ainda o fotógrafo Cristian Cravo.

        Seguindo a Praça da Sé, que é comprida, você passará ao lado de um dos vários cinemas de rua, já desativados, de Salvador, que ficam no centro: o histórico Cine Excelsior. No fim da Praça, você chega ao Terreiro de Jesus, outra praça. De um lado, o esquerdo, há a Catedral Basílica de Salvador. Do outro lado, direito, há um outro largo, o Largo de São Francisco, e no fundo dele há a Igreja do São Francisco.

        ***Agora, uma parte importante***
        Evite entrar nas ruas que saem do Terreiro de Jesus em direção oposta ao Pelourinho e ir longe nelas (olhe no Google Maps: Rua do Saldanha e Rua da Oração, e as travessas que as cortam: rua 28 de setembro (no Google Maps é chamada pelo nome antigo, a rua do Tijolo), rua Guedes de Brito, rua do Bispo.
        Nessas ruas, tomadas por casarões abandonados, prestes a desabar, há presença de traficantes de drogas e dependentes químicos. Os assaltos são frequentes nesse miolo de ruas, embora o Pelourinho seja muito mais seguro.
        Sei que parece contraditório, afinal, são duas regiões vizinhas, separadas por algumas dezenas de metros, mas é isso mesmo. Não considero perigoso visitar o Pelourinho (sobretudo durante o dia). Mas eu nunca passaria nessas ruas, à qualquer hora do dia. Se você já foi ao Rio de Janeiro sabe como é: bairro turísticos convivem lado a lado com zonas nas quais a criminalidade é brutal. Copacabana e Lapa são dois exemplos.
        Enfim, a boa notícia é que não você não perderá nada ao não passar por essas ruas. Não há o que ver ou visitar. A má notícia é que o abandono da região persiste há décadas e não há sinais de que os governantes têm algum interesse em ajudar as pessoas que vivem por ali. São problemas de saúde pública, habitação e violência que se coadunam.

        Enfim, tudo isso é fácil de ver pelo Google Maps. Fique nas ruas principais e sua visita será tranquila.

        Enfim, partindo do Terreiro de Jesus para o Pelô adentro, você encontra duas ruas:

        1) a Rua das Portas do Carmo, que começa entre a Faculdade de Medicina da Bahia (primeira do Brasil! O prédio abriga dois bons museus da UFBA: o de Etnografia e o Museu Afro-Brasileiro) e o folclórico restaurante Cantina da Lua (o dono, Clarindo Silva, verdadeiro agitador cultural, figura importante da cultura baiana);

        e

        2) a Rua Maciel de Cima.

        A primeira vai dar direto no Largo do Pelourinho, onde fica a Casa de Jorge Amado, a Praça do Reggae e a Igreja do Rosário dos Pretos (visite e peça para te contarem a história!).

        A segunda vai encontrar a Rua Maciel de Baixo. Desta, continue descendo reto no mesmo sentido e você vai dar no mesmo Largo.

        Entre a primeira e a segunda, está a rua do Açouguinho e outra travessa.

        Uma vez no largo, continuando a descida, você chegará a uma rua perpendicular: à sua direita estará uma saída para uma avenida estreita, mas movimentada, a Baixa do Sapateiros. À sua esquerda (estando de costas para o largo), é a Rua do Taboão.

        Se quiser continuar o passeio, atravesse a perpendicular e continue reto. A descida desde o Largo do Pelô termina aí. Atravessando a perpendicular, começa uma subida, a Ladeira do Carmo. Lá em cima você vai encontrar a Igreja e o Convento do Carmo, onde fica o hotel chicão. Chegando lá, você estará oficialmente em outro bairro, o charmosíssimo Santo Antônio Além do Carmo, ou apenas Santo Antônio.

        No pé da Ladeira do Carmo você encontrará alguns ateliês de artistas locais muito bons. Um deles é Bel Borba, de quem, se você circulou pelo Rio Vermelho, é provável que você já tenha visto alguns mosaicos feitos com azulejo.

        Andando um pouquito mais, você vai começar a ver, sobretudo do lado esquerdo (lado do mar; lembre-se que você está na Cidade Alta!), alguns bares, cafés, pousadas e restaurantes. No cruzamento logo à sua frente há uma cruz: a Cruz do Pascoal, um dos lugares mais agradáveis da cidade para tomar uma cervejinha sem luxos, tomando brisa, num bairro que ainda conserva ambiente de cidade antiga. A especulação imobiliária já chegou forte, mas as casas persistem (não há prédios, embora muitos das casas tenham sido vendidas a magnatas). Ali também, mais à frente, você encontra ateliês de artistas locais, pousadas, o hotel design Aram Yami (um dos mais caros da cidade) está logo ali.

        Ao fim dessa rua, toda reta (Rua Direita de Santo Antônio), você vai chegar em uma praça o Largo de Santo Antônio. Não sei bem o dia, mas rola um samba mensal por lá. Se alguém quiser, manifeste-se que eu procuro saber e respondo. No largo há uma igreja e o Forte de Santo Antônio. Há também uma balaustrada com vista para o bairro do Comércio, o Porto de Salvador, o mar, a ilha de Itaparica e o pôr-do-sol (nessa ordem).

        Essas são ruas bastante movimentadas durante o dia. Não deixe de tomar os cuidados básicos, mas são ruas que eu recomendaria a um visitante.

        Espero ter ajudado.

        Referências:
        Clarindo Silva: http://www.tribunadabahia.com.br/2012/11/20/trajetoria-de-clarindo-silva-contada-em-livro
        Cantina da Lua: http://www.cantinadalua.com.br/cantina/
        MAE (Museu de Arqueologia e Etnologia): http://www.mae.ufba.br/
        MAFRO (Museu Afro-Brasileiro): http://www.mafro.ceao.ufba.br/

  6. Boa tarde. Sempre sigo as dicas de vocês onde vou. Vou a Salvador e ficarei 6 dias inteiros, no Hotel Mercure Rio Vermelho. Somos 2 casais. Vale a pena alugar carro todos os dias? A ideia é rodar as praias do norte e pela cidade. Obrigado

    1. Olá, Gwerner! O carro só será indispensável nos dias em que vocês rodarem pelas praias do norte e saírem da cidade para Praia do Forte e quetais.

      Por outro lado, o táxi desde ou para o aeroporto sai 100 reais (um carro 1.0 de locadora nacional, com seguros, sai uns 140/150).

      Um bom esquema pode ser alugar o carro ao chegar, no segundo dia fazer um passeio e entregar o carro numa agência central (a da Localiza é em Ondina, perto do Rio Vermelho), e realugar no penúltimo dia, também na agência central, devolvendo no último dia no aeroporto.

  7. Boia,

    Onde acho aqueles dossiês das praias baianas? Em que post? Quero “bolar” uma viagem para setembro que una várias “costas” baianas até chegar a Salvador.
    Obrigada,

    Anna Francisca

  8. Já posso me divertir à vontade.
    Obrigada,

    Anna Francisca

  9. Bóia, irei a Salvador para um Congresso em novembro. Minha dúvida é: fico em um hotel perto do Centro de Convenções ou então fico na Barra ou Rio Vermelho pra estar mais perto dos programas culturais da cidade??? Meu marido vai também e enquanto estiver no Congresso, ele vai explorar a cidade. Por isso, pensei em ficar no Rio Vermelho ou Barra. O que acha?

    1. Olá, Maria Quitéria! Para turistar, é mais negócio ficar no Rio Vermelho ou na Barra.

  10. ola, estarei em salvador 12 dias em agosto para um curso . oq vc sugere de opção no final de semana. é seguro circular por salvador?

    1. Sim, é seguro circular por Salvador! Apenas, tome as precauções que tomaria em qualquer outra capital do Brasil: se for usar jóias, correntes, pulseiras, opte por coisas discretas. Não exiba máquinas de fotografia nem celulares caros (mas, sim, dá para parar, olhar para os lados e bater fotos em locais movimentados). Prefira serviços de táxi pelo telefone. Os soteropolitanos se tratam muito mal, mas tratam muito bem o turista! Peça ajuda sempre que precisar. É capaz da pessoa ir andando com você e explicando o caminho e acabar te acompanhando até onde você quer ir.

      1. Não sabia que nós soteropolitanos nos tratamos muito mal. Até acho que em Salvador sou muito melhor tratada que nas outras capitais – com exceção de São Paulo, onde existe um profissionalismo no atendimento. Moro fora e quando volto para lá fico morrendo de saudade da simpatia do baiano.

  11. Olá!
    Estou indo em agosto para a Costa do Sauipe com a família e estou em dúvida se uso o transporte do hotel ou alugo um carro. SE alugo um carro, penso que posso acabar deixando o carro parado no hotel o tempo todo, mas teria a flexibilidade de poder passear em Salvador e algumas outras praias. O que vc acha? Abs

    1. Olá, Roberto! Os hotéis de Sauípe são all inclusive. Ao passar o dia fora do hotel, visitando outras praias, você deixa de aproveitar o all inclusive. Se a sua intenção é curtir a região, e não o hotel, é melhor pegar um hotel sem o sistema.

  12. Existe algum outro meio de transporte pra costa do sauipe sem ser os oferecidos pelos hoteis?

    1. Olá, Eliete! Existem serviços de trânsfer, como o do http://www.valdeciofranco.com.br/ .

  13. Estamos indo neste final de semana para Salvador , partindo de Maceio de carro. Qual a melhor estrada e como aproveitar melhor o trajeto? Estamos com uma criança de seis anos. Obrigada
    Sonia

    1. Olá, Sonia! Peguem a Linha Verde, que agora emenda com a litorânea de Sergipe até Aracaju. Depois de Aracaju, sigam pela 101 e saiam da estrada antes da fronteira; atravessem o São Francisco na balsa de Neópolis a Penedo e sigam a Maceió pela litorânea alagoana, a AL 101 Sul.

  14. Amigos, Boa Tarde.
    Como chego até o Largo da Mariquita do Aeroporto de Salvador?
    Obrigado,
    Guilherme.

    1. Olá, Guilherme! O táxi comum vai pelo taxímetro, na bandeira 2; deve sair entre 70 e 80 reais. Há um ônibus seletivo que faz a linha do aeroporto até a Praça da Sé pela orla; a passagem custa R$ 2,80. Saia do aeroporto, atravesse na faixa de segurança e vire à direita na segunda ilha — o ponto é ali.

  15. Bóia bom dia e no trajeto de volta Salvador Maceio melhor imbassai ou praia do forte com criança ? Obrigada Sonia

  16. Oi, eu e meu esposo estaremos indo a Salvador no dia 04 de novembro 08 dias, ficaremos na praia da Armação, queremos ficar livre dos pacotes caros para visitação aos pontos turísticos, será que alugando um carro compensa? ou é mais complicado achar os locais. Obrigada e aguardo retorno.

    1. Olá, Angélica! A praia da Armação não tem um centrinho para se andar a pé, ao contrário da Barra ou do Rio Vermelho. Vocês vão precisar de carro ou vão depender de táxi.

  17. Amigos, Bom Dia.
    Chego em Salvador dia 05/08, às 16h30. E só pego ônibus na rodoviária às 23 horas.
    O que sugerem fazer nesse período?
    Obrigado,

    1. Olá, Guilherme! Você pode comer um acarajé na Cira, em Itapuã. O problema serão as malas. O mais prático é comer alguma coisa no aeroporto e então tomar o táxi para a rodoviária.

  18. Olá, pretendo ir em janeiro de 2014 para Salvador. Irei com uma amiga, pelo que andei lendo na net o lugar ideal seria Rio Vermelho. Mas como não conheço queria alguma opinião,sobre onde ficar, o que fazer.

  19. Boa tarde, vou para Salvador comemorar aniversário de 1 ano de casamento, entre os dias 30/08 e 02/09/2013. gostaria de algumas dicas para conhecer Salvador com 3 dias.
    Ficaremos no Hotel Stella Maris

    Obrigada.

  20. tem onibus do aeroporto aos bairros da barra ou rio vermelho??
    dos bairros barra ou rio vermelho é fácil acesso a onibus para os pontos turisticos?

    1. Ola, Virginia! Há um ônibus comum que sai do aeroporto e passa por toda a orla. Você pega na segunda ilha, saindo do desembarque, à direita.

      Se você tem tempo, pode ir para qualquer canto de Salvador de ônibus.

  21. Olá! Desculpe incomodar, mas irei para Salvador na primeira semana de novembro. Tenho livre o dia 4 e metade do dia 5 (segunda e terça), e queria saber se compensa mais ir para a Praia do Forte ou para o Morro de São Paulo. Obrigada!

  22. “Salvador é a cidade mais exótica que você pode conhecer sem sair do país”, como soteropolitano nao fico particularmente lisonjeado. Pelo contrario, textos como estes reforçam estereótipos, por mais “diferente” que o comportamento dos locais sejam aos olhos de ” estrangeiros” nascidos no Brasil. Fica ate estranho uma colocacao como a feita na reportagem, ja que O Brasil comecou na Bahia, portanto a Bahia teria mais cara de Brasil que outros estados mais jovens.Viajo pelo pais devido ao meu trabalho, e escuto freqüentemente que nao pareço baiano, por ser branco e nao me vestir como uma entidade carnavalesca, como se isso fosse um elogio. No mais parabens pelas dicas, foram bem escolhidas, faltou falar mais elxplicitamente do péssimo serviço que os estabelecimentos locais prestam. Nenhum ” mergulho cultural” justifica condescendência , muito menos o desleixo verificado nestes locais turísticos.

  23. Rapaz, permita-me um conselho: trabalhe isso na terapia. Não tenha vergonha de sua cidade, não. Ela é exótica, diferente e única.

    1. Acho Salvador exótica, sim, muito em relação a São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Aracaju ou mesmo Rio de Janeiro. Nem tanto, em relação a Recife ou Olinda.
      Sou soteropolitano.
      Não achei o texto ofensivo, não, embora entenda as críticas de Breno. Há um desconhecimento muito grande em relação a Salvador. Somos a cidade com maior população negra fora da África. Um “branco” de Salvador realmente causa estranheza aos que são de fora. Mas, na verdade, se no Brasil não já não há brancos, quem dirá em Salvador.
      Na minha opinião, somos todos variações do mulato: do mulato claro (Caetano Veloso) ao mulato escuro (Gilberto Gil).
      No mais, sem bairrismo, e com muitas ressalvas, eu digo: viva Salvador, cidade única.

  24. Estou indo para Salvador dia 17/09 e gostaria de saber sobre o tempo como está ai esses dias, gostaria de saber também sobre valores exemplo: cerveja nas praias, comida e taxi, vou estar hospedado no Hotel Cores do Mar de frente a praia fica muito longe dos pontos turisticos?

    1. Olá, Diego! A bebida nas praias vai custar o que você paga num bom bar na sua cidade.

      O hotel fica em Patamares, a 16 km do Pelourinho pelas avenidas expressas ou 22 km pela orla. Você vai gastar bastante em táxi, orce em http://www.tarifadetaxi.com.br .

      Uma boa opção para você visitar os pontos turísticos é o Salvador Bus. Ele pára no seu hotel:

      http://www.salvadorbus.com.br/rota/rota-stella-marisitapuan/

  25. Olá Bóia e internautas!!! Gostaria de saber referências de quem já ficou em algum desses hotéis:
    Bahia Othon Palace, Pestana Bahia e Grande Hotel da Barra. Tem fácil acesso ao transporte para ir aos pontos turísticos?!!Qual a melhor praia para banho, é Ondina, Rio Vermelho ou Barra?! Pelo que vi esses hoteis parecem ter boas estruturas, mas acho importante a praia e o transporte… Agradeço desde já a atenção!

    1. Olá, Maria Paula!

      Leia em detalhe sobre Salvador e suas praias e hotéis neste post:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

  26. Bom dia, me hospedarei na costa do sauípe por uma semana e ficarei apenas um dia em salvador, especificamente no hotel villa da praia, em itapuã. Gostaria de saber se há dica de bom restaurante para jantar e almoço nas proximidades do hotel. Grata desde já!

    1. Olá, Andrea! Há restaurantes na própria Pedra do Sal, como o Ki-Moqueca (bons preços) e o Mistura (caro porém muito bom).

  27. Boa noite! Irei para Salvador em dezembro em 2 casais + 2 crianças de 2 e 8 anos, gostaria de indicação de passeios para agradar a todos, e de hotéis mais econômicos pois depois iremos para a Costa do Sauípe. Também gostaria de saber se é mais vantajoso alugar um carro ou andar a pé / táxi em Salvador. E para ir até a costa do Sauípe, qual a melhor forma?
    Grata

    1. Olá, Patricia!

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/08/roteiro-2-dias-salvador/

      Com esse grupo, será melhor alugar um carro.

  28. Olá, bom dia! Estou indo para Salvador em Dez/13 para revellion ficarei 5 dias, há alguma sugestão para virada e turismo?. Não conheço a cidade ficarei hospedada no vila Galé/Ondina. Tenho intensão de circular pela cidade de ônibus e à pé.

    Att.

    1. Olá, Daniela! Pegue dicas aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2014

  29. Gostaria de saber quais os pontos turísticos são seguros para se visitar à noite em Salvador

    1. Olá, Julia! Recomendamos ir ao Pelourinho na terça-feira, quando há mais gente, por causa da Terça da Bênção.

      1. Outra dica de segurança: NUNCA vá ao Solar do Unhão ou a Bahia Marina descendo Avenida Contorno a pé ou de ônibus.
        Sempre vá de táxi.
        Não há pontos de ônibus no meio da avenida. Ou você desce do Campo Grande ou sobe do Comércio. Há pouco movimento de pedestres, é arriscado mesmo durante o dia.
        De táxi, você chegará a dois dos lugares mais gostosos de Salvador.

    2. A orla da Barra – do Porto da Barra até o Farol e do Farol até o Cristo, fazendo um L, são relativamente seguros; só não vá tarde da noite.
      Andar pelo Rio Vermelho, entre a Fonte do Boi, o Largo da Mariquita e o Largo de Santana (Largo do acarajé da Dinha), é tranquilo, principalmente entre quinta-feira e sábado, quando há bastante movimento. A dica é sempre a mesma: fique nas ruas principais, onde passam ônibus e há bares.

  30. Em minhas pesquisas estou encontrando informações desencontradas sobre o transporte de/para o aeroporto. Em alguns sites há a informação que há o ônibus executivo – em outros dizem que não tem mais. Não achei site oficial. De táxi eu gastaria uns R$ 80 cada trecho. Não queria alugar carro pois estarei sozinha, acho meio perrengue, apesar de que a diária sai um trecho do táxi. Mas mesmo assim queria uma forma econômica mesmo, essa viagem será bem low cost.

    Chegarei lá em um sábado às 23:30 e estarei hospedada no Rio Vermelho. Alguém sabe se ainda consigo ônibus executivo, ou mesmo o tradicional, que saia depois das 23:30?

    1. Olá, Camila! Existe um ônibus comum que faz a linha. Não sabemos se funciona à noite; mesmo que funcione, não seria uma boa idéia embarcar nesse horário, com mala. O táxi especial é tabelado; o táxi comum vai pelo taxímetro, na bandeira 2.

      1. Ó céus!

    2. Li que o tradicional é meio perigoso, ainda mais esse horário tão tarde e eu, mulher, sozinha. O ideal seria o executivo. Consigo?

      1. Olá, Camila! Não há ônibus executivo, só o comum.

        1. Olá Ricardo Freire. Estive lendo os comentários para achar algo sobre transfer em Salvador e vi esse comentário sobre não haver ônibus executivo. Achei esse site http://www.desenvolvimentourbano.salvador.ba.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=176&Itemid=49 que fala sobre um ônibus executivo que inclusive para na frente do Othon que é onde ficarei hospedado. No texto fala que era para a copa das confederações mas que talvez fosse mantido após esse período. Sabe alguma coisa recente se não existe mais mesmo? Grato e parabéns pelo site. Ele norteia muito minhas viagens assim como suas dicas na bandnews. Thiago

          1. Olá, Thiago! No meio do saguão de desembarque do aeroporto há um posto de informações turísticas. Se o ônibus tiver sido mantido, as meninas informarão. O ônibus que conhecemos é comum e custa R$ 2,80. Pega-se na segunda “ilha” em frente ao desembarque, à direita.

  31. Prezados,

    desembarcarei em Salvador dia 25/12 e no dia 26/12 quero alugar um carro para ir até Maragogi, onde ficarei até o dia 30/12. Retorno para Salvador, pois lá passarei a ano novo e voltarei para Brasília dia 05/01.

    A viagem até Maragogi é cansativa ? É melhor ir de carro ou ônibus ? Quero alugar o carro para conhecer as prais próximas à Maragogi.

    Desde já, muito obrigado.
    Guilherme

  32. Olá, Bóia!!!

    Estou indo para Salvador passar a virada do ano e gostaria de saber se tem alguma dica de qual a melhor região pra ficar e ter acesso à boa parte da cidade (Barra, Rio Vermelho, Pelourinho, etc.). Vou ficar em albergue mesmo… Fui há 10 anos atrás, mas o albergue ond fiquei não existe mais…. Vou sozinho e se tiver algumas dicas, serão bem vindas!!!

    Obrigado!!!

  33. Olá Bóia. Muito obrigado por todas essas dicas.

    Eu estou indo p/ Salvador no fim do ano, com minha namorada, ficarei 10 dias (do dia 25 ao dia 3). Ficarei hospedado no InterCity Premium Salvador. Fica na Av. Tancredo Neves, 2227, Stiep. Falaram que a localização é muito boa (comentários dos hospedes, mas não encontrei nada a respeito do que tem por perto, em que região realmente fica, etc. Pode me dizer, por favor, o que acha dessa localização??
    Alguma dica de festa de Reveillon? São todas muito caras, não sei se valem, hehe.

    Obrigado :)

    1. Olá, Felipe! No nosso caderninho, a localização não é nada boa. Fica numa área de interesse para viajantes de negócio, longe da praia e do Pelourinho. Se puder trocar, hospede-se na Barra, em Ondina ou no Rio Vermelho.

      Leia mais:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

  34. Bóia, só complementando: O hotel fica no Caminhos das Arvores. Isso é bom ou ruim??? rsrs

    Muito obrigado.

    1. Olá, Felipe! Caminho das Ávores é mais próximo que Stiep, mas continua longe da área de interesse turístico.

      A festa de Réveillon da cidade é no Farol da Barra. Excepcionalmente este ano, por causa de obras, o Réveillon não vai ser no Farol da Barra, mas no Jardim dos Namorados, conforme informa o leitor Murilo logo abaixo. Esse trecho fica perto do Caminho das Árvores. Mas para os demais passeios, você vai continuar longe.

      1. Bóia, obrigado pelas dicas.
        O InterCity Premium fica a 8 km do centro de Salvador, a 7 km do centro histórico do Pelourinho e a 4 km da Praia da Armação. Já o Estádio Fonte Nova e o bairro do Farol da Barra estão a 10 km do hotel. O Aeroporto Internacional de Salvador-Deputado Luis Eduardo Magalhães encontra-se a 15 km de distância.

        Como ficarei 9 dias, e ficarei mesmo nesse hotel (já paguei, rs), estou na dúvida se compensa mais alugar carro, táxi ou usar ônibus. O que acha?

        Muito obrigado e parabéns pelo site, é excelente.

        1. Olá, Felipe! Carro é interessante para os dias em que você fizer passeios para fora da cidade. Dentro da cidade, use táxi — até para não se incomodar com as blitze de Lei Seca.

          Leia:
          http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

    2. As Praias de Armação e Jardim de Alah são boas para tomar sol e cerveja, só. No mais, são praias com ondas fortes e correnteza, ótima para surf e esportes na areia. É pouco frequentada por banhistas. Não recomendo ir para lá.
      O Caminho das Árvores só é bom para quem quer ir aos maiores shoppings — Shopping Salvador, Iguatemi e Bela Vista. É perto da rodoviária e fica no fim da Avenida Paralela, que é a via expressa que leva ao aeroporto.

  35. Bóia, a festa de Reveillon de 2013/2014, excepcionalmente este ano, será no Jardim dos Namorados, por conta do Projeto de revitalização da orla em torno do Farol da barra. Nesse caso, Stiep ou Caminho das Àrvores, embora continue longe da área de interesse turístico, é bem próximo da área da festa de ano novo deste ano.

    1. Obrigada, Murilo! Vou corrigir.

      1. A festa de réveillon deste ano será na Praça Cayru ( a do Mercado Modelo ). A hospedagem mais conveniente para a festa será no Pelourinho.

        1. Aconteceu uma mudança de planos… A informação de Murilo foi verdadeira.

        2. Obrigada, Eunice!

  36. Olá!

    Estou indo pela primeira vez a Salvador dia 07/12 e dia 11/12 à Praia do Forte. Como dia 08/12, por coincidência, é dia de N. Sra Conceição da Praia/Oxum, gostaria de saber se vale a pena dar uma olhada nessa festa de largo. Devo evitar a região central por conta da muvuca? Alguém sabe dizer se seria possível visitar o Terreiro de Gantois nesse dia?

    Por fim, vale a pena alugar um carro para ir à Praia do Forte? Ou seria melhor pegar um transfer?

    Muito obrigado

    1. Olá, Renan! Para visitar o Gantois em qualquer época você precisa ter um contato.

      As festas de largo são o ponto alto de uma visita a Salvador. Vá sem celular, sem câmera e sem carteira para curtir sem stress.

      Alugar um carro para ir à Praia do Forte sai mais barato que ter um táxi à disposição e dá mais liberdade do que ir de excursão.

      Leia sobre as praias da região:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

    2. Renan estou pensando em ir para salvador neste final de ano acho que pós dia 20/12. tem algum lugar de hospedagem para me indicar?
      super abraço!
      Dowmow

  37. Boa Tarde,
    Irei para Salvador agora no sábado chegando por volta da hora do almoço com minha esposa e filha de 01 ano. Vou a trabalho e estou levando elas para aproveitar a cidade até domingo a tarde. Ficaremos até a quarta e estaremos hospedados no Pestana Bahia no Rio Vermelho. Quais os pontos turísticos que tem diversão para crianças? Os restaurantes na região oferecem comida para crianças, ou seja, sem muito tempero/pimenta? Terei somente reembolso do táxi do aeroporto / hotel / aeroporto. Vale a pena alugar um carro no aeroporto e devolver na cidade?
    Obrigado!

    1. Olá, Rodrigo! Se você tem reembolso do táxi desde o aeroporto, por que vai alugar o carro para fazer o percurso? Não entendemos. Você pode alugar e devolver o carro na cidade, se quiser alugar.

      Pontos turísticos e diversões para crianças são coisas diferentes. A Torre Eiffel tem diversão para crianças? O Coliseu tem diversão para crianças? O Pelourinho ou o Farol da Barra tem diversão para crianças? Diversão para crianças você vai ter no seu hotel, em praias calminhas como o Porto da Barra, Itacimirim e Imbassaí, nos tanques de tartarugas do Projeto Tamar na Praia do Forte.

      A comida na Bahia não vem com pimenta, a pimenta sempre vem à parte.

      Leia mais:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/08/roteiro-2-dias-salvador/

      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

      1. terei reembolso somente no translado entre aeroporto / hotel / aeroporto. Para rodar na cidade não terei, pois o congresso será no próprio hotel onde ficarei hospedado.
        Esses lugares indicados para ir com criança são perto do Pestana?
        obrigado.

        1. Olá, Rodrigo! Para a Praia do Forte você pode pegar um passeio no hotel ou alugar um carro numa agência central das locadoras (não precisa ser no aeroporto). Para ir à praia e ao Pelourinho, vá de táxi.

        2. Sei que já passou a visita do Rodrigo, mas para quem vier depois: há pelo menos um ponto turístico que é bom para crianças, sim: o Solar do Unhão. Nos fins de semana há atividade de pintura (costuma juntar muitas crianças) no muro. Gratuito e com instrutores, para todas as idades. O Parque das Esculturas, um dos setores do Museu de Arte Moderna, que fica no Solar do Unhão, fica ao ar livre, tem várias plataformas em níveis diferentes e de frente para o mar. Ótimo para criança brincar.

  38. Rick/Bóia,
    O local do reveillon de Salvador, em razão das obras, foi mais uma vez alterado. Dessa vez para a Praça Cairu, próxima ao Mercado Modelo. Fonte: http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/materias/1551633-reveillon-e-carnaval-2014-oferecem-novos-atrativos

    1. Olá, Murillo! Obrigada pela informação! A Eunice também já tinha dado!

  39. Estou indo a Salvador juntamente com 3 amigas e uma criança, é a primeira vez na cidade, então temos algumas dúvidas/inseguranças. Vamos de avião ficaremos do dia 20/12 ao dia 26/12 no Pestana Louge (Rio vermelho), estamos em dúvidas se devemos alugar carro, comprar os pacotes de passeio do hotel, pagar um guia turístico,ou usar o transporte coletivo da cidade, queremos conhecer outras praias e aproveitar o máximo com o melhor custo/benefício…
    Agradeço de puder dar dicas.

    1. Olá, Sany! Alugar carro é interessante nos dias de fazer passeios para o litoral norte (Praia do Forte com tartarugas, Itacimirim com praias calmas, Imbassaí com riozinho, almoços na Sombra da Mangueira em Diogo ou no Mar Aberto em Arempebe).

      Dentro da cidade, valerá mais a pena usar táxi para ir ao Pelourinho e o ônibus Salvador Bus para visitar outros pontos turísticos, como o Bonfim, a sorveteria da Ribeira e o Farol de Itapuã.

      Leia mais:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

      http://www.viajenaviagem.com/2012/08/roteiro-2-dias-salvador/

  40. Bom Dia.Estarei no hotel Mar Brasil em itapua. e gostaria de fazer um city tour pela manha no centro historico. estamos em 4 pessoas. é melhor contrata uma empresa ou fazer de taxi mesmo?

    1. Olá, Fabio! No seu hotel você encontrará contatos para passeios guiados, mas é perfeitamente possível ir de táxi e fazer por conta própria.

  41. Boa tarde Ricardo,
    Em Abril estarei viajando com a minha esposa para Salvador num período de 7 dias, ficarei quase 3 dias em Morro de SP e estou na dúvida onde fico ao Norte, Imabassaí, Forte ou Itacimirim seriam as primeiras opções, exitem outras melhores ou qual dessas seriam a ideal, por favor?
    Terias alguma outra dica boa para a região, por faovr?

    Obrigado.

  42. Olá! Ficarei duas noites em Salvador e gostaria de indicação de dois restaurantes.
    Obrigada, abs.

      1. Mais alguns restaurantes:

        Aconchego da Zuzu (bairro: Fazenda Garcia): ótima comida, sem luxos, mas confortável, serve de feijoada a moquecas. O feijão é bem famoso e costuma terminar rápido (uma vez fui num sábado, cheguei 13h30 e já não tinha). É bom ligar antes para reservar e saber o que será servido. Fica numa casa. A Fazenda Garcia é um bairro não-turístico, mas é de lá que sai a Mudança do Garcia, um bloco de Carnaval que não pertence ao circuito oficial mas que sempre “invade” a fila e leva protestos e irreverência para a avenida.
        O bairro fica colado no Garcia, que, por sua vez, leva ao Teatro Castro Alves e ao Campo Grande.

        Porto Moreira: comida “pesada”, popular, restaurante tradicionalíssimo, já foi muito frequentado por políticos, fica no centro. Não é caro. Serve coisas como moqueca de carne (com ovo e camarão seco, imperdível; sim, moqueca não é apenas de frutos do mar), língua, lombo. Partes menos “nobres” do boi. É um programa de insiders, cultural mesmo. Vá com tempo para comer e tomar uma cachacinha depois, enquanto faz a digestão.
        O restaurante fica na Avenida Carlos Gomes, que faz a ligação entre a Praça Castro Alves e o Campo Grande. Até o ano passado, a avenida fazia parte do circuito do Carnaval. Fica paralela a Avenida Sete de Setembro.

        Donana: popular, ganhou destaque nos últimos tempos pela comida baiana que serve. Dizem que a moqueca ultrapassa até a do Iemanjá. Enquanto você espera (sempre cheio nos fins de semana), pode tomar uma cerveja nos bares que cresceram ao lado do restaurante. Fica em Brotas.

        Casa Lisboa: para enófilos, têm uma enorme adega. Servem comida portuguesa. Um tanto caro. Fica na Avenida Sabino Silva, que liga o bairro de Ondina ao bairro da Barra. Boa opção para quem está na região.

    1. Restaurantes caros e cotados: Amado (avenida Contorno), Casa de Tereza (Rio Vermelho), Paraíso Tropical (Cabula).
      O Amado é ultra premiado. Tereza começou na Praia do Forte e é o mais novo dos três. O Paraíso é quase folclórico, mas pelo que tenho ouvido, a qualidade do atendimento tem caído. Espera de 2 horas não é fato raro.

      Japoneses: Takê (Rio Vermelho, se der sorte, dá para se sentar com uma belíssima vista), Soho (Avenida Contorno, debruçado no mar; o Soho fica na Bahia Marina, onde há pelo menos outros 4 restaurantes; eu tive experiência ruim no Laffayette, não acho que valha a pena) ou Gattai (ótima comida, mas fica dentro do Shopping Salvador).

      Charmosos: recomendo muito o La Taperia, espanhol que fica no Rio Vermelho. Reserve. Só abre à noite.
      Há também o La Pulperia, de carnes (nunca fui, mas ouvi muito bem a respeito), que fica em Brotas. Sugestão: ligue para o serviço Elitte Táxi e dê o endereço; a referência é “indo pela Vasco da Gama, sobe a Ladeira do Acupe”. O restaurante fica em uma entrada no meio da ladeira. Não é óbvio, mas é fácil.

      Italianos: se não quiser errar, vá no Alfredo Di Roma (Ondina). Você vai sair sorrindo da mesa. Outro tradicional, no Caminho das Árvores: Bella Napoli.

      Comida baiana: o Paraíso Tropical serve. O Iemanjá é bem tradicional. O Ki-Mukeka parece feio, mas a comida é boa.

      Todos eles estão no site da Veja Salvador. Veja mais informações lá.

  43. Vou para Salvador em breve. Ficarei na cidade apenas três dias. Meu destino é o Morro de São Paulo. Mas não consegui, ainda, informações seguras sobre um bom lugar para ficar. Leio que o Pelourinho é perigoso. A Barra é perigosa. Preciso ficar perto da embarcação para o Morro. Gostaria de saber se tem mesmo um ônibus executivo que sai do aeroporto e deixa a gente na região desses hotéis; e se desses bairros é possível acessar o local de embarque para o morro. Obrigada. Grande abraço

    1. Rosane,
      Há vários bons albergues e alguns bons hotéis no Pelourinho. É mais perigoso à noite. Não é assustador, mas tem ruas desertas.
      Na Vitória ou na Barra há bons hotéis. Não é um lugar perigoso. Tome os cuidados básicos e sua visita será tranquila. Barra e Vitória estão ao lado do Campo Grande. Do Campo Grande, descendo a Avenida Contorno de táxi, você chega no terminal em 10 min. mesmo.

      Minha sugestão? Fique na Barra, onde você pode tomar um banho de mar tanto no Porto quanto no Farol.

  44. Estarei em Salvador no dia 23/03/2014 gostaria de saber a melhor forma de ir do aeroporto para o hotel Golden Park em Pituba as 22:30 e o preço médio do taxi. No dia 24 gostaria de fazer um city tour completo, o que é melhor contratar um passeio próprio de alguma agência ou fazer através do Salvador Bus, qual é mais completo? No dia 25 irei para o Iberostar Bahia, qual o transfer mais barato? Poderia indicar alguma empresa que faça esse serviço a menor custo?

    1. Olá, Ricardo!

      Todos esses assuntos são abordados neste post:
      http://www.viajenaviagem.com/2014/01/salvador-como-chegar-aeroporto-vale-pena-alugar-carro/

  45. Boa noite Ricardo Freire, Bóia e internautas!!Volto a esse maravilhoso site para agradecer a todos pelas dicas e informações preciosas gentilmente publicadas aqui, para facilitar o viajante nas suas andanças pelo mundo afora!!!E, agora, em especial, gostaria de deixar algumas dicas e sugestões para quem está indo para Salvador!Estivemos,em férias,na Bahia, agora em janeiro.Ficamos encantados em rever Salvador após 17anos!Um Centro Histórico revitalizado, preservado,sem mendigos,com policiamento.Assim como toda a cidade, limpa,policiada, sem mendigo, com uma boa estrutura de transporte,mesmo na ausência de metrô.
    Ficamos hospedados no Ondina Apart Hotel Residência,em Ondina. Um ótimo hotel,bem localizado,com funcionários solícitos.Nosso voo chegou cedo,e prontamente fizemos o check-in bem antes do horário.Um bom café da manhã,ótima piscina, de frente para o mar!No prédio do hotel, tem cafeteria, lanchonete,assim como ao lado dele. E serve bons lanches a preços idem!O melhor de tudo, é a variedade de sucos de frutas regionais que acompanhavam nossas refeições, em qualquer lugar!Cada um mais gostoso que o outro!
    Bem, quanto ao transporte aeroporto/hotel, seguimos as dicas do site e fomos de ônibus de linha, bem seguro,que sai do lado de fora do aeroporto, passando o estacionamento. A tarifa de $2.80 por pessoa.Era domingo, levou mais ou menos 1he pouca. Parou para pegar passageiros,banhistas rumo à praia.O ônibus pára em frente ao hotel.Uma das vantagens de ficar hospedado na av.Oceânica é essa.A facilidade de transporte, tanto para ir/vir do aeroporto como para ir ao centro, ao porto…Já para voltarmos ao aeroporto, optamos por ir de táxi.De Ondina até lá, $80.00, em 40minutos, se o trânsito for tranquilo, por isso é importante ver bem o horário do voo, para calcular todo o tempo necessário para os procedimentos de embarque.Quanto aos demais meios de transporte,passa em frente ao hotel, lotação “BTU EXECUTIVO”, $3.80 por pessoa, linha Praça da Sé.Na verdade,o terminal é um pouco antes da praça.Enfim,na av. Oceânica há muita facilidade no transporte.
    Aqui vão algumas dicas para almoço no Pelourinho: Casa do Amarelindo e Café Brasil, ambas na rua das Portas do Carmo. Qualquer uma delas, o ambiente ótimo e as refeições idem! Na Casa do Amarelindo,funciona também uma pousada. O ambiente é mais requintado.Os valores bem em conta!Picolés de frutas regionais,por $1.50, também no Pelourinho,ao lado da loja em que Michael Jackson gravou o famoso clipe.Aí também está a baiana D.Dica, vendendo acarajé e as cocadas.Depois tem direito a uma foto, como recordação! Sr. Milton vende suco de limão com côco, ali também, em frente a Casa de Jorge Amado.Simpático, oferece a prova de seu suco e faz um excelente trabalho quanto a preservação da limpeza do local!
    Vale a pena visitar o Convento de São Francisco, embora o de Olinda esteja, parece que bem mais preservado. Paga-se $5.00 por pessoa.Fizemos um opcional, pedi informações ao hotel, para a Praia do Forte.O nome da empresa é PRIVÉ TUR. Estava incluída, uma chegada na Lagoa de Abaeté. Depois seguimos para lá. Vale a pena conhecer o belo trabalho do projeto TAMAR (preservação das tartarugas marinhas), paga-se $15.00 por pessoa para entrar. A vila da Praia do Forte é uma graça. Na volta, parada para banho na praia de Guarajuba.Preço por pessoa $80.00.Amanhã,sigo o comentário sobre Morro de São Paulo.

    1. Obrigada, Maria Paula! :D

    2. Como morador de Salvador e entusiasta da cidade, não gosto de menções a “mendigos” como se eles fossem empecilhos aos turista.
      São pessoas em situação de rua. Alguns são viciados em drogas. Outros cometem crimes. Mas, a maioria, apenas vive na rua por pobreza ou mesmo opção.
      Moradores de rua não são animais sedentos de sangue de turista.
      Fico feliz que tenha gostado da visita, mas afirmo que a cidade não é bem policiada, é policiada nos locais turísticos, mas em muitos bairros populares, a polícia não entra e o crime reina.

  46. Olá, Bóia!

    Estou programando uma viagem a dois para Salvador no feriado próximo (Semana Santa).
    Comprei pacote de estadia no Hotel B em frente a praia de Amaralina(Av. Amaralina – Salvador)onde ficaremos por 03 dias(chegada 18/04 e partida 21/04). Nunca estivemos em Salvador antes, gostaríamos de dicas de que roteiro seguir para conhecer os principais pontos turísticos da cidade – de preferência com o meio de transporte mais barato – pois não sabemos nada a respeito da localização do hotel nem o que há de bom por perto.
    Obs: adoramos praia, se possível incluir as melhores no roteiro e como fazer para visitar o Morro de São Paulo, bem como bares e restaurantes para curtir a noite baiana.

    1. Olá, Amanda! Falamos sobre as praias de Salvador e arredores aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/comment-page-1/#comment-371217

      As dicas da cidade você encontra nesta mesma página (clique nos links!) e também por esse caminho:
      http://www.viajenaviagem.com/category/salvador/

  47. Hallo Ricardo estarei hospedado na pousada betel itapua venho a Salvador para ver o jogo alemanha contra Portugal gostaria de saber se é possivel dizer-me qual o meio mais facil e economico de chegar até a arena fonte nova.Agradeco-he antecipadamente aqui de Hamburgo.

    1. Olá, Dionisio! Itapuã está a uns 25 km da Fonte Nova. Perto do evento o esquema de transporte e acesso estará melhor divulgado. Entre em contato com a sua pousada, eles saberão informar.

  48. Boa tarde,
    Estou me programando para viajar( casal) em setembro por uma agência de turismo, pretendo permanecer por uma semana em Salvador, verifiquei que a maioria dos dias é livre e tenho conhecimentos de outros viajantes que no máximo 2 dias são suficientes para conhecer a capital Salvador, motivo pelo qual estou lhe escrevendo no intuito de suas ” dicas ” para passeios ( preferência oníbus/vans de turismo – por segurança ) para praias ou locais distantes até uns 80 km da Capital ou outras dicas que você possa me fornecer – Já li owww.viajenaviagem.com – salvador.
    Agradeço a acolhida deste pedido e fico no aguardo de uma resposta. Sao Paulo – Capital

    1. Olá, Rodrigues! Infelizmente não temos dicas de tours fechados, mas você pode ver passeios para várias praias, aqui: http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

  49. olá Bóia , estou planejando uma viagem para Salvador em agosto eu ,meu marido e meu filho de 11 anos, gostaria de saber indicações de passeios,
    pois fico só 3 dias, aguardo resposta … obrigada

    1. Olá, Elaine! Clique nos links desta página-guia para dicas.

      Para mais dicas: http://www.viajenaviagem.com/2012/12/praias-bahia-salvador-guarajuba-itacimirim-praia-forte-imbassai-sauipe-mangue-seco/

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!