Maceió

Água na boca

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A orla mais fotogênica do Nordeste fica em Maceió. Grande parte dos visitantes, porém, só vê as praias urbanas na hora de sair do hotel e de voltar, no fim da tarde: ao norte e ao sul existem praias ainda mais bonitas, e com balneabilidade melhor.

Depois de um dia de passeio, Maceió recebe você de volta com a mais variada coleção de restaurantes que você encontrará numa capital do seu porte. Do sururu nativo à comida peruana, a mesa de Maceió é tão apetitosa quanto suas praias.

Quando ir

O tempo é mais firme entre setembro e março. Os meses mais propensos a chuvas são maio e junho. O mar é bonito o ano inteiro, mas fica mais claro nos últimos e nos primeiros meses do ano. O alto verão é também quando a bela praia urbana de Ponta Verde oferece balneabilidade.

O Réveillon é bastante movimentado, com pelo menos duas mega-festas produzidíssimas. É possível comprar ingressos perto do dia, em postos de vendas nos hotéis.

Em janeiro a elite da cidade se transfere para a Barra de São Miguel, 30 km ao sul, onde também acontece o Carnaval de rua da região. Já o melhor São João é na cidade histórica de Marechal Deodoro, 20 km ao sul.

Maceió: quando dá praia?

Como chegar

Maceió é ligada por vôos diretos a São Paulo, Rio, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Aracaju. De outras cidades é preciso fazer conexão em alguma dessas cidades (na maioria das vezes, São Paulo ou Salvador).

São Miguel dos Milagres está a 100 km ao norte: é preciso sair da estrada logo depois de São Luís do Quitunde. Maragogi fica a 130 km; a viagem leva entre duas horas e duas horas e meia, por causa do trânsito pesado de Maceió até Paripueira e das curvas da serrinha no interior.

A BR 101 liga Maceió a Aracaju (285 km ao sul). Mesmo depois que concluírem a sua duplicação, o caminho mais bonito continuará sendo a litorânea AL 101 Sul, que permite a entrada em várias. (Para prosseguir a Sergipe, pegue a balsa de Penedo para Neópolis.)

Onde ficar

A orla de Pajuçara é o endereço de boa parte dos hotéis de Maceió – e do comércio voltado para os turistas, incluindo feirinhas de artesanato.

O bairro mais interessante de Maceió, no entanto, é a Ponta Verde, vizinha da Pajuçara. Por ali você na praia mais bacanas e se sentirá num ponto mais residencial e menos turístico.

O outro pólo hoteleiro importante da cidade é a Jatiúca, onde ficam os hotéis com maior estrutura. A beira-mar por ali tem tapioqueiras e até forró (mas o mar nunca está em condições de banho).

Para ficar pé-na-areia fora da cidade, escolha entre resorts em Pratagi e Ipioca (20 e 30 km ao norte), e hotéis na Barra de São Miguel (30 km ao sul).

Veja um dossiê detalhado das praias, hotéis e restaurantes de Maceió aqui.

O que fazer

Alugue um carro. Mas quando der preguiça, pegue praia em Ponta Verde, em barracas como a Lopana e a Canoa. (Veja 5 bares de praia em Maceió e arredores que eu recomendo.)

Se for ao litoral norte (recomendo ir ao Hibiscus, em Ipioca), almoce na volta num dos restaurantes dos Altos de Ipioca. Voltando do litoral sul (Barra de São Miguel é a mais gostosa), a parada obrigatória é nos restaurantes à beira do canal da Massagüeira.

Eu explico toda a região -- para você escolher o que visitar -- neste post.

Não recomendo fazer o bate-volta a Maragogi: é muito puxado (Paripueira é mais perto). O passeio à foz do São Francisco fica mais confortável quando você dorme em Penedo.

Maceió no Viaje na Viagem

160 comentários

Cristiano
CristianoPermalinkResponder

Hoje estive na Pizzaria Nicole. Fui conhecer porque ao passar de taxi achei o lugar agradável. Como estou em viagem com minha família, fomos eu, minha esposa, uma amiga e meus dois filhos.
Ao chegar, optamos pelo rodízio e experimentamos o primeiro pedaço da pizza, sendo que adorei o sabor da massa. Foi só. A partir daí começou o que viria a ser a pior experiência de minha vida em um restaurante.
De início, não fomos mais servidos por um bom tempo. Enquanto isso, os "garçons", um bando de moleques que ficava gritando e brincando na hora de servir, não tinham critério algum de distribuição pelas mesas. Parecia que cada um ia para aonde bem entendesse. Quando percebemos que já fazia uns 10 minutos que ninguém notava nossa presença, reclamamos com um menino-garçon, que passou a nos servir muito a contra gosto. Mesmo assim, chegaram poucas opções, no máximo 04. Por fim desistimos.
Resolvi então implorar pelos sabores doces. Ocorre que enquanto esperávamos, começamos a chorar.... Parece piada. Dentro da cozinha, estavam preparando cebolas, e lá fora, nós estávamos em pranto. Não era pelo péssimo serviço. O gás oriundo da cebola chegou até onde estávamos sentados, tornando impossível permanecer no ambiente. Enquanto isso, os garçons adolescentes se divertiam rindo do nosso sofrimento em contato com o sulfóxido de tiopropanal das cebolas.
Chegaram as pizzas doces que não eram de todo ruins, apesar de temperadas com o sumo de cebolas.
Pedi a conta que não chegou. Com pressa de deixar a sessão de tortura a que estávamos sendo submetidos, me dirigi até o caixa que era um computador ajeitado sobre 03 engradados de cerveja. A mocinha do caixa, "mui" simpática, passou uma pessoa na minha frente, como não poderia deixar de ser.
Acertei e pedi a ela que, por gentileza, solicitasse um táxi para nos levar ao hotel. Ela simplesmente disse que desconhecia qualquer número ou serviço de táxi. Mesmo estando em Maceió, uma cidade litorânea que tem entre suas principais rendas, o turismo.
Minha impressão: PÉSSIMO SERVIÇO, ATENDIMENTO NOTA ZERO, MÁ VONTADE DE FUNCIONÁRIOS, FALTA DE PROFISSIONALISMO. PIZZARIA DE QUINTA CATEGORIA. AOS VISITANTES DE MACEIÓ, NÃO PERCAM SEU TEMPO NESTE LUGAR HORROROSO. HÁ MUITOS RESTAURANTES BONS. VÃO POR MIM, AO SE APROXIMAR DE NICOLE PIZZARIA TROQUEM DE PASSEIO!

Ellegancy Costuras

Ficamos em Ponta Verde-Maceió entre os dias 13 a 20/01/2015.

Fomos indicados a irmos para Maceió através da Agência NGR Turismo, onde fomos super bem atendidos...Site http://www.ngrturismo.com.br/

Vimos nesse mesmo site algumas pessoas falando do Guia Edmar Barreto-cujo telefone( e whtas app) é o 82 8833-6061 .

Fizemos contato e ele rapidamente nos respondeu com a foto da carteirinha da Embratur, entre outras. Foi super atencioso e o conhecemos lá.

Fechamos os passeios através das dicas que ele nos deu para aproveitarmos melhor com nossa filhota de quase 5 anos.

Passeamos no Hibiscus( imperdível para quem for à Maceió), Dunas de Marapé, Foz do Rio são francisco, praia do gunda e no último dia fizemos por nossa conta a praia de Pajuçara onde pegamos o barco e fomos ver o coral....também é lindo. Não fomos à maragogí por ser longe e temermos o cansaço da nossa pequena.

Maceió foi inesquecível, super acolhedora, lindas praias. Quem puder se aventurar e andar pelas praias afim de conhecer lugares mais exóticos e nativo,vá.

Na praia do gunga, tente negociar com o bugueiro para ele ir até as falésias e depois até a lagoa, e só buscar a tarde ( em baixa temporada deve ser possível), pois ficar na praia do gunga é muito cheia, não vale tanto a pena).

Tb é imperdível na praia do gunga pegar o barco até os corais. Enfim, foi tudo muito gostoso e agradecemos ao Edmar e ao Júnior( guia que trabalha com ele).

Facebook do Edmar: https://www.facebook.com/edmar.barreto.7

Ariany Nichetti

Ola.... viajarei em setembro, e por ja ter lido aqui no site que não é interessante fazer o bate volta a maragoggi, vou dividir a viagem ao meio..rsrs
irei dia 24/09 e irei em embora dia 01/10.
Quantos dias voce recomenda ficar em maceio e quantos dias em maragoggi?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ariany! Tudo vai depender das suas expectativas de passeios ou praia. Mas você pode dividir a viagem meio à meio sim. smile

Ariany Nichetti

pensei em ficar do dia 24 a 27/09 em maragoggi, e ir pra maceio e ficar ate dia 01/10. Seria pouco tempo pra conhecer maragoggi? seria melhor fazer meio a meio e ficar do dia 24 a 28/09 em maragogi e ir pra maceio no dia 28 e ficar ate 01/09? quais os passeios voce me indicaria a fazer em maceio e em maragoggi?
e desde ja agradeço!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ariany! O importante é ter pelo menos um dia inteiro em Maragogi, para fazer o passeio das piscinas naturais. Se ficar de 24 a 27, está bom. Para dicas de passeios, leia o post acima. wink

Julio Reis
Julio ReisPermalinkResponder

Canions do Xingó a partir de Maceió alugando carro.

Decidi fazer o passeio para o Canion do Xingó a partir de Maceió, uma viajem mais longa do que a partir de Aracaju. Aluguei um carro numa locadora local (Wagner Locadora de Carros, Cel. (82) 9914-4262 e paguei praticamente a metade do que gastaria numa dessas locadoras tradicionais, apenas R$ 80,00 a diária com kilometragem livre e taxa de limpeza do carro no valor de R$ 30,00 no ato da entrega (detalhe: eles entregam o carro e buscam na porta de onde você estiver hospedado) e o pagamento é feito em cash antecipado. Levei exatamente 5 horas dirigindo desde a Ponta Verde até a cidade de Piranhas, num total de 320 kilômetros, com duas paradas rápidas para café e xixi. Você vai numa boa a 100km/h pois as estradas são retas infindáveis e bem pavimentadas. Chegando a Piranhas, você deixa suas coisas na pousada e segue para o distrito de Canindé de São Francisco, 10 min de carro, onde você pega o catamarã para o Canion. Chegando em Canindé, você paga R$ 84,00 reais pelo passeio em cash (eles não aceitam cartão) que sai às 11:30 da manhã e dura em média 3 horas, sendo uma hora para ir, outra para ficar se banhando no meio do Canion e mais uma hora para voltar. Durante o passeio são servidos pastéis bem saborosos e bebidas a preços bem razoáveis. Para quem não quiser comer nada, pode já na ida comprar a pulseira para o almoço buffet self service a R$ 32,00 (que inexplicavelmente, apesar de pertencer ao mesmo dono, pode ser pago com cartão de crédito) para almoçar na volta. A comida é farta e honesta, ponto final, nada demais. Sobremesas a R$ 6,00 e sucos a R$ 5,00. Há loja de artesanato e lembranças assim como cafeteria e uma área para a espera da balsa caso chegue antes, com espreguiçadeiras, cadeiras e o rio para se banhar.
Quanto ao passeio em si, acho que fica melhor na foto do que no real. Esperava mais e pensei que os Canions fossem mais altos e mais estreitos mas valeu o passeio e recomendo. Quando o catamarã para para nos banharmos, todos vão para uma grande área demarcada por rede (para que nenhum peixe entre na área de banhos) e ficamos lá com macarrões e coletes, naquela água deliciosa e cristalina confraternizando nessa grande farofa. A sorte que fui na baixa estação e a turistada já tinha retornado para suas cidades. Lá mesmo você paga R$ 10,00 para um barqueiro te levar num percurso de 50 metros entre os canions até começar uma trilha a que você não tem acesso pois ai o barco volta para o catamarã.
Apos o passeio de catamarã, você volta para a pousada em Piranhas, deixa as coisas e pode ir se banhar no Rio São Francisco, com águas cristalinas e temperatura agradável. Em muitas pousadas de Piranhas não se aceita cartão de crédito, portanto sempre carregue dinheiro contigo. Fiquei na Luar do Sertão, ótima, porque a Maria Bonita não aceitava cartões. A cidade de Piranhas é bem pequena e graciosa, vale sim um visita percorrendo suas ruas e você gastará um pouco mais de uma hora. Minha sugestão é que você pernoite em Piranhas e no dia seguinte, faça o reconhecimento da cidade, depois dê uns mergulhos e parta de volta para Maceió. Não há pedágios na ida ou vinda e o custo total de gasolina foi de R$ 190,00, levando o mesmo número de horas na volta. A estrada é bem sinalizada e o GPS funcionou bem e os caminhos são bem sinalizados mas é importante prestar atenção, pois na verdade pega-se apenas duas rodovias e nada mais. Você pode também pegar um onibus na Rodoviária de Maceió para Olho D´água do Casado e pegar uma van para Canindé do São Francisco. E se você não tem tempo algum para pernoitar em Piranhas, é possivel fazer a viagem num único dia, pagando o serviço de Van que parte da Praia da Pajuçara ao preço de R$ 100,00 apenas o transporte, durando o passeio o dia todo.

Fatima Diversi

Vou a Maceio em fevereiro e achei suas dicas ótimas!!

Débora
DéboraPermalinkResponder

Boa noite!
Sou de BH e vou em março para Maceió e a volta será de Recife. Ficarei 15 dias e gostaria de saber quais as dicas e orientações que você pode me dar.
Quero conhecer as praias mais lindas, fazer mergulho, pousadas com preço bacana para casal, e aluguel de carro seguro e em conta. Pretendo ir ao Canindé do São Francisco.
Você poderia me ajudar? Qual seria a melhor rota levando em conta que chegarei em Maceió.
Obrigada!
Débora

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Débora! Damos sugestões aqui, incluindo um roteiro de Alagoas + Pernambuco: http://www.viajenaviagem.com/2013/10/praias-alagoas-maceio-frances-barra-sao-miguel-gunga-coruripe/

rafael henrique

ola debora td bem?
tb sou de MG, eu e minha esposa estamos indo para maceio em março tb

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Debora, qdo vc for à Recife não deixe de conhecer Porto de Galinhas,a Vila é bem gostosinha e as piscinas Naturais são lindas.... vá a praia de Carneiros é linda! Muro Alto tbém é bonitinha, parece uma lagoa. Fui tres vezes pra Porto e não me canso...mas esse ano estarei indo conhecer Maceió,tbém em Março! Boa Viagem!

katia
katiaPermalinkResponder

Boa noite! aprecio muito este site, pois tem me ajudado em minhas viagens... Passarei o carnaval em Maceió, saindo de Salvador, e gostaria de saber se vale a pena, em termos de quilometragem, pegar a balsa que faz a ligação entre Sergipe e Alagoas. Pesquisei muito e não encontro a resposta: quanto tempo dura a travessia e quantos quilômetros vou economizar pela balsa.
Agradeço muito!!
Um abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Katia! O interessante de ir via balsa é passar por Penedo. A estrada do sul de Alagoas está em bom estado. É provável que o caminho via balsa seja mais longo (ponha Salvador-Neópolis e Penedo-Maceió no Google Maps) mas você se livra dos caminhões da BR 101.

cristiane
cristianePermalinkResponder

Boa noite.

Estou querendo ir a Maceio em Maio
É um mês chuvoso ou é de sol?
Será que que em maio a maré está baixa para conhecer as piscinas naturais?

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Maio é um mês chuvoso. D6e uma olhada no nosso Praiômetro - http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe
Veja também - http://www.viajenaviagem.com/2010/11/piscinas-naturais-7-dicas-para-nao-perder-a-viagem

Cristiane
CristianePermalinkResponder

Adorei o site, ótimas dicas
Qual lugar que é lindo e que tenha sol em Maio?
snif,snif quero praia rs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Pense no Sudeste e em Santa Catarina:
http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

Cristiane
CristianePermalinkResponder

Que pena.
Agora terei que ver outra opção
Obrigada pela a dica, me ajudou muito.

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Boa tarde

Comprei passagem para Maceió em Maio, ficar 9 dias entre Maceió,maragogi, porto de galinhas e voltar por recife.Pretendo alugar um carro.

Quantos dias poderei ficar em cada lugar?

Quem tiver dicas dos lugares mais bonitos e de hotéis baratos por favor me informe.

Obrigado.

Denise
DenisePermalinkResponder

vou passar cinco dias em Maceio no ,mes de abril, o que vcs me indicam fazer e ir ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! Veja as dicas da seção “O que fazer?”, mais acima.

Leia também:
http://www.viajenaviagem.com/2013/10/praias-alagoas-maceio-frances-barra-sao-miguel-gunga-coruripe

Andria Palmeira

Boa Noite
Estou querendo ir em Maceio em setembro com monha familia estou em duvida em relação ao o hotel
Fiquei indecisa entre Ritz Lagoa da Anta e o Maceio Mar Hotel, compensa pagar meia pensão?
estou com uma criança de 5 anos quais as melhores praias para ir com criança?
Obrigado desde ja pelas dicas

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andria!
Aqui está tudo explicado:
http://www.viajenaviagem.com/2012/04/maceio-as-praias

Tati
TatiPermalinkResponder

Permita-me dar um pitaco em sua viagem: Levei meus filhos com 3 e 5 anos para Maceió. Até hoje a pequenininha fala que adorou (ela tinha 3 anos), tanto que vou voltar agora em outubro de 2015. A paria da ponta Verde é bem sossegada, a do Francês também muito gostosa, mas a que mais adoramos foi Paripueira. O mar é muito rasinho, cristalino e passam peixinhos pelos nossos pés. Foi um passeio ótimo, que pretendo repetir esse ano. Boa viagem!

Nayara
NayaraPermalinkResponder

Boa noite, estamos organizando para viajar para maceio de 11 a 21 de Junho então gostaria de saber se esse período é chuvoso? e se dá pra ir nas piscinas naturais de maragogi? Gostaria de dicas...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Oá, Nayara! Esse período é chuvoso:

http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

Não recomendamos o bate-volta a Maragogi, sobretudo em período chuvoso:

http://www.viajenaviagem.com/2012/04/por-que-eu-nao-recomendo-o-bate-volta-de-maceio-a-maragogi

Greydilmer
GreydilmerPermalinkResponder

Estive com amigos em janeiro/15 (06 a 13). Gostamos de muita coisa na cidade. Orla linda, segura e ativa. A Lopana deu de 10 a zero na Kanoa, que só tinha música ruim e sempre vazia demias.
Alugamos carro e não recomendo. As melhores praias são afastadas e como são ao longo da AL-101 (rodovia) há polícia rodoviária e blitz. Assim, só se o motorista for abstêmio, caso contrário, não há como beber nas praias.
E como companheiro é companheiro, ficamos todos sem beber.
Hibiscus em Ipioca é muito bom, mas o tal Praêro em Barra de São Miguel foi a maior cilada. Deve ser bom em baixa temporada, mas em janeiro estava horrível. Até propina o garçon pediu.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Olá, vou para Maceiô em agosto, gostaria de dicas de passeios é melhor eu fechar um ''pacote'' com uma empresa ou eu vejo isso la na hora? O que compensa mais?
E a onde eu posso comer que seja BBB ( Bom, Bonito e Barato)kkk. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Pacotes fechados tendem a custar um pouco mais caro, mas você ganha na comodidade de não ter que se preocupar com nada. Já está tudo pronto para você. Se for contratar os passeios em Maceió, pode ser que acabem custando a mesma coisa. Só pesquisando para saber. Uma outra opção é fazer os passeios por conta própria. Veja o que é melhor para você.

Peça dicas de restaurantes mais em conta para o seu hotel. Eles poderão indicar lugares bons e perto do hotel. wink

gislene
gislenePermalinkResponder

Estou em Maceió, Ponta Verde. Estou amando o lugar. O que menos gostei foi Maragogi.O melhor: Barra de São Miguel.

Maria Ines Vargas

Ola Boia ! Em um post antigo, o Ricardo mencionou uma locadora de carros em Alagoas que não cobrava taxa de retorno. Não estou encontrando este post. Você poderia me informar qual é o nome desta locadora ?
Alguém por aí fez este tipo de locação ? Será para pegar em Maceió e devolver em Aracaju.
Obrigada !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Inês! A Unidas de vez em quando oferece essa vantagem. Confira no site se está sendo oferecida.

Maria Ines Vargas

Valeu !!

Flávia
FláviaPermalinkResponder

Boa tarde,
Vc saberia dizer um local para almoçar entre o aeroporto de Maceió e São Miguel dos Milagres? Vamos chegar bem na hora do almoço! Obrigada, Flávia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavia! Se for pela AL-101, pode parar na Villa Chamusca, nos altos de Ipioca.

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Olá acabei de chegar de Maceió essa semana, passei 8 dias conhecendo cada dia uma praia diferente, Maragogi e São Miguel dos milagres são lindas.

Katy Castro
Katy CastroPermalinkResponder

Passei minha lua de mel em Maceió.... bom demais... nós conhecemos muitos lugares legais, tem tudo lá no http://docecomomel.com/maceio/

Edson Dias
Edson DiasPermalinkResponder

Prezada Bóia

Gostaria de saber se o famoso comentário com muitas dicas da Silvana Chamusca foi retirado do site. Estou procurando por ele, principalmente por saber da opinião dela acerca da balneabilidade da região de Ponta Verde, e não estou encontrando. Dei uma olhada na balneabilidade da região pelo relatório agora de dez de julho,e fiquei um pouco desanimado (eu estou indo para Maceió no dia 27 de julho, retornando para Minas no dia 02/08).

abraço!
edson

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edson! O post da balneabilidade, onde você também comentou, é claríssimo. No inverno, chove. Chovendo, a balneabilidade fica bastante prejudicada. O link do IMA está lá no post para que você possa conferir por você mesmo. Não há comentário gentil ou pensamento positivo que altere os fatos, que são registrados pelo índice. Em vez de esperar que boas almas lhe digam que tudo pode mudar nos próximos 15 dias, o melhor é programar passeios a praias próximas e voltar a conferir o site do IMA quando estiver em Maceió.

Agora imagine que o dia inteiro recebemos dezenas de comentários pedindo por favor que a gente desminta informações que estão claríssimas nos textos mas que não são o que os leitores esperavam encontrar. Se a gente for responder a todas essas perguntas (respostas inúteis, porque apenas corroboram o que já está escrito), a gente não tem mais tempo para elaborar novos conteúdos.

Maristela Fernandes

Estive em Maceió do dia 24/09 a 01/10
e realmente as praias são lindas. Pela CVC como guia, conheci Praia do Francês, Gunga, Paripueira e Maragogi (adorei essa em particular).
Só me decepcionei com o atendimento da boia gigante na praia do Gunga, pois cheguei a cair no mar e ao dar a mão a um dos rapazes do barco ele disse: q foi dona? Tá apavorada é? Achei mto grosseiro. Os rapazes q convidam pro passeio são gentis, mas um dos q conduziam o barco agiu sem mto tato com turista. Sei nadar e só lhe pedi a mão pra retornar ao barco....lamentável. ..

Camila
CamilaPermalinkResponder

ola, boa tarde!
li varios post referentes a maceio aqui no site!
tenho um passeio programado para fevereiro dia 05 ao dia 12 de 2016 e confesso que estou um pouco preocupada com a questao da balneabilidade no litoral de Maceio, essa questao se agrava somente no periodo chuvoso, ou devo me preocupar com isso tambem em fevereiro?
pensava em me hospedar no ritz, porem vi que ele fica bem proximo a praias que nao sao adequadas para banho.
Olhei tambem o Meridiano hotel, Hotel Ponta Verde e Areias Belas em Maragogi! Mais parece que nenhuma dessas areas, estao proprias para banho! Isso é verdade?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Se o site do IMA informar que neste momento não estão próprias para banho, então é porque nesse momento não estão próprias para banho.

Sempre haverá muitas outras próprias para banho. Neste último relatório, por exemplo, a outra banda da Ponta Verde está liberada para banho, assim como quase todas as praias ao sul e ao norte de Maceió e ao norte de Maragogi.

Wanderley Gonzzaga

Dia 19/12/2015 , embarco para Maceio com minha mulher , antes de conhecer , quero agradecer as dicas . Muito obrigado !

Charleson Calvi

Olá!

Estive em Maceió em março de 2016, como pesquisei muito antes da viajem gostaria de poder colaborar e ajudar a quem está para fazer a viajem e tem dúvidas sobre locais, balneabilidade, dias para ficar em fim.
Primeiro: Caso possa escolher as datas da viajem de preferência para os meses que chovem menos setembro a março e de preferência para a lua cheia ou nova já que a maré fica mais baixa e fará toda a diferença para seu passeio.(consulte as fases da lua).
Segundo: ALUGUE UM CARRO, cada passeio que for fazer com qualquer agência vai custar em média R$ 60,00 por pessoa mais o valor do passeio, aluguei um carro por R$ 50,00 a diária livre de quilometragem, com ar na vem rent car, fassa uma pesquisa, com o carro você fará seu roteiro, horário enfim é tranquilo tanto ir para as praias do Sul quanto as do norte, como Maceió é relativamente grande fica mais fácil ter o carro seja para os passeios ou para sair a noite.
Terceiro: Veja a tábua de marés, ela varia dia por dia o ideal é que a maré mais baixa atinja 0,0 a partir das 09:00 no primeiro dia da viajem assim ela varia em 45 minutos por dia, reserve nove dias (dois perdidos no avião) 7 de passeios, assim você aproveitará o melhor das praias nos melhores horários.

Passeios;
1° dia: como cheguei na madrugada optei por ficar na orla central, aproveitei para fazer o passeio as piscinas de pajucara bem legal R$ 30 por pessoa na jangada, e pode levar cerveja no isopor, como a maré mais baixa estava as 09: 30 aproveitei bem o passeio, depois fui a barraca lopana em ponta verde o melhor lugar para tomar banho no centro e a melhor barraca de praia, ali encerrei meu dia.

2° dia: MARAGOGGI, fassa a reserva antecipada pois quando a maré está baixa é bem concorrido pois o passeio é limitado meu passeio saiu as 10 horas, é preciso estar meia hora antes do passeio se estiver em Maceió saia com pelo menos 2 horas de antecedência a estrada é lenta, vale muito a pena lindo, mas fassa já no segundo dia, já que será o mais longo é bom fazer antes 75 por pessoa reservei pelo restaurante frutos do mar. Não deixe de fazer. Depois do passeio vá as praias ao norte não fique na praia de maragoggi, eu fui a praia da bruna, linda.

3° dia: francês ao litoral sul uns 20 km de Maceió praia mais movimentada, mas bem gostosa. Muitos ambulantes, porém compensa.

4 ° dia: praia do gunga logo após a praia do francês muito linda emoldurada por coqueiros uma das mais famosas de Alagoas, vá de carro até o mirante do gunga. O passeio de bugue ate as falésias estava proibido pois estavam matando as tartarugas que estavam desovando, mesmo assim vale a pena, muitas pessoas partem de Barra de São Miguel de lancha ou barco mas não vale a pena 30 por pessoa se estiver de carro é bem mais em conta.

5°dia: ipioca (hibiscus), perfeito para mim o melhor lugar praia de mar azul com água muito leve e quente e o hibiscus a melhor barraca de praia de todas paga 25 por pessoa para entrar mas vale muito a pena, fica uns 25 km de Maceió litoral norte entre pelo condomínio.

6° dia Barra de São Miguel, praia que dá acesso a do gunga, pode optar por dividir um dia com a do gunga, mas eu prefiro sentar e aproveirar o dia, água muito boa para banho.

7° dia: Paripueira na restaurante mar e cia, lindo lugar, quando a maré baixa você cansa de entrar mar a dentro de tão baixa que fica, para mim o melhor banho de mar de todas que fui.

Não consegui ir à São Miguel dos milagres, pois um dia é pouco para conhecer, já que há praias lindas ao seu redor, ideal ir maragoggi dormir lá no outro dia conhecer as praias.

Espero ter ajudado.

Andreia Souza
Andreia SouzaPermalinkResponder

Deveria ter lido esses comentários antes de fechar o pacote de viagem, pois irei dia 20/05/16 ro período é chuvoso??

LUIZ SANTOS
LUIZ SANTOSPermalinkResponder

Boa noite,

Primeiramente gostaria de parabenizar o site pelo conteúdo ofertado, tem me ajudado muito em minhas viagens.
Mas o motivo de meu comentário é para que me ajudem em duas dúvidas: me disseram que em Maceió há algumas praias poluídas, sem condições pra banho. Poderiam me dizer se procede? E se sim, quais são?
Outra pergunta: Quais praias/locais para quem vai com crianças?

Desde já agradeço
Abraço a todos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiz Carlos! Verifique sempre a balneabilidade no site do IMA. Agora na estação das chuvas é provável que todas as praias da orla urbana não tenham condições de banho.

http://ima.al.gov.br/category/balneabilidade/

Leia sobre praias em Maceió:
http://www.viajenaviagem.com/2012/04/maceio-as-praias

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Pretendo me hospedar em São Miguel dos Milagres e vou alugar um carro. Como o voo de volta é cedinho (6h30), o que é melhor? Ficar a noite anterior em Maceió? Não achei hotéis perto do aeroporto. É muito desajeitado vir lá de S.Miguel à noite? grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo! Durma em Maceió. Esteja ciente de que o trajeto entre a zona hoteleira de Maceió e o aeroporto leva 45 minutos. Não é aconselhável viajar à noite nas estradas do interior alagoano. Se o seu único destino é São MIguel dos Milagres, contrate trânsfers. Um carro na região é desnecessário; as praias são difíceis de visitar e o lugar onde você se hospedar já lhe proporcionará belezas diferentes conforme a mudança das marés e com curtas caminhadas para os dois lados.

Jane
JanePermalinkResponder

Olá boa tarde!
Gostaria de deixar aqui me relato sobre Maceió. Acredito que da mesma forma que consultei este site outras pessoas também vão pesquisar para terem um melhor aproveitamento das dicas e relatos sobre os locais a serem visitados.
Bom... Chegamos em Maceió em 25/Junho/16, sim sei que não foi uma data tão propicia assim devido ser um período chuvoso em com bastante nebulosidade, porém conseguimos aproveitar e muito nossas mini férias, pois ficamos apenas uma semana por lá.
Ficamos, eu e meu marido, hospedados no Ritz Suites em Cruz das Almas. Hotel razoável com bom café da manhã, limpeza boa e atendimento razoável, confesso que a recepção não é lá essas coisas referente a atenção aos hóspedes, pelo menos foi essa sensação que tive, já a equipe do restaurante no atendimento ao café da manhã foi muito boa, atenciosa e simpática. Tivemos a infelicidade de ficar num quarto que dava fundos na parte da cozinha e tinha um barulho infernal de um motor, sei lá como se fosse um exaustor, detalhe o barulho era 24h, no início foi meio difícil pra dormir, depois acabamos acostumando e não nos abalamos em solicitar a troca de quarto, ficamos por ali mesmo.
A praia em frente ao hotel realmente não é nada favorável para banhistas, em uma semana que fiquei lá não vi uma pessoa sequer no mar, apenas surfistas conforme já alertado por outros viajantes e até mesmo pelo A Bóia. Ao chegarmos em Cruz das Almas percebi um cheiro desagradável de esgoto, o que logo confirmou que realmente o lugar não era propício para banho. O odor é bem forte e "entrega" bem a mau gestão em saneamento na cidade, que deixa muito a desejar.
Como já sabíamos sobre a péssima balneabilidade de Cruz das Almas e das praias urbanas alugamos um carro logo que chegamos em Maceió e no dia seguinte iniciamos os passeios... Fomos a algumas praias como a Praia do Gunga, lugar delicioso para passar o dia. Gostamos tanto que fomos 2 vezes e na segunda vez fizemos o passeio até a barreira de corais onde tem os peixinhos. Não imaginei que o passeio por lá fosse tão rápido, ficamos apenas uns 10 minutos e o barqueiro já nos levou ao bar flutuante que fica à menos de 5 minutos, lugar bacana com água calma e um bar que atende os turistas com bebidas, petiscos e almoço. Como não estava com empresa de turismo fomos avulso mesmo, pagamos $40,00/pessoa e combinamos o horário para que o barqueiro buscássemos. O que achei bem mais vantajoso, pois assim pudemos ficar o tempo que quiséssemos ao contrário de quem ia com serviço de empresa, turismo, pois tinha tempo estipulado para ficar lá, que era mais ou menos 25/30 minutos e pouco aproveitava porque logo tinha que ir embora. Na volta para Maceió resolvemos parar em Barra de São Miguel, uma cidadezinha pequena porém cativante, de lá descobrimos que é possível atravessar até o bar flutuante a pé quando a maré está baixa e foi o que fizemos, sim fomos a pé de Barra de São Miguel até o bar flutuante, esse mesmo que você vai de barco pela praia do Gunga e paga no minimo $40 rsrsrs. É um trecho rápido e gostoso, quando fomos a maré não estava zerada ainda e caminhamos com a água no joelho, depois baixou tanto que quando voltamos parecia mais um deserto, formando uma linda paisagem. Realmente vale a pena!
Todos os dias saíamos bem cedo do hotel pra aproveitarmos ao máximo. No terceiro dia fomos conhecer o litoral Norte, fomos até Paripueira, onde tem o complexo Mar & Cia que oferece uma ótima estrutura para os turistas, apenas passamos lá pra conhecer mas não ficamos por lá, infelizmente o horário que chegamos não era propício para o passeio às piscinas naturais então continuamos a nossa viagem para conhecer as redondezas e sem "querer querendo" saímos bem na Barraca do Osvaldo, super bem indicado pelo A Bóia como lugar bom e barato pra comer e realmente aprovamos a comida e o atendimento, muito bommmmm! Ainda era muito cedo pra almoço e resolvemos ir um pouco adiante, fomos parar na Praia de Carro Quebrado em Barra de Santo Antônio, uma praia um tanto deserta e muito linda. Com pouquíssima estrutura, apenas uma barraca (carro quebrado) bem simples no início e um outro um pouco mais adiante já na parte das falésias. Confesso que não me interessei em ficar em nenhum dos dois carros quebrados, não pela simplicidade, mas o asseio do lugar da preparação dos alimentos não me agradou nem um pouco, já no segundo carro quebrado não cheguei tão perto, pois fomos caminhando beira mar, sem guia mesmo e optamos em voltar de um certo ponto. A praia é super limpa, apenas vegetação mesmo e/ou uma ou outra garrafa/latinha que algum mal educado passou e deixou por lá, mas em geral a praia é muito bonita. Tiramos bastante fotos e as falésias são bastante impressionantes, mas ainda prefiro o conjunto completo da paisagem local mar+vegetaçao+areia+falesias, muito exuberante! Na volta resolvemos parar na barraca do Osvaldo em Paripueira e almoçar, ainda aproveitamos o finalzinho da tarde por lá e o almoço que foi filé de lagosta, que por sinal muito bom, um prato simples mas bem temperado com sabor de comida caseira e um gostinho de comida de mãe, sabe. Nossa adoramos a comida e o atendimento, os meninos eram super atenciosos. Ah e o Osvaldo, proprietário, estava por lá, também um cara simples e gente boa, inclusive ficou com a chave do nosso carro enquanto fomos ao mar. É claro que voltamos e dessa vez provamos o arroz de Polvo, que delícia gente, só achamos que poderia acrescentar algum acompanhamento ao prato, pois é servido apenas o arroz e sentimentos falta de algo, mas aí pedimos um pirão e uma saladinha pra complemento e tudo se revolveu rsrsrs. Super recomendamos esse lugar, vale a pena!!!
Um outro dia resolvemos sair bem cedo e pegar a estrada pra Maragogi, triste decepção rsrsrsr Ao chegarmos lá (antes das 9h) não tinha mais passeio às piscinas devido o horário e a tábua da maré que estava a subir, o que desanimou e muito e pouco ficamos por lá. Mas, nem tudo foi tão ruim assim rsrsrs, voltamos pela beira mar e descobrimos umas praias lindas com paisagens incríveis, que faz parte da Rota Ecológica dos Milagres, e fomos parando pra conhecer e apreciar a beleza daquele lugar. Um cenário incrível! Paramos numa linda cidade chamada Japaratinga que tem uma paisagem linda e aconchegante, sim me hospedaria lá sem dúvida alguma, achei um lugar sensacional e isso que pouco ficamos, apenas uma breve passagem mesmo, mas adoramos a atmosfera de Japaratinga. Quem sabe numa próxima oportunidade rsrsrs Ainda continuando o retorno de Maragogi passamos na Cidade Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, porém não paramos por lá, um toró resolveu cair bem na hora que passávamos por lá então resolvemos seguir em frente rumo a Maceió.
Fomos também a Praia do Francês, lugar gostoso e bem movimentado, ficamos mais afastados dos primeiros quiosques, bem mais tranquilo. Ao chegarmos já fomos abordados pra alugar cadeira e guarda-sol ($20), porém bem em frente onde paramos tem o quiosque Aloha, que oferece o mesmo serviço por $30 mas com direito a consumação, como não sabíamos (marinheiros de primeira viagem) já fomos pegando a primeira opção que nos foi oferecida, por isso aconselho não aceite de cara logo o primeiro serviço que lhe oferecer, consulte primeiro as opções do lugar e aí sim decida-se. Enfim, coisas pra aprender rsrsrs

Bom sobre as praias urbanas de Maceió de longe e para fotos são lindas, mas de perto e para banho não gostei, como disse no início as ruas têm cheiro forte de esgoto e logo que começamos a caminhar percebemos que não é apenas o cheiro, há sim esgotos a céu aberto e caem direto no mar. Principalmente se tratando das Praias do Centro, Sobral e Pontal da Barra, são totalmente improprias, até parei pra tirar algumas fotos, mas de pontos que não tinha contato com a água porque sem condições, pelo menos pra mim. Decepcionante por ser um lugar tão lindo e tão mau cuidado!

As Praias de Pajuçara e Ponta Verde são menos piores, porém muito movimentas e acho que por isso não me senti atraída pra um banho de mar por lá. Já Jatiúca é mais agradável, menos cheia e tem um público mais diferenciado, creio que devido a localização por estar mais afastada do ponto comercial (Pajuçara). Como prefiro lugar mais tranquilo me identifiquei melhor com Jatiúca à Ponta Verde e Pajuçara, apenas uma questão pessoal de gosto.

Bom isso foi um pouco de contribuição sobre minha percepção a respeito de Maceió. Até breve numa próxima experiência!

FABIANA
FABIANAPermalinkResponder

Dicas muito valiosas e anotadas!

Adailton da Cunha Maia

Lugar muito bonito...praias lindas, muito segura as praias com bom policiamento, nos dias que estive não vi um incidente sequer relacionado à segurança, mas fiquei decepcionado quanto a água nas praias do centro, todas improprias para banho, o tratamento do esgoto não funciona e cheiro forte de esgoro em vários lugares, vergonha para as autoridades deixarem isto....vai acabar com o turismo, lamentável.

Gilvan Vilarim

Acabamos de voltar de Maceió e foi tudo bem. Metade com base em Barra de São Miguel e metade em Maceió, circulando as praias de carro alugado na locadora Tropical Rent a Car (pequena, mas o dono foi atencioso, combinou de pegar no aeroporto de madrugada e não tivemos problemas - o preço ficou bom). Há várias praias boas para banho. O litoral Sul pareceu melhor que o Norte: Barra de São Miguel, Gunga (ótima), Francês (ótima). o Sul é melhor para dirigir (rodovia duplicada), mas não que o Norte seja ruim. No Norte a praia de Paripueira pareceu melhor, mas quase ficamos na da Sereia (pequena, com barraquinhas mais rústicas, mas a água era boa). A Brisamar Pousada, em B. de São Miguel, é estilo praiana mas boa no conjunto. Em Maceió o Hotel Holiday é muito bom e bem localizado. Barra de São Miguel é pequena, não tem muito o que fazer à noite (no Francês é mais charmoso e tem mais opções). Em Maceió tem várias opções de noite, mas a Jatiúca é que bomba. As barracas Praêro e Life Beer, em B. de S. Miguel, não tem nada demais, a de Hibiscus (litoral Norte) também não tem nada demais pelo preço. A barraca Mar & Cia de Paripueira foi melhor no custo-benefício. Abraço!

Nadia Barbieri

Alerta, no dia 05/09/2016, minha sobrinha, o marido e um grupo de turistas foram abordados por marginais nessas falésias. O grupo estava armado e chegou atirando para o alto (2 tiros). Levaram todos os pertences dos turistas, causando um baita transtorno pois perderam a tarde na delegacia prestando depoimentos. Os turistas, segundo minha sobrinha, suspeitaram que os barqueiros estejam envolvidos, pactuando com os marginais. Minha sobrinha ainda está lá, mas comentou estar tensa e sentiu desejo de voltar para SP.

Vitória Dâmaso

As praias mais lindas do mundo...
Maceió... Minha sereia!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar