Amsterdã

amsterdam-ponteMais certinha que doidona | Ricardo Freire

Amsterdã é a Bangkok do Primeiro Mundo – um lugar que provoca risinhos maliciosos quando você conta que vai para lá.

Para a imensa maioria dos visitantes, porém, o binômio sexo-drogas é quase irrelevante: rende um passeio rápido ao Bairro da Luz Vermelha e fotos de cafés esfumaçados – do lado de fora.

O que fica de uma temporada em Amsterdã é o encanto de estar numa cidade que é a um só tempo obra de arte e de engenharia.

Você vai querer estar de cara limpa (e sem luz vermelha por perto) para passear por seus canais concêntricos e atravessar algumas de suas 400 pontes, admirando as proporções peculiares de seus edifícios e aproveitando a simpatia do povo mais desencanado que vai encontrar na Europa.

Quando ir Como chegar Onde ficar? Daqui pra onde?
amsterdam-gaypride amsterdam-museumplein amsterdam-beiracanal amsterdam-bicicleta
É difícil pegar tempo bom na Holanda. Venha preparado para pegar alguma chuva em qualquer época do ano. O verão não chega a ser quente no sentido brasileiro da palavra; o inverno pode registrar temperaturas negativas.

O verão é gostoso para curtir a cidade ao ar livre. Mas se você quer ver os campos de tulipas de Keukenhof, venha no início da primavera: o parque só abre durante algumas semanas. Em 2012 vai ser de 22 de março a 20 de maio (o pico da floração é em abril).

Para encontrar clima de carnaval, venha no Dia da Rainha (30 de abril) ou no fim de semana da Parada Gay, que em Amsterdã é aquática, pelos canais (em 2012 vai ser dia 5de agosto).

A KLM tem vôos diretos de São Paulo. Todas as outras cias. aéreas que servem a Europa voam com uma conexão.

É conveniente chegar de trem se você vem de Paris (3h18), Bruxelas (1h53), Colônia (2h40) ou Frankfurt (4h). De Berlim só vale a pena vir de trem (6h20) se o preço estiver bom. De todos os outros cantos da Europa, venha de avião.

Se estiver fazendo uma viagem picadinha, tente incluir Amsterdã na sua passagem transatlântica (a associação entre KLM, Air France e Alitalia torna isso ainda mais fácil).

Em último caso, use companhias aéreas low-cost como a easyJet, Vueling e Meridiana. (A Ryanair só voa a Eindhoven, a 1h20 de trem.)

A localização mais privilegiada em Amsterdã não é em nenhuma região específica, e sim numa posição determinada: tente ficar à beira de um canal. Se passar por um canal for a primeira e a última coisa que você fizer no seu dia, a sua estada na cidade vai ser ainda mais bonita.

O bairro mais bacaninha da cidade é o Jordaan. O mais central para turistagens e noite são os arredores de Rembrantplein (mas pode ser barulhento). As imediações da estação central (incluindo a avenidona Damrak) não são muito bem encaradas. Se puder, evite.

Para alugar, tente o Jordaan. Ou invista numa casa-barco — serão os euros mais bem aplicados da sua viagem.

Os moinhos de vento de Zaanse Schans estão a 20 minutos de trem; a pitoresca cidadezinha de Delft, a uma hora. Para ir ao Keukenhof, o parque das tulipas, pega-se um ônibus especial (1h30 de viagem).

Na Bélgica, Antuérpia está a 1h12, e Bruxelas, a 1h53. Mas Bruges continua distante demais para um bate-volta: são 3h10 de viagem, com baldeação em Bruxelas (deixe para fazer quando estiver a caminho de Paris). Colônia, a 2h40, é a porta de entrada para uma viagem pela Alemanha.

Uma ótima idéia alternativa é aproveitar a cultura ciclística local para fazer uma viagem de bicicleta entre Holanda e Bélgica. Vá com tempo sobrando, para não pedalar na chuva

Leia também:

–> Hotéis, restaurantes, transporte, passeios e outras dicas por Ricardo Freire

–> Posts relevantes — e relatos de leitores por Ricardo Freire

–> Tudo para organizar sua viagem a Amsterdã por Ricardo Freire


538 comentários para “Amsterdã”

  1. Bóia, eu confundi achei que o André fosse o que respondesse. Muito obrigado pela dica sobre hotéis recomendados.

  2. Bóia, me desculpa também, eu estava me dirigindo ao André porque enfim voces são tão prestativos, tão legais que ai a gente acha que todo mundo pode tudo e esqueçe a hierarquia das informações. Foi mal, abraços e até a próxima dúvida.

  3. Bóia,

    Estarei indo para Asmterdam no dia 19/2/12 e fcarei até o dia 25/2/12, com a minha esposa e filha. Estamos pensando em ficar no hotel A-Train, bem perto da estação central. O que acha da localização?
    Os relatos sobre o hotel, parecem ser bons.
    Pensamos no Ibis Center, mas é do lado da estação, não sei se é um bom local.
    Ajuda aí…
    Valeu.

    1. Fui em outubro de 2011 com minha esposa e fiquei no IBIS AMSTEDÃ CITY STOPERA. A localização é ótima. A 5 min. da casa de rembrant, 10 do red light, 15 de madamme tousseaud e uns 25 minutos de anne frank (nesse museu, se for, e eu indico que vá, reserve/compre na internet a sua entrada e poupe horas de fila).Talvez minha memória esteja reduzindo as distâncias, mas nãoé muito mais que isso não. Basta sair do hotel, caminhar um trecho à direita, virar à direita e seguir caminhando que vcs encontrarão a casa de rembrant logo logo, os demais surgirão nessa ordem acima (com algumas curvas q um mapa qualquer lhes indicará). O hotel é pequeno mas confortável, peça um quarto com vista para o canal, demos sorte e conseguimos um no térreo. Aproveite amsterdam, a cidade é ótima e não se atenha apenas ao red light, há muito mais para se ver fora daquele bairro turístico, quanto mais se afasta mais bonita fica a cidade. Boas férias!!

  4. Fui para Punta Cana Ano passado pelos suas dicas e foi incrível ! Até melhor do que esperávamos.
    Agora planejo uma viagem para Europa, pretendento ir para Amsterdã e voltando por Paris. Existe algum problema entrar na europa por um pais e sair por outro?
    Amo suas dicas, são bem reais e proveitosas

    1. Olá, Larissa! Aqui quem responde é A Bóia.

      Na verdade, entrar por um lugar e sair pelo outro é o mais indicado.

      Comece seu planejamento lendo estes posts:
      http://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/

      http://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

  5. Obrigada pela resposta”…………..

  6. Bóia,

    Estarei indo para Asmterdam no dia 19/2/12 e fcarei até o dia 25/2/12, com a minha esposa e filha. Estamos pensando em ficar no hotel A-Train, bem perto da estação central. O que acha da localização?

    Quais são as cidades que podemos visitar,perto de Amsterdam? Haia é uma boa opção?

    Valeu.

    1. Olá, Maurício! Nesta página mesmo, mais acima, você encontra a coluna “Daqui pra onde?”. Ali você vê as possibilidades.

    2. Oi Maurício!
      Quando estive na Holanda fiquei numa cidade chamada Leiden!!! Na casa de amigos.
      Tirei um dos dias para conhecer a cidade que é maravilhosa. Valeu muito a pena!!!
      Tem uma bela Catedral, um pequeno Burg e é um lugar bacana.
      Pega-se o trem direto de Amsterdam.
      Boa Viagem!!!

    3. Haarlem, Rotterdam, Den Bosch (’s-Hertogenbosch), Appeldoorn (onde fica o ‘t-Hoo Paleis) sao todas recomendacoes interessantes.

  7. Ai Bóia, essa é muito pouco complicada, mas vc pode me ajudar, please???
    É tão difícil encontrar um roteiro detalhado pra Amstedam, na internet!
    Em março vou pra Amsterdã, vou ficar uma noite e dois dias inteiros. Com base no que achei na internet elaborei esse roteiro pra mim. Vc acha qeu vou conseguir fazer tudo que planejei ou é pouco!! rss..
    Dia 1: Red Light District e Leidseplein (como só devo chegar no hotel por volta das 19h, achei que daria pra dar uma voltinha nesses lugares a noite)
    Dia 2: Museumplein (Van Gogh Museum e Rijksmuseum), letreiro “I Amsterdam”, Heineken Experience e para encerrar o roteiro um passeio pelos canais da cidade (será que fica tarde pra fazer esse passeio pelos canais, queria saber tb se é mais bonito fazer esse passeio a noite ou de dia)
    Dia 3: Madame Tussauds e Anne Frank House.
    Vc acha que devo comprar o I Amsterdam Card levando em consideração esses museus e atrações que citei acima?
    Por favor, me ajude!!! Muito obrigada!!!

    1. Bianca, Alguns dos dias em você vai estar lá é uma sexta? Se for, vá ao Museu Van Gogh na sexta à noite (fica aberto até as 22hs), pois é bem mais vazio e você otimiza seu tempo. Compre o ingresso pela internet para escapar da fila.
      Eu colocaria no roteiro uma passada em Spui e Begijnhof. O passeio de canal deve ser feito de dia, há inclusive barcos hop on hop off que podem ser usados para se deslocar. Dá uma olhada nesse link: http://www.disfrutaamsterdam.com/amsterdam-en-dos-dias

      1. Oi Alice, vou chegar num domingo e ir embora na quarta de manhã!
        Boa dica sobre o passeio de canal, tinha dúvida sobre noite ou dia.
        Muito obrigada pelas dicas!

        1. A primeira noite eu deixaria para conhecer o Red District e o Nieuwmarkt, que é tudo ali um pertinho do outro. Jantaria em algum lugar do Nieuwmarkt como por exemplo um fondue diferente no Cafe Bern
          (Nieuwmarkt 9) ou um Thai no Chao Phraya? (Nieuwmarkt 8- 10). Se quiser descer um pouquinho até Rembrandtplein para terminar a noite, tem um lugar que vendo chocolate no caminho que é uma delicia, Puccini Bomboni (Staalstraat 17).
          Dia 2: Começaria pelo passeio nos canais, para vc já entender a cidade e de lá vc pode curtir Museumplein (eu iria só em um museu para não cansar… escolheria o Van Gogh Museum), Videl Park, Heinekein experience se vc gostar e subiria para Leidseplein para o final da tarde e noite, se gostar de algo fora do esquemão turistico, lá perto tem um beer bar bem pequeno, De Zotte (Raamstraat 29)
          Dia 3: começaria pela Muse da Anne Frank e conheceria um pouco do bairro Joordam, passaria pelo the dam, desceria a Rokin para ver shoopings etc… e não deixaria de ir a Begjinhof como a Alice sugeriu (a porta é branquinha e dificil de achar, acho que transmite mais paz de amsterdam)…Quando sobrar tempo vai passenando pelos canais principais da cidade, uma delicia!
          Vc vai achar muitas dicas nos blogs A Janela Laranja e no Ducs Amsterdam, inclusive o Duc tem um guia bem legal para vender com todas as dicas (eu compraria).

    2. Bianca,

      verifique no site do Van Gogh Museum qual o dia da semana que fecha as 22h… se coincidir com uma de suas noites, aproveite, fica menos cheio e quando fui ainda rolava um showzinho ao vivo no saguao, muito bom! E vc ganha tempo durante o dia para incluir outras atividades.

      Se vc gosta de andar, tente fazer o “walking tour”: http://www.newamsterdamtours.com/ dá pra ver muita coisa em metade do dia e entender um pouco mais a cidade.

      O tour de barco pelos canais está incluído no I Amsterdam Card e é bem legal, principalmente pra descansar as pernas depois do Walking Tour. Dura pouco mais de uma hora, se nao me engano.

      O I Amsterdam Card é indispensável, pq além dos museus ele dá acesso ilimitado ao transporte publico… e os tickets individuais sao bem carinhos!

      1. Oi Marcela, infelizmente não estarei na cidade na sexta, quando o museu fica aberto até ás 22h! Mas gostei da dica do walking tour! Sobre o I Amsterdam, ainda tenho dúvidas pq dentre as atrações que listei acima só é aceito no Van Gogh Museum (e um descontinho no Heineken Experience). O que acha?

    3. Oi Bianca, estive em Amsterdam em outubro, e fiquei 1 fim de semana. O passeio mais fantástico foi a Casa de Anne Frank, valeu demais. Fiz alguns posts com dicas no http://www.saladagrega.blogspot.com , é só clicar na tag Amsterdam. Abraços Raquel

      1. Oi RAquel, muito obrigada pela dica do seu blog, vou ler tudooooo… Bjss

    4. Amsterdam é EXCELENTE para passear a pé!!! Coloque o tênis e caminhe!!! Fiz ótimos passeio por lá com um mapa no bolso!

      Gostei muuuuuito mais do Rijksmuseum do que do Van Gogh. Confesso que me decepcionei um pouco com o Van Gogh. Se tivesse que escolher um, escolheria o Rijksmuseum.

      Amsterdam é pequena e dá para fazer tudo a pé. Cansou, pega um Bonde! Não fiz os passeios de Barco, então não posso opinar.

      O Bairro da Luz Vermelha, só vale para uma passada rápida mesmo. O Sex Museum, que ninguem falou, também é bem divertido. Fica num lugar bem central, logo, fácil de achar e acessar, é barato e um passeio de 1/2 hora.

      Na outra ponta da Cidade tem o Vondelpark, o Bonde passa lá!!!

      Compre um Moleton com escudos da Região de recordação. São os mais bonitos, na minha opinião!!!

      Tenha Uma Ótima Viagem!!!

      1. Oi Vladimir, esqueci de falar mas pretendo visitar o museu do sexo tb!
        Adorei a dica sobre o moletom com escudos da cidade! Vou comprar com certeza!!!
        Muito obrigada!!!

        1. Museu do sexo eh a pior tourist trap de Amsterdam. Digo, a segunda pior: so pede para o calabouco (Amsterdam Dungeon).

      2. Vladimir,

        Embora leve o nome, o museu do Van Gogh na Museumplein nem tem tantas obras dele assim. O museu mais representativo do Van Gogh eh o Kroller-Muller museum ao norte de Arnhem, no meio de um parque nacional, e seguramente o melhor museu de arte pre-contemporanea da Holanda.

    5. se der alugue uma bicicleta. A cidade não é grande e o ciclista é respeitado. Você pode ir de uma atração até a outra de bicicleta.

      sugiro fazer um passeio de bicicleta no Vondelpark…

      1. Oi Eduardo, já tinha pensado em alugar uma bicicleta sim!
        Mas tudo vai depender do tempo, pq como vou em março, pode estar chovendo!
        Mas é uma ótima dica! Obrigada!

    6. Olá Bianca,
      Pelo pouco tempo que dispõe, e que vai chegar a noite, sugiro fazer um tour pelo Red Light District, e minha impressão que ficou é que é uma vitrine onde prostitutas exibem seus corpos para programas, e para os homens “são um prato cheio”, jante e coma algo da região.
      2º dia, pela manhã um passeio de barco, a tarde um tour pelos museus Van Gogh e Anne Frank, se der tempo passe no VONDEL PARK, próximo do Museu Van Gogh .
      3º dia – De uma volta pelos canais de bike, de uma parada no Heineken Experience, e curta a paisagem, museu de cera não acho interessante, o museu Van Gogh vale mto a pena, se vc gosta de arte vai gostar demais.

    7. Ah Bianca, eu conheci o Museu do Diamante que achei muito interessante, tem tudo sobre diamantes, os tipos de lapidação, é Gassan Diamond Amsterdam, explicam como é avaliado, bem interessante, Amsterdã é considerada a capital do diamante, depende de seu interesse.
      E lembre-se de levar sombrinha, eu peguei 1 dia inteiro de chuva em pleno mes de Setembro.

  8. Bianca,

    Moro aqui na Holanda e vou dar uns pitacos:

    - Red Light District a noite é caído e deprimente. Se houver curiosidade de visitar o local, melhor ir de dia. Até porque na região tem alguns canais bem interessantes com kanalhuizen típicas, mas de noite não dá pra aproveitar arquitetura direito. Minha sugestão? Comece seu passeio a pé na Slinge, passe pela Rembrantplein e vá até a Leidseplein, um roteiro muito mais agradável de se fazer – sem muita pressa.

    - Acho que tem museu demais no seu roteiro. Eu gosto muito de arte, mas esse roteiro que vc bolou é carregado demais (5 museus em 2 dias). Escolha apenas o Van Gogh ou o Rijksmuseum (esse ainda em reformas), e no segundo (terceiro) dia apenas um dos dois. Indo à Anne Frankhuis, compre ingresso antecipado para furar fila. Madame Tussauds é o tipo de atração ame-a ou deixe-a: eu a deixo pq museu de cera não me atrai muito e as filas passam fácil de 1 hora.

    - Passeio em canal de barco em geral é uma combinação de expectativas demais e visual de menos. Os barcos são baixinhos por conta das pontes, sua principal visão são os muros do canal. Minah dica: compre um bilhete do Hop On/Hop Off cruise. Aí, vc pode usar o barco como um meio de alternar uma caminhada gostosa com trechos de barco entre a Heineken Experience e o Jordaan (e não fique só no canal principal não, explore alguns secundários etc). O Hop On/Hop Off funciona assim: vc compra o bilhete para o dia, e então pode ir subindo e descendo em paradas específicas. Sempre tem um reloginho com a próxima partida em cada direção.

    1. Oi André, gostei da dica sobre o Red Light Distric. Tá vendo, quando a gente não conhece, não tem como saber esses detalhes! Vou fazer o passeio de dia!!! Vou pensar bem sobre o que falou quanto a quantidade dos museus!
      Acho que vou que refazer esse meu roteiro!! hahaha… muito obrigada!

  9. Oi Bianca, passei dois dias e meio em Amsterdã. Fiquei encantada com os canais, com o astral, com a beleza da cidade. Visitei apenas o museu do Van Gogh e não me arrependi. Na minha opiniao, principalmente se o tempo estiver bom, valeria mais a pena explorar a cidade do que visitar o museu da Ane e de Madame Tussard. Livros como o lonely planet tem roteiros de uns walking tours muito bacanas pela regiao dos canais. Tenho lembranças que me aquecem o coração destas caminhadas. Vibrei explorando a região de canais e almoçando a beira deles. Na minha opinião, algumas cidades são tão interessantes de se andar, de se explorar, que eclipsam museus famosos.
    Como queria ver moinhos, contratei um tour padrao de meio dia para visita-los, juntamente com uma fabrica de queijos e de moinhos. O tour foi corrido, mas gostei de ter ido.

    1. Oi Helo, tb sou apaixonado por caminhadas. Mas como nunca fui a Europa, acho que a primeira vez é assim, passeios cliches, museus… mas com certeza vou voltar, aí sim, me dar ao luxo de só curtir a cidade, passear, e como o Ricardo diz, flainar. Valeu!

      1. *flanar*

      2. Oi Bianca, para render o tempo então, tente ir no museu da Ane no horario em que o museu abre, para pegar, em tese, uma fila menor.

  10. ha, fiz um passeio de barco a noite http://www.lovers.nl e gostei.

  11. Deu vontade de dar ctrl C / ctrl V na pergunta da Bianca…
    vou a Amsterdam tb em março e vou ficar 2 dias e meio e tinha planejado quase igual…
    esperamos sua resposta bóia!!!
    bjks
    PS: adoroooooo o site

    1. Oi Fernanda, quando vc vai estar lá? Vou chegar Amsterdam em 25-03.
      Se descobrir mais roteiros divida comigo tb!!! Valeu!!!

  12. vixiiii…nem tinha visto esse monte de resposta antes de colocar meu post!!!!
    boas dicas pessoal…to aproveitando e anotando tudo tb!!!
    bjss

  13. Bianca,
    Passear pelas ruas de Amsterdam e ir ao Vondelpark mais o museu do Van Gogh, que fui 2 vezes e a casa da Anne Frank, com opcional do passeio de barco, show! Passa no Red Light rapido so para conhecer e jante na Leidsplein. Pronto! boa viagem!

    1. Isso mesmo Cristina, é mais ou menos o que vou fazer!!! Valeu!

  14. Pessoal, muito obrigada pelas dicas!!! Já anotei tudo!
    Só continuo um pouco em dúvida quanto ao I amsterdam, mas acho que não vou comprar pq poucos museus que eu quero vistar o aceita. Então eu teria que pagar o passe + as outras entradas e ficaria mais caro.
    Mas muiiiito obrigado a todos!!

    1. Bianca, nas minhas últimas experiências com esses cartões, fiquei com o sentimento de que não valeu a pena. Eles acabam nos induzindo a não tirar certas atrações dos planos preestabelecidos, comprometendo a flexibilidade. Acho que só compensam mesmo para uma visita que realmente priorize os museus.
      Achei perfeitas as dicas do André L. As atrações indoors imperdíveis são Van Gogh (tirou meu fôlego, mas não fui no horário mais cheio), Rijksmuseum e Anne Frank. As outras acho que poderiam valer a pena se a estadia fosse mais longa.

      1. Concordo plenamente Alice, os lugares que vc sitou são top da minha lista!!!
        bjss

  15. Helo, vc lembra em qual empresa comprou esse tour para ver os moinhos?

    1. Oi Rogéria, não me lembro. Contratei numa empresa na avenida do hotel onde nos hospedamos. Incialmente, tinhamos planejado irmos independentes, mas depois de estudarmos as opções de transporte, optamos de irmos de excursão para ganhar tempo. Contratamos um tour de de meio dia como este http://amsterdamcitytours.rezgo.com/details/3865/marken-volendam-and-windmill-tour . Gostamos de termos ido, vimos muinhos, visitamos uma fabrica de tamancos e de queijo, sem contar que gostamos muito de termos ido a Volendam e Marken. Mas o tour é corrido.

  16. Minha dica para amsterdam fica fora de Amasterdam, mas vale mutio á pena. De 22 de março a 20 de maio é possível visitar o maior jardim do mundo, cheio de tulipas. Visitei em 2009 e passei od ia inteiro lá. Melhor ir entre terças e sextas, pois nos finais de semana e feriados fica lotado. Em Amsterdam vale passear de barco pelos canais, visitar a Casa de Anne Frank, o Vang Gogh e o Rijskmuseum. Concordo que visitar o Red disctrict light é bem mais agradável de dia. À noite vc verá mulheres na vitrine, leões de chácaras convidando para shws de sexo e streep. Heineken Experience? Se tiver tempo sobrando pode ser um programa divertido. Ah e nãod eixe de comer um croquete comprando direto nas maquininhas… dois dias e meio é muito pouco. Amasterdam merce nomínimo 4 dias, mas o ideal são 6 dias inteiros, para poder curtir a cidade sem pressa.

    1. Jorge, adorei as dicas!! Essa vai ser apenas uma primeira visita. Dessa vez, dei prioridade a Paris. Em um próxima vez, vou ficar mais tempo em Amsterdam com certeza!!!!

  17. Passei 5 noites la, entao deu para curtir quase todas as atracoes da cidade. Mas listo abaixo as q considero mais importantes:
    Casa de Anne Frank
    Bloemenmarkt, o Mercado das Flores de Amsterdam.
    Rijksmuseum, o maior e mais importante museu da Holanda.
    Red Light District
    Passeio de barco pelos canais
    Ana Paula

  18. Bianca, eu fui 2 vezes a Amsterdam. Se for acompanhada de um homem, vá a Heineken Experience. Em termos de museu, eu prefiro o Van Gogh, definititamente. Mas faz parte da minha história, vai de cada um a preferência pelo Rijskmuseun.

    1. Oi Cristina, vou com meu marido e acho que ele vai adooorar a Heineken Experience!

  19. Estou indo no dia 19/2 e fico até o dia 25/2, quando retorno ao Brasil. São 5 dias inteiros. Além de Amsterdam, quais são as outras cidades em que eu possa fazer um “bate e volta” de trem?Delft?Colonia?Antuérpia?
    Como vou com esposa e filha, não sei se tem muitas atrações em Amsterdam para 5 dias inteiros, já que não pretendo ir ao Red Light District.
    Aguardo as dicas.

    Valeu.

    1. Olá, Mauricio! As dicas que você procura estão na seção “Daqui pra onde?” desta mesma página. O Red Light District é apenas um pedacinho da cidade (e que particularmente acredito valer, sim, a visita). Mas com 5 dias inteiros você pode conhecer outras coisas nas redondezas, de toda forma.

  20. Andre,

    Adorei a dica do Hop On/ Hop Off Cruise, perfeita…
    Se possível, favor me informar onde adquirir e quanto custa.
    Aproveitando a oportunidade, vc tem alguma indicação a respeito de mercados em Amsterdam, seja de rua (tipo feira) ou convencional (fechados) para adquirir produtos de alimentação regional (queijos principalmente)?
    Desde já, muito obrigada.

  21. Oi, adorei as dicas de todos. E fiquei bem tentada a alugar uma casa-barco na viagem que estou planejando para abril. Mas fiquei meio preocupada. É seguro? Digo… tem algo que eu preciso saber sobre casas-barco, hehe? :) E vc tem alguma indicação? Desde já agradeço a atenção. Um abraço.

    1. Olá, Joana! O Ricardo Freire conta sobre sua experiência nesta série:
      http://www.viajenaviagem.com/2009/03/como-alugar-apartamentos-de-temporada-no-exterior-parte-1/

  22. Bóia ou André !

    Por favor, queria saber informações sobre como funciona as tarifas de trem e trams em Amsterdam. Preciso pegar o trem que sai do Schipol para a estação central e de lá pegar o tram 2 para o Museu Van Gogh. Sabem me informar onde posso comprar os bilhetes para o tram ? Posso comprar bilhete de trem ida e volta no aeroporto Schipol ?? O bilhete de tram é valido para o dia todo ? ou por períodos ??? Sabem me dizer os valores atuais ??
    Obrigada pela sempre atenciosa resposta

    1. Olá, Regina! Existe um cartão múltiplo que vale nos transportes de Amsterdã É o ov-chipkaart.

      Custa 7,50 euros e você carrega com créditos, que vão sendo consumidos de acordo com a distância viajada.

      Site oficial:
      http://www.ov-chipkaart.nl/

  23. Antes de perguntar, clique e consulte esta página:

    Índice de posts de Amsterdã (organizados por assunto)

1 ... 3 4 5