Chegando em Nova York: transporte de/para o aeroporto JFK

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Táxi! Siga aquele helicóptero!

Com a provável exceção deste peculiar veículo de aluguel com uma hélice espetada na capota (digo provável porque, evidentemente, nunca te$tei), não há jeito inteiramente digno de chegar em Nova York. O transporte público é pouco amigável -- como sempre, pensado para o morador, sem muita colher de chá para o visitante --, os taxistas são quase tão ríspidos quanto as aeromoças da classe econômica da American Airlines, e o trânsito entre o aeroporto e a cidade pode fazer você sentir saudade da hora do rush na Marginal Pinheiros em frente ao Robocop ou na Avenida Brasil carioca.

Isto posto... vejamos pelo lado positivo, Pollyana. Você vai chegar cedíssimo em Nova York, e o seu quarto de hotel não deve estar disponível antes das 3 da tarde. Ou seja: não há pressa nenhuma. Vamos examinar com calma, então, todas as suas opções de chegada (e já pensar nas opções de partida). Já fiz o trajeto de táxi, "car service", trem e metrô. Não testei nem van (shuttle) nem ônibus.

TÁXI

O perigo amarelo

Em qualquer um dos seus oito terminais, basta seguir a sinalização e entrar no fim da fila (que às vezes pode estar grande, sinto informar). Quando chegar a sua vez, o atendente vai perguntar para onde você vai e anotar o número do táxi numa ficha amarela, que fica com você, caso precise reclamar do taxista. A tarifa é fixa ("flat rate"). Do aeroporto a qualquer ponto de Manhattan são US$ 52 (último reajuste: setembro de 2012), mais o pedágio, mais a gorjeta. Não há sobretaxa por mala transportada. O pedágio varia de acordo com o caminho; o mais comum é custar US$ 5. Alguns motoristas -- olha a simpatia! -- pedem o dinheiro para o pedágio no momento de ser pago; outros deixam para cobrar no final. (A Marcie dá a dica: se você pedir para o motorista vir pela Queensboro Bridge, não há pedágio.) A gorjeta esperada é de pelo menos 15% (US$ 8,50).

(Mas atenção: a tarifa fixa vale apenas para Manhattan. Se você vai ao Brooklyn ou ao Queens, o táxi usará o taxímetro. Neste caso, calcule o preço neste site.)

Preço total: havendo pedágio no caminho, recomenda-se deixar 65 dólares com o taxista. (Se você der menos do que US$ 60, cuidado com a praga que ele vai te rogar.) Se não houver pedágio, deixe US$ 60. Um táxi sedan pode transportar até 4 passageiros (se as malas couberem no porta-malas). Existe uma alternativa aos táxis chamada "car service": empresas como Carmel Limo e Dial 7 cobram US$ 44 pela corrida (mais pedágio e gorjeta). Mas note que se o vôo atrasar você vai ser cobrado pela espera. São uma boa escolha, porém, quando você precisa de uma minivan (5 passageiros) ou van (9 passageiros); veja os preços para esses carros nos sites linkados em azul.

Tempo de viagem: entre 45 minutos, num dia sem muito trânsito, ao dobro disso, numa jornada particularmente infeliz.

A volta: é bom não contar com pegar táxi na rua; pode ser que justo quando você precise os táxis vazios sumam completamente da face de Manhattan. Se o seu hotel tiver concierge, peça para marcar um táxi para você, ou então reserve um shuttle (veja no próximo tópico) ou um "car service" (como Carmel Limo e Dial7). A tarifa para voltar de táxi ou car service é a mesma: US$ 52 mais pedágio (provavelmente US$ 5) e gorjeta.

VAN (SHUTTLE)

Sua perua!!!

Se você está sozinho, ir de van (em inglês, "shuttle") é uma alternativa a considerar. O SuperShuttle e o Go Airport custam US$ 19 e deixam você na porta do seu hotel. Teoricamente, basta sair do terminal e, na calçada, procurar o representante da companhia. Então você dá o seu código de reserva (caso tenha reservado e pré-pago pela internet) ou informa seu nome e destino. O sistema então coloca você numa van com mais 10 passageiros que vão na mesma direção. Se tudo der supercerto, rapidinho você estará sentado a caminho de Manhattan, e em menos de uma hora estará no seu hotel. Se tudo der errado, porém, você vai esperar um tempão pela van, vai ficar zanzando por outros terminais para pegar mais passageiros e ainda pode dar o azar de ser o último passageiro a ser entregue.

Preço total: No SuperShutle, US$ 20 por pessoa; a van inteira, até 10 passageiros, sai US$ 115; a van para 5 pessoas, US$ 118. Na Go Airport, US$ 24 por pessoa, US$ 174 a van inteira para até 11 passageiros, ou US$ 184 a van de luxo para até 6 passageiros.

Tempo de viagem: entre uma hora, se tudo der certo, a uma eternidade, se tudo der errado.

A volta: reserve pela internet, e uma van vai passar no seu hotel. O sistema pergunta o horário do seu vôo e programa a viagem para umas quatro horas antes...

ÔNIBUS NYC AIRPORTER

NYC AirporterA NYC Airporter é a concessionária de transporte de ônibus dos aeroportos que servem Nova York. De meia em meia hora sai um ônibus que passa por todos os terminais (procure o guichê na calçada externa do seu terminal; os funcionários usam blazers verdes). Em Manhattan há três pontos de parada: na Grand Central Station (rua 42 esquina Park), Penn Station (rua 33 entre 6a. e 7a.) e na rodoviária Port Authority (rua 42 entre 8a. e 9a.). Da Grand Central Station os passageiros têm direito a trânsfer grátis em van para hotéis entre as ruas 23 e 63 (lista atualizada aqui). Os ônibus funcionam das 5h às 23h30.

Preço total: US$ 17.

Tempo de viagem: pelo menos 90 minutos.

A volta: reserve pela internet, pegue num dos três pontos de parada em Manhattan. O trânsfer dos hotéis entre as ruas 23 e 63 até a rodoviária Port Authority também está valendo.

AIRTRAIN + TREM (LIRR)

Repeat after me: train bão

O AirTrain é uma belezinha: um monotrilho que interliga, de graça, os oito terminais do JFK. Pagando US$ 5, você pode deixar o monotrilho e fazer baldeação com o trem ou o metrô. O trem da LIRR (Long Island Rail Road) é o meio de transporte mais rápido entre o aeroporto e Manhattan: são 20 minutos até a Penn Station, na rua 33 com 7a. Avenida. As partidas são bastante freqüentes; você pode consultar o horário no site da MTA.

Modo de usar: Pegue o AirTrain no seu terminal e desça na estação Jamaica (conte em levar até 15 minutos). Para sair é do sistema é preciso comprar o ticket nas máquinas localizadas imediatamente antes das catracas. O MetroCard custa US$ 1, e você precisa acrescentar uma carga de US$ 5 -- este é o valor necessário para passar pela catraca. (As máquinas aceitam dinheiro ou cartão; se você pagar com cartão, lá pelas tantas uma tela vai pedir o seu zip code. Ponha os cinco primeiros números do CEP do endereço de cobrança do seu cartão). Depois de passar pela catraca, siga a sinalização para a LIRR. Compre sua passagem para Penn Station numa das máquinas postadas antes das escadas que descem para as plataformas. Para viajar entre 5h50 e 9h35 da manhã você vai precisar selecionar a tarifa "peak" -- pico -- que custa US$ 10. Nos outros horários, selecione "off peak"; custa US$ 7,25. Veja no painel eletrônico qual é a plataforma de saída do próximo trem para Penn Station. Você vai chegar na rua 33 Oeste, à altura da 7a. Avenida. Lá você pode pegar um táxi ou continuar a viagem de metrô. (Caso opte por metrô, lembre-se de que fatalmente vai precisar carregar a mala por alguns lances de escada). A Penn Station conecta com a estação da rua 34 com 7a. Avenida, onde dá para pegar as linhas 1, 2 e 3. Andando até a Oitava você pega as linhas A, C e E; se caminhar uma quadra até a Broadway pode pegar a B, D, F, V, N, Q, R ou W. (Entenda o metrô de Nova York neste post aqui.) Veja a estratégia de recarregar o seu MetroCard para usar no metrô no próximo tópico.

Preço total: até a Penn Station, US$ 15 no horário de pico (saindo de Jamaica 5h50 às 9h35 da manhã), US$ 12,25 nos demais horários. Da Penn Station ao seu hotel vai sair mais US$ 3 de metrô. Um táxi da Penn Station ao seu hotel provavelmente sairá menos de US$ 15.

Tempo de viagem: contando o tempo entre trens, uns 50 minutos do seu terminal à Penn Station.

A volta: o horário "peak" no sentido contrário (cidade-aeroporto) vai das 16h às 20h. Ao chegar em Jamaica, você vai precisar ter US$ 5 de carga no seu MetroCard para entrar no AirTrain e chegar ao seu terminal.

AIRTRAIN + METRÔ

Fechai a mão, irmãos

O AirTrain -- que, conforme eu disse logo acima, é o monotrilho moderninho que inteliga, de graça, os oito terminais do JFK -- também permite que você continue viagem a Nova York por quatro linhas de metrô. A que nos interessa é a E, que é a melhor para todos os hotéis do Soho para cima.

Modo de usar: Pegue o AirTrain no seu terminal e desça na estação Jamaica ou Howard Beach (dependendo da linha que você pegar). Para sair é preciso comprar o ticket nas máquinas localizadas imediatamente antes das catracas. Compre um MetroCard, que custa US$ 1, e acrescente US$ 5 -- este é o valor necessário para passar pela catraca. (As máquinas aceitam dinheiro ou cartão; se você pagar com cartão, lá pelas tantas uma tela vai pedir o seu zip code; insira os cinco primeiros dígitos do CEP do endereço de cobrança do seu cartão.) Você também pode carregar o seu MetroCard com um valor mais alto (por exemplo: US$ 20), e aproveitar o saldo para usar o metrô no sistema pay-per-ride (que debita US$ 2,75 a cada viagem). Também pode carregar o seu cartão com US$ 5 para pagar a saída do AirTrain e já acrescentar um passe de 7 dias, que custa US$ 31. Os hotéis mais fáceis de chegar de metrô, sem baldeação, são os que ficam próximos à rua 53 (estações: Lexington, Park, Broadway/Sétima Avenida) e depois ao longo da 8a. Avenida, no lado oeste, na direção sul (estações: ruas 50, 42, 34, 14), e finalmente Washington Square, Tribeca e Ground Zero. Para outros lugares, você vai precisar baldear: desça na 53 com Lexington para pegar a linha 6 (perfeita para o lado leste, tanto na direção norte quanto para o sul); e na 50 com Oitava para pegar a linha C (boa para hotéis no lado oeste, só que mais para o norte). Ao decidir pelo metrô você precisa ter consciência de que vai acabar carregando suas malas por vááááários lances de escada. Para entender o metrô de Nova York , leia este post aqui.

Preço total: US$ 8,75 (US$ 1 do cartão, US$ 5 do AirTrain, US$ 2,75 da viagem simples de metrô).

Tempo de viagem: contando o tempo entre trens, conte levar 1h15 do seu terminal até a rua 53.

A volta: É mais difícil conseguir lugar sentado no centro de Manhattan -- e você dificilmente vai escapar do fenômeno da multiplicação de bagagens que acomete turistas brasileiros em Nova York. Ao chegar em Jamaica, você vai precisar ter US$ 5 de carga no seu MetroCard para entrar no AirTrain e chegar ao seu terminal.

Leia mais:

1066 comentários

Janaína
JanaínaPermalinkResponder

Olá! No dia 20 de maio passarei 15h em NY, em conexão para Paris. Já estava decidida a sair do aeroporto pra passear um pouco, e depois de ter lido o post em que vc comenta qdo vale a pena sair do aeroporto entre voos, fiquei mais tranquila qto à minha decisão. Mas gostaria de perguntar 4 coisas: 1-sua opinião qto ao que seria o básico a ser visitado em um tour de 4 a 5h por Manhattan. 2- estou tendendo a optar pelo ônibus para o transfer de ida e volta, neste caso, é fácil pegar o ônibus pra voltar ao aeroporto? 3- até que horas seria seguro estar pegando o ônibus de volta, considerando que é um sábado? 4- o processo de imigração é demorado na saída? PS. Ser minha primeira vez em NY e meu inglês é fraco sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Janaína! Você teria que agendar o ônibus saindo de algum hotel. Normalmente eles marcam 4 horas antes do vôo.

Tem certeza de que você quer dormir duas noites seguidas em avião, com um dia de turistagem no meio, sem tomar banho, para só ter o seu apartamento disponível às 15h do dia em que chegar a Paris?

Você quer mesmo andar com a sua bagagem de mão por Manhattan?

A decisão civilizada é reservar um quarto num hotel perto do aeroporto, deixar a bagagem de mão lá e na volta, com o quarto disponível, poder tomar um banho.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Oi Boia! Você sabe dizer se dentro do JFK tem algum serviço de banho/quarto como o do aeroporto de Guarulhos? Eu procurei pela internet mas não encontrei. Brigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Só nas salas vips. Se você está indo para a Europa via Estados Unidos, pegue um hotel perto do aeroporto para tomar um banho antes de seguir viagem.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Oi! Estou me programando pra ir a Nova York em outubro. Encontrei um voo bom mas para chegar lá as 22 horas. É fácil ir para Manhatan sem ser de taxi este horário? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Vá de táxi. Chegando de noite em qualquer lugar do mundo, vá de táxi.

No seu caso específico, se você chega às 10 da noite, estará com suas malas só às 11. De transporte público, não chegará a Manhattan antes da meia-noite. Você quer mesmo procurar endereço e arrastar mala na rua a essa hora?

Aline
AlinePermalinkResponder

Olá!! Vamos eu e meu marido e fiquei com dúvida em relação a passagem do metrô qdo sairmos do airtrain. Podemos comprar somente um metrocard para os dois se carregamos com valor suficiente? Ou cada um tem que ter o seu? Não compraremos o de 7 dias, pretendemos ir recarregando. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Nesse caso, pode ser um cartão para os dois.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Vou passar um dia em NY! Farei conexão na cidade de um voo para Paris. Chego às 6h50 e o voo só sai às 20h50. Como não conheço a cidade, tem alguma dica para ir até um ponto turístico e voltar a tempo? Estou sozinha e meu inglês é bem básico. Vale a pena me arriscar e sair do aeroporto? Obrigada!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Pense em primeiro lugar em reservar um hotel perto do aeroporto para deixar sua bagagem de mão e na volta poder tomar um banho e quem sabe dar uma descansadinha na vertical. Uma viagem à Europa que começa com duas noites passadas na classe econômica do avião e nenhum banho por mais de 40 horas (lembre-se que seu quarto em Paris só estará disponível depois da 15h) é uma viagem que não começa bem. Com 15 horas de intervalo você pode sim dar um pulinho no outlet e descansar algumas horas no hotel.

Paulo Ribeiro
Paulo RibeiroPermalinkResponder

Cuidado com transfer da empresa ETS. Paguei com cartão de crédito um transfer para minha esposa do JFK para EWR Liberty e o motorista a obrigou a pagar novamente, mesmo mostrando o voucher pago, aproveitando-se dela não falar inglês. Reclamamos depois por telefone, prometeram estornar o valor no cartão e não cumpriram.

Liliana
LilianaPermalinkResponder

Bom dia. Só para comentar que acabei de voltar de NYC e tive um probleminha na hora de passar cartão nas máquinas de venda de tiquetes do air-train. Segui a dica de digitar os primeiros números do CEP e não deu certo. Só seguiu quando usei o postal code do hotel. Depois deu problema de comunicação e a complicou. As máquinas também não estão gostando de nota grande, ou de uma quantidade tal que tenha que dar troco acima de US$ 6,00.
Se por acaso tiverem o azar que nos tivemos, fica a dica de comprar o metrocard carregado com US$ 5,00 do senhor super simpático da banca do lado da catraca de saída do air-train. Ele fala espanhol e ensaia um português. De passagem, você troca a nota de US$ 100,00 tal que possa pagar na máquina o tiquete do LIRR ou carregar mais o metrocard. Ele também vende o Metrocard para sete dias.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Ola vou chegar no JFK e gostaria de ir direto para Washington, onde vamos ficar 2 noites. Qual a melhor forma? Tem como pegar um trem no JFK para lá? Ou melhor alugar um carro?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Os trens para Washington saem da Penn Station en Nova York.

Compre em http://www.amtrak.com

Nilza Siqueira

Boa tarde! Dúvida que ainda não consegui esclarecer:
O trem da LIRR (Long Island Rail Road) e o Metrô utilizam o mesmo MetroCard? Pq pelos vídeos que vi há duas máquinas uma para carregar para o LIRR e outra para o metrô. Se eu optar por trem, que me pareceu ser mais rápido, principalmente pq meu hotel fica a 800m da Penn Station, poderei carregar o cartão posteriormente e utiliza-lo no Metrô? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nilza! O LIRR não usa o Metrocard. O Metrocard pode ser usado para sair do AirTrain para a estação do LIRR e pode ser recarregado com o passe semanal numa estação de metrô.

larissa
larissaPermalinkResponder

Oláá, tudo bem? chegarei em JFK por voltas das 23h e queria ir para Washington DC direto de ônibus, você sabe me informar se existe ônibus que saia direto do aeroporto para Washington? obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Larissa! Da próxima vez, compre passagem aérea até o primeiro destino que você vai efetivamente visitar. A tarifa normalmente varia muito pouco -- e quando há acréscimo, normalmente é menor do que qualquer outro custo extra que você terá para fazer o trajeto. Pense num americano que queira ir para o Rio de Janeiro mas compra uma passagem de avião para São Paulo, entra num site e pergunta: tem ônibus para o Rio de Janeiro saindo direto do aeroporto de São Paulo? A procura da passagem mais barata a qualquer custo acaba revelando um monte de custos extras, tanto em dinheiro quanto em conveniência. Os ônibus para Washington saem da rodoviária da Port Authority, em Nova York. Os trens saem da Penn Station. Há um trem que sai às 3h da manhã, veja em http://www.amtrak.com . Mas o mais garantido é você pegar o das 6h.

larissa
larissaPermalinkResponder

é pq eu não pensava em visitar Washington, decidi após comprar a passagem para NYC depois que percebi que iria ficar muitos dias em NYC. então pensei em visitar Washington ou Boston, por serem mais próximo, mas inicialmente não foi uma opção. Obrigada pela ajuda.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

E pq vc não chega e fica uns dias em NY para ir mais tranquila visitar outra cidade? Pelos horários que a Boia colocou, vc vai passar a noite viajando depois de já ter feito várias horas de avião. Muito cansativo não acha?

Nara
NaraPermalinkResponder

Olá, Alguém pode me ajudar, por favor? Meu voo chega no JFK por volta da meia noite e 35. Acredito que com imigração mais buscar as malas estarei pronta cerca de uma e meia da manhã. Meu hotel fica no Chelsea. É seguro pegar metrô nesse horário? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nara! Tem certeza de que você quer arrastar mala da estação do metrô até o hotel de madrugada, carregando passaporte, dinheiro, cartões?

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2017/04/chegar-tarde-aeroporto

Philipp Muller

Nao recomendo, Alem do que a Boia ja escreveu vale lembrar que a frequencia dos metros sao bem reduzidas na madrugada.

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Olá!! Tenho uma dúvida: vou pegar um voo de Miami a Gru com conexão de 4 horas em NY e com troca de aeroporto (Lá Guardia a JFK, dia de terça-feira, das 14:26 às 22:45h). A companhia aérea (American Air Lines) promove esse traslado? Grata.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Não oferece, não.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar