Compras: onde é melhor? Nova York, Miami ou Orlando?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Woodbury Commons

Woodbury Premium Outlet

Qual o destino favorito dos brasileiros que viajam para os Estados Unidos? É fácil: o outlet. Em segundo lugar vem... o shopping.

Não há viagem pros States que não inclua uma paradinha para compras. (Sem contar aquelas em que a finalidade principal é comprar.)

De vez em quando aparecem perguntas sobre qual das três cidades favoritas dos brazucas -- Orlando, Miami e Nova York -- é a melhor para compras. Muita gente também tem dúvida se vale a pena combinar duas cidades só por causa das compras.

A verdade é que os preços serão ótimos em qualquer lugar dos Estados Unidos. Toda grande cidade vai ter pelo menos um outlet por perto, e não há lugar em que você não encontre uma Best Buy (a meca dos eletrônicos). Os fatores que mudam de cidade para cidade são a sales tax (o "ICMS" sobre as compras, que varia por estado e condado), o preço da hospedagem, o transporte e a combinação entre compras e turistagem.

Se você vai fazer uma viagem picada, o mais sensato é deixar as compras grandes para a última escala, para não ficar carregando peso a mais (que pode ser taxado como excesso de bagagem em vôos domésticos, se não estiverem vinculados à passagem internacional).

Compras em Nova York

Jersey Gardens

Jersey Gardens

Nova York é perfeita para incorporar as compras ao dia-a-dia da turistagem. Passear e comprar se completam naturalmente.

Para onde quer que você vá sempre vai haver lojas bacanas e vitrines tentadoras. Midtown tem várias grandes lojas de departamentos; a rua 34 tem lojas das marcas mais procuradas. Soho, Nolita e Meatpacking têm lojas descoladas -- e onde quer que você vá, sempre haverá quinquilharias por perto. As redes principais têm lojas espalhadas pela cidade inteira, tornando mais fácil a busca do modelo e do tamanho exato que você deseja: se não tem numa, pode ter na próxima.

Para câmeras e eletrônicos sofisticados a superstore da B&H da rua 34 com 9a. Avenida não tem rival nos Estados Unidos.

Há os que defendem que visitas bem-feitas à Macy's da Herald Square e incursões ao mundo selvagem dos saldos da Century 21, no Ground Zero, podem poupar você de viajar aos outlets dos arredores. É a estratégia de quem não quer arredar pé de Manhattan. Porque, ao contrário dos outros destinos, Nova York permite que você inclua as compras na sua agenda normal de turista: as vitrines estarão sempre no seu caminho.

Já não abrem mão de ir aos outlets de Woodbury ou ao Jersey Gardens (ou a ambos) para fazer compras como se estivessem em Orlando ou Miami -- de carro alugado e tudo. (Mas também dá para ir de ônibus.)

Balanço:

- Turismo: intenso

- Sales tax:

- 8,85% em Nova York

- 0% para roupas e calçados de valor unitário até US$ 110 em Nova York

- 3,5% no Jersey Gardens

- 0% para roupas e calçados de qualquer valor em todo estado de New Jersey

- Hotelaria: cara

- Alugar carro: só para os dias de outlet

- Vale a pena vir só para comprar? É um desperdício. Vir para comprar só vale a pena se incluir uma boa dose de comércio de rua. Se for para se limitar a superstores e outlets, tanto Orlando quanto Miami são mais práticos.

Compras em Miami

Sawgrass Mills

Sawgrass Mills

Miami é interessante para quem pretende dar dedicação total ao esporte de fazer compras. Dá para juntar dias dedicados ao mega-outlet Sawgrass Mills (na vizinha Fort Lauderdale) com visitas a shoppings convencionais, com coleções atuais -- do popular Dolphin Mall e Dadeland Mall ao elegante Aventura Mall ao chiquerrérrimo Bal Harbour Shops.

O comércio de rua não é páreo para o de Nova York, mas existe, sim -- em South Beach, no calçadão da Lincoln Road e adjacências da Washington Avenue.

No quesito eletrônicos, Miami leva uma vantagem sobre Orlando: só Miami tem lojas da Brandsmart, que costuma ter preços ainda mais baratos que a concorrente BestBuy.

A desvantagem de Miami está no trânsito, que é muitíssimo pior do que o de Orlando (as distâncias são maiores, também) e nos estacionamentos, que são caríssimos (sobretudo nos hotéis e em South Beach).

Balanço:

- Turismo: é uma cidade mais para curtir do que para turistar

- Sales tax: 7%

- Hotelaria: na praia é cara; nos arredores do aeroporto é em conta

- Alugar carro: faz toda a diferença; mas ficando em South Beach é possível ir de van para o Sawgrass e de ônibus para o Aventura Mall

- Vale a pena vir só para comprar? Sim

Compras em Orlando

Orlando Premium Outlet, Vineland

Orlando Premium Outlet, Vineland

Parques + outlets é a fórmula que define a viagem de brasileiros a Orlando.

Os dois outlets principais de Orlando acabam funcionando como parques de diversões, só que sem montanha-russa: o Premium International Drive, mais central, e o Premium Vineland Ave., pertinho da Disney (US$ 30 de táxi desde a porta do seu hotel). Brazucas são mega bem-tratados em ambos.

Além dos outlets, há as BestBuys, as Walgrens, os Wal-Marts, os Targets, mais o popular Florida Mall e o sofisticado Mall at Millenia.

O problema do combo parques + outlets é que ambos requerem muita atividade física. A fórmula para não ser nocauteado é nunca emendar um parque com uma ida a outlet. Separe os dias de Mickey e Harry Potter dos dias de Nike e Diesel, e você vai aproveitar muito mais.

Balanço:

- Turismo: intenso

- Sales tax: 6,5%

- Hotelaria: em conta

- Alugar carro: fundamental

- Vale a pena vir só para comprar? Se você conseguir resistir...

Nova York + Flórida na mesma viagem

Só por causa das compras? Não precisa. Você pode brincar de Flórida naquele(s) dia(s) em que alugar carro e for à luta nos outlets fora de Manhattan.

Caso o seu objetivo seja fazer turismo em Nova York e em Orlando, então pense em duas semanas de viagem. 7 dias são o mínimo que um visitante deve dedicar a cada uma dessas cidades numa primeira vez.

(Caso você faça as duas cidades, lembre-se de deixar as compras para a última, para não pagar uma fortuna de excesso de bagagem no vôo interno, que não terá a mesma franquia de bagagem do vôo internacional.)

Miami + Orlando na mesma viagem

É perfeitamente factível -- as cidades estão a 4h de carro ou 1h de vôo -- e fica mais interessante quando você traça uma estratégia. Tipo: usar Miami para complementar as compras em shoppings convencionais, ou deixar os eletrônicos para Miami, ou ainda usar Miami para dar uma relaxadinha na praia antes de voltar para o Brasil.

 

742 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Recomendo a última opção. Foi exatamente o que fiz em novembro último. 7 dias em Orlando e depois dois dias em Miami, sem compras, só para relaxar e curtir a cidade.
Em Orlando a taxa é mais barata, sendo mais vantagem para itens de maior valor.
Em NYC há taxa para compras realizadas via Internet. Na Flórida não há.
Eu ainda cito outras excelentes lojas, tais como: Target, TJ Maxx, Ross, PetCo, PetSmart, Sports Authority, CompUSA... entre outras.
Em NYC a maioria dessas lojas não existem em Manhattan, o que torna difícil ir até elas sem alugar um carro.

Marcie
MarciePermalink

Um update: todas as lojas citadas pelo Gabriel, exceto pela CompUSA, já estão com forte presença em Manhattan.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Walmart ainda não, né?

Marcie
MarciePermalink

Mas tem a K-Mart, que, na minha opinião, é muito melhor.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Depende... acho que uma visita ao Walmart é sempre fundamental. Mas o K-Mart também é excelente!
Já que a maioria das lojas já existem em Manhattan o grande problema é carregar as compras!

Clara
ClaraPermalink

Mas a CompUSA existia em Manhattan, me lembro bem. Deve ter deixado de atuar lá...

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Várias lojas da CompUSA foram fechadas. A Flórida é o estado com mais lojas atualmente.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Ah, o Prime não existe mais com esse nome, pois foi comprado pela rede Premium.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Corrigido, obrigado!

Maccrow
MaccrowPermalink

Opa, tem um site que tem coisas bacanas para eletrônicos e computador. Tiger Direct

http://www.tigerdirect.com/

Tem na florida e tem uns precos bacanas.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Recomendo. Já comprei várias vezes via Internet.

Rodrigo Purisch
Rodrigo PurischPermalink

A Tiger é a dona da Compusa e da Circuit City.

Não sou fã do Brandsmart. Sempre encontrei na internet preços iguais ou melhores que lá. Ainda acho o serviço dos vendedores abaixo do padrão da concorrência.

Mas sabe onde é melhor comprar eletrônicos e cameras? No Amazon (requer alguma malícia já que algumas vezes te mostra um produto que está disponível por um preço menor dentro do mesmo site) e a Adorama.

Você compra, manda entregar no hotel. Estuda o que você quer em casa e compra com calma. Tem a vantagem de não pagar taxas de consumo locais... Serve também para o parente chato que quer que você traga alguma coisa. Ele compra e manda entregar no seu hotel. O trabalho vai ser só carregar...

Na pior das hipóteses você faz uma busca nos sites das lojas sobre os produtos que te interessa, verifica a disponibilidade na loja mais próximo do seu hotel (a maioria permite isso), chega e compra o que precisa e põe um ponto final nessa busca que consome um tempo precioso da viagem.

Ai você usa o tempo para coisas mais interessantes.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

É que existem os mesmos produtos vendidos pela própria Amazon e por outras lojas, por isso a diferença. Eu sempre dou preferência para comprar direto da Amazon. Já tive alguns problemas e sempre foram resolvidos com perfeição. Na Amazon também você sempre terá frete grátis acima de U$25.
O imposto pela Amazon é cobrado em determinados estados.

Mariana "de Toledo" _ @merel

Eu não gosto de ir atrás das compras; gosto de estar fazendo um passeio e - OPA! Olha essa loja!

Por isso, NY smile

Marcie
MarciePermalink

Totally agree! wink

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Sou igualzinho a Merel, em qualquer destino - não consigo viajar com a ideia de ir para fazer compras. Mas é uma delícia você estar no meio de um passeio, saracoteando pelas ruas, e encontrar uma loja legal. Por isso também voto sempre por NY. Como o Riq definiu, "Nova York é perfeita para incorporar as compras ao dia-a-dia da turistagem". Entre um museu e outro, entre o hotel e o restaurante, sempre tem uma lojinha bacana esperando por vc wink

Adri Lima
Adri LimaPermalink

Verdade! Concordo!

Mas vou pra Miami/Orlando pela primeira vez, por outros motivos, e vou aproveitar para fazer turismo de compras e parques - primeira vez também. É tanta coisa pra assimilar sobre compras/outlets/parques, estou ficando zonzinha...

E pra achar atrações que não se encaixem nesses itens (e nem no item praia) nesses lugares, tá uma aventura a parte!

Mariana "de Toledo" _ @merel

PS: De primeira necessidade esse post, hein.

Marcie
MarciePermalink

Não é?? Vai dar o maior ibope! mrgreen

Danilo
DaniloPermalink

Não acho que a questão da taxa deve pesar tanto na escolha da pessoa, trocar as compras em NY por NJ ou FL pensando apenas nas taxas é furada. Em NY comprando U$3000 paga-se U$240 em taxas, não penso que no balanço geral da viagem isso vá pesar mto.
E Gabriel, se vc comprar online com um shipping adress da florida, e no estado tiver uma loja fisica do site que vc está comprando, paga-se taxa normalmente, só que um pouco mais baixa que de NY, 6% eu acho.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

A taxa é apenas um dos fatores. A hospedagem em Orlando, por exemplo, é bem mais barata do que a em NYC. Na Flórida você pode alugar carro durante toda a viagem. Em NYC não.
Neste caso sim, Danilo. Mas se você enviar ao seu hotel não pagará taxa alguma. O que dá uma BELA economia.

Danilo
DaniloPermalink

Agora vc me deixou em dúvida...hehehe
Entregar no hotel??
Eu ja comprei em uma loja da florida p/ entregar no colorado, e não paguei taxa. Se comprar na amazon em NY não paga taxa, como na FL. Mas p.ex. se eu comprar no site da bestbuy p/ entregar na florida (mesmo que em um hotel) eu pago as taxas normalmente, correto??

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Se você comprar na Amazon e mandar entregar em NYC pagará taxa. Nova lei que vigora tem uns 2 anos.
Se você comprar na BestBuy pagará taxas sim.

Andre L.
Andre L.Permalink

Para quem não liga de dirigir, um jeito fácil de comprar e ter caror o tempo todo em New York é se hospedar do outro lado do Hudson e ficar motorizado o tempo todo. Além da conta de hospedagem cair absurdos, o estacionamento no hotel em geral é grátis, e aí vc pode, nos dias em que for a Manhattan, estacionar em um dos vários gigantescos Park-and-Ride em Jersey City.

Tem glamour? Nenhum! Mas que é eficiente para turismo de compras, é.

Thyago Portela
Thyago PortelaPermalink

Em out/2009, passei 04 dias NY, 07 Orlando e 02 Miami. O q fiz? Não sai de Manhattan, comprei pouca coisa em NY (leia-se Century 21, Macy's e J&R), comprei muito em Orlando + parques e show do U2 em Tampa, por fim, Miami foi só praia e noite.

Agora em nov/2010, depois de passar 04 dias em Toronto e 04 em Vegas, segui p/ 08 dias em NY e 08 em Orlando. Praticamente fiz a mesma coisa nessas 2 cidades: única diferença é q gastei 1/2 dia de NY p/ ir ao Jersey Gardens, o q considerei uma besteira já q iria p/ Orlando.

Tbm acho q quem vai juntar NY + Flórida não precisa ir ao Woodbury ou Jersey Gardens, mesmo este último não tendo taxs.

NY tem tanta coisa para fazer/conhecer/observar q é melhor deixar as cpmpras p/ depois e ir bater perna pela cidade.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Las Vegas também é excelente para compras (desde que você esteja de carro).

Dri
DriPermalink

Entrei justamentepra contar q eu aaamo fazer compras em Vegas. O outlet e menor e mais produtivo q os de Orlando e miami pra mim, visto q eu não procuro marcas como prada fendi ou suor ... Tb nunca precisa alugar carro , o outlet esta a 20min de ônibus da strip na ida e, caso não queira voltar de ônibus, a uma corrida de20 dólares na volta. E ao contrário de ny eu acho q compras casam muito bem com Vegas. Sem falar q os hotéis são mt baratos. Outra coisa q faço e emitir meu vôo interno junto com o internacional e assim manter a franquia. Nas duas vezes em que fiz isso, o custo total do vôo (rio-Vegas-ny-rio) ficou mais baixo do q se eu tivesse comprado so rio ny rio!

Gabriela
GabrielaPermalink

Dri, vc usou qual cia aérea?? Penso em fazer algo parecido com o que vc disse!!

Ila Fox
Ila FoxPermalink

Também não sou chegada a compras, mas acho que seja mais interessante a pessoa ir para Orlando ou Miami para fazer compras pois os hoteis e comidas acabam sendo mais baratos que em NY. Ou seja: sobra mais dinheiro para gastar com muambas! hehe

Elaine Rego
Elaine RegoPermalink

Concordo :Orlando pra compras acho imbatível! (preços, taxas e opções de hoteis,carro e comida.)

Se for possível, vá a NY primeiro. Se não der pra comprar o que pretendia, em Orlando você vai comprar bastante.

Quanto a eletrônicos, não perca tempo: Orlando, Miami e Ny tem BestBuy e faça store pick up (compre na internet e voce tem até 7 dias pra ir buscar seu produto na loja escolhida. Caso não apareça pra buscar a compra é cancelada automaticamente,pois a compra só é valida após você passar seu cartão de crédito na loja e assinar!)

zuzu
zuzuPermalink

Nunca programei nenhuma viagem baseada em comprar, mas claro, estando nos EUA, compritchas sao inevitáveis(porque os preços no Brasil sao proibitivos mesmo)!Portanto, nao iria a nenhuma destas cidades especificamente com esta intençao, agora vou prá meia de Miami no fim do mes, e vou pensar em um dia ir ao outlet, mas se nao der, ótimo, assim nao trago mais volume a toa!

Hugo
HugoPermalink

Não tenho muita experiência com Miami, mas a vez em que estive nos shoppings de lá não gostei. Achei tudo muito tumultuado, bagunçado e cansativo. As compras em miami beach, apesar de ter menos opções, são bem mais agradáveis.

Por isso, neste ano irei para os EUA fazer enxoval de bebe e optei por NY. Pode até ser um pouco mais caro, mas a viagem em si será mais agradável para mim.

Marisa
MarisaPermalink

Estivemos em Dezembro em Orlando e NY, fizemos as compras nos dois principais Outlets de Orlando (super barato) e deixamos a coisas mais transadas para as lojas de NY (valeu muito a pena,mesmo c/imposto um pouco maior).

Fabiana
FabianaPermalink

Pessoal,
Gostaria de viajar no inicio de fevereiro para Orlando ou NY. Ocorre que, eu não arrumei nenhuma companhia.
Qual das cidades é melhor para curtir sozinha?
PS.: tenho trauma de infancia com a Disney porque quando eu fui em 1992 não aproveitei nada, tive problemas pessoais que tornaram a viagem para 3 dias ao inves de 10 dias. Por isso, tenho muita vontade de voltar para Orlando. Mas, será que ir sozinha nos parques pode ser divertido? e o frio de NY? vou conseguir andar pela cidade em pleno inverno?
Na Europa, me viro muito bem sozinha. Viajo com a minha avó e sempre faço atividades nortunas sozinha e outros programas.
Além disso, o maridão já arrumou uma lista de compras para fazer (roupa, blu-ray e etc..)
Por favor, preciso de ajuda.

Andre L.
Andre L.Permalink

Fabiana, eu já viajei para cidades que são "destinos-família" sozinho, e me adaptei. Isso é muito individual. Se vc já está acostumada a se virar, Orlando tem suas atrações noturnas, claro que incomparáveis às de NYC.

Todavia, eu entendo perfeitamente o que vc disse de voltar a um lugar cuja viagem anterior foi traumática por motivos externos. Se isso vai lhe fazer bem, vá para Orlando!

Mariana "de Toledo" _ @merel

Fabiana, acho que o que responde é pensar como você é já onde você mora. Você deixa de fazer coisas aqui quando não tem companhia? Você vai ao cinema sozinha? Iria a um parque aqui (Hopi Hari, por exemplo) sozinha?
Se sim, vá em frente! Caso não, eu apostaria mais em NY.

Fabiana
FabianaPermalink

Obrigada pela opinião.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Concordo super com a Merel outra vez, pra variar mrgreen Mas, entre uma e outro, e como solo traveler de carteirinha, optaria por NY sem pensar duas vezes wink

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalink

Aliás, a Merel é sempre precisa, ótima.
MIAMI - compras, ORLANDO - parques e NY - cultura.

Ane Andrade
Ane AndradePermalink

Fabiana,
Se vc optar por Orlando, vc ainda pode usar o "single rider" e não perder tempo nas filas dos brinquedos.
Boa viagem!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Somente alguns atrações tem a fila 'single rider'.

Mateus Maranhão
Mateus MaranhãoPermalink

Fabiana,

achei mto legal seu post, pois também tive uma experiência ruim em Orlando na primeira vez que fui. Voltei 5 dias antes. Depois disso quis voltar para aproveitar as coisas que não consegui fazer da primeira vez. E tbam não achava companhia. Resolvi ir sozinho. Bilhetei e em 5 dias estava chegando em Orlando num Toyota, alugado no aeroporto de Miami. Foi uma delicia! E tem mais, nos parques tem as filas "single" que ajuda a furar fila.
Vai fundo!

Larissa Popp
Larissa PoppPermalink

Eu sempre ouço dizer que quem vai pra compras - por ex. fazer enxoval de casamento ou bebê, acaba escolhendo Orlando e Miami mesmo. Eu fui pra NY dez dias ano passado e reservei um dia pra compras, fomos à Century 21 e ao Jersey Gardens, mas ainda deu tempo de fazer um programa noturno. Fiquei surpresa de ver que nos programas culturais que fiz nos outros nove dias não encontrei UM brasileiro, mas nos dias em que fui aos outlets parece que só tinha brasileiros. No avião de volta a senhora ao meu lado comentou que não tinha ido à Broadway e não tinha visto a estátua da liberdade porque não deu tempo, tamanho o número de encomendas e compras que ela fez. Encomendas, então, acho o absurdo dos absurdos - como tem gente sem noção né? Se vc tem grana pra viajar SÓ pra fazer compras, e depois pode viajar pra conhecer os lugares, aprender coisas novas e experimentar novas comidas, ok, go ahead, mas acho absurdo ir pra NY e passar 90% do tempo comprando.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

É verdade, Larissa. Basta sair do circuito comum que escuta-se muito pouco português. Já tive diversas vezes a mesma sensação do que você.
Eu faço compras pela Internet, mando entregar no hotel, pago mais barato e tenho tempo para curtir a cidade, seja ela qual for!

Giovanna M.
Giovanna M.Permalink

Larissa e Gabriel, também penso igual a vocês.

No início de 2010 fui para Las Vegas e para a Califórnia com o meu marido, de carro, e conseguimos fazer bastante coisa com a filosofia só-vamos-parar-para-comprar-se-der-tempo. Com isso, conseguimos visitar os dois outlets de Las Vegas e ainda passar bastante tempo nas Ross espalhadas pelo trajetos e até que touxemos bastantes coisas (muitas mandei entregar no hotel mesmo), sem abrir mão de ir aos show em Las Vegas, visitar o Grand Canyon e fazer as demais cidades com calma. Até Napa ganhou um dia a mais na programação...

Em setembro, um colega de trabalho fez o mesmo roteiro que nós fizemos, com a mesma quantidade de dias, e reclamou que não deu tempo de fazer nada (e até me senti culpada por ter dito que o tempo era suficiente). Conversa vai, conversa vem, descobri que ele simplesmente perdeu um dia em cada cidade visitando outlets. Um dia em Las Vegas, um dia de los Angeles, dois duas em SF e mais um dia em alguma cidade no meio do caminho.

Desculpem-me a franqueza, mas exceto naquelas viagens só para compras, acho um absurdo gastar tanto tempo com compras. Esse mesmo colega me disse que sua esposa comprou um vestido de 5 dólares na Zara. ok, o vestido no BR custaria uns 200 reais. Eu me pergunto: quantas vezes ela usará esse vestido? quanto tempo ele durará? E as memórias de uma visita ao Grand Canyon (que eles não fizeram porque não deu tempo) ou ao Getty Center? Pois é...

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Quem viaja para os Estados Unidos pela primeira vez acaba ficando maluco com a quantidade de lojas e os preços baixos. Com isso aproveita pouco a cidade, gastando muito tempo em compras. É isso que eu percebo!

Andre L.
Andre L.Permalink

O que mais me incomoda (se eu estiver junto com a pessoa/grupo) é a situação de tornar compras o centro de uma viagem curta. Isso vale para souvenirs em praia de Santa Catarina ou para muambagem em outlet.

Eu sempre penso no todo. Nos dias (muitos ou poucos) que tenho para viajar, a gente tem de diluir todo o orçamento, não apenas da viagem, mas de tempo. Quando terei outras férias assim? Quando poderei viajar x/y dias novamente?

Quando consideramos tudo isso, a ideia de sair procurando a melhor oferta para economizar um pouco aqui, ali, me irrita profundamente se eu estiver envolvido.

Aprendi isso de maneira singela, em viagem com amigos para praia perto de Maresias. Era um feriado, tínhamos só 4 dias inteiros na praia mais 2 de viagem, e perdemos 2 desses dias procurando souvenirs pra lá e pra cá. Eu, motorista da turma na primeira viagem solo, tive de ficar 2 dias correndo entre as praias próximas pq estavam todos procurando os souvenirs e lembranças mais interessantes.

Camilla
CamillaPermalink

Gente, mas essas coisas são individuais. Não temos como saber se para a tal pessoa q passou todo o tempo da viagem comprando aquilo foi bom, divertido ou não. Só temos q tomar cuidado com viagens em grupo pra não acabar cedendo demais (ou de menos) e deixar alguem chateado! Quando é assim, tem outras pessoas q não seguem seu estio de viagem, o melhor a fazer é deixá-la a vontade para que vá fazer as compras dela enquanto vc faz seu turismo do jeito q gosta! e todos ficam felizes para sempre smile

Patricia Luck
Patricia LuckPermalink

Nossa, concordo muito com vc! Há alguns meses, voltei de uma viagem de 8 dias com meus filhos à Bariloche.
Na volta ao Brasil, a PRIMEIRA coisa que me perguntavam foi o que eu havia comprado, se havia lojas de grife, como estavam os preços dos tênis.
Meudeusdocéu, viajei pra estar com minha família em uma cidade linda, passeando, conhecendo coisas novas, comidas diferentes, dando experiência de vida a meus filhos e o povo só se preocupa com compras?
Esse ano vou aos EUA com uma amiga fazer compras. O objetivo da viagem será esse! Em outro momento, conhecerei a cidade como ela merece...Na volta, não ousarei dizer que conheci Miami (ou Orlando)....

Marcelo
MarceloPermalink

Passei quinze dias em Orlando em outubro, a combinação parques e compras realmente é muito legal. Uma coisa que fiz e recomendo é comprar pela internet e mandar entregar no hotel, há duas principais vantagens, primeiro, ao fazer o cadastro na loja você coloca o endereço de cobrança no Brasil e depois, na hora de fazer o pedido, indica como endereço de entrega o hotel nos EUA, daí, em boa parte dos casos, você não paga o imposto, que em Orlando é 6%, porque a venda é considerada para fora do país. Segundo, e talvez mais importante, você não gasta tempo procurando coisas que já comprou e correndo o risco de não encontrar. Conversei com várias pessoas que estavam batendo perna de bestbuy em bestbuy, com vários wallmarts no meio, procurando iPads e não encotravam, só com encomenda para a semana que vem. Minha mulher comprou alguns cremes da la roche-posay na amazon e recebeu no hotel, sem frete e sem imposto, tranquilamente, várias pessoas que conversei gastaram tardes indo de CVS em CVS atrás destes cremes sem encontrá-los.

Aproveitei para curtir a cidade e os parques com calma, indo mais de uma vez aos parques muito grandes - como o Epcot - para passear com calma, aproveitando restaurantes e passeios.

Logicamente que você vai aos outlets, até porque roupa e sapatos é bom experimentar antes de comprar.

Apenas tome cuidado para confirmar se o seu hotel recebe compras antes da sua chegada, porque se forem entregues depois que vc estiver lá é lógico que recebem, e se cobram por isso.

Taí, fica a dica.

Sandra P.
Sandra P.Permalink

Marcelo,
Qual o hotel que vc ficou? Compartilhe mais dicas da sua viagem, quais lojas vc comprou pela internet além da Amazon? Vou em abril, e como pretendo ficar somente 10 dias, quero aproveitar os parques ao máximo deixando o tempo livre somente para comprar algumas roupas.Obrigado !!!!

Amanda Sanchez
Amanda SanchezPermalink

Marcelo, tô na mesma situação da Sandra. Se você puder nos dar esses detalhes que ela pediu, eu agradeço.

Abraços,
Amanda

Carol
CarolPermalink

Na contra-mão do post, preciso de uma ajuda... quero comprar uma máquina Semi- Profissional na viagem que farei para o Chile em fevereiro. Alguém poderia me indicar algum modelo? Sei que Nikon é imbatível, mas estou na dúvida pois não quero uma máquina complicada e nem pesadona...Ricardo, qual vc usa para as fotos do blog? Já agradecendo as respostas...

Fabiana
FabianaPermalink

Carol,
tenho uma P100 da Nikon que eu amo. Acho ela grande, antes usava uma sony. Para mim que não sei nem mexer no flash, vou voltar para uma sony pequena. a grande só depois de fazer um curso para utilizar seus recursos. meu tio que já fez um aproveita muito mais do que eu.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carol! A câmera do Comandante é uma Canon T1i.

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Olá amigo, comprei recentemente a Panasonic Lumix-35; Foi indicação de pessoal especializado, e garanto, valeu muito a pena, a qualidade é impecável, deixa Nikon no chinelo. Opção alternativa é a Canon.

Carol
CarolPermalink

Ah... se alguém comprou alguma máquina no Chile, gostaria de indicações de loja, preços, etc... Grata!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carol! Leia sobre compras no Chile neste post (não deixe de conferir os comentários):
https://www.viajenaviagem.com/2010/11/compras-em-santiago-do-chile-o-que-vale-a-pena/

Pablo
PabloPermalink

Compras no Chile (Santiago), só se for roupas e vinhos. Eletronicos chegam a ser mais caros que na Paulista aqui em São Paulo. Aproveite para fazer passeios. Contrate empresas locais de turismo como a Turistik, bons guias.

Romeu
RomeuPermalink

E para quem quer curtir praia em Miami, alguma dica de hotel que tenha aquela estrutura voltada para tomar banho de praia?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Romeu! Os hotéis pé na areia em Miami Beach são justamente os mais caros. Se você não quer cacifar um Delano, W, Setai e quetais (existem outros não tão caros), o melhor é pegar um hotel de padrão médio e levar sua toalha ou alugar uma espreguiçadeira na praia pública. É possível também alugar uma espreguiçadeira nas áreas de praia dos hotéis chiques e aproveitar o serviço.

Marcos B.
Marcos B.Permalink

Gostaria de perguntar aos mais experientes: é possível viajar para Miami e fazer compras para revender que possam pagar as despesas? Não para ter lucro, apenas para financiar a viagem.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Possível é. Mas por sua conta e risco. Se passar da cota de isenção você estará sujeito a multa de 100% do que exceder.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcos! Se o fiscal na volta achar que não é para uso pessoal, você está ferrado.

Leia: https://www.viajenaviagem.com/2010/08/receita-esclarece-compras-fora-da-caixa-acessorios-nao-isentos/

Marcos B.
Marcos B.Permalink

Ok, mas se uma pessoa tiver MUITA disciplina e não comprar praticamente NADA para si, mas apenas para revender, mesmo dentro da cota, e aproveitando alguns itens que não contam para a cota quando não em grande quantidade, como roupas e outros, dá para fazer a viagem e pagar as despesas com a revenda, não? Não é para ser muambeiro, mas apenas para diminuir os gastos, pois alguns produtos absurdamente caros no Brasil tem um preço bem razoável nos EUA.

Camilla
CamillaPermalink

é, isso é ser muambeiro sim! e se o fiscal entender que não é pra uso pessoal,, bem, isso já foi dito acima! e o assunto não tem nada a ver, né?!

Marcos B.
Marcos B.Permalink

Camilla, minha intenção é apenas financiar parte da viagem com as compras. E embora não seja meu propósito, para mim ser muambeiro não é depreciativo nem ofensivo. Mas como você mesma disse, não tem nada a ver, né? De qualquer forma, muito obrigado pela generosa contribuição, foi muito útil.

Alexandre
AlexandrePermalink

Eu sempre trago alguma coisinha pra vender, antes eu trazia encomendas sem cobrar nada , no final as pessoas reclamavam que não era exatamente o que queriam, não me pagavam e ainda ficava um clima chato. Agora trago algumas coisinhas poucas a mais e vendo pra quem se interessar, se ninguém quiser depois eu mesmo acabo usando, também acho que isso não é ser muambeiro, afinal eu faço isso e viajo de executiva. Acho que pode ser até ganância minha, mas muabeiro é quem viaja apenas pra compras e revenda! E realmente nào acho pejorativo, só tem muambeiro no Brasil pois nosso preços internos e política de impostos fazem existir essa "profissão".

Paulete
PauletePermalink

Outro dia estava procurando um creme e caí num blog de umas meninas chamado pague minha viagem ( http://www.pagueminhaviagem.com.br/home/ ), depois que vi aquilo acho que é possível sim!

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

O Ric não disse, mas uma opção interessante são as praias de Fort Lauderdale, e tem todos os bons hotéis por lá.

Romeu
RomeuPermalink

Olá A Bóia, obrigado pela resposta. Na verdade, como vamos com uma criança pequena, a única exigência é que o quarto fosse de tamanho razoável para caber uma caminha ou um berço. Já fui inúmeras vezes para Orlando e algumas para Miami, mas nunca com esse foco de praia que será o nosso agora. Tem uma região melhor para banho lá? Sabendo disso eu posso pesquisar um hotel mais barato próximo.
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Romeu! Pesquise hotéis em South Beach, a região toda é boa para banho. Evite hotéis muito baratos, normalmente são degradados.

Dos que estão à beira-mar, cheque os preços do Doubletree Surfcomber, você pode dar sorte de encontrar boas tarifas na sua época.

Pode também checar Fort Lauderdale, que é um balneário mais tranqüilo e com preços melhores, a meia hora de Miami.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Os hotéis mais baratos em Miami localizam-se perto do aeroporto.
A sugestão da Bóia é boa. Muita gente se hospeda em Fort Lauderdale, que costuma ser mais barato, mais calmo e está bem próximo de Miami. E você estará pertíssimo do Sawgrass.

Leandro
LeandroPermalink

Também pode gostar de Sunny Isles, praia mais tranquila ao norte do agito, muitos hotéis de praia na região são novos, um tem até esta providencial webcam: http://www.earthcam.com/usa/florida/miamibeach/?cam=miamibeach2

Luciana Bordallo Misura

Romeu, pra quem viaja com criança pequena aqui nos EUA recomendo procurar um hotel da rede Residence Inn (uma das marcas da Marriott). Os quartos todos tem uma mini-cozinha e sao para familias, tem sempre espaco pra um bercinho ou cama extra e perfeitos pra preparar de um lanchinho ate uma janta de emergencia pra uma criança com fome em hora impropria smile Outras dicas pra viajar com os pequenos aqui nos EUA la no meu blog: http://luciana.misura.org/2010/08/05/viajando-com-criancas-nos-eua/

Mirian
MirianPermalink

So para complementar, quem procura produtos na B&H, a Adorama é uma excelente opção mais barata e confiavel: http://www.adorama.com consegui achar Canons e acessorios mais baratos que na B&H.

Este site http://www.nowinstock.net/ é muito pratico para quem procura compras online nos USA, ele te dá tudo o que tem disponivel online nas principais redes de lojas virtuais.

Fabiana Guida
Fabiana GuidaPermalink

Acabamos de chegar , ficamos 7 dias em Orlando , visitamos 4 parques Magic Kingdom , Holliwood Studios , Sea Word e Island ( em 2008 tinhamos visitado todos com direito a beijo de golfinho e jantar no Castelo da Cinderela ) , então intercalamos parques e compras sem correria , os parques cansam muito...depois 8 dias em NY , Natal com neve , 2 tardes patinando no Central Park ,Estátua da Liberdade , Pier 17 , Wall Strett , Soho , Museu de História Natural , tudo de metro ou caminhando e no meio de tudo isso lojas e muito bolo e café tava muito frio!!!Ano Novo no Central Park com direito a 20 minutos de queima de fogos e sem multidão , recomendo .Ficamos no Hotel Vincci Avalon na 32 ,ótimo custo benefício somos em 5 difícil de acomodar na maioria dos hoteis em um único apto , ótima localização ,enfim compramos um pouco em Orlando um pouco em NY , e nos divertimos muito em ambos.

Dani G.
Dani G.Permalink

Acho cafona essa coisa de viajar pra fazer " enxoval", visitar outlet, etc. Coisa meio emergente... Compras aparecem naturalmente no meio do caminho, uma coisinha q vê aqui, outra ali... #prontofalei

razz

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Cafona para mim é pagar os exorbitantes preços cobrados no Brasil. Viajar para fazer compras é um excelente negócio, desde que você aproveite também para conhecer a cidade, fazer programas culturais e etc. É importante unir o útil ao agradável.

Juliana Fleury
Juliana FleuryPermalink

Sem contar as coisas LINDAS que a gente acha BARATÍSSIMO nos EUA. A diversidade e qualidade dos produtos deles é infinitamente superior aos encontrados no Brasil. Mas eu só faria uma viagem focada em compras pra algum lugar que já conheça, e já tenha feito a parte turística, cultural, etc.

Bianca
BiancaPermalink

Adorei a resposta Gabriel! Pensamento inteligente!

nelma
nelmaPermalink

Dani, também já pensei como você, que acredito não ter filhos.
As roupas para criança tem preços imbativeis nos outlets. A mesma roupa que aqui no Brasil voce não encontra por menos de 100 reais, lá vai custar em média 10 à 15 dólares, no máximo. Ainda com as vantagens de lavar super bem na máquina, não soltar tinta, etc, etc. Ou seja, qualidade muito superior.
Eu, por exemplo, não encontro roupas bonitas e de bom preço aqui no Brasil( sou GG) Nos Estados Unidos, encontro até calça comprida que não precisa cortar dois palmos para que me sirva.
Portanto, como resistir???
Por isso, sempre reservo dois dias para compras em outlet, minhas filhas e noras adoram as roupinhas. Depois desses dias de compra, nem olho mais vitrine, fecho a mala e curto a viagem.
Acho que fazer compras no Estados Unidos faz parte da viagem!!

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

As pessoas com mais grana que eu conheço, que podem comprar uma Louis Vuitton de 10,000 na hora do almoço, no Brasil, vão pra fora passear e comprar feito loucas, então cafona é quem acha que viajar pra comprar é cafona.

Patricia Luck
Patricia LuckPermalink

Acho é hipocrisia uma pessoa dizer que vai viajar para ter cultura e no entanto na volta não consegue dizer nada a respeito do local que conheceu, apenas da aparência das lojas. Se vai viajar pra comprar tralha, então assuma...rsrs

Carol
CarolPermalink

Obrigada pela resposta! Procurei e achei a T1i, parece ser leve, funções bárbaras, mas sem muitas complicações... Vou levar anotado para comprar lá no Chile! Pena que começo minha viagem pelo Atacama (Tierra Atacama, culpa sua Ricardo, Rrsrsrsrs!!!) Mas quando chegar em Santiago vou procurá-la!!!

zuzu
zuzuPermalink

Dani G
Eu já tive 2 filhos, e , particularmente, nunca fui aos EUA fazer enxoval. Mas cafona, nao acho nao! Vale muito a pena financeiramente , mesmo incluindo os preços de passagens, porque infelizmente, as coisas no Brasil sao caríssimas. Entao , muita gente normal e nada cafona , vai prá lá!Acho que depende do momento de cada família, se a viagem for focada nisso, de modo prático, por que nao(interrog). Vi os relatos do Breno, que teve trigemeos e foi prá lá fazer enxoval pros bebes, e , pelo que me pareceu, ele tem um super bom gosto, inclusive de destinos de viagens, o casal se presenteia em datas especiais prá lugares muito legais! Generalizar nao me parece legal...e olha que eu to aqui de advogada do Diabo, porque eu nunca pautei viagens em compras, mas já fui a um ou outro outlet sim. E foi uma experiencia palatável...nao perdi a viagem, foi uma tarde.
É muito de gosto e da necessidade de cada um! Mas respeito sua opniao e dou a minha!

Romeu
RomeuPermalink

Leandro: conferi em Sunny Isles o hotel Newport Beachside Hotel & Resort parece razoável quanto a preço e localização pelo menos.

Dani G: olha, não tem nada de cafona fazer enxoval nos UUSS. Só com o carrinho e bebê conforto, por exemplo, que aqui custariam 1800 reais, comprei em Orlando por 229 dólares o conjunto. Só aí, nesse pequeno detalhe, pagaria parte da viagem de uma pessoa. Roupas, então, sem comentários.

Luciana, muito legal o blog, parabéns, vou conferir e obrigado pela dica

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

O post ficou ótimo e vou dar a minha opinião. Eu prefiro fazer compras em Orlando, que é bem mais tranquilo, barato e tem todas as lojas muito próximas, além de Orlando ser bem tranquilo para andar de carro. Em NY eu preferi fazer compras a medida que ia passando pelas lojas, sem dedicar um tempo específico. Assim você mescla bem os passeios com compras.

Eu nunca programo uma viagem com o objetivo específico de fazer compras, mas nas viagens ao EUA eu sempre reservo um bom tempo para elas. Eu nunca deixo de fazer um passeio ou conhecer um local para fazer compras, pois elas são secundárias. O que eu faço é sempre reservar tempo suficiente para fazer os dois, mas se faltar tempo, os passeios são prioridade e as compras são deixadas de lado, nunca ao contrário.

Ciça
CiçaPermalink

Caros: NY é melhor para compras, acredito, se você está sozinha e quer comprar enquanto passeia e principalmente se quer comprar artigos de luxo, de marcas especiais (pouco do bom), eletrônicos especializados na B&H, new trends, novos designers descolados. Miami e Orlando oferecem opções para aquelas compras mais práticas, de volume, fora o conveniente de fazer compras com carro...em NY vc abusa na Macy's e carrega sacola de taxi em taxi, dentro e fora de museu, um estorvo! Agora, entregar Amazon no hotel, uso há anos, e além dos Estados Unidos, funciona tambem na Amazon.uk se vc vai para Londres. Uma dica é na primeira linha do endereço colocar: Mr. (ou Mrs.) seu nome - Guest at the XX Hotel from X to Y, o que basicamente quer dizer que vc será hóspede do hotel X naquele exato período, o que ajuda o pessoal do hotel a encontrar sua reserva e guardar seu pacote: lembre-se sempre de confirmar o prazo de entrega antes de fechar o pedido na Amazon, e de colocar o nome do destinatario da encomenda igualzinho ao da sua reserva no hotel.

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Pessoal:
alguém conhece alguma loja de artigos médicos(estetoscópio, aparelho de medir pressão..) em Orlando?

Obrigada

Flavia HC
Flavia HCPermalink

Em orlando especificamente, nao conheco.
MAs comprei pela internet daqui do Br e mandei entregar no hotel em Orlando pelo site allhearts.com e deu super certo.
Boa sorte

Fabio NG
Fabio NGPermalink

Pra quem vai viajar focado nas compras (e deixar a turistagem apenas como extra), Orlando me parece a melhor opção: fácil de circular e de chegar aos locais (que costumam ser próximos, permitindo idas e vindas sem precisar planejar muito), além de muitas opções de hotéis baratos –– e os parques como atrativo adicional, mesmo pra quem não curte muito.

Como já mencionado, comprar pela internet e mandar entregar no hotel é uma excelente opção: permite pesquisar com calma, elimina o risco de não encontrar e economiza tempo na viagem.

Paulete
PauletePermalink

Acho Miami mais fácil por conta do carro. Depois das duas primeiras sacolas fica difícil ver mais coisas, e com carro dá pra deixar no porta malas e voltar (cruzes!! hehehe!!)...Ah vc esqueceu do Village of Merrick Park, acho o shopping mais bonito de Miami, todo aberto, só lojas chiques, gente bonita e carrões. Acho que o Coco Walk anda meio caidão.

Igor
IgorPermalink

Estive em Orlando no ano passado, por 15 dias. Fui em quase todos os parques e, em dias de chuva, frio, ou mesmo em um dia que queria dar uma relaxada da maratona de parques, ia aos outlets. Uma coisa que achei bem interessante são algumas lojas de rua na International Drive. Se você estiver com tempo, vale a pena dar uma parada para conferir.

Perto do Premium International Drive tem algumas pequenas galerias com lojas diversas. Recomendo a Perfumeland, administrada por brasileiros, que sempre concede belos descontos nas compras. Anexa à loja de perfumes, tem uma de eletrônicos, que bateu a BestBuy nos preços. Além dos preços normais serem mais baratos, há o desconto para brasileiros. Vale a pena. Todos os perfumes e eletrônicos foram adquiridos nestas lojas.

Sobre o gancho do post, imagino que valha a pena fazer a combinação Orlando + Miami se o objetivo for apenas compras. Ir uma vez por ano para troca de guarda-roupa e equipamentos é uma boa pedida.

NY, na minha opinião, é turismo mesmo. Lojas serão bem-vindas, mas se estiverem no percurso. Ir só pra comprar, vá para a Flórida. Eu acho.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu acho que essas lojas de brasileiros são cheias de pegadinhas. Jamais compraria eletrônicos nelas. Como uma loja pequena consegue ter preços melhores do que a gigante BestBuy? Ou do que a Amazon?

Igor
IgorPermalink

Gabriel, saber eu não sei, mas que os preços que paguei foram menores... ahhhh isso sim.

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Muitas vezes eles vendem produtos refurbished como sendo novos, por isso o preço é mais barato.

Laura
LauraPermalink

"incursões ao mundo selvagem dos saldos da Century 21, no Ground Zero" por essas e outras q o Riq Freire é mestre. MUNDO SELVAGEM DOS SALDOS - nada mais define melhor a Century 21. Fiquei muito tonta lá, é muito selvagem. Aliás, achei "comprar em NY" bem difícil, é MUITA COISA, MUITA GENTE, pelo menos pra mim que não tô acostumada com essas viagens pra compras. Acho Miami BEM mais relax nesse sentido.

Ludmila
LudmilaPermalink

Olá Ricardo esse post é de utilidade pública obrigada!!! apesar de já ter ido em todas as cidades umas 6 vezes nos últimos anos..sempre encontro barbadas e boas oportunidades de compras toda vez que vou lá!! E compro muito depois que casei mobiliei minha cozinha inteira ..quartos tudo de lá..e acho super plausível ter economizado mais de 100% nas compras...aliás muito mais do que isso..é incrível um lençol de 1000 fios por 90 dolares e na m martam ser 1300 reais..sem chance..vou morrer comprando todo ano nos eua! nem que eu vá só pra isso! rs

Ludmila
LudmilaPermalink

Igor também concordo contigo em ir uma vez ao ano..é isso que temos feito!!! eu boicotei totalmente as compras no brasil e para nós mulheres a diferença é maior ainda!! um vestido aqui 300 ...lá 50,00 reais!quem resiste??? rs!
Abraços!

E Ny ..pra mim é com pouquíssimas compras tbém just tourism!!! museus..parques...shows...broadway..

Alex Melo
Alex MeloPermalink

Primeiramente, só fui a NY e acho que ir lá só para comprar é uma besteira completa... mesmo quem já foi pelo menos, aproveitem algum espetáculo na Broadway, passear um pouco. Aquilo lá é bom demais! Fiquei 15 dias quando fui, e para compras mesmo ficou a Black Friday + meio dia na Century 21 - e no final, onde compramos mais foi na JCPenney, dentro do Manhattan mall. O resto, só se estiver no caminho mesmo.

Mas... algo que nunca tinha passado pela minha cabeça, agora passa: eu também sempre achei meio besta a ideia de viajar só para fazer enxoval, mas Baby chegando em Agosto, pela primeira vez na vida considero viagem para compras.

Se for, vou levar minha esposa junto - sou um completo desastre em compras (ela ficou doida quando voltei de Madrid, no auge das rebajas, e tinha comprado só 3 peças de roupa da Zara - a menos de 15 euros cada - prá ela e NADA prá mim). Ou seja: teria que compensar 2 pessoas na viagem. Vale mesmo a pena? A diferença de preços é tão grande assim? Até pq não daria tempo para muita coisa em Miami ou Orlando.

tks

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Alex, eu acho que vale a pena sim, desde que você junte o útil ao agradável. Tente programar uma viagem para fazer compras, mas com passeios também. Além das compras, você e sua esposa poderão aproveitar uma viagem a sós antes do nascimento do seu filho(a), pois depois é sempre mais complicado.
As compras compensam sim, principalmente se você for comprar as coisas mais caras por lá, como carrinho de bebê, cadeirinha, etc... As compras vão bancar sua viagem e você ainda vai poder passear. Se você for comprar artigos para o casal e eletrônicos também, então compensa ainda mais. Só em 1 notebook você já economiza mais de R$1.000.

Alex Melo
Alex MeloPermalink

Vou dar uma estudada em preços mesmo... ainda tem uns meses aí pela frente, mas passagem prá valer tem que ser bem antes. Vou pesquisar.

E realmente: eletrônicos é o paraíso! hehe

Valeu

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalink

Alex, você não se arrependerá de fazer o enxoval do bebê.
A economia que fizer pagará estadia e passagens. Como disse o Alessandro aproveita para passear e divertir. Compensa. Não é cafona não, é ecomonia com lazer.

Camilla
CamillaPermalink

Tenho uma opinião bem próxima do Alessandro A. Orlando é mais legal pra fazer (um dia de) compras! NY (e todos os outros lugares q fui) as compras vão aparecendo pelo caminho, sem neuras! Não conheço Miami.

Tomas
TomasPermalink

Comandante, em julho vou visitar parentes em Boston com duas crianças. Até pensei em parar antes em Orlando para elas darem uma fast disneysada, ir p/ Boston e, na volta, passar em NY, de onde viria direto para SP. Mas para duas semanas estou achando muita correria. Pessoalmente, prefiro um bom passeio em Boston e região (alguma sugestão? Não manjo nada de Boston e Vermont. Tem parques para levar as meninas?). Depois uma paradinha em NY para perder a virgindade na Big Apple. (7 dias com crianças não vai dar. É muito lerê). O que acham melhor? Brigadão.
Tomas

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tomas! Vou pedir para o Comandante subir a sua pergunta para o Perguntódromo!

Alessandro A.
Alessandro A.Permalink

Tomas, Boston é uma cidade linda e realmente fazer a Disney na mesma viagem vai ser muita correria, pois NY toma muito tempo. Boston é pequena e você não gastará tanto tempo assim para conhecê-la, mas é uma das cidades que mais gosto no EUA. Se você quiser conhecer um pouco mais, veja o meu post:

http://wazari.wordpress.com/2010/03/18/boston/

Com relação a parques, em Massachussets tem o Six Flags New England, que é um parque radical e fica a umas 2 horas de Boston. Não sei a idade de seus filhos e nem a época em que você vai, mas uma atração interessante é assistir a algum jogo na cidade, seja de basquete, hóquei, futebol americano ou beisebol, já que os times de lá são muito tradicionais.

Alex Melo
Alex MeloPermalink

Quando fui, fiquei 3 dias em Boston e outros 3 em DC. Adorei as 2 cidades... Boston é uma delícia, sem dúvida nenhuma.
E se tiver tempo, dá para fazer de NY um bate-e-volta até Filadélfia.

Por fim: se gostar de história, antes de ir prá lá assista a série John Adams. São uns 7 capitulos de 1 hora, que falam sobre a independencia americana - a maior parte passada em Boston e Phily

Eunice
EunicePermalink

Tomas. Boston tem um aquario muito, mas muito bom mesmo. É melhor que os da costa oeste. Se as crianças curtem história você pode fazer uma caminhada por locais de muita importancia na história dos EUA. Acho que vale muito alugar um carro para passear nas estradas vicinais para sentir o ambiente de New England - as pequenas cidades com construções de madeira, a vegetação, os cultos. Se tiver tempo disponível dar uma esticada a Cap Code.

Eunice
EunicePermalink

Existem parques estaduais muito bonitos. Se vc quiser uma experiência diferente pode alugar uma motohome. No Maine ( caso vc decida ficar só na área de Boston em Boston ) o Acadia National Park, parque federal, que é muito bonito. Aliás, achei a costa do Maine maravilhosa. Pude entender porque os milionarios americanos gostam de ter casas por lá.

Eunice
EunicePermalink

Cap Cod, digo.

Zé
Permalink

Cape Cod? eekops:

Eunice
EunicePermalink

Isso.eek)

Zé
Permalink

Boston para crianças (completando o que já disseram aí em cima): Museum of Science (a hands on museum) http://www.mos.org/ e o New England Aquarium http://www.neaq.org/index.php

Gustavo - Viajar e Pensar

Realmente crianças é bastante vago.
Estive em Boston, vistando amigos, e em vários Parques como o Commons, exitem parques e espaço bem maneiros para crianças. Na região do Quincy Market existem Carrossel e etc pra crianças pequenas. O passeio do Duck Bus, dizem ser animado e todas as crianças gostam.
Vários museus, Aquário, Celtics, Patriots, Six Flags.
Opção com certeza não faltarão.

Minha visita rendeu um post no Viajar e Pensar:

http://viajarepensar.blogspot.com/2010/05/boston-europa-nas-americas.html

Abraço e Boa Viagem!!! grin

Alexandre
AlexandrePermalink

Meu sonho é que algum dia os preços no Brasil possam ser os mesmos , ou no máximo uns 20 % a mais que nos EUA, pra poder viajar apenas pra conhecer os lugares e se divertir,e nunca mais na vida ter de pisar num outlet e perder um dia inteiro vasculhando prateleiras.

Andre L.
Andre L.Permalink

Alexandre, desculpe-me ser um pouco chato como tenho sido nesse post do blog, mas ninguém é OBRIGADO a sair vasculhando pratelerias e outlets.

Refraseando: eu não entendo por que algumas pessoas simplesmente não conseguem viajar e se desprecouparem de qualquer necessidade de comprar só porque estão, por ocasião, em um lugar com produtos baratos. Se a intenção é viajar a lazer e descanso, sem estresse - e gastos! - de compras, não é por se estar em um país de mercadorias baratas que existe uma OBRIGAÇÃO moral de comprar para economizar, por assim dizer.

Beatriz
BeatrizPermalink

rsrss.... Concordo com você, André. Eu viajei recentemente a Buenos Aires para passear, descansar e conhecê-la sem correria. Os brasileiros que lá encontrei ficavam INDIGNADÍSSIMOS ao ouvirem de mim que eu não estava lá para compras. Aliás, quando viajo, compras só se sobrar algum trocado, pois minha férias são a lazer e culturais. Enquanto eu e minha filhota fomos e voltamos de lá com uma mala e bolsa, cada uma, a turma voltava com mil bagagens. Este consumismo exacerbado (entendo que está tudo muito mais barato que aqui), que eu percebia, as vezes, que não era somente para adquirir, mas sim parecia uma regra de comprar até o que não gostasse, só para mostrar aos amigos e parentes aqui no Brasil que adquiriu roupas de marcas, é algo doentio. Com certeza, muita gente vai se trombar por este país usando a mesma camisa, terno, vestido, saia, camiseta, parecendo até um uniforme, par de vasos...rsrs Cada um viaja com um objetivo, se indignar com alguém que não tem o mesmo objetivo que eles é quase que uma invasão de vida alheia! Quanto a conhecer a cultura dos argentinos.... eu ouvi cada besteira. Mas minha viagem valeu dentro do que planejei. Mas, não achei chato o que você escreveu, mas sim um fato,que você soube se expressar bem.

Patrícia B. Maia
Patrícia B. MaiaPermalink

Não sei a idade das crianças mas em Boston além do aquário, já citado, tem um city tour que se chama Duck Tours que talvez seja interessante p/ elas pq são carros anfíbios da 2ª guerra que fazem o passeio pela terra e pela água. Não fiz mas posso te dizer que chama a maior atenção. Especificamente p/ as crianças tem o Children's Museum e o Museu da Ciência. Os parques públicos: Boston Common e Public Garden (Jardim Botânico) e o observatório no Prudential Tower que c/ certeza agradarão a todos. Dependendo da idade e do interesse: Freedom Trail que passa por marcos históricos. Nos arredores, Harvard tem o museu de História Natural e Salem que é considerada a cidade das bruxas. Um espetáculo do Cirque du Soleil tb é uma boa opção para as crianças, só tem que ver se eles estarão por lá na mesma época que vcs.

Tomas
TomasPermalink

Boas tardes, tripulantes.
Íta blog pôrreta esse seu, hein comandante Riq?
Quanta informação legal de Boston e arredores. Graças a vocês, acabei de deletar Disney da viagem (era tudo que eu queria smile. Com tantas atrações, minhas filhas - 5 e 3 anos, não vão sentir falta. O Six Flags mexeu comigo. Sou montanharussólatra e acho que vou pegar um trem até lá e tirar um dia de férias nas férias só para mim. Obrigado a todos pelas ótimas indicações. Boston em julho, me aguarde!

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Se eu já tiver feito esta pergunta neste post, me desculpem..
É tanta coisa que tenho lido, que minha cabeça já está ficando doidja.
A pergunta é a seguinte: alguém conhece alguma loja de artigos médicos em Orlando?

Bjs e obrigada

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Já procurou na Amazon? Lá você encontra quase tudo! E não perderá o precioso tempo da viagem correndo de um lugar para o outro atrás de artigos médicos, que deve ser difícil de encontrar.
É preciso saber também se esses artigos são vendidos para qualquer pessoa.
Eu tive dificuldades para compras lentes pela Internet. Só com uma receita em inglês que me venderam.

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Gabriel:
meu marido é médico e queria comprar um estecoscópio. Não achamos na Amazon...

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Ueba! É isso mesmo...acho que marido além de estetoscópio tb precisa de óculos kkk(que ele não me leia)

Valeu, Gabriel

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Pois é... e é importante saber o termo exato, em inglês.
Existem vários modelos. Eu compraria na Amazon! smile

Edu
EduPermalink

Olá. Com base no que o Ricardo escreveu sobre compras em Miami, resolvi compilar TODAS as lojas dos 4 maiores shoppings de Miami (Sawgrass Mills; Dolphin Mall; Dadeland Mall e Aventura Mall)e criar uma planilha onde vc pode consultar em qual shopping tem a loja que vc deseja ir e dá para ter uma ideia da qtde de lojas q temos em mais de um shopping, ficou bem legal! Quem quiser, posso mandar por e-mail. Fica a dica pessoal. Abs.

Germana Melo
Germana MeloPermalink

Edu, poderia me mandar sua planilha onde podemos fazer a consulta das lojas que existem nos shoppings? Agradeço de já. Germana

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Eu quero Edu!!! gobbato@gmail.com

Daniela Bergl
Daniela BerglPermalink

Oi Edu, tb quero muito essa planilha, to indo pra Orlando e Miami agora em fev e ela seria muito util...
email: danibergl@yahoo.com.br

Valeu

Giuliano Generali
Giuliano GeneraliPermalink

Edu, me manda a planilha também. Estou pensando em ir prá Miami em abril. Valeu!!! e-mail: ggeneral@ig.com.br

Abs,

Isabel
IsabelPermalink

Estou pensando em ir pra Miami em Novembro, sua planilha será muito útil. Por gentileza, se possível, me envie. Agradeço desde já...

Grata,

Isabel

Isabel
IsabelPermalink

Ops...esqueci de registrar o email: isabelcsbb@hotmail.com

Um abraço,

Isabel

Thiago
ThiagoPermalink

Olá eduardo, pode me passar essa relação por e-mail.
thiagopedrolima@hotmail.com

carol m
carol mPermalink

Dúvida mais ou menos relacionada (na verdade acho que é só pq o destino é NY).Estou voltando para o Brasil, do Japão, com conexão em NY. Se eu chego no JFK às 10:15 e meu voo pro Brasil é só às 17:40, dá tempo de eu dar uma pisadinha em NY? Deu vontade de dar uma voltinha na Times Square...

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Fica apertado. Você levará pelo menos uns 40 minutos para chegar em Manhattan. Mais 40 minutos para voltar. E terá que entrar na área segura, que às vezes demora. Eu ficaria no aeroporto mesmo.

mario
marioPermalink

São quase sete horas e meia de diferença, você pode conseguir sim. Se o seu voo chegar no horário e você conseguir lidar de forma rápida com os procedimentos de imigração e bagagens, poderá chegar em Manhattan antes do meio dia. Dá tempo de respirar NY, almoçar e pegar um táxi de volta pro aeroporto, com tranquilidade. Ajuste seus planos de acordo com o horário de chegada do seu voo do Japão e o dia da semana em que isso vai acontecer.

Camila
CamilaPermalink

Uma outra opção é combinar Orlando + Miami, e além das praias, aproveitar para fazer um cruzeirinho para Bahamas, saindo de Miami, para relaxar das compras e parques... Em baixa temporada, e comprando em cima da hora, dá pra conseguir cruzeiro pra bahamas, passando por key west (que na minha opinião, é o lugar mais charmoso da flórida) por 200 dólares. Gosto muito do site http://www.vacationstogo.com, tem promoções ótimas.

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Uma dúvida: qdo compramos na Amazon e mandamos entregar no hotel(Orlando), pagamos só o frete?

Romeu
RomeuPermalink

Naila, às vezes nem o frete pagamos. Basta fazer a compra com alguma antecedência e exista a modalidade de free shipping. Tal modalidade é comum nos produtos oriundos da própria Amazon

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Alguns hotéis cobram para receber pacotes. Informe-se.

Keila
KeilaPermalink

Olá, boa noite!

Estou programando uma viagem de ultima hora para Miami para comprar meu vestido de noiva e aproveitar e comprar enchoval, artigos para casa etc...
Alguem saberia me informar um hotel estratégico? Bom e barato e que dê acesso fácil aos shoppings?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Keila!

Leia este post, vai lhe ser útil:
https://www.viajenaviagem.com/2010/11/miami-siga-as-dicas-espertas-da-fabiana-m/

Malu
MaluPermalink

Keila, não sou especialista em Miami mas os shoppings são todos beeeeeem longe uns dos outros. São muitos e vc precisa entrar nos sites das lojas e verificar em quais shoppings estão localizadas. Depois coloca os endereços no GOOGLE MAPS e verá qual a melhor região para se hospedar. Sabendo a região, fica mais fácil escolher o Hotel que vc quer no Tripadvisor. Veja a explicação do Fred Marvilha : http://sundaycooks.com/?p=936

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

De carro, em Miami, tudo é mais ou menos perto. Para economizar hospede-se perto do aeroporto.

Flavia HC
Flavia HCPermalink

Fiquei no Marriot Coral Gables e foi excelente a localizacao e o preco. O acesso era facil p/ qquer area de miami (de carro, claro).

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Olá pessoal, ótimo post!
Seguinte, estou de malas prontas para América em final de agosto. Quero que avaliem a programação:
3 noites em Ft Lauderdale, em hotel padrão 4 ou 5 estrelas, pé na Areia. Aproveitaremos para compras em Sawgrass (sugestões de outros locais são bem vindas). Vamos ao Miami Seaquarium, nado com os golfinhos, e elimino SeaWorld do pacote.
Carro alugado, SUV.
9 noites em Orlando com hotel tipo Hampton, Fairfield, Residence Inn, Parc Soleil. Ainda estou no processo de escolha, sugestões são bem vindas.
Visita aos parques da Disney, Universal e Wet n Wild.
Assistiremos ao La Nouba de Cirque du Soleil.
Iremos ao Dino Restaurante que tem em Downtown.
And go back to São Paulo.

Abraços, Bruno.

Alexandre Chagas
Alexandre ChagasPermalink

Bruno,

E´a viagem q

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Ir no Miami Seaquarium e eliminar o SeaWorld é um exagero. Não se comparam.
O Residence Inn dispõe de cozinha completa, o que é muito legal e ainda dá para economizar com alimentação. Na maioria deles é servido café da manhã (não muito bom). Para agosto está cedo, mas você pode reservar sem pagamento imediato qualquer hotel da rede Marriott.
Temos um tópico no FDV muito movimentado para um roteiro de 10 dias. Se quiser participar o endereço é este: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=116&t=698

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Olá Gabriel, muito obrigado por responder e pelas dicas. Café da manhã de americano dificilmente vai ser bom em algum lugar... Bem, quanto ao Seaquarium, eu eliminaria o Sea World porque motivos: lá também tem show de Orca, Golfinho, Leão Marinho, etc, etc. Além disso tem o tal do nado com os golfinhos. Não sei ao certo se são coisas completamente diferentes, mas enfim, já estou gastando $2000 só de ingressos, então alguma coisa vai rodar!!!
Vou ver o link do seu site, obrigadaço!
Bruno

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Bruno,

Há muito mais no SeaWorld do que apenas os shows. A nova montanha russa, a Manta, é sensacional. E ainda tem a Kraken e Journey To Atlantis.
Os shows de lá, todos eles, são imperdíveis para pessoas de qualquer idade.
Dá uma lida aqui: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=116&t=612

Dependendo do ingresso que você compre, o SeaWorld virá embutido. Ou seja, mais um motivo para ir nele!

Como você está comprando o ingresso? Talvez não seja o melhor custo/benefício.

Luciana Bordallo Misura

Bruno, são quantas pessoas e onde você está comprando esses ingressos? Tudo bem que os parques não são baratos, mas não conheço ninguém que gastou isso tudo em ingressos...

Concordo com o Gabriel e a Claudia a respeito do SeaWorld.

Você olhou algum dos hotéis da Disney? Entre ficar em um dos hotéis econômicos da Disney (os Disney All-Stars) e um hotel de rede (Marriott e afins), que são praticamente o mesmo preço, é mais vantagem ficar no hotel da Disney que você ganha as Magic Hours - horas extras que o parque fica aberto somente pros hóspedes de hotéis da Disney.

Amanda Sanchez
Amanda SanchezPermalink

Bruno,

Já que você ainda não escolheu o hotel, dá uma olhadinha no Blue Tree Resort antes de decidir. Não fiquei lá ainda (vou em setembro), mas foi dica do Alessandro (do Wazari), então deve ser quente!!

Abraços

Claudia Beatriz - Aprendiz de Viajante

Cada um sabe das suas prioridades, mas eu não eliminaria o Sea World de jeito nenhum. O parque é maravilhoso, além dos shows, dos bichos, tem montanhas russas sensacionais.. Com o Orlando Flex Ticket: http://www.seaworld.com/Tickets/Visitors.aspx você tem parques da Universal, Wet n Wild e Sea World no mesmo pacote e ainda inclui o Busch Gardens que é um parque maravilhoso e custa $274.00!!! Esse ticket vale muito a pena! Para hotel em Orlando, o último que fiquei foi o Holiday Inn Main Gate East que descrevo aqui: http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/2010/06/26/60-horas-em-orlando/
Cada vez que vou fico em um diferente, dependendo do preço da epoca.

Mateus Maranhão
Mateus MaranhãoPermalink

Bruno

Olha, um restaurante que não deixo de ir em downtown é no Fulton´s: http://disneyworld.disney.go.com/dining/fultons-crab-house/
É um barco antigo, super astral. Como adoro caranguejo minha dica é o big crab. E não vá no mesmo dia do La Nouba, pois cada dia um "grande evento"

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Ótima Dica Mateus, muito obrigado!

Leticia
LeticiaPermalink

Bruno, minha experiência combinando Miami com Orlando é que é melhor deixar as compras para Orlando, pois os outlets são próximos e de fácil acesso, ao contrário de Miami. Uma dica: se você animar, faça um bate e volta a Key West. É inesquecível e compensa o dia de Miami que vc perderá. Em Orlando dois bons hoteis são Residence inn By marriot Lake Buena Vista perto da Disney e Internatinal Plaza Resort and Spa na área do Sea World, muito perto dos outles. Seu roteiro parece ótimo!
Leticia

Bruno Gobbato
Bruno GobbatoPermalink

Show de bola Leticia, muito obrigado pelas suas dicas, vou pesquisar Key West!

Gabriel Dias
Gabriel DiasPermalink

Eu acho que um bate e volta em Key West não vale a pena. O lugar merece pelo menos dois dias. Bate e volta é cansativo e você acaba conhecendo tudo as pressas!