Blogs, dicas e roteiros pela África do Sul: deixe o seu

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Table Mountain, vista da Robben Island

A Joana quer fazer uma superviagem pela África do Sul agora em outubro.

Ela até já montou um roteiro: Johanesburgo - Blyde River Canyon, Kruger Park, Port Elizabeth e Rota Jardim, Cidade do Cabo e sua região vinícola. Ela tem vinte dias para a viagem.

Que pitacos você daria para ela? E que blogs ou sites você indicaria? (Claro que pode ser o seu!) Deixe na caixa de comentários, que depois eu edito pra consulta ficar fácil.

Obrigado!

 

ATUALIZAÇÃO

A coleção de dicas e posts deixadas pelos trips:

África do Sul no Colagem (Johanesburgo, Lion Park, Kruger Park, Cidade do Cabo e região vinícola)

África do Sul no Dri Everywhere (Johanesburgo e Cidade do Cabo)

África do Sul no Flashes por Si (Pretória, Kruger Park, Blyde River Canyon, Panorama Route

África do Sul na Joaninha Bacana (Cidade do Cabo e região vinícola)

África do Sul no Esvaziando a mochila (Johanesburgo, Soweto, Cidade do Cabo, Durban, Kruger Park, Blyde River Canyon, Sabi Sand Reserve)

África do Sul no Impressões de viagem (Kruger Park, Cidade do Cabo)

A vida na África do Sul (blog de uma família que vive lá)

África do Sul no Ao Zambezi (Cidade do Cabo, Johanesburgo, Baz Bus)

África do Sul no Vivi na Viagem (Port Elizabeth, Addo Elephant Park, Cidade do Cabo e região vinícola)

África do Sul no Pelo mundo (Sabi Sabi, Cidade do Cabo e região vinícola)

As dicas da Luciana Betenson  (Johanesburgo, Cidade do Cabo, Kruger Park, Port Elizabeth)

As dicas do Luis Eduardo  (mão inglesa, Lion Park, cavernas de Oudtshoorn, tensão racial, vinícolas)

As dicas do Paulo Torres  (Soweto Bike Tour, Jeffrey's Bay, cavernas de Sterkfontein, museu Maropeng, tubarões em Gansbaai, Cidade do Cabo)

As dicas do Ernesto e da Karine  (trocar o Kruger por um safári no Etosha, na Namíbia)

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

170 comentários

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Olá, Eduardo.
Estive na África do Sul no início de dezembro passado e, na Cidade do cabo, o tempo estava bem instável. Peguei chuva, sol, frio, calor. Me senti em São Paulo. Recomendo levar capa impermeável e alguma coisa de lã. Para mergulhar com tubarões, me foi muito recomendada a empresa http://www.sharkcagediving.co.za/ mas não cheguei a utilizar pois, claro, com a chuva, os barcos não estavam saindo. Espero que você tenha melhor sorte (de qualquer forma, há muito o que ver e fazer, mesmo com chuva). Boa viagem!

Eduardo Fernandes

Obrigado Yara.
Estou vendo as previsões históricas de tempo pra ver se não fica ruim nessa época.

jane Costa
jane CostaPermalinkResponder

Oi Yara,

estarei indo agora dia 22 de março para cidade do cabo, ficarei apenas 4 dias.
Você tem sugestão de hotel?
Um amigo que ficou por lá 6 meses insiste para que fiquemos (irá eu e meu marido) na Long Street.
Em um site li que é legal no City Bowl.
Não estamos pensando em alugar carro (creio que não dá tempo de pegar a autorização para isto).
fico no aguardo.
obrigada,

jane

Paulo Torres
Paulo TorresPermalinkResponder

Fiz o mergulho com os tubarões brancos pela Marine Dynamics, em Gaansbaai: http://www.sharkwatchsa.com/

Foi um passeio excelente, eles providenciaram a van para nos buscar em Cape Town (são 160km de distância), e os guias eram todos biólogos ou estudantes - incusive um dos estagiários era brasileiro. Além dos tubarões, tivemos a sorte de avistar duas baleias (mãe e filho) mesmo fora de temporada, era julho, a temporada de "whale-watching" começa normalmente em setembro.

E contratei o passeio através do albergue onde me hospedei, o Ashanti Lodge Gardens: http://www.ashanti.co.za/ (Dá pra contratar os passeios sem se hospedar lá, no link "travel center" do site, mas acho que qualquer hotel tem contatos com as empresas de mergulho com tubarões.)

Eu tinha um pouco de receio de fazer esse mergulho, mas me animei após ler esse post http://avidanaafricadosul.blogspot.com.br/2011/06/tubarao-em-hermanus.html , do blog de uma brasleira que mora na África do Sul.

Luis Veles
Luis VelesPermalinkResponder

A mais conhecida é a empresa cujo proprietário é o Mike Routzen, mergulhador conhecido por "Sharkman" e famoso por mergulhar sem gaiolas. Todo mundo conhece lá, é a empresa mais bem equipada em Gansbaai.

Fernanda - Blog Preciso Viajar

Eu tenho uma série de posts da África do Sul. Estão todos reúnidos nesse link. http://www.precisoviajar.com/2012/06/africa-do-sul.html

Nina
NinaPermalinkResponder

Ola a todos! Ja vi todas as possibilidades de roteiro e estou encantada! Tenho duas semanas em fevereiro na Africa do Sul e gostaria de sugestoes sobre quais os melhores lugares para ir, considerando o clima do mês. Li que nao seria o mes mais indicado para Safari. Alguem esteve la nesta epoca? Bjs e abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nina! Os melhores meses para fazer safári são de maio a agosto; dá para ir até outubro.

É uma viagem tão cara e tão distante, para que desperdiçar sua ida numa época pouco vantajosa?

Marina
MarinaPermalinkResponder

Oi, to fechando uma viagem p lá no carnaval.. é ruim fazer safari em fevereiro? Devo desistir e ir para outro lugar?

Carolina Altenfelder

Ola, gostaria de saber quanto tempo é legal de passar na Cidade do Cabo para conhecê-la e ver um pouco da região? Estou indo no esquema de mochilão. Alguém sabe um ligar legal para ficar?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Pelo menos 5 dias. Pesquise hostels em http://www.hostelworld.com .

Ana
AnaPermalinkResponder

Olá, vou para africa do sul em março, alguem tem alguma indicação de um bom lodge no Kruger Park, gostamos de lugares de médio para alto padrão......

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Não temos conteúdo próprio sobre safáris na África do Sul. Antes de perguntar por favor dê uma olhada nos blogs indicados, você verá indicações.

Riccardo Marcori Varalli

Olá, viajantes. Tudo bem? Peguei diversas dicas aqui e gostaria de compartilhar com vocês a minha viagem para a África do Sul. Fui com minha esposa (temos por volta de 35 anos, sem filhos) e resolvemos ficar 5 dias em Johannesburg, 5 em Hoedspruit e 5 em Cape Town. Seguindo a orientação do Comandante e da Bóia, chegamos por Johannes e voltamos por Cape (com escala em Johannes). Fizemos todos os descolamentos entre cidades por avião (South African Airways e sua filhote South African Express). Gostamos do atendimento prestado pelas companhias com lanches, vinhos (garrafa de 200 ml) e talheres. Comprei as passagens direto pelo site, com possibilidade de escolha de lugar e refeição. Infelizmente, o site não aceita parcelamento. Em Johannes ficamos no Motel Mi Pi Chi (www.motelmipichi.co.za - 06 noites R$ 928,85) em Melville - bairro jovem e seguro (lembra a Vila Madalena- SP). O local é mais uma guest house bem decorada em que se destacam a cama, o café da manhã, o estacionamento e o wi-fi (ambos) grátis. A região é cercada por bons restaurantes como o Lucky Bean (destaque para a torta de antílope - springbok) e o Cafe Picobella (surpresa - pizza de presunto cru com abacate). Alugamos carro em Johannes e Cape e preferimos pagar um pouco mais para pegar um modelo automático na Avis (mão inglesa complica!!!) e levamos o GPS do Brasil. No primeiro dia fomos ao Lion Park - bom e o Croc City Crocodile and Reptile Park (bom) pela manhã - são vizinhos e a dica foi do blog avidanaafricadosul (a blogueira Camille me ajudou muito no roteiro). Depois dos parques, fomos conhecer o Shopping Mandela Square (impossível não tirar uma foto ao lado do Mandela Gigante)e comemos no The Butcher Shop & Grill (muito bom). No 2º dia viajamos para a cidade de Hartbeespoort (45 min.) para visitar o Santuário dos Elefantes e o Bush Babies (macacos) são vizinhos e ambos valem a visita. No jantar fomos ao Golden Reef Casino e comemos no Back o' the Moon (muito bom - restaurante clássico meio brega - tipo Terraço Itália). No 3º dia fomos ao Museu do Apartheid (muito bom sem ser piegas) e ao Montecasino, cassino que simula uma vila toscana, e tem como destaque um zoo de aves - Bird Gardens - muito bom). No dia seguinte fomos ao Rhino & Lion Reserve (achamos muito melhor do que o Lion Park). É o parque que mais simula um safári e tem uma maior quantidade de animais, inclusive filhotes. No dia seguinte fomos ao Sun City passar o dia (sinceramente não gostamos). Acho que só para passar o dia não vale. No outro dia pegamos o vôo para Hoedspruit (região do Kruger). Ficamos no Tshukudu Game Lodge tshukudulodge.co.za/, com pensão completa, caminhada matinal e dois safáris por dia. A diária é cobrada por pessoa e custa uns mil reais. O hotel é fantástico com destaque para os 03 guepardos que foram criados na mamadeira e adoram um carinho dos hóspedes. A reserva é linda, vimos os big 5 e ainda fizemos uma excursão para Kruger. Um sonho... Cinco dias depois, fomos para Cape Town. Lá, nos hospedamos no Primi Oxford House (via booking - 05 diárias - por R$ 760,81). Muito boa guest house, sem café, com estacionamento gratuito, quarto grande e ao lado do Waterfront (complexo que concentra várias atrações). Fomos para Roben Island (prisão que Mandela passou parte da vida - visita guiada por um ex-prisioneiro) e no próprio Waterfront almoçamos no Willoughby (ótimos frutos do mar) e fomos visitar o Two Oceans Aquarium (vale a visita). Continua...

Ariana Sobral
Ariana SobralPermalinkResponder

Oi ricardo, vc fez a sua viagem toda sem escursao?? alugou carro em todas as cidades??/

Riccardo Marcori Varalli

Olá, fiz toda a viagem sozinho. Peguei carro em Johannes e Cape.abs.

Simone JSSuplicy

Oi Riccardo! Estou programando uma viagem à AS e adorei seu post! Queria te perguntar mais algumas coisas...
- os lugares com animais que vc visitou em JNB valeram a pena? Ou vc acha que em Hoedspruit por exemplo se tem a chance de vê-los tb?
- como vc foi de Hoedspruit a Cape Town? Avião? Você acha um trajeto meio puxado para se ir de carro de JNB a Hoedspruit? E acredito também que não há nenhuma atração nesse trajeto.
Muito obrigada!
Simone

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Simone! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Nívia
NíviaPermalinkResponder

Simone, de JNB à Cidade do Cabo é muito longe!! Embora as estradas por onde passei sejam boas, vai levar mais de 2 dias de viagem. Se vc tiver menos de 01 semana na Cidade do Cabo, indico que vc vá de avião. Outra alternativa é ir para Port Elizabeth e dé lá seguir de carro até a Cidade do Cabo, parando pela rota jardim (de 2 a 5 dias). Fiz o trajeto inverso e vale muito a pena.
Não fui a Hoedspruit, preferi fazer o safari no Addo Elephant Park, então neste ponto não posso te ajudar...

SimoneJSSuplicy

Nivia, Luca e Riccardo, muito obrigada pelas informações que vocês me deram!

Luca
LucaPermalinkResponder

Simone,
O pessoal que faz JoBurg-Cidade do Cabo via terra geralmente para para um ecoturismo em Drakesberg. Não estive lá, fiquei com vontade, mas imagino que deva ser mais direcionado a quem gosta de trekking. Caso contrário, não pense em NAO ir de avião. Comprei a passagem com um mês de antecedência e o trecho saiu 140 reais com a SAA, vale muito a pena.

Riccardo Marcori Varalli

Olá, Simone.Tudo bem? Em JNB, os animais são todos presos...tipo simba safári...o lugar que mais se assemelha a um safári é Rhino and Lion. Em Hoedspruit só fiz safáris e é loteria...depende do clima, do guia e da sorte.Fiz todos os deslocamentos de avião e achei que valeu muito a pena.Abs e boa viagem.

Riccardo Marcori Varalli

No dia seguinte fomos mergulhar com os tubarões brancos na empresa http://www.sharkcagediving.net/ . Foi sensacional e o pessoal é muito profissional e bem treinado. Jantamos no ótimo Savoy Cabbage (recomendo carne de caça). Por recomendação da Vanessa do http://www.blogdenosdois.com , que colaborou demais com o roteiro, fomos visitar a vinícola Spier e andamos de segway. Muito diferente e gostoso. Lá também tem um bem montado centro de reabilitação de aves de rapina. Excelente pedida para crianças!!! Já no final da viagem, fizemos os tradicionais passeios ao Parque do Cabo da Boa Esperança e Table Mountain e visitamos a praia dos pinguins (Bolders). Muito obrigado a todos do site que colaboraram para esta viagem e espero que meu post possa ajudar outras pessoas. Valeu!!!

Marcelo Amaral

Bom dia Ricardo, vi seus comentarios e achei interessante e estou indo para AFrica na terça dia 8 de outubro.
Queria lhe perguntar como voce foi de Cape town para o passeio com mergulho com tubaroes, foi de carro? Van?
Quanto tempo dura este passeio?
ABs
Marcelo Amaral BH MG

Passagens para África do Sul a Partir de R$1474 Ida e Volta - Viajandonlineblog

[...] você quer saber um pouco mais sobre este lindo país, veja as dicas do viaje na viagem, para passeios e outras atrações. Considere também comprar um bom plano deSeguro de Viagem [...]

carla zen
carla zenPermalinkResponder

Alguém já fez o passeio dos tubarões, mas para ver os tubarões que saltam? Vi alguns sites, mas nunca vi um relato de alguém que foi...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! Vamos compartilhar a pergunta no Perguntódromo. Se houver resposta, aparecerá aqui!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Obrigada, bóia!

Gustavo - Muita Viagem

Nós fizemos um relato sobre intercâmbio e aventuras na África do Sul. Espero que gostem smile

Gláucia Escola

Olá, gostaria de viajar com meu filho de 6 anos para África do Sul agora em julho, mas estou na dúvida em relação ao clima. Será que é um período muito frio? Valeria mais a pena ir em outra época?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gláucia! Estará frio como no extremo Sul do Brasil. Para a Cidade do Cabo, o verão é melhor. Para safáris, o inverno é mais indicado.

Ana Maria Schefer Gameiro

Temos tempo, pois somos um casal de aposentados...gostamos de viajar de carro, você acha que poderemos dirigir com segurança da Cidade do Cabo até Johnesburgo?
Faríamos a rota inversa, ou seja, chegaríamos em Johnesburgo com conexão à Cable Town e viríamos retornando ate Johnesburgo - teremos um mês na Africa do Sul
Por favor nos dê dicas e informaçoes, sobretudo no que diz respeito a segurança e saúde.
Agradeço muito,
Ana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Maria! Veja o relato de um leitor que viajou de carro pela África do Sul: https://www.viajenaviagem.com/2013/04/africa-do-sul-de-carro-a-viagem-do-fernando/

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Ouvi dizer de um trem que vai de Joanesburgo até a Cidade do Cabo, alguém já foi? São 27 horas mas não sei se vale a pena o $, se tem refeição inclusa, etc. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! O Seat 61 traz todo o serviço:
http://www.seat61.com/SouthAfrica.htm#.UgTNUZK1Fsk

Alberto Vianna

Olá, fechei anteriormente uma viagem para África do Sul com Safari e Rota Jardim e foi sensacional tudo. Desde o início quando entrei em contato com a agência de viagens. O atendimento foi perfeito, sempre tive o sonho de ir à África do Sul, só que tinha muitos medos e receios, mas a atendente Neide foi maravilhosa, tirou todas minhas dúvidas e me deixou super a vontade. Já conheci diversos países do mundo, só que o meu grande sonho era ir para África e fazer um safari. Indico muito esta agência, eles fizeram um site só de África e tem muitas dicas de viagem pelo continente todo e não só de África do Sul. Vale a pena conferir: http://viagemparaafrica.com.br/

Dante Giudice
Dante GiudicePermalinkResponder

Estou indo com meu companheiro num roteiro pelo sul da África que inclui trecho de carro entre Port Elizabeth e Cape Town. Estou receoso pois falo inglês "macarronico", tem a questão da mão inglesa, e circular na Cidade do Cabo até o hotel.
Alguém tem alguma dica? Conhece uma excursão que cubra este trajeto?

Muito Obrigado!

Dante Giudice
SSA/BA

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dante! Não temos dicas de excursões, mas isso não é difícil de encontrar. Acima você vê dicas de quem fez o roteiro de forma independente. Temos também dois relatos de leitores:
https://www.viajenaviagem.com/2013/04/africa-do-sul-de-carro-a-viagem-do-fernando/
https://www.viajenaviagem.com/2013/02/roteiro-15-dias-na-africa-do-sul/

Leia também:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/nao-falo-ingles-posso-viajar-ao-exterior-mesmo-assim/

Joana
JoanaPermalinkResponder

Olá, Dante. Eu fiquei com receio tb, mas não se preocupe.
Dirigi de Porto Elizabeth até a Cidade do Cabo, pela Rota Jardim, e ainda fiz a região vinícola (só estavamos eu e uma amiga). As estradas são ótimas, sinalizadas, e os motoristas muito educados. Por exemplo, quando vc cede a passagem, eles ligam o pisca alerta para agradecer. smile Eu adorava, super gentil.
Só liguei o GPS na Cidade do Cabo, para achar o hotel e a locadora de carros, para devolvê-lo. Não é uma cidade com trânsito ruim, e vc segue por vias expressas até a parte central, sem dificuldades. Praticamente uma reta.
Meu inglês tb não é bom, e o da minha amiga inexistente.
Alugue um carro com câmbio automático (não é mais caro que o manual), e vc terá um problema a menos para se preocupar na mão inglesa. A dificuldade vem nos 5 segundos iniciais, toda vez que vc liga o carro, para saber que pista pegar. Depois, não senti nenhuma dificuldade.
Abraço, Joana

LILIAN
LILIANPermalinkResponder

Joana,

Quantos dias vocês passaram na áfrica do sul? Você poderia detalhar melhor seu roteiro? é exatamente o que eu estou querendo fazer, mas só tenho 10 dias, será que é suficiente?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! A Joana passou 20 dias viajando. Vai ser complicado fazer o mesmo roteiro que ela com apenas metade do tempo.

Marilia Gonçalves

Tenho uma página no Face sobre Cape Town e cursos de inglês. Faço todo o intermédio entre aluno e escola aqui em Cape Town. Sai muito mais barato do que fechar no Brasil.

https://www.facebook.com/InglesENaAfricaDoSul

e-mail: contatoenglishafrica@gmail.com

Contato África do Sul - fone/whatsapp: +27 74 384 9974

Contato Brasil: 11-98130-6044

Jéssica Boiane

Oi

Eu e meu marido estamos querendo ir pra cape passar o natal e o ano novo, queria saber se é aconselhável essa época do ano
Outra pergunta, para alugarmos um carro como funciona em relação a carta de motorista? Tem alguma especial que devemos fazer antes da viagem?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jéssica! É uma ótima época, tempo seco e algum calor.

Para dirigir na África do Sul é preciso apenas coragem para dirigir na mão inglesa.

Recomendamos também fazer uma habilitação internacional:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/habilitacao-internacional-precisar-nao-precisa-mas-e-bom-ter/

luis
luisPermalinkResponder

Jéssica,
Passei o natal e o ano novo em Cape Town no ano passado. Foram dez dias deslumbrantes, com céu azul e sol quente. Quando venta, é vento forte e frio, de carregar os mais magrinhos. O que é até bom para refrescar o calor que faz. Também fui às vinícolas de Stellenbosch e Franschhoek: uma mais linda que a outra, com degustações baratíssimas e deliciosas (se for se hospedar por lá, escolha Franschhoek ou uma das vinícolas). A paisagem no verão nessa região montanhosa é impressionante. E fui até Hermanus, iniciozinho da Garden Route. Tudo, absolutamente tudo, valeu a pena.
Só um porém: prepare-se para muitos feriados e serviços descontinuados. Ano passado dias 25, 26, 31, 01 e 02 foram feriados. Nada que atrapalhasse muito, mas alguns restaurantes que estava a fim de conhecer simplesmente não abriam. Até mesmo o café onde tomava o café da manhã (Skinny Legs, recomendadíssimo) anunciava que abriria e, quando eu chegava, estava fechado. Isso acontecia em todos os lugares.

luis
luisPermalinkResponder

ah! e quanto ao aluguel de carros, corra e reserve o quanto antes. o carro é imprescindível na cidade. você não fará nada sem ele. e eles não têm uma frota extensa, esgotando-se rapidamente. opte por carros pequenos, pois encontrar vagas pode ser problemático. e, se puder, por um automático (eu dormi no ponto e em novembro já não havia a opção de automáticos). o trânsito na cidade é bagunçado como no brasil, a única coisa que muda é a mão inglesa. nos dias de festa (31 e 01 - tem uma parada nacional no dia 01/01), a polícia fecha, sem nenhum critério ou planejamento que seja conhecido de todos, muitos acessos, tornando a circulação bem complicada.
na locadora eles são burocráticos, pouco práticos, vão te exigir a pid, e seguir estritamente a reserva que você fez. nada de ir ficando com o carro com a mesma tarifa se der vontade. se faltar carro, vão mesmo te pedir pra devolver. e, se houver disponibilidade e você precisar renovar por mais um período, também não deixam fazer por telefone: você terá de ir até a locadora. esse tipo de perrengue que te fará se sentir em casa.
no mais, aproveite. voltaria mil vezes à região do cabo.

Thais
ThaisPermalinkResponder

Estou de viagem marcada para a África do Sul em dezembro, vou acompanhar meu namorado em um congresso em Cape Town (total de cerca de 8 dias na cidade). No tempo restante, marcamos o vôo para Johannesburgo, e estamos pensando em arriscar o Kruger ou uma das private reserves na região.
Sei que a época não é ideal para safáris, mas como eu não escolho a data do congresso, não tem muito o que fazer... minha dúvida é o quanto vale investir em um safári no Kruger, ou se os riscos de de chuva ou ausência total de animais são muito grandes. Alguém já foi nessa época?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Se houver resposta, aparecerá aqui.

De todo modo, adianto que o Ricard Freire acha desperdício de dinheiro ir na estação errada. Há tantos outros passeios para fazer na África do Sul no verão! Faça a Rota Jardim a Port Elizabeth! Vá à região vinícola! Vá a Victoria Falls!...

http://www.safaribookings.com/kruger/best-time

Izabel
IzabelPermalinkResponder

Olá Thais!!
Estive na África do Sul em fevereiro desse ano, período em que o clima é igual a Janeiro.
Fiquei 4 dias no Sabi Sabi e, embora essa não seja a época mais recomendada não me arrependi nem um pouco.
Choveu somente durante parte de um safári da manha, mas as capas de chuva do próprio lodge resolveram o problema. Vimos muitos bichos e só não conseguimos achar leões. O legal dessa época é que há vários filhotes.
O calor é violento, mas o safari normalmente ocorre no início da manhã e no final da tarde, então não há prejuízos.
Pode ir tranquila, eu amei a África do Sul e não vejo a hora de voltar para um safari.
Boa Viagem!

José
JoséPermalinkResponder

Não deixe de ir ao Krugger ou a uma reserva particular, se esta for sua única oportunidade. Se você pretender retornar à África, aí sim escolha uma época melhor.
O risco da chuva existe, mas vale o risco. Fui em Janeiro deste ano e não peguei nenhum dia de chuva.
Ah, a Garden Route é sensacional.

Blog Mundo A
Blog Mundo APermalinkResponder

Olá Thais,
O Safári no Kruger é sempre muito bom, mesmo não sendo a época ideal. Não Fizemos em dezembro e sim em setembro, mas a chuva e o frio já estavam por lá.O safári durou quase todo o dia,em carro apropriado, com paradas para almoço em restaurantes com boa estrutura. O mau tempo não comprometeu tanto o passeio. Alguns animais(leão)apareceram menos, mas o espetáculo é garantido.Não façam sozinhos em carro alugado. Se vocês vão a Johannesburgo, acho que vale a pena fazer esse passeio.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Blog Mundo A! Gostaria de chamar atenção para o fato de que no link que postei o mês de setembro está como "excelente", enquanto dezembro está "pobre". O frio que você pegou em setembro se deve ao fim do inverno. Em dezembro estará quente. Nâo se pode avaliar as condições de dezembro com base na experiência de setembro.

Riccardo Marcori Varalli

Olá, tudo bem?

Fui na segunda quinzena de janeiro do ano passado e dei sorte. Vi animais e o tempo estava bom. Mas concordo com a Bóia. Fiquei hospedado numa game lodge com os 05 grandes e fui um dia ao Kruger. Se já comprou a passagem para Johannesburgo e a febre por safári for grande, sugiro visitar Pilanesberg National Park que é bem perto e bem elogiado pelos locais. Boa viagem!!!

Gustavo
GustavoPermalinkResponder

Olá Ricardo, tudo bem? Vou a Africa na 2a quinzena de novembro. Em 1 dia no Kruger se hospedando num private lodge, dá para saciar a curiosisade? Ou o ideal seriam 2 dias? Estou com dúvida nas 2 opções abaixo, qual sua opinião?

1) Chego em Cape Town, fico por lá e arredores por uns 6 dias e depois fico 2 dias num private lodge no Kruger.

2) Chego em Cape Town, fico por lá 4 dias, faço a Garden Route em 3 dias (um pouco corrido, não?) e depois fico somente 1 dia num privare lodge no Kruger.

Valeu!

Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gustavo! Pense em pelo menos dois dias inteiros, sem contar o da chegada, para o lodge.

Flora
FloraPermalinkResponder

Olá Thais,
Fomos em Janeiro deste ano. Ficamos em um dos lodges da Reserva Sabi Sand, vizinha ao Kruger. Não pegamos chuva e vimos muito bicho (Todos os big five e alguns filhotes). Não escrevi sobre esta viagem ainda no blog, mas no meu instagran ( @floradegas) tem várias fotos onde dá para você verificar o tempo e os animais que encontramos. Minha filha também só podia tirar férias nessa época, arriscamos e achamos que valeu muito a pena. Não fez calor insuportável, choveu só um dia em Victoria Falls, e em Cape Town até usávamos um casaquinho leve a noite devido ao vento. Boa viagem! Voltamos apaixonadas pela África.

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Eu e meu marido acabamos de voltar de uma maravilhosa viagem por Mauritius e Africa do Sul!
No Kruger Park ficamos hospedados em um lodge bem intimista chamado Pondoro Game Lodge, ficamos encantados com o luxo e hospitalidade com que fomos recebidos...certamente indicamos a quem for fazer o Safari nas imediações do Kruger Park, que ao menos pesquise antes de fechar sua estadia no tão famoso Kapama, se busca algo diferenciado...certamente irá preferir o Pondoro!
Em Cape Town, tivemos a sorte de seguir uma indicação feita aqui no Blog e fizemos 2 dias de tour privativo com um brasileiro que reside lá há 24 anos e tornou nossa viagem ainda mais incrível, nos levando a lugares belíssimos...nós simplesmente estamos encantados pela beleza da África, pela simpatia do povo, sem dúvida é uma viagem imperdível e inesquecível!
Para aqueles que tiverem interesse no contato do guia brasileiro na cidade do Cabo, segue abaixo:
JOSÉ ROBERTO BRITES TEL. +27 (0) 21 553 2196
cell: +27 (0) 83 415 2196
email: jose@netpoint.co.za
info@continentaltours.co.za
P.O. Box 557
Melkbos 7441
Cape Town/ South África

Beijossss a todos e boa viagem!!!!!

Renata de Noronha

Passando aqui pra dizer que peguei dicas preciosas neste post antes de partir pra minha viagem rápida a Africa do Sul. Aliás, o Viaje na Viagem sempre é meu ponto de partida pras minhas pesquisas, e, baseada no que leio aqui, vasculho no Google por mais informações. Senti falta de dicas de restaurantes aqui, pois as dicas que li são todas muito turísticas (restaurantes do Waterfront, restaurantes de carnes de caça). Vou deixar num comentário separado a pesquisa de restaurantes que fiz antes de viajar. Inclusive dos que eu não fui.
Queria dizer que, assim como vários aqui, tb fiz passeio com o guia José Roberto Brites. Além de nem ser muito mais caro do que os passeios feitos com agências (se vc estiver com um grupo de 4 pessoas deve sair até o mesmo preço) vc tem a liberdade de fazer o seu roteiro do jeito que quiser, ficando mais livre e otimizando mais o tempo. Fiz um combinado de Cabo da Boa Esperança com Stellenbosch (tinha 1 dia apenas) que deu muito certo. Repito aqui o contato dele:
JOSÉ ROBERTO BRITES TEL. +27 (0) 21 553 2196
cell: +27 (0) 83 415 2196
email: jose@netpoint.co.za
info@continentaltours.co.za

Renata de Noronha

dica de guia em Johannesburg:

pra quem quer um guia em Johannesburg ou apenas um motorista, o José Roberto Brites, com quem fiz passeios em Cape Town, me deu esta indicação. Não a conheci,pelo nome deve ser brasileira ou pelo menos falar português/espanhol.
Laura Ferreira: 27-82-922-0737 / Laura@lamartours.co.za

Renata de Noronha

dicas de restaurantes em Johannesburg:

Atenção! Nós brasileiros, ainda mais viajando, que chegamos no hotel exaustos e tarde depois de um dia de passeio, adoramos sair pra jantar às 11 da noite, mas lá a maioria dos restaurantes fecha a cozinha às 22hrs, isto significa que vc tem que sentar às 21:30 e fazer o pedido na sequência.

- The Butcher Shop & Gril (Sandton / 27-11-7848676/8677) localizado na Nelson Mandela Square em Sandton. O local, que é um misto de açougue,loja (de produtos relacionados com carne e churrasco) e restaurante. De todos localizados na praça é o mais simpático, menos turístico,e não tem cara de "restaurante de hotel" como a maioria dos restaurantes do complexo. Vasto menu de carnes de vaca e de cordeiro, mas tb tem uma opção de carne de avestruz e de outra caça do dia, que pode ser de kudu ou sringbok. Ótima adega de vinhos. www.thebutchershop.co.za. A conta, com vinho, deu U$85 pro casal.

- The Local Grill (27-11-880-1946 / 40 7th Av, North Parktown, esq com 3rd Av). Localizado em North Parktown, bairro bem descolado de Johannesburgo,é o restaurante perfeito para quem quer comer bem e ver gente bacana (moradores de Johannesburg) em um ambiente casual e bastante agradável. Já foi premiado diversas vezes.A adega enorme oferece vinhos para todos os bolsos.No menu, você pode escolher o tempo de maturação, a parte da vaca (sirloin, tenderloin, rump steak, etc),e o tamanho da peça que vai comer. A carne é cortada na hora, antes do preparo.Vc tb pode escolher se a sua carne será de vaca que come ração ou de vaca que come pasto.E no menu eles avisam se a carne é "wet aged" ou "dry aged". Sim! Eu tb achava que no Brasil entendíamos muito de carne...descobri que não entendemos nada, rsrsrs.... De entrada comi um maravilhoso ossobuco (marrowbone) que no Brasil custa preço de ouro e lá custou meros 6 dólares e vem 4 pedaços. Pra quem se interessa, peça pra fazer um tour pela cozinha que vc pode até dar a sorte de ser acompanhado pelo próprio dono, que explicará todas as diferenças de carnes que citei acima.
www.localgrill.co.za. Tb gastamos cerca de U$85 o casal, com entrada e vinho.

- Carnivore (69 Drift Boulevard, Muldersdrift Estate, 40min do centro , fica em um resort / 27 (0)11 950 6000 /)Não fui a este restaurante, mas deixo a dica pois achei interessante e não li sobre ele aqui ainda. Deve ser bem turístico, daqueles com mesas enormes de turistas que chegam em micro ônibus. Se paga um preço fixo.No site deles o preço pro almoço de Páscoa gira em torno de U$22, então imagino que um jantar seja um pouco mais do que isso. Para quem quiser experimentar algumas carnes exóticas, o Carnivore é a opção certa. Restaurante já foi premiado como a melhor atração gastronômica da África do Sul. Já imaginou comer carne de girafa, zebra, jacaré ou antílope? Todas essas carnes que são servidas em um esquema de rodízio, igual às churrascarias brasileiras. Também oferece cortes comuns de carne e frango. O ambiente é bem rústico, decoração meio temática, acho que tem música ao vivo. www.carnivore.co.za

Renata de Noronha

dicas de restaurantes em Cape Town:

Atenção! Nós brasileiros, ainda mais viajando, que chegamos no hotel exaustos e tarde depois de um dia de passeio, adoramos sair pra jantar às 11 da noite, mas lá a maioria dos restaurantes fecha a cozinha às 22hrs, isto significa que vc tem que sentar às 21:30 e fazer o pedido na sequência.

Não vou deixar aqui os já manjados e óbvios restaurantes do Waterfront,mas deixarei uma lista preciosa pros que apreciam algo diferente.

- Test Kitchen ( The Biscuit Mill, 375 Albert Rd, Woodstock, Salt River). O restaurante atualmente é o número 61 do mundo na lista da Restaurant, do chef Luke Dale-Roberst. Unusual e criativo. Menu degustação R800 (cerca de U$80), Menu de 5 pratos R590 (cerca de U$59). Reservar antes mesmo de viajar com muita antecedência.Não fui nele, pois não fiz reserva, mas fui no "irmão pobre" dele, vejam abaixo.

- The Pot Luck Club( 6th floor, The Silo, The Old Biscuit Mill, 375 Albert Rd, 21-447-0804, Tapas de R30 a R150). Do dono do Test Kitchen só que bem mais barato. Vista linda das montanhas e da cidade, mas como fui à noite, não tinha vista nenhuma, claro, só as luzinhas da cidade. O menu deles não serve pratos, só tapas. O que pra mim (gulosa e curiosa!!) é ótimo pois a gente pede cerca de 3 ou 4 opções por pessoa, vai chegando à medida que fica pronto, e todo mundo experimenta todas as opções do cardápio! Precisa fazer reserva, mas fomos na cara de pau mesmo tendo sido avisados que não haveria mesa,pois não queria perder a oportunidade. Chegando lá, nos colocaram numa mesa que teoricamente é uma mesa do bar, pra espera, mas ela fica do lado das mesas do salão, apenas é um pouco mais alta. Ou seja, deu tudo certo, e AINDA BEM que arriscamos, pois a cada garfada era um festival de "hummmmm...".Em um dos pratos, uma carne em tiras, só o molho continha 30 ingredientes, não deixei uma gota pra contar história, comi o molho que restou no prato de colher, que nem sopa! Experimentamos ao todo 7 tapas e 1 sobremesa, todos de babar, pedimos vinho, a conta deu cerca de U$110 (no Brasil um restaurante deste nível não sairia por menos que R$400,00.

- The Roundhouse (Camps Bay, Kloof Road, The Glen, 21-438-4347, menu degustação U$75, menu 4 pratos U$49, terça à sábado a partir das 18hrs, aceita cartão). Apesar de ficar em Camps Bay, não é na orla, é mais acima, na montanha. O ideal era jantar bem cedo pra ver o por do sol pq a vista é deslumbrante. Estilo contemporâneo e lindo. Por ser sofisticado e muitas festas de casamento são feitas lá.

- Rumbullion: ( Camps Bay, Kloof Road, The Glen, 21-438-4347, almoço terça a domingo 12 às 16hrs, happy hour ou “sundowners” 3a a domingo 16 às 18hrs). É do mesmo dono do The Roundhouse, só que fica no gramado abaixo, em mesas de madeira com ombrelones, estilo picnic chic, com vista espetacular. VC pode ir de manhã para um brunch,almoçar um pouco mais tarde, ou ir apenas pra happy hour (ou "sundowner" como eles falam).

- OUTROS muito bem recomendados: Terroir / Jordan Restaurant (não cheguei a pesquisar, mas anotei os nomes)

OPÇÕES NO CENTRO E EM GARDENS:

- Hemel Huijs (Centro, 71 Water Kant St, 21-418-2042, 9 às 16hrs, pratos de u$10). Para almoço bacaninha com pratos criativos e gostosos. Combinações de sucos diferentes. Decoração bacana, tem umaloja de decoração anexa.

- 95 Keerom ( Centro, 95 Keerom St, 21-422-0765, almoço só 5ª e 6af, jantar de 2ª à sábado, domingo fecha). Sofisticado mas despretencioso, moderninho, presença constante do dono.

- Africa Café: (Centro) turístico, toca jazz africano e um buffet típico com carnes de caça. Bem simples e colorido.

- Arnold’s: (Gardens, 60 Kloof St, abre às 8 da manhã e fecha tarde) filé de avestruz e carnes de caça como kudu , springbrok, e impala. Tb tem sopas, saladas e sanduíches. Mais arrumadinho que o Africa Café.

- Maria’s: (Gardens, 31 Barnett St, 21-461-3333, 12 às 14 e 18:30 até fechar). Grego simpático e com poucas mesas, quase que um segredo difícil de compartilhar com outros pra não lotar demais. Peça o stuffed calamari e depois o slow-cooked Lamb.

DICAS EM CAMPS BAY PRA ALMOÇO DE FRENTE PRA PRAIA:

- Paranga: (Camps Bay , shop n.1, The Promenade, Victoria Road / 21-438-0404). Vista da praia e gente bonita. Frutos do mar são o forte, mas tem saladas e sushi.Musiquinha tipo house tocando, ambiente agradável. Apesar de ser aberto, se vc sentar no segundo nível do restaurante vc tem uma vista melhor da praia e ainda por cima sente o ar condicionado.

- Umi: (Camps Bay, 201 Promenade, Victoria Rd, 21-437-1802, 12pm to 12 am, aceita cartão, pratos de u$16 A u$20). Atmosfera clubby and glam, vista pro mar, menu asiático mas sushi não é o forte. Varanda disputada. Achei meio modernoso demais pra praia. Combina mais com jantar,eu iria à noite.

- Blues (dica do Riq Freire) (Camps Bay, The Promenade, 21-438-2040, pratos de R100 a R270). Todo azul e branco, muitos frutos do mar.

EM CONSTANCIA:

- Bistro Sixtenn82 (Constantia, 21-713-2211). Moderninho com vista para a vinícula. Espelho d’água, parece um clube de campo bacana e moderno, legal pra almoços.

DICAS RESTAURANTES NA FALSE BAY (NO LADO DO OCEANO ÍNDICO, OPÇÃO PRO DIA DO PASSEIO PELO CABO):

- Cape to Cuba (dica do Riq, em Kalk Bay, 165 Main Rd, 21-788-1566). Bela vista pro mar, mas dizem que a comida é bem normal. Decoração tipo shabby/praiana/colorida e cheia de objetos, e passa um trem a um braço de distância das mesas.

- Kalky’s (Kalk Bay Harbour, 21- 788-1726, de 10am a 8pm, pratos a U$5). Para almoço baratíssimo, serve fish & chis que se come com as mãos, em pratos de plástico. Mistura desde tatuados alternativos a donas de casa patricinhas de Constancia. Público bem eclético, ambiente bem informal, e muita fila! Quando a máquina funciona, aceita cartão, então leve dinheiro pra garantir.

- Harbour House e Live Bait & Polana ( Kalk Bay Harbour, 21-788-4131, 12 às 16, 18 às 22, aceita cartão). Existe uma filial no Waterfront mas a melhor é a de Kalk Bay. Fica na beira do mar aonde a água bate das rochas, vista linda, todo de madeira e branco, chic sem ser formal, achei o mais lindo de todos, peixes suculentos a preços justos.

- Two Oceans (próximo de Simon´s Town): 21-780-9200 / 12 às 17hrs. É bem chic, contemporâneo, comida com apresentação bem contemporânea e o mais caro destes da região.

- Black Marlin (antes de Simon´s Town): 21- 786-1621 . De todos é o que a comida parece ser mais gostosa e farta pelas fotos no site. É bem informal e bem mais barato que o Two Oceans.

- Sea Forth (em Simon´s Town): 21-786-4810 / 11:30 até fechar.Informal, de frente pra praia (mas não tem pinguim nesta) comida boa de frutos do mar mas o menu não tem muitas opções. Fui almoçar neste pela praticidade de ser ao lado da entrada pra praia dos pinguins, mas se tivesse tempo teria ido no Black Marlin ou no Harbour House.

Renata de Noronha

Dicas de restaurantes em Pretoria (não fui a nenhum pq não almocei nem jantei por lá, mas fiz esta pesquisa antes de viajar e divido com vcs):

- Fumo: (Shop 21 Groenkloof Plaza, 48 Bronkhorst Street / 012-3460916/ cerca de 17kms ao norte da Church Square/ 2a a sábado das 11 às 22hrs) . Comida do sul da Italia bacaninha. Vi fotos dos pratos, são montados moderninhos. Salão moderno e grande, deve ser fácil de conseguir mesa. http://www.fumo.co.za/

- Ritrovo : (103 Club Avenue, Waterkloof Heights / 0124605173/Todos os dias exceto segunda). Italiano, massas, pizza, carnes.

- La Pentola (5 Riviera Galleries | Well Street / (012) 329-4028 / 9123 / 2a a sábado, almoço e jantar / 3,5 kms da Church Square). Comida sofisticada,comida tipo fusion, internacional com sabores sul africanos.Tem um menu especial pra almoço.

- Carlton Café (13th Ave Menlyn, Pretoria, 012 460 7996, comida de café tipo saladas, sanduíches, etc.

Renata de Noronha

(ai meu Deus, antes deste post sobre restaurantes de Pretoria eu postei um ENORME com dicas de restaurantes em Cape Town que me deu um trabalho enorme e era completíssimo, mas ele não subiu. O que houve? Vcs conseguem resgatá-lo? As dicas eram preciosas!)

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Oi Gente, vou para Cidade do Cabo agora em abril e pretendo alugar um carro por um dia e devolver no dia seguinte no aeroporto já que vou embora no dia seguinte. Meu voo sai as 6am e por isso, eu teria que sair do hotel as 4am, com malas etc. Minha pergunta: É muito perigoso ir até o aeroporto com o carro alugado a essa hora da madrugada? Seria melhor pedir um transfer/taxi e desistir da idéia de ir com o carro? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Perigoso não é. Mas é um super stress a mais, já que você precisa de pelo menos (pelo menos!) meia hora para entregar o carro e ir do local de entrega ao aeroporto. Hoje em dia recomenda-se fazer o check-in com 2 horas de antecedência não importa o vôo.

George Benson
George BensonPermalinkResponder

África do Sul é um destino surpreendente. Eu fui lá para minha lua de mel (através de uma empresa chamada Chalo África - http://www.chaloafrica.com) - foi simplesmente soberba. Fizemos Cape Town, Tswalu e Sabi Sands. Adorei!

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Q cidade é melhor para viajar em março? Cidade do Cabo ou Johanesburgo?

Marco Dias
Marco DiasPermalinkResponder

Bóia,

Estou pensando em fazer uma viagem rápida à Cidade do Cabo... aproveitar a semana dos feriados enforcados no fim de abril no RJ...
Teria entre 7 e 10 dias...Estou desconsiderando os dias de chegada e saída.
Com 7 dias, pensei em fazer 4 dias em Cape Town, 2 dias em parques e cidades interessantes nos arredores, e 1 dia em Inverdoorn (game reserve próxima para um safari).
Com 10 dias, faria 4 dias em CapeTown, 1dia nos arredores, 1 dia de Inverdoorn e tentaria 3 dias em Maurício.

Será que seria bobagem incluir Maurício? Às vezes penso que é um local mais para casais.
Tenho curiosidade de fazer um Safari para conhecer, se possível ver os Big5 e só. Não queria perder muito tempo com isso. No meu caso, fazer Joanesburgo e tentar ir ao Kruger seria perda de tempo, não? Um GameReserve como o Inverdoorn seria suficiente, não?

Abçs.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marco! Não há vôos diretos entre Cidade do Cabo e Maurício. Você teria que fazer conexão em Johannesburgo e perderia umas 8 horas para ir e 8 para voltar.

Os safáris perto da Cidade do Cabo são café-com-leite. Se quiser que realmente valha a pena, separe três dias para ir a um parque de verdade como o Kruger. Viagens malfeitas são viagens caras.

Este post traz ótimas dicas:
https://www.viajenaviagem.com/2014/04/africa-do-sul-roteiro-dicas

Lilian
LilianPermalinkResponder

Pessoal,

Outubro é uma época ruim para ir pra Africa?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lilian! Se a sua idéia é fazer safári, os melhores meses são de maio a agosto. Mas dá para ir até outubro. wink

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Fiz Safari ano passado, não fui a África do Sul, eu e meu marido fomos ao Quênia, no parque Masai Mara e ao Serengueti, conseguimos ver os Big 5 e valeu tanto a pena que este ano vamos a cratera do Ngorongoro. Fomos em junho, uma ótima época, pois a temperatura é super agradável, além de que é o mês de migração dos Gnus que saem do Serengueti para o Quênia.

Fernanda Scafi

Estive na África do Sul em março de 204 e finalmente terminei de postar todas as dicas no meu blog! São quase 50 posts sobre o país (e olha que só conheci um pedacinho), sendo 30 deles somente sobre a Cidade do Cabo, onde passei mais tempo - http://www.taindopraonde.com.br/2015/09/post-indice-cidade-do-cabo.html. Tb tem muitas dicas sobre a Rota Jardim (http://www.taindopraonde.com.br/search/label/Rota%20Jardim), a Rota 62 - para quem curte vinhos (http://www.taindopraonde.com.br/search/label/Rota%2062) e sobre safári (http://www.taindopraonde.com.br/search/label/saf%C3%A1ri).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar