Cinque Terre: vale a pena ir em 2012?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Corniglia, Cinque Terre

Muita gente pergunta sobre Cinque Terre. Passei por lá em outubro do ano passado, uma semana antes do dilúvio que provocou deslizamentos, interrupção da linha de trem e destruição em Vernazza e Monterrosso.

Pelo que dá para apurar nas fontes confiáveis existentes (vou listar todas ao final deste post), a situação atual é a seguinte.



Visualizar Cinque Terre em um mapa maior


O que dá para visitar normalmente:

- Corniglia, Manarola e Riomaggiore não sofreram danos e estão totalmente abertas à visitação;

- O trecho mais turístico da trilha do parque, a Via dell'Amore, que é toda calçada e pode ser feita em meia horinha entre Manarola e Riomaggiore, está abertíssima sem nenhum "mas";

- Os trens estão funcionando;

- O transporte por barco volta a operar em 12 de abril.

Onde as visitas estão prejudicadas:

- Vernazza, unanimemente reconhecida como a mais encantadora das Terre, foi muito destruída e continua em reconstrução. Pouco a pouco restaurantes e hotéis vão reabrindo, mas espere encontrar uma cidade em obras;

- Monterosso, a maior das Terre (e onde fica a melhor praia) está parcialmente em reconstrução.

- Com exceção da Via dell'Amore, as trilhas do parque mais próximas do mar permanecem interditadas. Só as trilhas mais altas, indicadas mais para trilheiros do que para turistas, estão abertas.

Vale a pena visitar nessas circunstâncias?

O chato mesmo é perder Vernazza em toda a sua fofura. Eu recomendaria adiar a passada por lá para sua próxima viagem à Itália.

Dê uma olhada, porém, no relato da querida Carmem Silvia sobre a passagem dela e da Ana Maria pelas Cinque Terre agora em dezembro. Elas sabiam que a visita se restringiria a Tre Terre, e ainda assim curtiram.

Agora na temporada, com a volta do transporte de barco -- que é o jeito mais bonito de visitar as Terre, melhor que trem ou caminhada! -- o passeio fica quase completo. Só fica devendo Vernazza.



.

Rick Steves vem aí

Agora no final de abril, o travel guru americano Rick Steves, que é o santo padroeiro das Terre, deve passar por lá e relatar o estado do lugar pensando com a cabeça do turista americano. Foi o Rick que pôs Cinque Terre no mapa do turismo mundial. Acredito que sua posição será: "venha e ajude a reconstruir Vernazza".

Leia mais sobre Cinque Terre:

Vai por mim: Cinque Terre

Passeando pelas Cinque Terre (dezembro/2011), no De uns tempos pra cá

Notícias de Cinque Terre no site do Rick Steves

Blog oficial de Cinque Terre

Situação atualizada das trilhas de Cinque Terre, no site do parque nacional

Vernazza: o que está aberto, no Save Vernazza

Monterosso: o que está aberto, no Rebuild Monterosso

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


30 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Vinicius SS
Vinicius SSPermalink

Foi Vernazza o motivo de incluir as Cinque Terre na minha viagem neste mês de maio. Naquele momento eu ainda nao sabia das enchentes e destruição.
Mas fiquei tão afim de ir aquele lugar qe mesmo depois de saber eu mantive a visita por dois motivos. O primeiro é que ainda acho que vale a pena. O segundo é que algumas coisas serão reabertas entre abril e maio em Vernazza e vai valer dar uma passadinha lá e dar apoio no processo de reconstrução gastando um certo dinheiro por lá.
Esse será inclusive meu ultimo dia na Itália!
Abraço
Vinicius SS

Flavio Moura
Flavio MouraPermalink

Opa! coloque sua impressão aqui.... estamos preocupados. Queremos ir em Set/12. Abs

Priscila
PriscilaPermalink

Nossa! Eu não sabia que Vernazza era a TOP das 5! Para mim, Riomaggiore e Manarola são as duas mais-mais! Inclusive recomendaria que fossem deixadas por último, e não como ponto de partida, de tão encantadoras que são. Achei Vernazza muito cheia de turistas, aquela coisa comercial, enquanto as outras duas são pura paz e beleza, parecem apenas "uma cidadezinha legítima do interior da Itália" pra curtir boas férias e comer muito bem. Sendo assim, fica meu incentivo para que vão sim! E deixem seu inve$$$timento na reconstrução e no progresso local.

Sylvia
SylviaPermalink

Eu tb curti muito Manarola que apesar de não estar com os predios
tão bonitinhos quanto os de Vernazza é uma cidade muito mais proxima do mundo real . Retornamos varias vezes a Riomaggiori para
caminhar sem destino e curtir as surpresas de uma cidade com um grande impacto espacial .
Eu não deixaria de ir por causa de Manarola , que é lindinha sim ,
mas não é indispensável neste trecho.
Os senderos fechados são uma cosntante na região, e só afeta aos caminhantes profissionais.

Mirella
MirellaPermalink

Oii
Visitei Cinque Terre em dezembro de 2011. Saí de trem de La Spezia, desci em Riomaggiore, circulei por la, em seguida fiz a Via dell`Amore ( muuuito linda!)até Manarola de onde retornei de trem para La Spezia.
Foi maravilhoso.Recomendo!
Beijinhos.
Mirella
milla-delapraca.blogspot.com

Luis Turci
Luis TurciPermalink

Não sabia dessa destruição toda em Vernazza e Monrerosso. Que triste! estive nas Cinqueterre em setembro do ano passado e valeu cada segundo que estive por lá. É um lugar pitoresco, com boa comida e gente acolhedora. Para hospedagem em Vernazza recomendo "A Cà da Nonna". São lofts/estúdios e quartos. Ficam bem próximos da rua principal, que tem boa variedade de quitandas e mercearias.

Karla Gê
Karla GêPermalink

Uma pena a destruição de Vernazza que tem um castelo lindo com uma vista explêndida! Das 4 (não fui a Corniglia) foi a que mais gostei. Mas a via dell'amore vale a ida até lá, a vista é bonita e o passeio é bem romântico!
bjs

Patricia Veras
Patricia VerasPermalink

Pessoal, vcs que já foram, quantos dias recomendariam para visitar a região?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Patricia! Um dia inteiro é o mínimo. O melhor é dormir perto (o Ricardo Freire ficou em La Spezia) e sair no dia seguinte cedo, fazendo a ida de trem e a volta de barco, ou vice-versa. Durma uma segunda noite em La Spezia.

Fazer Orkut
Fazer OrkutPermalink

Resumindo, dois dias são suficientes para conhecer a região.

Carla
CarlaPermalink

Uma sugestão a quem for visitar a região ainda durante a reconstrução é incluir Portovenere e fazer "Quattro Terre", mesmo que Vernazza e Monterosso fiquem de fora. Portovenere fica entre Riomaggiore e La Spezia, à beira da baía conhecida como a Baía dos Poetas Ingleses, onde o poeta inglês Percy Shelley (marido da Mary, que escreveu o Frankenstein) morreu em um naufrágio. Pode-se chegar a Portovenere de barco - fiz o passeio partindo de Gênova, é super lindo... wink

Lena
LenaPermalink

Bem lembrado, Carla! Todo mundo ama Portovenere! Eu fiquei em Sestri Levante, que é do lado oposto das Terre. Achei ótimo! Como fui em outubro, não havia mais os passeios de barcos. Acho que faz uma tremenda falta. Já pra quem vai na primavera e verão, com os barcos operando, independentemente das duas cidades estarem em obras, com certeza fará um belo passeio! wink

Fabio Klajn
Fabio KlajnPermalink

Olá! Irei para Cinque Terri agora em abril, ficarei em Riomaggiori - 2 dias. Assim como questionado acima pela Patrícia, por favor, gostaria de saber a opinião/sugestão de vcs se dois dias é suficiente para conhecer a região. Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fabio. É suficiente.

Celina
CelinaPermalink

Estive na Itália agora, voltei no início de março. Primeiro procurei uma agência que fizesse o passeio (Cinque Terre), e todas diziam que o passeio estava indisponível. Depois quando fui à Siena, um passeio fantástico,além da cidade ser inacreditável, mas principalmente devido à guia, que nos contou tudinho, não só da região, mas muito sobre a Itália. Foi ela que me disse sobre a reconstrução, e que o passeio de barco só mesmo em abril, mesmo assim,recomendando que eu voltasse bem mais para frente, pois a impressão seria totalmente maculada. E é o que vou fazer... Tem muita Itália para descobrir e esperar só vai fazer a próxima viagem mais cheia de emoção! Prego!

Isabela Eugenio
Isabela EugenioPermalink

Trabalho em uma agência de viagens e fiquei preocupada depois que li este post, pois temos uma cliente indo para Cinque Terre em junho. Enviei, então, um e-mail ao hotel onde ela vai ficar hospedada, o Porto Roca, em Monterosso, perguntando sobre a situação da cidade e do hotel e olha o que eles responderam:

"Reconstruction is going very well. Volunteers and workers are working day and night in order to welcome the tourists for Easter.
Everything in the historical center will be new: shops, bars, restaurants ..
In the meantime we have taken the opportunity to clean and securing paths and, even, 3 or 4 more paths have been opened and tourists don't have to pay for them. As far as the hiking trail nr 2 is concerened, we are glad to inform you that the entire path has been repaired.
The Via dell'Amore path ( between Riomaggiore and Manarola ) is ok.
We are waiting that the National Park of 5 Terre gives permission to reopen the part between Monterosso and Manarona officially. Even this will happen before Easter.
The hotel for its location, has not been touched personally by the flood so we have not had any kind of damage.
Everyone's interest to make sure that everything gets back to normal as soon as possible because the paths are the most business for our area.
We can suggest a site constantly updated on the work www.rebuildmonterosso.com/".

Agora é esperar que eles reconstruam tudo rapidinho, né? Espero que essa informação possa ajudar outras pessoas que estão querendo ir para a região também.

Simone
SimonePermalink

Acabei de chegar de viagem da Italia agorinha mesmo (final de marco) e durante a base que montei em Florenca, tiramos 1 dos dias para ir a Cinque Terre. Fomos de trem: Florenca-Pisa Centrale, depois Pisa Centrale- La Spezia Centrale e finalmente La Spezia Centrale-Riomaggiore. Foi super tranquilo. Saimos bem cedo e aproveitamos o dia inteiro. Foi mais do que suficiente. Riomaggiore e Manarola estao sem problema algum. A Via dell'Amore esta aberta e repleta de turistas. Voce compra na entrada o ticket para o parque, segue pela trilha Riomaggiore-Manarola, mas as demais trilhas estao fechadas. Existem algumas trilhas que estao abertas ligando as outras cidades, mas elas sao caminhadas por dentro, exigem mais preparo fisico e e mais "escalada" do que "passeio pela costa", entao nao achamos interessante fazer. Os trem estao funcionando normalmente entre as cidades. Pegamos o trem e fomos ate Vernazza para ver a situacao. Do ponto de vista turistico, penso que ainda vai levar um tempo pra regiao se recuperar. Muitos sacos de terra sendo retirados, varios tratores compactos ajudando na remocao do entulho, marcas das aguas pelas paredes, ruas com calcamento novo sendo refeitas. E visivel tambem o tratamento que foi feito nas encostas rochosas. Vale mesmo assim a visita. O tempo estava maravilhoso, e as fotos que trouxemos sao de exuberante beleza. Os cadeados na Via dell'Amore estao por toda parte, o que tambem garante fotos lindas. Resumindo, a visita vale a pena, so nao espere visitar os 5 vilarejos, pois eles nao estarao prontos para os turistas. De qualquer forma, so pelos 2 primeiros voce ja se sentira recompensado.

Carmem
CarmemPermalink

Maior orgulho de ver meu blog aqui.
Então, tava frio, só fomos a três das cinco cidades, mas gostamos muito do passeio.
Queremos voltar!

Cristina
CristinaPermalink

Fico feliz com a notícia que até Montererosso está dando para visitar. Tendo estado lá num dia cinzento na véspera, sonho em voltar com um dia de sol.

barbara curty
barbara curtyPermalink

vou para lisboa em maio, fico 04 diAs, sendo que gostaria de ir á sintra, cascais e fátima, sem agENCIA, alguma dica sobre pacotes,transporte, etc.ouvi falar de uma van que pega nos hoteis, dura um dia o passeio, alguém conhece???grata pela ajuda!!!barbara

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Barbara! Este post é sobre Cinque Terre.

Sobre Lisboa, leia e comente em: https://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire

Em qualquer lugar do mundo no seu hotel você achará panfletos e catálogos de passeios operados por agências. Não se estresse.

ana helena
ana helenaPermalink

Alguém sabe dizer se está aberto o caminho entre Manarola e Corgiglia, e se é muito dificil, uma vez que há informação que o caminho na beira do mar está interditado. Desde logo, agradeço!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Helena! O caminho a pé está interditado, só dá pra ir de trem (da estação à cidade de Corniglia é preciso ir a pé ou de ônibus, incluído no ingresso do parque). O barco não pára em Corniglia porque a cidade fica no alto do morro.

ana helena
ana helenaPermalink

Valeu,Bóia, obrigada pela informação!!!

Camila
CamilaPermalink

Olá Ricardo, tem alguma dica de empresa local para fazer o passeio de lago de como ? pode me indicar ? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Camila! Aqui quem responde é A Bóia.

A gente normalmente não tem referências de fornecedores de passeios. O Ricardo Freire sempre recomenda contratar no hotel, a partir dos fornecedores habituais do hotel. Haverá catálogos onde quer que você vá. Ao usar um fornecedor do hotel, você tem alguma garantia e, no mínimo, alguém a quem reclamar.

Vinicius SS
Vinicius SSPermalink

Pessoal, estive nas Cinque Terre semana passada.
O que posso dizer é que vale sim a visita.
Riomagiore, Manarola e Monterosso estão 100% e só as duas primeiras já valem (e muito) a visita.
Vernazza ainda está meio derrubada (e foi por ela que decidi ir as Terre). Ainda há muito pó e muita obra. Inclusive a região de baixo de vernazza tinha uns 6 tratores quando fui (tenho fotos caso alguém queira).
Não pude ir a Corniglia por uma total falta de planejamento nos deslocamentos de trem (fiquei por duas vezes preso numa espécie de limbos de horários de trem que me custaram 2 horas do dia). Analisem bem a tabelinha de horário de trens pois alguns deles não param em todas as estações e em duas ou 3 oportunidades o trem só vai parar na sua Terre perto de uma hora depois (o normal é 20 minutos).
Enfim, podem ir as Terre que é diversão garantida!

Adriana
AdrianaPermalink

Lua de mel na Itália: Verona ou Como?

Estou planejando minha lua de mel na Itália (20 de agosto a 8 de setembro) e as Cinque Terre estão no roteiro - fiquei bem mais tranquila depois de ler este post!
Aliás, queria um pitaco de vocês no roteiro (não sei como colocar no perguntódromo). Por ora está assim (qualquer semelhança com o roteiro do post do Comandante "Itália para a aluna da Carla" não é mera coincidência ; ) ):

Venezia (2 dias) - Lago di Como (2 dias) - Cinque Terre/ base La Spezia (2 dias) - Firenze (2 dias) - Toscana/base a definir (5 dias) - Roma/incluindo bate-e-volta a Pompei e Napoli (6 dias)

A idéia é fazer tudo de trem até sair de Firenze, quando alugaríamos um carro para rodar a Toscana e fazer o caminho até Roma (com parada em Assisi) - dentro de Roma, obviamente, não ficaríamos com o carro.

Perguntas:

1) Lago di Como ou Verona? Na mesma época que estaremos em Como haverá a apresentação de Turandot no Festival de Ópera de Verona. Deu vontade, mas acho pouco prático ir à apresentação se não estiver hospedada em Verona - e só dá pra ir para Como ou Verona, um dos dois. Em Como, a atração é o hotel (Villa D'Este) e a paisagem do lago com a montanha ao fundo, diferente de outras paisagens que vamos ver na viagem. O que vocês escolheriam?

2) Qual a melhor base para ficar na Toscana, considerando que estaremos de carro? Algum hotel de agriturismo charmoso, bem localizado e com diária de até R$ 400 para indicar?

3) Alguém sabe se é tranquila a viagem de carro entre a Toscana e Roma, passando por Assisi?

Dicas são muito bem vindas!
Adriana

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Adriana! Note que você perderá prarticamente um dia entre o Lago de Como ou Verona e La Spezia.

Leia sobre hotéis na Toscana:
https://www.viajenaviagem.com/2012/03/interior-da-toscana-onde-voce-se-hospedou/

Leia sobre a Toscana:
https://www.viajenaviagem.com/category/toscana

Leia sobre Cinque Terre:
https://www.viajenaviagem.com/2012/04/cinque-terre/

A Bóia
A BóiaPermalink

Leia mais sobre Cinque Terre aqui:

Vai por mim: Cinque Terre