Bélgica | Escolha sua base: hotéis bem-localizados em Bruxelas, Bruges e Ghent

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Beginhof, Bruges

Beginhof, Bruges

A Bélgica é uma escala irresistível para quem faz aquelas contas de quantos-países-dá-para-fazer-numa-mesma-viagem. Basta uma paradinha em Bruxelas ou Bruges, seja num esquema bate-volta desde Paris, seja num pit-stop entre Paris e Amsterdã, e voilà: está acrescentado um país.

Mas claro que existem maneiras menos The Flash de visitar o país. A Bélgica pode ser diminuta, mas tem muito a oferecer -- e não falo só de cerveja, mexilhões, batata frita e chocolate.

Escolha sua base

Como tudo é muito perto, qualquer das cidades principais serve como base para bate-voltas. Bruxelas está a meia hora de trem de Ghent, uma hora de Bruges e 50 minutos de Antuérpia (e a 1h50 de Colônia, na Alemanha). Bruges está a meia hora de Ghent, a uma hora de Bruxelas e a 1h20 de Antuérpia. E Ghent está a meia hora de Bruges e de Bruxelas, e a 50 minutos de Antuérpia.

Ghent como base

Ghent

Qual a base mais prática? É... Ghent! Uma cidade quase tão fofa quanto Bruges, só que com mais vida própria (é maiorzinha e tem uma comunidade de estudantes, o que garante noites mais animadas). Dá para passear nas outras cidades de dia e voltar para aproveitar a noite numa cidadezinha perfeitamente caminhável (e cortada por canais). Há bons hotéis próximos à estação de trem, como o Expo 13, o Astoria e o NH Sint Peters. No miolo do centro histórico, cacife o charmoso Sandton Grand Hotel Reylof, economize no moderninho Limited Co. -- ou não tenha surpresas no bem-localizado Ibis Centrum Opera.

Bruxelas como base

Grand'Place, Bruxelas

Em Bruxelas, evite o entorno da estação Bruxelles-Midi (ou Brussel-Zuid), onde param os trens de alta velocidade Eurostar e Thalys. Há hotéis bons e novos na vizinhança, mas a região morre à noite. A sua passagem dá direito a seguir viagem de trem local à estação Central, que fica a três minutos da Grand'Place, a praça mais linda da Europa e o coração turístico de Bruxelas. Há vários bons hotéis entre a estação e a Grand'Place, como o Sandton Brussels Centre, o Ibis Brussels Off Grand'Place, o Novotel Brussels Off Grand'Place e o Best Western Carrefour de l'Europe. Ainda no centro histórico, o estiloso Radisson Blu Royal oferece um contraste moderno bacana.

Querendo se hospedar numa parte menos turística da cidade, considere o eixo da Avenue Louise, que divide a área eminentemente residencial de Ixelles da boemia de St.-Gilles. Por ali, considere o colorido Hotel Pantone, o divertido Vintage, o aconchegante Neufchatel e o minimalista Ibis Styles Louise (antigo White).

Bruges como base

Bruges

Bruges

Em Bruges, leve em conta que a estação fica fora do centro histórico. Colado à estação existe um Ibis Budget (antigo Etap). Hotéis com boa relação custo x charme x benefício perto dos canais: Malleberg, Biskajer, Marcel, Boterhuis.

E você? Onde se hospedou em Bruges, Bruxelas, Ghent e Antuérpia? Conte sua experiência pra gente! Obrigado!

Leia mais:

191 comentários

Rita
RitaPermalinkResponder

Infelizmente descobrimos a política da empresa da pior forma. Eu tive problema com a rede best western que me deixaram sem o quarto que já estava pago em plena época em que a cidade estava lotada tive que procurar outro e pagar estadia e táxi para depois me reembolsarem.

Obrigada por compartilhar a informação

Gustavo
GustavoPermalinkResponder

Moro aqui perto e tambem recomendaria Ghent. Outra cidade a incluir na lista que tambem e bem interessante e Antuerpia.

Paulo Sales
Paulo SalesPermalinkResponder

Fiquei hospedado em Bruges no Novotel e passei a tarde seguinte em Bruxelas, antes de embarcar para Paris. Hotel ótimo, dentro do padrão Accor, muito bem localizado. Bruges realmente vai morrendo aos poucos quando a noite chega, mas demos sorte de contar com a dica de um garçom que estava já fechando um dos restaurantes do centro histórico (quase todos fecham umas 22h): ele nos indicou o caminho para um bar/restaurante frequentado pelos locais, cheio e animado até bem tarde. Valeu a noite. Recomendo Bruges como base, quando as hordas vão embora fica uma delícia.

Elaine Gonçalves Luiz da Silva

Oiii.. Vc sabe me informar se é possível comprar passagens para Bruxelas na hora? Digo, a partir de Bruges.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elaine! Os trens internos na Bélgica, que não sejam o Thalys, não necessitam reserva e não mudam o preço com antecedência.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2016/05/trem-entre-holanda-e-belgica-dicas

Ana Maria
Ana MariaPermalinkResponder

Estou em Bruxelas, hospedada no Agora Hotel, perto da estação Central. Não tem café da manhã, mas o quarto é excelente e o atendimento muito bom. Para comer, recomendo o restaurante Pré Salé, muito bom!

Adriano
AdrianoPermalinkResponder

Bruxelas. _ Grand´Place dizer que é a praça mais linda d a Europa... tem controversias. Eu a achei bonita, só isso ,nada demais. kkkk olha eu destruindo a imagem da cidade.

Lúcia Lamb
Lúcia LambPermalinkResponder

Oud Huis de Peellaert em Bruges: maravilhoso. Moraria lá forever.

RUI BRANDAO FILHO

Olá bóia! Li no post: "evite o entorno da estação Bruxelles-Midi (ou Brussel-Zuid), onde param os trens de alta velocidade Eurostar e Thalys. Há hotéis bons e novos na vizinhança, mas a região morre à noite." Fiquei confuso, pois seria prático pra mim, que pretendo pernoitar naquela área e pegar um carro alugado na estação. Será que sendo apenas um pernoite seria tão ruim assim?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rui! Não tem perigo, só é uma região sem-graça.

ivana miras
ivana mirasPermalinkResponder

Olá Boia. Mesmo em agosto, que é alta temporada, não precisa comprar passagens de trens internos na Bélgica com antecedencia? Como por exemplo para Bruges? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ivana! Não há reserva de assento em trens Intercity. Os trens carregam passageiros de pé. Quem compra na hora e entra no trem antes pode conseguir sentar, quem comprou com antecedência mas entrou no trem depois pode ir de pé.

Lilian monteiro ribeiro

Sou meio fanática pelas praças principais das cidades europeias. Posso considerar que conheço algumas dezenas das que estão na Espanha, na Itália , em Portugal, na Alemanha, na Suica, na França... mas achei a Grand Place de Bruxelas, uma das mais belas de todas. Se fosse grande como as espanholas , seria um escândalo, mas o seu tamanho a torna charmosa e aconchegante. Tenho vontade de voltar àquela cidade apenas para estar novamente na sua praça à noite .

Lindomar
LindomarPermalinkResponder

É possível deixar duas malas médias na estação de Bruges?
Estarei indo de Gante para Bruxelas então pensei em sair cedo para Bruges, deixar as malas na estação e passear pela cidade. No fim da tarde, pegaria o trem de Bruges para Bruxelas.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lindomar! Se houver disponibilidade de lockers, sim.

Lucimar
LucimarPermalinkResponder

Estivemos agora no mes de junho em Gant, Bruges, Antuerpia e Bruxelas. Foi uma grata surpresa conhecer a Belgica. Voltaremos outras vezes, sempre que puder. Se conseguirem passar por Antuerpia, pelo menos na estacao central, vale muito a pena descer e conhecer esta cidade cheia de predios e pracas com suas historias. Como estou lendo o livro "Uma Praca na Antuerpia", foi incrivel conhecer esta cidade.

MARILIA
MARILIAPermalinkResponder

Olá, estou indo para Bruxelas a partir de Frankfurt no TREM rápido que chaga na estação Bruxelas Midi. No bilhete não tem nenhuma informação sobre estar incluído ir até a Bruxelas Central, alguém pode conformar se tem essa informação no bilhete? É preciso trocar de TREM ou é só continuar no mesmo por mais algumas estações? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marilia! Está incluído.

Neusa
NeusaPermalinkResponder

Tenho a mesma dúvida de Marília. Vou chegar em Bruxelas Midi vindo de Londres. Já que está incluído o trajeto até a Estação Central, troca de trem ou o mesmo trem vai até lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Neusa! Está incluído. Tem que trocar de trem.

Daniel Vinícius Böll

Olá pessoal!

Ai vai uma dica que não encontrei em lugar algum...

Se tiver num grupo de até 5 pessoas e hospedado em Bruxelas e quiser ir a Bruges, vale muito a pena ir de trem. Compre o bilhete “rail pass 10 voyages simples” na estação central. Custa 77 euros para ida e volta para 5 pessoas... e ainda te da o direito de descer em Gent na ida e na volta sem custo adicional!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar