Amsterdã: escolha seu passe de transporte (e saiba como usar o tram)

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Tram em Amsterdã

Tram em Amsterdã

Quem viaja a Amsterdã tem várias opções de passes de transporte a escolher. Veja as características, preço, vantagens e desvantagens de cada um. No final, não deixe de ler sobre as peculiaridades de pegar o tram (o bonde/VLT que é o principal meio de transporte na área histórica).

Se preferir, clique para ir direto à opção desejada:

As tarifas informadas são válidas de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2019.

Amsterdam Travel Ticket

amsterdam-travel-ticket2

Página oficial: aqui

O que o Amsterdam Travel Ticket oferece:

  • Transporte ilimitado em tram, ônibus e metrô dentro de Amsterdã
  • Transporte ilimitado entre Amsterdã e o aeroporto Schiphol, tanto de trem quanto com o ônibus 197

Preço:

  • 1 dia*: 17 euros
  • 2 dias*: 22,50 euros
  • 3 dias*: 28 euros

*Cada dia se estende até as 4h da manhã do dia seguinte.

Vantagens:

  • É o único passe urbano de Amsterdã que inclui o aeroporto
  • É vendido nos guichês de informação turística (você não precisa se entender com máquinas)

Desvantagem:

  • Se você usar pouco o transporte público, o passe não se paga. Nesse caso, valerá a pena somente pela praticidade de não precisar comprar novas passagens a cada viagem ou a cada dia

Produto similar:

  • O Amsterdam & Region Travel Ticket inclui transporte a atrações fora de Amsterdã, como Zaandam, Zandvoort, Edam, Keukenhof, Volendam e Zaanse Schans (e também ao aeroporto)
  • Custa 19,50 euros para 24 horas, 28 euros para 2 dias e 36,50 euros para 3 dias

Passes diários (day/multi-day tickets)

Passe de transporte de 72 horas

Página oficial: aqui

O que os passes diários oferecem:

  • Transporte ilimitado em tram, ônibus e metrô dentro de Amsterdã

Preço:

  • 24 horas*: 8 euros
  • 48 horas*: 13,50 euros
  • 72 horas*: 19 euros
  • 96 horas*: 24,50 euros
  • 120 horas* (5 dias): 29,50 euros
  • 144 horas* (6 dias): 33,50 euros
  • 168 horas* (7 dias): 36,50 euros

*Horas corridas a partir da primeira utilização

Vantagens:

  • O melhor custo x benefício entre os passes turísticos
  • Bastam 3 viagens no primeiro dia (ou 5 viagens em dois dias, ou 6 viagens em três dias) para se pagar

Desvantagens:

  • Não é vendido pelo condutor do tram nem pelo motorista do ônibus (você precisa comprar da máquina)
  • Não dá direito ao deslocamento entre Amsterdã e o aeroporto Schiphol

Passe de 1 hora

Transporte em Amsterdã: passe de 1 hora

Página oficial: aqui

O que o passe de 1 hora oferece:

  • Transporte por 1 hora corrida em tram, ônibus e metrô dentro de Amsterdã

Preço:

  • 3,20 euros

Vantagens:

  • Pode ser comprado diretamente do condutor do tram ou do motorista do ônibus; alguns trams maiores têm 'cobradores' no centro da composição
  • Melhor escolha para quem prefere caminhar a pegar o transporte público

Desvantagens:

  • Caso você acabe usando transporte mais do que pretendia, fica caro
  • Obviamente, não inclui transporte de/para o aeroporto

I amsterdam City Card

Transporte em Amsterdã: I amsterdam City Card

Página oficial: aqui

O que o I amsterdam City Card oferece:

  • Acesso gratuito à maior parte das atrações de Amsterdã (veja exceções logo abaixo)
  • Transporte ilimitado de tram, ônibus e metrô dentro de Amsterdã
  • Cruzeiro grátis pelos canais de Amsterdã

Preço:

  • 24 horas*: 60 euros
  • 48 horas*: 80 euros
  • 72 horas*: 95 euros
  • 96 horas*: 105 euros

*Horas corridas a partir da primeira utilização

Vantagens:

  • Evita ter que comprar uma nova passagem por viagem ou por dia
  • É vendido nos guichês de informação turística (você não precisa se entender com máquinas)
  • Oferece a melhor desculpa para você visitar atrações que talvez não visitasse (veja aqui)
  • O cartão tem dois 'elementos' independentes: o elemento 'transporte' e o elemento 'atrações'. O cartão vale a partir da primeira utilização em cada 'elemento'. Por exemplo: se você comprar um cartão de 24 horas e usar um tram às 8h30 da manhã, o seu cartão vai valer no elemento 'transporte' até as 8h29 do dia seguinte. Mas se você só entrar num museu às 17h, o seu cartão vai valer para entrar em outros museus até as 16h39 do dia seguinte.

Desvantagens:

  • Não oferece acesso grátis a atrações como Heineken Experience (dá 25% desconto), Adam Lookout (dá 25% de desconto), Casa de Anne Frank (não dá nenhum desconto) ou Keukenhof (nenhum desconto). Dá direito ao museu Van Gogh, mas sem horário marcado (já quem compra ingresso antecipado para o museu entra no horário marcado, sem fila)
  • Não inclui transporte entre Amsterdã e o aeroporto Schiphol
  • Costuma se pagar apenas nas versões 72 e 96 horas, se você se esforçar para visitar muitas atrações

Anonymous OV-Chipkaart

transporte em Amsterdã: ov-chipkaart

Página oficial: aqui

O que o Anonymous OV-Chipkaart oferece:

  • Transporte em todos os meios públicos por toda a Holanda

Preço:

  • O cartão custa 7,50 euros
  • Não cobra por viagem, mas por distância percorrida (sites como o 9292.nl calculam o custo de cada viagem)

Vantagens:

  • É o melhor custo x benefício entre qualquer passe
  • Vale também em trens e transporte extra-urbano

Desvantagens:

  • Não é pensado para o turista, mas para o morador
  • Você precisa se entender com máquinas ou sites
  • O cartão precisa estar carregado com um valor mínimo (4 a 10 euros, dependendo do meio de transporte) ao embarcar; no desembarque, o cartão reembolsa a diferença não viajada

Como andar de tram (ou ônibus)

ransporte em Amsterdã: tram

  • Use o site (também existe a versão app) 9292.nl para simular as viagens e saber qual transporte pegar.
  • Seja lá qual for o seu passe, você vai precisar validar a passagem na entrada e também na saída. Basta encostar sua passagem, seu Amsterdam Travel Ticket, seu I amsterdam City Card ou seu OV-Chipkaart no totem que você vai encontrar junto a cada uma das portas do tram ou do ônibus. Os holandeses chamam isso de 'check-in' e 'check-out'. Se um fiscal entrar no seu tram ou ônibus e você não tiver feito check-in, você vai pagar multa na hora. Caso, ao fazer o check-in, você descubra que seu passe está expirado, é só ir até a frente do tram e comprar a passagem avulsa (2,90 euros) com o condutor.
  • Os trams vão e voltam usando o mesmo número. Se por acaso errar de direção, é só saltar, atravessar a rua e pegar o bonde certo, na direção contrária.
  • Segure firme: o bondinho é mais veloz do que imaginamos.
  • As estações são anunciadas no alto-falante (não que dê para entender...) e também em painéis eletrônicos (ufa!). Se tiver alguma dúvida, pergunte ao cobrador. Eles estão mais do que habituados a lidar com turistas.
  • Quando a estação estiver próxima, aperte o botãozinho verde ao lado da porta para solicitar a parada, e novamente para que a porta abra. Conheço alguém que precisou saltar na estação seguinte porque não sabia desse detalhe, mas não vou dizer quem...
  • Não esqueça de encostar o passe no leitor (check-out) antes de descer.
  • Os trams circulam até meia-noite. Depois de horário, há ônibus noturnos em horários bastante espaçados. A tarifa avulsa sobe para 4,50 euros. Os passes multi-dias cobrem.

Mariana viajou a convite da Holland Alliance.

Leia mais:

110 comentários

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Parabéns pelo artigo. O mais esclarecedor de todos os que encontrei na net. Porém tenho uma dúvida, só para ter a certeza. Comprando os passes diários multi day para 72 h, isso significa que podemos pegar tram e metro ilimitado durante as 3 dias. Ou seja, com esse cartão poderemos pegar quantos tram e metrôs forem necessários para nossos deslocamento no centro de Amsterda e do centro para o Hotel?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Se o seu hotel ficar dentro do perímetro coberto pelo passe, sim.

Elizabeth Dissat

Ótimas dicas! Faz parte da minha lista de lugares a visitar, e não tinha ideia do funcionamento. Usei na Suíça e foi excelente. ?

Renata
RenataPermalinkResponder

Amei esse artigo, era tudo o que eu precisava, mas ainda fiquei com uma dúvida: o Anonymous OV-Chipkaart dá algum tipo de desconto nos transportes ou ele apenas é aceito em todos eles e vai "comendo" o crédito referente à tarifa cheia das viagens? Obg!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Ele vai comendo créditos pela quilometragem, sai mais barato do que as tarifas cheias.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar