Chão de vidro é a novidade da Torre Eiffel

Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Torre Eiffel

Fotos | Divulgação

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, inaugurou ontem, dia 6 de outubro, a reforma do primeiro andar da Torre Eiffel. A área foi completamente remodelada e ganhou, como principal destaque, um piso de vidro que permite que os visitantes tenham a sensação de flutuar a 57 metros da Cidade Luz.

Torre Eiffel

O chão de vidro, apesar de ser a vedete do projeto, não foi a única mudança. O pavilhão Ferrié foi completamente redesenhado, tornando-se agora uma área em que acontecem projeções no chão e nas paredes, mostrando detalhes do monumento. A história da construção e sua posterior metamorfose como uma das atrações turísticas mais famosas do mundo também poderá ser vista em quiosques interativos e outros displays que contarão também sobre a vida e os trabalhos de Gustave Eiffel.

O restaurante 58 Tour Eiffel teve sua fachada renovada e uma sala especial, com pé direito de quase 7 metros e capacidade para até 400 pessoas, foi criada para ser usada em eventos privados.

Além do chão, o balaústre do andar também passou a ser de vidro, permitindo visão ampla do espaço e melhores ângulos de fotos para os turistas. grin

Leia mais:

5 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Nem pensar !!
Fiquei enjoada só de olhar a imagem

Mirella Matthiesen

Amei ... se eu já me divertia na CN Tower em Toronto, em Paris então vai ser perigoso eu quebrar o vidro smile smile wink

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Olhaaaaaa que maneiro!
Vou aproveitar pra dar uma olhada nisso mês que vem smile

Paula*
Paula*PermalinkResponder

Me dá um nervosinho... mas eu encaro! wink

Lyvia
LyviaPermalinkResponder

Já quero!!!!!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar