Orlando: Cabana Bay, o hotel novinho que recria os anos 60 no complexo Universal

Elisa Araujo
por Elisa Araujo

Cabana Bay Universal

Fotos | Marco Ferraz

Se a primeira impressão é a que fica, vamos guardar na memória que o Cabana Bay Beach Resort é um hotel divertido. E a diversão começou quando as portas para o lobby se abriram e fomos transportados da calçada diretamente para o cenário da primeira temporada da série Mad Men. Dá vontade de pedir um Martini, colocar os óculos escuros tipo Jackie O. e sentar à beira da piscina smile

Cabana Universal

Cabana Universal

Inaugurado no primeiro semestre de 2014, o Cabana Bay é inspirado na Flórida dos anos 50 e 60, destino de férias de verão, praia, sol e maiôs “duas peças”. A fidelidade ao período começa pela arquitetura e segue pela decoração, sinalização e programação visual, mas não cai no exagero de vestir o staff com trajes retrô. Isso passaria do ponto.

Cabana Universal

Há vários detalhes que não se deve perder, como os telões do grande salão da área de alimentação que exibem comerciais de época e trechos de programas clássicos como “I Love Lucy”.

Cabana Universal

É um hotel moderado/econômico e confortável que completa o cardápio do Universal Resorts, que até então oferecia três opções “deluxe”: o Hard Rock, o Loews Portofino Bay e o Loews Royal Pacific.

Em termos de benefícios, o Cabana Bay perde dos outros três hotéis do complexo Universal em três itens – os hóspedes não ganham o Express Pass; não tem preferência para reserva nos restaurantes dos resorts do grupo; e não chegam aos parques de barco (acesso é apenas de ônibus, explico melhor abaixo). Por outro lado, os hóspedes do Cabana Bay podem desfrutrar do horário especial de entrada nas áreas Harry Potter (quem fica em um dos quatro hotéis do complexo pode chegar uma hora antes da abertura para os demais visitantes).

Cabana Universal

Pensando em preços, um quarto standard no Cabana Bay é um pouco mais barato que uma acomodação do mesmo padrão nos econômicos da Disney (como All Stars e Art of Animation) e bem mais em conta do que nos moderados (como Riverside e Caribbean). Nossa estratégia de viagem foi ficar num moderado da Disney nos dias em que iríamos aos parques do Walt Disney World e no Cabana Bay nos dias em que iríamos aos parques do Universal Resort. Pra nós funcionou bem assim.

Suíte familiar

Cabana Universal

A decoracão anos 50/60 se estende para os quartos -- os móveis são coloridos e de linhas retas, naquele estilo “pés de palito” e um pouco futurista-retrô. Achei o ambiente alegre sem ser cansativo. Ficamos em duas suítes familiares no bloco Castaway, um dos três prédios que formam um U em torno da grande piscina onde estão a torre e o tobogã. É a área que o hotel chama de Ala Norte.

Cabana Universal

A suíte é espaçosa, capaz de acomodar até 6 pessoas -- é dividida em um quarto com duas camas queen e uma saleta com um sofá-cama. Uma porta de correr separa os dois ambientes e garante privacidade. Existem duas TVs, uma no quarto e outra na saleta.

Cabana Universal

O banheiro tem um formato interessante, dividido em 3 partes (pia, vaso e chuveiro+outra pia estão em compartimentos independentes), o que facilita a vida dos hóspedes que podem se arrumar simultaneamente de manhã cedo para sair para os parques. Como o cuidado na reconstrução de época vai aos mínimos detalhes, os amenities também são retrô -- as marcas do sabonete e dos produtos para cabelo foram ambas lançadas nos anos 50 e as embalagens são iguais às daquele tempo.

Cabana Universal

A saleta da suíte inclui ainda uma pequena cozinha com microondas, frigobar, pia, cafeteira e descartáveis (talheres, pratos, copos e bowls). É ótimo para quem prefere preparar um café da manhã básico no quarto (a diária não inclui o café da manhã) ou não quer sair para jantar e vai aquecer alguma coisa para comer à noite.

As suítes em que ficamos eram conectadas – praticamente um pequeno apartamento de dois quartos. Porta e janela ficam na saleta e abrem para o corredor externo, com vista para a piscina. Acredito que no verão, com hotel cheio e garotada gritando na piscina, o barulho pode causar algum incômodo. Mas o quarto em si não tem janelas e tem a porta de correr que isola da saleta, então o som externo pode ser driblado.

Além das suites familiares, o Cabana Bay tem quartos standard, de tamanho menor, sem a saleta e com menos itens de cozinha, que acomodam até quatro pessoas. Esses ficam no que o hotel chama de Ala Sul, ladeando o Lazy River, que é a outra área de piscina.

Piscinas

Cabana Universal

O hotel tem duas áreas de piscina – nós estivemos em uma delas, o piscinão que tem um toboágua e a torre que é um dos ícones do Cabana Bay. É uma área bastante agradável, com muito espaço para espreguiçadeiras e pequenos bangalôs. A torre joga uma cascata sobre a piscina bem na saída do tobogã. Ao lado do piscinão tem uma área para crianças menores, o Kids Splash Pad, com piscina rasinha, postes que esguicham água e chuveirões.

Cabana Universal

Ao lado da piscina há uma área de lazer ao ar livre e com chão de areia e mesas de ping-pong criando a sensação de que você está na praia.

Cabana Universal

Na outra área do hotel, onde ficam os prédios Continental e Americana, há mais uma piscina e um rio artificial no qual se passeia preguiçosamente deitado numa bóia. Uma pena que não tivemos tempo de aproveitar essa área com calma.

Alimentação

Cabana Universal

O coração do Cabana Bay é o Bayliner, um espaço enorme que atende do café da manhã ao jantar. Funciona como praça de alimentação dividida em duas grandes áreas -- uma com os balcões separados por tipo de comida, geladeiras para bebidas que são pagas (como sucos, achocolatados e água) e os caixas; na outra ficam as mesas e os balcões com refrigerantes, café e leite (os hóspedes podem se servir à vontade dessas bebidas).

Cabana Universal

No café da manhã espere encontrar aqueles combos de ovos+bacon+ torradas, panquecas, waffles, sanduíches no croissant, várias opções de bagels e sanduíches frios.

Cabana Universal

No jantar, além de pizza e demais opções fast food, há pratos combinados como salmão com arroz de jasmim (eu pedi esse, estava bom) e até um que atende pelo nome de Brazilian Beef Churrasco, que inclui arroz e feijão. Veja bem, é preciso adequar as expectativas. A comida não é de restaurante à la carte. É OK, mas não espere muito. A carne foi aprovada pela minha filha, mas o feijão não tem o tempero brasileiro e é feito com pimentões. O arroz é o mesmo do prato com salmão, no estilo “grudadinho”. Essa maneira diferente de preparar uma combinação que conhecemos tão bem aqui pode não ser bem recebida pelos pequenos smile

cabana_bayliner5

Cabana Universal

Para os que preferem não se aventurar, há um buffet frio para montar saladas.

O pagamento das refeições nos caixas pode ser feito na hora ou a despesa pode ser colocada na conta -- basta apresentar o cartão do quarto e assinar a nota.

O salão com as mesas é enorme, charmoso no estilo anos 50, mas achei a limpeza das mesas um pouco displicente -- pareceu faltar alguém para ficar de olho e limpar aquele catchup que espirrou fora do sanduíche ou o café que alguém derrubou sad

cabana_starbucks

A outra opção para café da manhã é a Starbucks, que fica um pouco antes do Bayliner, ao lado da loja de roupas/souvenirs. Você vai encontrar o que já conhece de outros Starbucks, só que num ambiente mais estiloso.

Cabana Universal

Há outro restaurante mais próximo do prédio Continental, mais conveniente em termos de distância para quem está na Ala Sul. Tem jeitão de bar de piscina e serve basicamente o mesmo cardápio que encontrei no bar do boliche.

Eu sei que se trata de um hotel moderado/econômico e que eu não deveria esperar um restaurante à la carte, mas no clima tão charmoso desse hotel seria perfeito. Com pista de dança tocando os sucessos dos anos 60 então… smile

Internet

O acesso à internet nos quartos é gratuito para até 5 aparelhos e funciona bem para o básico -- email, navegar e usar redes sociais. É necessário fazer login numa página do hotel, onde você vai escolher a opção “Complimentary” e preencher um cadastro super rápido (lembre de usar o seu sobrenome conforme ele aparece no cartão do quarto).

Nas outras vezes que acessar com o mesmo aparelho não precisará fazer isso de novo. Para atividades que consomem mais banda, como assitir vídeos, é preciso pagar.

Boliche

Cabana Universal

Além da piscina, o Cabana Bay tem um boliche muito bacana, o Galaxy Bowl, que combina perfeitamente com o ambiente anos 50/60 e é um ótima programa pós-parques. Esperamos cerca de 15 minutos por uma pista (era baixa temporada, imagina na alta…) e nos divertimos por uma hora. O aluguel da pista com sapato incluído custou US$ 15 por adulto e US$ 9 para criança. O par de meias que com certeza você vai esquecer de levar custa US$ 6 – as cores são vibrantes, divertidas, uma boa lembrança para trazer para casa smile

Cabana Universal

Existe um serviço de restaurante dentro do boliche, com os pratos servidos na sua mesa que fica na pista. O cardápio segue a linha fast food melhorada – Caesar salad, wrap de peru, sanduíche de rosbife, chicken fingers e tudo com fritas. Os preços variam de US$ 4,99 a US$ 8,99 – a conta para dois adultos e uma criança (sem o aluguel da pista) foi de US$ 51.

Transporte para os parques

Cabana Universal

Nosso acesso aos parques foi feito usando o serviço de ônibus oferecido pelo hotel. Envelopados para parecerem coletivos da década de 50, esse ônibus são mais um elemento da experiência túnel do tempo -- o sistema de som interno toca sucessos antigos e lá fomos nós ouvindo Elvis Presley e Bill Haley & His Comets. O trajeto é curto, não chega a 10 minutos. Estivemos em Orlando em baixa temporada (início de dezembro); havia apenas um ônibus no ponto e nem pegamos fila, mas dá para imaginar que nos períodos de pico s situação seja diferente.

Os ônibus saem da entrada do Cabana Bay e levam até a área de garagem dos parques e dali se vai andando para City Walk, para o Universal Studios ou para o Islands of Adventure. Na volta, é só fazer o caminho inverso - retornar dos parques para a área de garagem e seguir a sinalização até o local de onde saem os ônibus para os hotéis do complexo. Não tem como pegar o ônibus errado smile

Diferente dos outros três hotéis do Universal Resorts, o Cabana Bay não oferece serviço de transporte por barco.

Cabana Universal

Não perca: Quando andar do lobby até o ponto do ônibus, repare nos carros antigos parados ali perto. Vimos quatro carros “de época” estacionado como se os hóspedes tivessem acabado de chegar ao hotel == com as malas, também “de época” ainda no banco de trás. Mais um charme…

Estacionamento

Cabana Universal

O estacionamento contorna os blocos de apartamentos e o vai e vem do seu carro até o quarto é simples porque não é necessário passar pelo lobby ou outra área do hotel. Basta estacionar nas vagas da sua ala e usar o cartão do quarto para abrir o portão que dá acesso à área interna do hotel e aos elevadores. O estilo lembra o dos motéis americanos, em que você para o carro em frente à porta do quarto.

A entrada e a saída do estacionamento são controladas por uma cancela automática que você aciona com o mesmo cartão que usa pra entrar no quarto. O débito do valor do estacionamento (US$ 10 mais taxas) é feito direto no cartão de crédito que você informa no check in.

O uso do cartão para entrar e sair do estacionamento e também para passar da área pública para a área privada do hotel foi o único problema que tivemos. A funcionária que nos atendeu no check in fez confusão – nossa reserva era para duas suites conectadas – e validou apenas os cartões do meu quarto. Então o Marco Ferraz, que era quem estava dirigindo, não conseguia usar o cartão dele pra abrir a cancela do estacionamento ou acessar a entrada de hóspedes. Não é nada do outro mundo em termos de problema, mas fique de olho para não ter que fazer uma segunda visita ao lobby para validar o cartão.

Express check-out

Cabana Universal

Para facilitar os procedimentos de partida, porque a gente tinha uma road trip pela frente, aproveitei para testar o check-out expresso na TV. Basta acessar o item Guest Services e depois ir seguindo as instruções. A conta aparece na tela para você conferir.

Cabana Universal

cabana_checkout_tv4

Depois de selecionar OK e encerrar o processo, é só pegar as malas e ir embora. Naquele momento não lembrei de ver se havia opção para pedir o envio da conta por email - talvez até houvesse, mas a pressa é inimiga da leitura atenta.

O Viaje na Viagem se hospedou no Cabana Bay a convite do Universal Resorts.

Leia mais:

6 comentários

val
valPermalinkResponder

Ah...parece fofo, mas sem express pass não curti...

Laura Fernandes Rodrigues

Val,
Olá, gostaria de saber como montar uma viagem de 20 dias, chegando por Jacksonville, flórida e retornando ao brasil por Orlando. Entre estas cidades assistirei a um show na cidade de Saint Augustine, e fiquei muito interessada por esta cidade antiga.... me ajude a montar um roteiro para estas 3 cidades... Obrigada!
Laura

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Laura! Não temos conteúdo sobre Jacksonville nem sobre St. Augustine.

Leia sobre St. Augustine no Idas e Vindas:
http://www.idasevindas.com.br/category/estados-unidos/florida/st-augustine/

Leia sobre Jacksonville no New York Times:
http://www.nytimes.com/2004/04/30/travel/journeys-36-hours-jacksonville-fla.html

Veja o que fazer em Orlando:
https://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-orlando

Mônica Silva
Mônica SilvaPermalinkResponder

Boa tarde!!
Gostaria de entender melhor essa informação,qndo se esta hospedado no Cabana Bay,todas as vezes que saimos com o carro pagamos 10 U$ ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mônica! Os US$ 10 são por dia. Isso que você entendeu não está escrito em nenhum lugar do texto.

Patricia Martins

Muito bom!!! reservei lá para setembro.... super na expectativa.... pena que não tem direito ao Express... obrigada pelas informações!!! bjs....

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar