Santiago: luxo sem ostentação no Lastarria Boutique Hotel

Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Detalhes externos do Lastarria Boutique Hotel

A caminho de Chiloé, passamos uma noite em Santiago, a convite dos organizadores da viagem.

Ficamos hospedados Lastarria Boutique Hotel, localizado no bairro preferido do Ricardo Freire em Santiago. O hotel pega emprestado o nome do bairro para oferecer uma hospedagem charmosa, mas sem ostentação desnecessária. Desde 1997 a vizinhança é considerada zona típica, "selo" que indica que a região está protegida por seu valor histórico e arquitetônico.

Piscina do Lastarria

Criado em uma bonita casa datada de 1927, o Lastarria tem um tranquilo jardim com solário e piscina excelentes para aproveitar com a temperatura adequada.

Solário do Lastarria

A decoração é sóbria e agradável, predominando cinza e madeira. Os atendentes da recepção falam/entendem português e também podem ajudar com câmbio e indicações culturais diversas, além de fazer reservas em restaurantes, arranjar trânsfers, passeios e até babás.

Quarto

Cama da suíte do Lastarria Boutique Hotel

Com apenas 14 apartamentos, divididos entre as categorias superior, deluxe, junior suíte e suíte, é fácil se sentir parte da atmosfera da área. Com tamanhos diferentes, em comum todos possuem pé direito alto, frigobar, TV LED, dock station e cofre digital, além de sinal wi-fi, que pega bem em todos os quatro andares do hotel.

Arcos do quarto do Lastarria

Fiquei em uma das suítes, que contava com cama queen, duas grandes janelas, além de uma pequena mesinha com cadeiras onde, quando fiz o check-in, tarde da noite, um chá com bolachinhas me esperava. Em algumas das outras unidades há varanda com cadeiras, assim como lareiras antigas.

Detalhes do quarto do Lastarria

Espaçoso, o quarto só me incomodou por um aspecto. Por ter piso de madeira, cada passo gerava um barulho que me fez ficar preocupada se os vizinhos do lado e de baixo estavam me ouvindo andar.

Gastronomia

Café da manhã no Lastarria

Faz parte da diária o café da manhã, servido no Deli Lounge, uma área com janelas que permitem a vista da piscina e do jardim. Criações do chef, assim como outros petiscos caseiros fazem parte do cardápio do início do dia.

Deli Lounge do Lastarria

O restaurante também serve almoço e jantar, além de diariamente oferecer comidinhas no chá da tarde.

Nas redondezas

Arredores do Lastarria

Há várias atrações no entorno. O Parque Forestal e o Museu Nacional de Bellas Artes são algumas delas, e podem ser alcançadas a pé. O Centro Cultural Gabriela Mistral, que conta com uma boa oferta de shows musicais, de dança e teatro também está próximo do hotel.

Apenas duas quadras separam o silêncio da rua do hotel do movimento da rua José Victorino Lastarria, o coração boêmio do bairro. Os cafés, livrarias e as barracas de livros e discos da praça Mulato Gil de Castro servem de aperitivo para coleção de bons restaurantes ao longo da rua. Não deixe de reservar uma mesa no bar de vinhos Bocanáriz (nº 76, tel. 2/2638-9893). O peruano Tambo (nº 65, tel. 2/2633-4802) também já foi aprovado pelo Ricardo Freire.

O Cerro Santa Lucía está a uma curtíssima caminhada; o Cerro San Cristóbal é um pouco mais distante, mas também pode ser alcançado a pé.

A estação Baquedano fica a pouco mais de 5 minutos de caminhada e leva tanto ao Centro (pela linha 4/verde) quanto a Providencia e El Golf (linha 1/vermelha).

As diárias começam em US$ 289. É possível encontrar ofertas de última hora desde US$ 199. Em dezembro de 2015, a nota do Lastarria Boutique no Booking era 9.

Heloísa se hospedou a convite do Lastarria Boutique Hotel.

Leia mais:

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar