Onde ficar em Nova York: 20 hotéis selecionados em Tribeca e Financial District

Rogéria Vianna
por Rogéria Vianna

Onde ficar em Nova York: hotéis no Financial District

Colaborou | Ricardo Freire

A ponta sul é a região de Manhattan que passa por transformações mais visíveis. Nos últimos anos, a área ganhou duas estações de metrô que atraem pela arquitetura (Fulton St e Oculus), o Memorial 9 de Setembro, o One World Observatory, o shopping Brookfield Place, uma filial do Eataly, mais o Le District (um 'Eataly' francês'...). Em 2018 será a vez da reinauguração do Píer 17 do South Street Seaport, um popularíssimo shopping de entretenimento fechado desde o furacão Sandy.

Simultaneamente aconteceu um pequeno boom hoteleiro no Financial District (arredores de Wall Street), que aumentou a oferta tanto no segmento luxo quanto na categoria funcional. No fim de semana e em feriados, quando o mercado financeiro está fechado, as diárias baixam. Se você se dispuser a trocar de endereço durante a sua estada, dormir a sexta, o sábado e o domingo por aqui pode baixar a sua diária média.

A meio caminho entre o Soho e o Financial District, Tribeca é um bairro discreto, sem grandes atrativos -- mas também sem nada desabonador. Sabendo procurar, você encontra alguns ótimos restaurantes.

Este post seleciona hotéis na região de Tribeca e Financial District (Lower Manhattan). Para uma visão geral sobre hospedagem em Nova York (comparando 11 regiões diferentes e com dicas para economizar em hospedagem), clique na página Onde ficar em Nova York: introdução.

  • Hotéis em NY: Nolita, Chinatown e Lower East Side

Prós

  • É a região de Manhattan que se transforma mais rapidamente
  • Tarifas de fim de semana excelentes nos hotéis chiques do Financial District

Contras

  • Apesar de ser vizinho do Soho, Tribeca não tem mesmo encanto
  • O Financial District morre à noite e nos fins de semana

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver a nome e a localização exata de cada hotel. Use o comando (-) para afastar e ver a posição desta região na cidade.

  • Tribeca

Colados no Soho

Dois hotéis ficam junto à Canal Street e permitem aproveitar o vizinho Soho.

O Hilton Garden Inn Tribeca (6th Ave entre Ericsson e Laigh St) tem quartos em estilo contemporâneo com microondas, geladeira e cafeteira. Mas se preferir comer fora, tem um restaurante no local. Oferece ainda academia, loja de conveniência e um metrô na mesma calçada, a pouquíssimos metros.

O Roxy (Avenue of Americas esquina White St), ex-Tribeca Grand, é muito estiloso: em estilo retrô, tem quartos elegantes decorados com madeira e couro. Mas no quesito entretenimento é que o hotel mais se destaca: tem um café, um oyster bar, um lounge, um bar, um jazz club e uma sala de cinema privativa com 99 lugares, que exibe uma bela seleção de filmes antigos e atuais. Um local sempre divertido e bem frequentado. É pouco? Então experimente a academia 24 horas e as bicicletas grátis para os hóspedes.

A caminho do World Trade Center

O miolo do bairro deixa você a meio caminho entre o Soho e atrações do centro financeiro, como o One World Trade Center e o magazine de pechinchas Century 21.

Mãos-fechadas há anos elegeram o Cosmopolitan (West Broadway entre Chambers e Reade St) como um dos seus favoritos em Manhattan. O hotel tem tarifas tão atraentes quanto o charme de seu estilo europeu (tradução: despojado...), presente até em seus lençóis e toalhas.

O Duane Street (Duane St com a Church St) é um hotel-boutique com quartos elegantes em black and white, pisos de madeira, chuveiros com efeito de chuva e unidades familiares. Bateu a fome? No local funciona um restaurante de cozinha asiática urbana. Precisa queimar as calorias? Aproveite o livre acesso ao Tribeca Health & Fitness Club, nas proximidades.

O top da turma é o 5 estrelas Smyth (West Broadway entre Warren e Chambers St). Tem a grife Thompson, o que já é um aval e tanto. As acomodações são espaçosas e modernas, algumas com capacidade para 4 pessoas, onde você pode relaxar assistindo Netflix ou qualquer um dos mais de mil aplicativos na Smart TV. Tem restaurante e um bar aconchegante com obras de arte e lareira.

  • Financial District

No Financial District, área de business, espere encontrar bons negócios também em hospedagem. Todas as grandes redes têm unidades de suas bandeiras de preço moderado. Se bem que o grande lance aqui é dar-se ao luxo. Que tal dar upgrade na sua viagem e sentir o gostinho de se hospedar em um cinco estrelas em plena Nova York, nem que seja por poucos dias? Bata aproveitar as promoções de fim de semana nos hotéis poderosos, que costumam ficar com tarifas bem abordáveis.

Conforto sem frescura

O Hampton Inn Seaport (Pearl St entre Peck Slip e Dover St) conquista pela boa relação estrutura x preço. Tem a funcionalidade típica da rede, com academia, business center, mesa de trabalho, café da manhã incluído e quartos que acomodam até 4 pessoas -- alguns com varanda. Fica na zona portuária, a 5 minutos da estação Fulton, que dá acesso a diversas linhas de metrô.

Outro da categoria funcional é o Holiday Inn Manhattan Financial District (Washington St com Rector St), também bastante popular entre os viajantes. É o mais alto Holiday Inn do mundo. Tem academia 24 horas, quartos para famílias e um bar com cardápio asiático e clima de pub. Fica a apenas 300 metros de uma das maiores atrações da cidade, o Memorial 11 de Setembro. Também tem metrô próximo.

O Residence Inn by Marriott (Broadway com Maiden Ln) se apresenta como uma boa alternativa econômica. Tem suítes modernas com mini cozinhas, café da manhã de cortesia e alguns quartos ainda proporcionam uma vista maravilhosa da cidade. Fica muito perto das atrações da área e cerca de 200 metros da Fulton Street.

Subindo um pouco o nível de conforto, o Courtyard by Marriott WTC (Greenwich St com a Thames St) está tinindo de novo. Quem se hospeda lá não tem do que se arrepender. Seus quartos são claros e modernos, com capacidade para até 4 pessoas, vista da cidade e detalhes que facilitam o dia a dia.

O Four Points by Sheraton (Platt St entre Gold e Pearl St) vale pela funcionalidade e é ideal para quem gosta de hospedagem descomplicada, com tudo à mão. Tem quartos para famílias, academia de última geração, um bar na cobertura e um restaurante. Na exploração das redondezas, o Ground Zero do World Trade Center está a apenas 500 metros e bastam 5 minutos para encontrar atrações como a Bolsa de Valores, o South Street Seaport. Para quem sempre sonhou em fazer bons negócios em Wall Street.

Conforto com charme

O Aloft (Ann St entre Nassau e William St) tem astral jovem e descontraído, com decoração cheia de cores e toques divertidos. A localização não poderia ser mais conveniente: a 1 minuto da estação Fulton do metrô, onde também funciona um centro comercial com lojas e lanchonetes.

O AKA Wall St (William St entre Platt St e Maiden Ln) está lá em cima nas avaliações e não é à toa. Os quartos espaçosos incluem uma cozinha equipada e banheiros revestidos de mármore. Dispõe de suítes com 2 quartos, perfeitas para receber famílias, além de lounge com terraço na cobertura para uma linda vista da cidade. O South Street Seaport está a menos de 500 metros e nas redondezas ainda encontram-se lojas famosas como a Zara, Chipotle entre outras.

Luxo (aproveite as tarifas de fim de semana)

Uma das melhores novidades da área é o The Beekman, a Thompson Hotel (Nassau St entre Beekman e Ann St). Instalado num edifício histórico, tem clima elegante, belos quartos em estilo vintage e é famoso por seu impressionante átrio de nove andares, com varandas iluminadas. A estrutura se completa com um bar e dois excelentes restaurantes, entre eles o francês Augustine. A localização é privilegiada, a 500 metros da Ponte do Brooklyn e do Westfield World Trade Center. O metrô está poucos metros.

O Gild Hall (Gold St com Platt St), mais um hotel do grupo Thompson, destaca-se por sua elegância e sobriedade. Decoração com couro, madeira e peças clássicas dão o tom nos quartos confortáveis. No quesito gastronomia, conta com um restaurante e wine bar com inspiração na Toscana e um lounge de vinhos. Fica a dois quarteirões da estação de metrô Fulton Street e perto dos malls da região.

O Andaz Wall Street (Wall St entre Water e Pearl St), do grupo Hyatt, é para quem quer se sentir um executivo de Wall Street. Fica na zona financeira, pertinho do South Street Seaport, da Bolsa de Nova York e dos ferries para a Estátua da Liberdade. Tem um spa e seus quartos claros e espaçosos são ótimas opções também para famílias.

Entre as redes de luxo, a chegada mais festejada é a do Four Seasons Downtown (Barclay St entre Church St e Broadway). Fica a apenas 300 metros do One World Trade Center, pertíssimo de várias estações de metrô e das várias atrações da região. O hóspedes podem relaxar no spa ou na ótima piscina coberta de 23 metros. Para completar, ainda hospeda o CUT by Wolfgang Puck, o primeiro restaurante do renomado chef Puck (Spago de Los Angeles) na cidade.

O clima futurista do W New York Downtown (Albany St com Washington St) faz dele o mais atraente da rede em Manhattan. Seja nas áreas comuns ou nos quartos, espere encontrar linhas retas, luzes coloridas e curvas sinuosas cuidadosamente desenhadas para causar impacto. Tem vistas incríveis do One World Trade Center tanto de alguns quartos quanto de seu moderno rooftop bar, perfeito para um drink ou dois.

O Ritz-Carlton Battery Park (West St esquina Battery Place), que tem academia 24 horas e quartos grandes e elegantes, alguns com vista da Estátua da Liberdade. O metrô fica a 5 minutos de caminhada.

O Conrad New York (North End Ave, entre Murray e Vesey St) é de encher os olhos. Localizado na Battery Park City (uma área residencial), tem arquitetura de linhas modernas, decoração caprichada e mais de duas mil peças de obras de arte. As suítes espaçosas acomodam uma família, que não vai precisar brigar na hora de assistir TV, pois cada unidade tem dois aparelhos. Tem um incrível rooftop bar, de onde se aprecia a vista do rio e está a 5 minutos do One World Trade Center, do metrô, do novo shopping Westfield Center e dos barcos que fazem o passeio para a Estátua da Liberdade.

O topo de linha da rede Marriott na área é o New York Marriott Downtown (West St entre Albany e Carlisle St), um gigante com 38 andares com tudo o que você precisa para uma estada confortável: bons quartos, academia, restaurante e lounge. Fica a menos de 500 metros do Memorial do 11 de Setembro e tem uma estação de metrô a pouco mais de 150 metros.

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar