Argentina aberta para brasileiros: El Calafate

Argentina reaberta: não é mais preciso apresentar PCR

Desde 29 de janeiro de 2022 brasileiros não precisaram mais apresentar PCR negativo para viajar à Argentina. Basta estar vacinado, preencher uma declaração juramentada e fazer seguro-saúde que cubra internações por covid.

Vai ficar mais fácil viajar para destinos como Buenos Aires, Mendoza Ushuaia e El Calafate, e também fazer passeios nas Cataratas argentinas em Puerto Iguazú.

As seguintes fronteiras terrestres entre Argentina e Brasil estão abertas:

  • Foz do Iguaçu x Puerto Iguazú
  • Uruguaiana x Paso de los Libres
  • Dionísio Cerqueira x Bernardo de Irigoyen
  • São Borja x Santo Tomé
  • Porto Xavier x Paso de la Barca
  • Porto Mauá x Puerto Alba Posse

Veja neste post as exigências para viajar à Argentina.

ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE: 27 DE JANEIRO DE 2022

Exigências para viajar à Argentina

Exigências de entrada na Argentina em vigor a partir de 29 de janeiro:

  • Estar vacinado há pelo menos 14 dias com 2 doses de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer, ou a dose única da Janssen
  • Fazer um seguro-viagem que cubra covid
  • Preencher previamente a declaração juramentada no site do governo argentino

Menores de 18 anos

  • Menores entre 6 e 17 anos que não tenham vacinação completa precisam apresentar RT-PCR coletado dentro das 72 horas antes do embarque
  • Até 5 anos não é preciso apresentar RT-PCR para embarque

Atravessando por fronteira terrestre

As exigências são as mesmas da entrada por via aérea.

Apenas em Foz do Iguaçu os visitantes que atravessem apenas para passar o dia e voltar não precisam fazer seguro-viagem. Mas precisam apresentar PCR negativo e declaração juramentada.

Moradores de cidades de fronteira

Moradores de Foz do Iguaçu, Paso de Los Libres, Dionísio Cerqueira. Porto Xavier, Porto Mauá e São Borja, e de cidades a até 50 km da fronteira, estão dispensados de teste e declaração juramentada.

Requisitos para voltar ao Brasil

Para voltar de avião, é preciso apresentar um teste de antígeno dentro das últimas 24 horas antes do embarque (ou RT-PCR dentro das 72 horas antes do embarque) e preencher declaração de saúde do viajante da Anvisa.

Para voltar por via terrestre não é necessário apresentar teste de antígeno.

Brasileiros que não comprovem esquema completo de vacinação precisarão fazer quarentena de 5 dias ao voltar ao país.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

    483 comentários

    Sabe dizer se essas novas medidas de segurança é válido pra para a fronteie de Sao Borja/ Santo Tome ??

      Olá, Vithoria! Sim, a fronteira reabriu sob as mesmas regras. Vamos atualizar o texto.

    Bom dia, ja tomei as 2 doses ano passado. minha viagem é dia 07/02/22. posso tomar a terceira dose, pois faltam menos de 14 dias para viajar! Isso implica em alguma coisa se eu tomar a 3 dose hj por exemplo?

    Na situação do vírus e econômica, acham interessante turismos em Buenos Aires em março 2022?

    Bom dia! Preciso entrar na Argentina via Dionisio Cerqueira e sair em Foz do Iguaçu, tudo no mesmo dia. Será que é necessário fazer seguro Covid tbem?

      Olá, André! Não temos relatos de quem tenha feito isso. De vez em quando aparecem depoimentos de pessoas que atravessam em Foz do Iguaçu relatando exigÊncias mais brandas do que a regra oficial.

    Ola! A Argentina não aceita a vacina de Moderna para entrar? No texto somente fala de “AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer, ou a dose única da Janssen”.

    Obrigado!

      Olá, Gustavo! A gente não cita a Moderna porque não é aplicada no Brasil. Mas todo país que aceita brasileiros aceitará Moderna.

    Bom dia! Sobre o teste a ser feito na Argentina entre os dias 3 a 5 da chagada não seria suficiente um teste de antígeno/autoteste? ou seria mesmo necessário um outro PCR?
    No site do governo argentino só fala em um teste, sem especificar o tipo de teste…
    “Los (…)extranjeros o extranjeras residentes o no residentes que ingresen al país (…) deberán practicarse una prueba diagnóstica de SARS-COV-2 entre los días tercero a quinto de su llegada al país.”

    Estaremos viajando de SP para argentina no final de março 2022.
    Não tem voo direto para nosso destino , El Calafate.
    Temos q descer em Buenos Aires .
    Nos faremos PCR para VOO SP > Buenos Aires . A dúvida é: teremos que fazer um novo PCR em Buenos Aires , antes de embarcar no voo para El calafate ?
    E no retorno para o brasil tbm ????
    Pq ambos não são voo direto .

      Olá, Erica! O segundo PCR na Argentina é feito entre 3 a 5 dias depois da chegada. Para voltar você faz um teste de antígeno.

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.