Argentina aberta para brasileiros: El Calafate

Argentina reaberta: não é mais preciso apresentar PCR

Desde 29 de janeiro de 2022 brasileiros não precisaram mais apresentar PCR negativo para viajar à Argentina. Basta estar vacinado, preencher uma declaração juramentada e fazer seguro-saúde que cubra internações por covid.

Vai ficar mais fácil viajar para destinos como Buenos Aires, Mendoza Ushuaia e El Calafate, e também fazer passeios nas Cataratas argentinas em Puerto Iguazú.

As seguintes fronteiras terrestres entre Argentina e Brasil estão abertas:

  • Foz do Iguaçu x Puerto Iguazú
  • Uruguaiana x Paso de los Libres
  • Dionísio Cerqueira x Bernardo de Irigoyen
  • São Borja x Santo Tomé
  • Porto Xavier x Paso de la Barca
  • Porto Mauá x Puerto Alba Posse

Veja neste post as exigências para viajar à Argentina.

ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE: 27 DE JANEIRO DE 2022

Exigências para viajar à Argentina

Exigências de entrada na Argentina em vigor a partir de 29 de janeiro:

  • Estar vacinado há pelo menos 14 dias com 2 doses de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer, ou a dose única da Janssen
  • Fazer um seguro-viagem que cubra covid
  • Preencher previamente a declaração juramentada no site do governo argentino

Menores de 18 anos

  • Menores entre 6 e 17 anos que não tenham vacinação completa precisam apresentar RT-PCR coletado dentro das 72 horas antes do embarque
  • Até 5 anos não é preciso apresentar RT-PCR para embarque

Atravessando por fronteira terrestre

As exigências são as mesmas da entrada por via aérea.

Apenas em Foz do Iguaçu os visitantes que atravessem apenas para passar o dia e voltar não precisam fazer seguro-viagem. Mas precisam apresentar PCR negativo e declaração juramentada.

Moradores de cidades de fronteira

Moradores de Foz do Iguaçu, Paso de Los Libres, Dionísio Cerqueira. Porto Xavier, Porto Mauá e São Borja, e de cidades a até 50 km da fronteira, estão dispensados de teste e declaração juramentada.

Requisitos para voltar ao Brasil

Para voltar de avião, é preciso apresentar um teste de antígeno dentro das últimas 24 horas antes do embarque (ou RT-PCR dentro das 72 horas antes do embarque) e preencher declaração de saúde do viajante da Anvisa.

Para voltar por via terrestre não é necessário apresentar teste de antígeno.

Brasileiros que não comprovem esquema completo de vacinação precisarão fazer quarentena de 5 dias ao voltar ao país.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

    483 comentários

    Olá boa noite, vou agora pra Foz, de SP, e gostaria de visitar o parque do lado Argentino mas algumas coisas ainda não estão claras: na fronteira, preciso apresentar O PCR e um teste antígeno ou somente um deles? Vou e volto no mesmo dia, para voltar, preciso fazer outro teste, ainda lá na Argentina ou os mesmos de ingresso permanecem valendo? Preciso da declaração adjunta ou não estão mais pedindo mesmo?

      Olá, Matheus! Pela regra, precisa apresentar o PCR negativo para entrar na ARgentina. O mesmo teste valerá para a volta ao Brasil. É preciso fazer a declaração.

    Estou indo para Foz, sabe me dizer se na fronteira da Argentina o único teste aceito é o PCR ou eles abrem precedente para o Antígeno?

      Olá, Beatriz! A regra fala em PCR. De vez em quando aparece alguém aqui para dizer que estão aceitando isso ou aquilo, mas não temos como confirmar.

    O teste do PCR está demorando de 5 a 6 dias, na nossa região, quer dizer, não vou poder fazer 72 horas antes porque não vai ficar pronto, vamos por via terrestre, existe outra opção ou é melhor desistir da viagem ?

      Olá, Francisnara! Alguns leitores têm deixado relatos de que a fronteira em Foz não está tão rígida e estariam aceitando um PCR por família com mais de 72 horas.

      obrigado pelo retorno, mas como somos do RS teriamos que ir por Uruguaiana ou São Borja, esses são mais rigidos ?

      Olá, Francisnara! Não sabemos. Acredito que apenas Uruguaiana-Libres esteja aberta.

    olá, pretendo ir para Buenos Aires no período do carnaval, minha filha de 5 anos não precisa apresentar nenhum teste tanto na chegada como no regresso? e nós, na ida e na volta? sabe quanto custa fazer o teste em BA, pode ser de farmácia? os restaurantes, café estão abertos para comer no local ou só entrega?
    grato

    Fui em 15.01.22.
    Nesta data, para entrar em Puerto Iguassu apresentamos o cartão de vacina e o PCR de apenas uma pessoa do grupo ( realizado há 8 dias).
    Estão fazendo o teste de PCR no mesmo lugar que apresentamos esta documentação,(4.000 pesos), resultados após 10 min.

    Obrigado, Boia, ficou mais claro para mim! Vou refazer a forma de entrar na Argentina para ir com um único PCR. Na volta, é necessário apenas um teste de antígeno, como os das farmácias, certo? Obrigado de novo!!!

    Boia, estou com uma dúvida: vou passar uns dois dias para ir ao Parque das Cataratas argentino, com retorno ao Brasil no mesmo dia, e depois passarei mais dois ou três dias com uma amiga de Misiones. Como faço com o PCR? Obrigado pela atenção!

      Olá, Leandro! A cada vez que você atravessar para a Argentina você precisa apresentar um PCR que tenha sido coletado há no máximo 72 horas.

      Estive ontem no parque das cataratas argentinas (15/01). Algumas informações: estão aceitando teste antígeno realizado nas farmácias (foi indicação das próprias empresas de turismo que fazem transporte para lá); na fronteira, NÃO nos pediram nem o comprovante de vacinação, nem o teste de covid (achei isso um absurdo! Nosso guia disse que tem dia que pedem, tem dia que não pedem nenhum comprovante); pra quem for entrar com passaporte, precisa preencher a declaração juramentada tanto de entrada quanto de saída (tudo online – esse pediram na ida e volta, comprovante no celular mesmo), mas quem entra com RG não precisa preencher esse documento. O parque estava cheio, mas poucos brasileiros por lá.

    Alguém sabe se há alguma seguradora que cubra covid-19 com serviços de hospitalização, isolamento e / ou transferências médicas? estou tentando achar alguma, mas até o momento não consegui. Outra coisa, o que devo colocar no campo matrícula na declaração jurada?

      Olá, Ronaldo! Os seguros todos oferecem alguma cobertura hospitalar para covid, que você pode incrementar comprando a versão mais cara do seguro disponível. Para cobrir extensão de hospedagem em caso de exame positivo você precisa comprar um seguro à parte, a AssistCard vende um chamado “Covid Extra”. Mas não creio que esse tipo de seguro seja exigido pela Argentina.

    Outra pergunta:

    PCR precisa estar impresso ou pode ser digital?

    E na volta, retornando ao BRasil, saindo Aeroporto de Mendoza alguma indicação onde faz esse teste?

      Olá, Andrea! Pode ser digital. Em Mendoza faça teste de antígeno em farmácia.

    Olá! Tudo bem?

    Fiquei em duvida se precisa baixar um tal app “cuidAR”. é obrigatório?

      Olá, Andrea! Até onde sabemos, é um aplicativo para argentinos fazerem viagens domésticas. Há alguma instrução para baixar o app no formulário de entrada?

      No site da Latam quando se coloca que esta saindo do brasil e indo para mendoza, aparece essa informação la embaixo, mas nao ficou muito claro pra mim…

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.