Flamands, St.-Barth

Caribe: que ilhas dá para combinar na mesma viagem?

Caribe: ilhas para combinar na mesma viagem

Muita gente pensa que o Caribe é como a Europa ou os Estados Unidos, cheio de companhias aéreas que ligam todos os lugares em vôos diretos ou com uma escala conveniente. Mas não é assim, não. Veja como combinar as ilhas do Caribe e como ir direto de uma para outra – quando for possível.

De Miami você voa para praticamente qualquer lugar do Caribe; Cidade do Panamá e San Juan de Porto Rico também são hubs importantes. Agora: vôos diretos de uma ilha pra outra são raros; só acontecem entre ilhas próximas.

Se o seu sonho é visitar muitas ilhas numa viagem só, existe um produto pensado exatamente pra você: os cruzeiros.

Mas se o seu sonho é fazer uma viagem convencional e rentabilizar a passagem aproveitando para dividir a estada entre duas ou, vá lá, três ilhas, aqui vão as alternativas logisticamente corretas.

Combinar Aruba + Curaçao (e/ou Bonaire)

É a combinação mais fácil de fazer saindo do Brasil. As duas ilhas são próximas e ligadas por muitos vôos diários; a viagem leva apenas meia hora.

As duas ilhas são complementares: Aruba é mais americanizada e tem praia ótima em frente ao hotel; Curaçao é mais européia e requer um carro ir às belas praias selvagens (e points de mergulho). A vizinha Bonaire é ligada por vôos diretos às duas ilhas maiores, e deve entrar no roteiro apenas de mergulhadores.

Como combinar: Compre passagem várias cidades ou múltiplos destinos, chegue por Aruba (Oranjestad-AUA) e volte ao Brasil partindo de Curaçao (Willemstad-CUR) – os voos são da Copa (escala na Cidade do Panamá) ou Avianca (escala em Bogotá).

Escolha um voo direto para ir de Aruba a Curaçao.

Anguilla

Combinar St. Maarten + St.-Barth e/ou Anguilla

St. Maarten é um hub regional: funciona como a “metrópole” de uma série de ilhas próximas: Antigua, Saba, Santo Eustáquio, Anguilla, St.-Barth. As que nos interessam são as sofisticadas St.-Barth (francesa) e Anguilla (britânica), que proporcionam um belo upgrade à plebéia (e simpática) St. Maarten.

Como combinar: existem voos para St. Maarten pela Copa (conexão na Cidade do Panamá) ou cias. americanas (conexão nos Estados Unidos) – as mais convenientes são American Airlines ou United (via Miami).

De St. Maarten a St.-Barth dá para ir de teco-teco (pela WinAir, 15 minutos arrepiantes) ou de barco (pela Voyager, 40 ou 75 minutos enjoados, dependendo de onde partir em St. Maarten).

De St. Maarten a Anguilla dá para voar com a Anguilla Air (10 minutos), ou de barco com a lancha rapida GB Express (25 minutos, saída próxima ao aeroporto) ou com o ferry-boat lento que sai de Marigot (45 minutos).

Barbados + St. Lucia ou Mustique

Barbados não é ligada por barco a nenhuma outra ilha, mas tem vôos para toda uma região de ilhotas-satélite. As duas mais bacanas são as ilhas de Santa Lúcia (montanhosa, verdíssima, com praias azul-marinho, pouquíssimo povoada e com hotéis de alto luxo) e Mustique (minúscula, ocupada por dois hotéis e casas de figurões — Mick Jagger entre eles).

Como combinar: Os voos mais curtos para Barbados são via Miami, com a American Airlines. A LIAT liga Barbados a Santa Lúcia e a outras ilhas. A SGV liga Barbados a Mustique.

Cancún + Havana

É uma combinação pouquíssimo lembrada (talvez porque Cancún e Cuba sejam destinos quase antagônicos) — mas é perfeitamente possível.  O vôo leva uma hora.

Compre uma passagem várias cidades Brasil-Cancún-Havana-Brasil ou faça o voo direto entre Cancún e Havana com a Interjet. Leva cerca de 1 hora.

Usando hubs

Miami

Miami é ligada a praticamente todas as ilhas do Caribe, possibilitando as combinações mais malucas. Note, porém, que as combinações mais malucas tendem a ser as mais caras, então não viaje muito na maionese.

O mais sensato é combinar a própria Miami com ilhas próximas como Grand Cayman, Turks & Caicos, Ilhas Virgens Americanas, Ilhas Virgens Britânicas ou Bahamas. (Para as Bahamas, há cruzeiros saindo todos os dias.)

Miami também fica interessante combinada com Cancún.

Atenção: se quiser aproveitar para fazer compras, deixe Miami para o final.

Cidade do Panamá

Com vôos para Cancún, Punta Cana, St. Maarten, Nassau (Bahamas), St. Maarten, HavanaAruba, Curaçao, San AndrésCartagena, a Cidade do Panamá é o maior hub para o Caribe próximo do Brasil (com saídas de São Paulo, Rio, Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Recife e Porto Alegre).

A Cidade do Panamá é uma boa parada para compras (deixe para o final). Qualquer combinação entre esses destinos é possível com troca de aviões na Cidade do Panamá (mas há vôo direto entre Cartagena e San Andrés). Algumas combinações envolverão pernoite na capital panamenha.

Bogotá

A Avianca voa a Cartagena, San Andrés, Aruba e Curaçao. Voando a Bogotá você pode ir a Curaçao e voltar por Aruba (voando entre as duas por uma cia. local), ou ainda fazer Bogotá-Cartagena-San Andrés-Bogotá usando passagem na modalidade várias cidades ou múltiplos destinos.

Leia mais:


Praias do Brasil e do Caribe, mês a mês


Guias de praias: Caribe

Passagens mais baratas no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

269 comentários

Já combinei Aruba e Curaçao e recomendo.

Eu queria combinar Barbados e ir novamente para Aruba mas os valores são muito altos mas vi a dica no post e estou pesquisando sobre. Ótimo.

Otimo post!
Estou pensando (quase comprando) em Bogota-Cartagena-San Andres-Bogota.
Aproveito e pergunto se o pessal sabe informar se tanto faz Bogota-Cartagena-San Andres-Bogota x Bogota-San Andres-Cartagena-Bogota. Essa inversao entre Cartagena e San Andres influencia alguma coisa: preço, facilidade de locomoçao, de voos.
Obrigada pelo excelente post.
Sao tantas opçoes, fico tentanda em mudar de destino! 😀

Paula

    Olá, Paula! Vai do seu gosto. Se prefere mergulho antes e história e agito depois, ou se prefere história e agito antes e mergulho depois.

    Obrigada, boia! 🙂

    PS. Vi nosso comandante ontem aqui em Maceio, que emoçao! 🙂
    Quase fui até a mesa dizer um oi! rsrrs

    🙂
    Uma pena, queria uma foto para a posterioridade. rsrrs
    Fica para a proxima, já é a 2 vez que o vejo aqui na minha terrinha.
    Sou fã!

Legal esse post Ricardo, são opções que tenho pesquisado faz tempo
Já fiz St. Maarten com St. Barth e Anguila e Barbados com St. Lucia e recomendo ambos. Acho que Barbados cai bem com Grenada também já que é pertinho
Não confio que esse voo da Gol vá durar muito então este ano estou pensando em fazer uma mais esticada do tipo Grenada com Antígua pela Liat.
Por falar em Liat (Leave the Island Any Time, como eles dizem lá), a reputação não é das melhores mas quando usei deu tudo certo e o preço também não ajuda pela falta de concorrencia no “island hopping”. A vantagem em St. Lucia é que ela usa o aeroporto “regional” na capital Castries e não o internacional que fica bem ao sul da ilha depois de Soufriére e das Pitons , que só é bom pra quem vai ficar nos resorts de luxo do sul que são mais isolados (tipo Jealousie plantation) pois dá mais de uma hora de carro até proximo da capital por uma estradinha bonita mas lascada de curvas
Curto as praias e a atmosfera do Caribe mas tô qurendo fugir um pouco dos destinos dos pacotes nacionais como Aruba , Cancun, Punta Cana (foi engraçado em St. Lucia o garçon do retaurante ter dito que nunca tinha visto brasileiro por lá). O grande problema é o horário da chegada do voo da da Gol em Barbados que nos obriga a dormir um dia lá para fazer qualquer conexão
Outras que gostaria de conhecer são as BVI mas aí já acho que é melhor fazer por Miami mesmo
Tens alguma outra sugestão de ilhas fora do circuito empacotado aqui do Barsil?
Abraço

    Olá, André! A única ilha que o Ricardo Freire visitou, recomendaria mas ainda não escreveu a respeito é Turks & Caicos. Já foi a Nevis, St. Kitts e Antigua mas acha que as praias não são melhores do que as do Brasil (as de St Kitts e Nevis são piores).

Meus olhos ultimamente estão nas ilhas de Belize e Honduras, mas chegar lá também está sendo uma novela desde o Canadá…
Adorei esse post, e St. Marteen e Anguila tb estão no farol 😉
Abs

Alguns dias em Grand Cayman e alguns em Miami são perfeitos para aproveitar a praia, curtir bons restaurantes e fazer boas compras.

Ric, 2013 e não tem botões de “compartilhe” nos posts do seu site, é isso mesmo? Cortar-colar dá muito trabalho 😀

    Olá, Ricardo! Quem responde é A Bóia. Nosso template é antigo e não aceita esse plugin. Mas em breve estrearemos novo layout :mrgreen:

Excelente post, pois muita gente não tem ideia do que é possivel combinar.
Curaçao e Aruba (via Bogotá), fiz numa mesma viagem e recomendo!
St. Maarten + St.-Barth = WISH LIST!
Abraço.

Já utilizei da combinação St Maarten / Anguilla no estilo bate-volta, fui cedinho pra Anguilla e voltei a tarde, de ferry boat saindo de Marigot. Realmente vale a pena, pois a melhor praia da viagem foi Shoal Bay em Anguilla.
Em Junho indo para Aruba e Curaçao, 6 dias em Aruba, 5 em Curaçao…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.