Cancún

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Cancún: como chegar

A partir do fim de dezembro de 2014, Cancún voltará a ter vôos diretos do Brasil: a TAM vai voar todos os sábados, desde São Paulo, em viagens de oito horas e meia.

Com escalas, o caminho mais reto é pela Copa, com conexão na Cidade do Panamá; dá para sair de Porto Alegre, São Paulo, Campinas, Rio, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Manaus. Na volta, aproveite para fazer uma fezinha no free shop; se dispuser de umas oito horas de intervalo entre vôos, dá para fazer um tour ao Canal do Panamá.

A Aeroméxico, desde São Paulo e Rio voa via Cidade do México.

Dá também para ir via Bogotá (Avianca) e Lima (Taca e Lan). A American faz conexão em Miami ou Dallas e a United, em Miami ou Houston.

Não é necessária vacina contra febre amarela para viajar ao México (nem para fazer conexão no Panamá).

O dólar é corrente em Cancún, com uma cotação ligeiramente inferior à oferecida pelas casas de câmbio.

Calendário de preço de passagem aérea: Cancún (fonte: Viajanet)

Transporte do aeroporto

O aeroporto de Cancún fica entre meia hora e quarenta minutos da maioria dos hotéis; normalmente, vai-se de táxi (US$ 40 a US$ 50, dependendo da temporada). Também há vans compartilhadas, que custam entre US$ 12 e US$ 22 por pessoa, dependendo da localização do hotel. Não vale a pena ir de ônibus: a única linha leva à rodoviária de Cancún, no Centro da cidade; de lá você teria que seguir de ônibus ou táxi para o seu hotel.

Playa del Carmen está a 40 km do aeroporto. Há 10 ônibus por dia que ligam o aeroporto a Playa del Carmen em uma hora (o primeiro sai às 10h50, o último às 19h; custa US$ 10 por passageiro). O táxi custa US$ 70.