Fernando de Noronha

Caribe brazuca
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pode acreditar em tudo o que você ouviu e viu sobre as belezas de Fernando de Noronha. Seus amigos não exageraram nas descrições, e as fotos que saem publicadas nas revistas não são produto de uma escolha meticulosa de ângulos favoráveis. De frente para o mar, todos os ângulos de Noronha são favoráveis.

Águas cristalinas, recortes sensuais, pedras, morros, mata – os ingredientes são todos da melhor qualidade, e foram misturados por Alguém que claramente entende desse negócio de fazer praia bonita. Embaixo d’água, você cruza com uma fauna marinha difícil de encontrar tão perto de terra firme.

Apenas 700 forasteiros são permitidos na ilha a cada noite. Quando você for, aproveite o privilégio pelo máximo de noites que puder.

Quando ir

A época mais seca se estende de agosto a fevereiro; as chuvas ocorrem entre março a julho.

Na baixa temporada, abril, maio e junho são os meses em que a ilha está mais vazia (e é possível negociar descontos nas pousadas).

Mais do que se preocupar com as chuvas, vale ficar atento às condições do mar. De abril a setembro, o Mar de Dentro (litoral voltado para o Brasil) tem as melhores condições de mergulho.

Ou seja: os melhores meses para pegar sol e mar piscininha são agosto e setembro.

Agora, se o seu negócio é surfar, deixe pra ir entre dezembro e março, quando o swell cria ondas perfeitas na Cacimba do Padre, onde ficam as famosas pedras gêmeas conhecidas como Dois Irmãos.

O Réveillon é o mais caro do Brasil. Venha se quiser fazer festa e ver surf.

Fernando de Noronha: quando dá praia?

Como chegar

vôos diários do Recife, pela Gol (Boeing 737-700) e pela Azul (turbo-hélice ATR 72), e de Natal, apenas pela Azul (com ATR 72).

Todo visitante deve pagar a taxa de preservação, que pode ser quitada com antecedência, emitindo o boleto pela internet. No desembarque haverá duas filas: uma para quem vai pagar na hora, outra para quem já pagou; a dos que já pagaram vai mais rápido.

(Há uma segunda taxa a ser paga na ilha, válida para entrar nas áreas do parque nacional marinho. Entenda a diferença entre as duas aqui.)

O melhor é combinar o traslado com a sua pousada (ou, se for alugar um bugue, já pegar o bugue na chegada). Alguns trânsfers incluídos em pacotes fazem você perder a tarde numa "palestra de introdução" (desculpa para vender passeios antecipadamente) e na distribuição entre as pousadinhas pela ilha inteira.

Onde ficar

Há três núcleos principais. A Vila dos Remédios é o centro histórico da ilha e se estende até o mar. Além de concentrar a vida noturna, tem uma praia, a do Cachorro, e está a dez minutos de caminhada da Conceição.

A Vila Floresta Nova fica à altura da Vila dos Remédios, mas do outro lado da estrada. A Vila do Trinta se situa mais adiante, na direção do porto, e é menos conveniente para curtir a noite no centrinho.

A melhor notícia de hospedagem em Noronha é o surgimento de um nicho de pousadas transadinhas na faixa de R$ 400 a diária: leia sobre essas pousadas aqui. Conheça também as pousadas top, as pousadas intermediárias e os comentários dos leitores sobre 40 pousadas na ilha.

O que fazer

A maioria dos visitantes tira o primeiro dia para fazer um ilha-tour. Eu acho que é um dia perdido, e explico aqui (neste post você fica sabendo qual é o melhor momento para ir a cada praia).

Todo mundo também faz um passeio de barco pelo Mar de Dentro, do porto até o Sancho; com sorte, golfinhos vão acompanhar o barco em algum momento.

Se você não mergulha, pode fazer seu batismo (primeiro mergulho de cilindro, acompanhado por instrutor). Pode também fazer um mergulho de plana-sub (de snorkel, apoiado numa prancha, na carona de um barco). Se não quiser se molhar, pode ver peixinhos no chão de vidro da Navi, uma embarcação de design futurista.

A nova atração da ilha é a captura de tartaruga que acontece duas vezes por semana na praia do Sueste. Informe-se sobre os horários na sua pousada.

O melhor fim de tarde é na Praia da Conceição.

À noite, não perca as palestras gratuitas do Projeto Tamar, na Vila do Boldró (a palestra-show do compositor Ju Medeiros é hilária e especialmente imperdível). Depois sempre tem algum evento: forró ou maracatu no Bar do Cachorro, roda de samba n'O Pico, festival no Zé Maria...

Fernando de Noronha no Viaje na Viagem

330 comentários

MPBM
MPBMPermalinkResponder

Boa tarde! Sobre Noronha, quando é citada a tábua das mares e maré baixa, devo pensar também, em fases da lua, correto?! Grata pelo breve retorno,att, MPBM.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, MPBM! Em Noronha a lua é menos importante do que na costa do Nordeste porque o aquário do Atalaia é visitável em qualquer lua. Basta ver o horário da maré baixa.

Fabio Lucarelli

Olá. Vou em janeiro com esposa e filhas pré-adolescentes. Estou na dúvida, já que caminhar não é muito a praia delas, entre pousadas como a da Filó e outras aparentemente mais perto da praça do Flamboyant, como estrela do mar, mar atlantico etc, alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! Nesse caso, quanto mais perto da praça, melhor.

Fabio Lucarelli

Obrigado. Pelo googlemaps dão a mesma distância da praça e do centro inclusive. Mas, olhando no mapa, a filó parece mais distante do que a estrela do mar.....Será que dá pra confiar no google maps?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! O Google Maps não informa a topografia. Filó tem um aclive na volta da praça. Mas veja bem: não dá para ligar o modo comodista para ir a Noronha. Ou sua família vai imbuída de algum espírito esportivo, ou vá se preparando para ouvir reclamação o tempo todo.

Luis Vieira
Luis VieiraPermalinkResponder

Onde consigo realizar locação de bikes em noronha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luis! Na Caio Bikes, fica praticamente em frente à praça do Flamboyant.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Olá, Bóia. Tem alguma praia ou piscina natural que tem a visita prejudicada, ou fica indisponível, em função das marés mortas? Nas marés de lua minguante/crescente quase não tem variação. Eu vou ao final de agosto e vi que as lua será minguante.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! A lua não interfere no único passeio de piscina natural de Fernando de Noronha. Atalaia é visitável em na maré baixa de qualquer lua.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Obrigado, Bóia. Estava preocupado. Aliás, andei pesquisando e vi que em alguns locais é até melhor que a maré esteja cheia pra fazer snorkeling.

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Quantos dias são necessários em Noronha? Três dias seriam suficientes?

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! É o suficiente para dar um rolê pelas praias. Mas se quiser curtir de verdade, tente ficar mais dias.

Jacqueline Cameron

Olá Ricardo. Minha filha fará 8 anos no dia 30/03 e eu e meu marido gostaríamos muito de lavá-la a Fernando de Noronha para comemorar o aniversário. Essa época é boa para ir com criança?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jacqueline! Quem responde é A Bóia. Nessa época ainda pode haver ondas, e podem também começar as chuvas.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Olá Boia, boa tarde!

Vou em Novembro com meu marido e queremos muito fazer a trilha longa do atalaia. Pesquisando sobre, vi muitas informações desencontradas sobre o agendamento.

Enviei então um e-mail para a parnanoronha questionando, e eles retornaram com um link dizendo que as trilhas podem ser agendadas com no máximo 3 DIAS de antecedência (https://www.parnanoronha.com.br/single-post/2017/08/11/Agendamento).

Considerando que vamos ficar 7 dias, estou confiante que vamos conseguir a reserva, mas, já vi outras pessoas dizendo que quando foram agendar o mínimo de antecedência era de 6 dias, o que mudaria a minha perspectiva. Você tem relatos recentes sobre como funcionou o agendamento?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula!

Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

(Mas acredito que o Parnanoronha não se daria ao trabalho de responder mandando uma resposta errada.)

Beatriz
BeatrizPermalinkResponder

Oi Paula! Voltei dia 10 de Noronha e fiz a trilha longa do Atalaia. A situação que encontramos foi a seguinte: sim, o agendamento abre apenas com 3 (três) dias de antecedência e para fazê-lo, você já precisa ter a carteirinha de acesso ao Parque Nacional Marinho (pois é preciso o número da carteirinha para poder agendar e ela só é feita presencialmente, pois eles colhem dados pessoais e tiram uma foto sua, que ficará registrada no sistema). Para a trilha longa do Atalaia (cujo acompanhamento por guia é obrigatório), são disponibilizadas cerca de 40 vagas, sendo que 10 podem ser agendadas por guias credenciados e as outras por turistas. No período em que estivemos lá (de 02/10 a 120/10), o agendamento estava beeeeem disputado. Segundo o relato de duas guias, tinha turista chegando às 06h30 ou até mais cedo (ou seja, bem antes do horário de abertura do PIC) para conseguir lugar. Os guias (que tem uma quantidade menor de vagas reservadas) estavam dormindo lá no PIC para poderem agendar a trilha para o seus clientes. Diante desse quadro, optamos por primeiro acertar com uma guia que se disponibilizou a passar a noite lá e fazer o agendamento para nós. Para isso, ela apenas pediu o pagamento do valor de 50% do que já pagaríamos pelo trabalho dela como guia e fotos de nossas carteirinhas (para poder fazer o agendamento). Existe uma certa insatisfação tanto de turista quanto de guias por essas condições, mas foi o quadro que encontramos quando fomos. Pode ser que quando você for, esteja menos disputado e, assim, mais tranquilo para agendar =)

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Exatamente o q a Beatriz descreveu. Estou em Noronha agora. Para agendar a trilha ou vc fecha com esses guias de uma associação que fica lá no próprio ICMbio do lado do tamar ou chega bem cedo (me informaram que a fila começa as 6:30 e a bilheteria só abre as 8:00h) para agendar e conseguir vaga. A carteirinha já deve estar feita, mas vc faz lá tb. Eu e meu esposo acabamos desistindo infelizmente...achamos bem desrespeitoso com turista isso. Mas caso vc tenha bastante vontade de fazer, dá certo sim. Vc vai logo fechar com esses guias no dia da sua chegada na ilha para eles marcarem para vc ou vai madrugar no dia seguinte lá para agendar. Lembre que realmente é para 3 dias depois somente.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Muito obrigada pela ajuda!

Roberta Lopes
Roberta LopesPermalinkResponder

Olá Ricardo,
Primeiro parabéns pelo ótimo trabalho e ótimas dicas...
Tenho duas datas possíveis para Noronha... Inicio de Maio ou meio de Novembro, a ideia é ir com o marido e aproveitar sol, mar, praia.... qual seria a melhor das duas épocas?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Novembro tem tempo maus firme e mar revolto. Maio tem mar calmo e possibilidade de chuva.

Marcelo Levanteza

Estive em Noronha no período de 21 a 26 de outubro de 2018, e aí vão as considerações e opiniões - parabéns ao site pelas dicas e recomendações, sempre dão certo e valem a pena:
- Se possível fuja do traslado gratuito compartilhado, demora muuuuito, tem que esperar todos pegarem a bagagem no aeroporto, ficam deixando as pessoas nas pousadas e oferecendo passeios. Chegou no aeroporto, pegue a bagagem e pegue taxi, você economizará o minimo 1 hora ( 1 hora a mais de praia e passeio no primeiro dia e ultimo dia já compensam o valor do taxi);
- Trilha da Atalaia: o ideal é chegar e imediatamente no primeiro dia verificar se tem vaga para o dia que você quer, se não tiver vá no dia seguinte e chegue no ICMBIO umas 5:00 até 6:00 da manhã e ficará na fila até umas 9:00 para marcar para 2 ou 3 dias depois, se chegar depois provavelmente não conseguirá ( posto do ICMBIO não abre domingo - ouvi boatos que irão colocar totens de reserva para que as pessoas não tenham de madrugar no local - a trilha está com agendamento de 10 pessoas por hora, antes eram 16;
- Realmente para quem vai ficar pelo menos 4 dias inteiros na ilha o famoso Ilha tour acho que NAO compensa, pois pode-se ir de táxi ou ônibus a todas as mais famosas praias em 4 dias SEM CORRERIA - o Bugue é bom pórem caro (compensa se for dividir a despesa (dois casais ou amigos) e a grande maioria em mau estado;
- Não fiz Ilha tour nem aluguei bugue, usei táxi, ônibus e caminhei, valeu MUITO a pena, é só economizar nas refeições (Otima opção: Restaurante VALDENIO na Vila do Trinta) - fui em todas as praias sem pressa e sem responsabilidade com veículo;
- ônibus custa 5,00 (passa a cada meia hora das 7:00 às 23:00 e táxi a média é 30, 00 por corrida;
- Fiquei hospedado na Vila Do Trinta (Pousada Meu Paraíso -excelente) e achei um ponto muito bom, tem mercados, o restaurante do qual falei acima e também uma praça de alimentação que abre das 18 às 23. Dá para ir a pé nas Praias do Cachorro, Meio, Conceição, Atalaia (Estando reservado), fácilimo de ônibus ao Sueste - Leão, Porto Santo Antonio para ver o pôr do sol. Nas demais vá de táxi, se estiver com acompanhante - amigo(a) - namorado (a) divide-se as despesas.
- Realmente o ideal numa primeira vez é ficar ao menos 1 semana;

Enfim, todas as dicas do site muito acertadas como sempre. Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigadíssima, Marcelo!

Marcelo Levanteza

_Completando, o posto do ICMBio abre às 8:30 para reservas das trilhas que não precisam de guia (atalaia curta e algumas outras), e o turista pode agendar para até 6 pessoas. Mas Tem que estar lá no máximo as 6hs. Tem que estar com o ingresso do parque Nacional em mãos, deste modo tem que retirar o ingresso antes, ou no próprio posto acima ou na Praça flamboyant, no centrinho.
_ Na entrada para atalaia é proibido uso de filtro solar, os fiscais perguntam e olham se a pessoa estiver besuntada, e solicitam lavar numa torneira, desta forma evite micos, vá com roupas de manga longa com material sintético que seca rapido. Tem que alugar colete lá no local da entrada, pois não se pode tocar o chão da piscina. A trilha é relativamente cansativa e não valerá a pena com crianças pequenas.
_ os táxis existem em grande quantidade, é só pegar o número da Central (Nortax) e ligar que chegam rapidíssimo. Funciona 24 horas.

Francine messias

Boa noite
Quais as praias q tem opção de mesas e cadeiras.?
E

Gilmar Villain

Noronha é mesmo um paraíso, pena que confundem “explorar o turismo” com “explorar o turista”.
A ilha é um paraíso, os Noronhenses simpáticos, mas os preços que são cobrados x o que vale, é tudo um absurdo.
A desculpa é que tudo “vem de longe” e tem frete caro etc. etc...
Mas o que se percebe é que algumas coisas são um verdadeiro monopólio e um corporativismo de pessoas para manter tudo como está e assim “explorar financeiramente o turismo”.
Sinceramente, adorei voltar a Noronha e viajo o mundo, mas é impossível aceitar preços que são cobrados por algumas pousadas que não valem nem metade, por restaurantes que cobram um misto quente R$ 25,00, um prato de massa, mais de R$ 120,00 um refrigerante R$ 15,00, uma cerveja em lata R$ 25,00 e olha que não estou nem falando na qualidade que deixa muito a desejar... e assim vai..
Você chega em Noronha, começa no aeroporto pela cobrança de R$ 68,75 por dia de taxa por pessoa essa taxa não bastasse, mais uma taxa para ICMBIO de R$ 97,00 por pessoa a cada 10 dias.
Sem contar a burocracia! Você chega no aeroporto, pega uma fila para pagar ou para apresentar comprovante que já pagou a taxa na Internet.
Passo seguinte, outra fila para passar numa catraca para mostrar o comprovante e controle de pessoas que entram na ilha.
Ah, mas não acabou, você precisa ainda ir pessoalmente a um posto da ICMBIO, pegar aquelas filas enormes para pagar outra taxa ambiental e receber um cartão magnético para acesso as praias e alguns passeios de barco ou terrestre.
Isso sem contar com o péssimo atendimento das pessoas que atendem neste lugares, impressionante a falta de boa vontade de algumas atendentes desta ICMBIO.
Não questiono nem o valor das taxas se é caro ou não, mas num mundo moderno com tudo informatizado, você tem todo um processo arcaico, chato e demorado, perdendo horas das suas férias, é péssimo para o turismo.
Acho que falta alguém olhar o que fazem com este valor arrecado das taxas, afinal se fizermos uma continha rápida, teremos certamente mais de 15 milhões de taxas arrecadas por ano.
Para onde vai esse dinheiro? As estradas, os caminhos fora da BR 363, são uma desgraça, mal cuidadas, a cidade precisa de lixeiras, precisa de um programa de orientação nas escolas e extensivo as famílias para melhorar a qualidade de vida da Ilha e consequentemente melhorar a qualidade também dos turistas que chegam a ilha e gostam de um bem estar.
Uma pena, saber que temos aqui pertinho um paraíso da natureza maravilhoso, indiscutivelmente e que não perde para lugar nenhum no mundo e infelizmente mal cuidado.
Estive em Noronha entre 17 e 23 de outrubro, fiquei hospedado na Pousada Zé Maria.

patricia alves andrade

Quantos dias são suficientes para conhecer Noronha? Vou com meu marido e 2 filhos (16 e 12 anos).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Não fique menos do que 4 dias inteiros. Uma semana é o ideal.

Marcia Rudner Ribeiro

Vou nas férias em Abril.
Qual a melhor semana?
Que normalmente chove menos ou não chove?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! É imprevisível. Programe uma estada mais longa, tipo uma semana, para ter garantia de pegar tempo bom.

Sandra
SandraPermalinkResponder

Estive em Noronha em setembro , as dicas do site foram muito uteis como sempre. Ficamos 10 dias, o que foi perfeito , deu para fazer os passeios com calma , repetir as praias. Não aluguei bugue , andei de ônibus , táxi, a pé e até de carona. Achei o aluguel do bugue caro e se fica mais dias dá para fazer os passeios com calma. Recomendo a pousada ventos do Atalaia , ótimo custo beneficio, bem localizada , simples, mas com quarto confortável , um bom café da manhã . Fiz as trilhas de Atalaia curta e abreus , fui no icmbio, fiquei quase 3 horas na fila, chegando um pouco antes das 8 horas , na hora é cansativo , mas depois a gente até esquece. Como já foi falado , agendam para os próximos 3 dias . Depois de horas na fila se pode ir para a praia do boldro, ali do lado que logo já esquecemos a incomodação da fila. Gostei de ir caminhando até a baía dos porcos , saindo do boldro. Levei meu material de mergulho, máscara , snorkel e nadadeiras e não me arrependi. Segui a dica de no primeiro dia ir na baía do Sancho , maravilhoso. Se vê vida marinha abundante mergulhando com snorkel na piscina do Abreu, Atalaia, baía dos porcos e Sancho e tartarugas no sueste lugares maravilhosos , um por do sol mais lindo que o outro,( no mergulhão, bar do cachorro, praia do meio, forte do boldro, bar do gerson, praia da Conceição),as pessoas são muito queridas e atenciosas e os restaurantes são ótimos . Adorei o Xíca da Silva, Varanda,cacimba.
É tudo caro, sim, mas é o preço que se paga para estar no paraíso . E tem pousadas , restaurantes , passeios , com valores razoáveis até outros realmente caríssimos . Passando 10 dias pude intercalar passeios com muitas caminhadas, com dias tranquilos na praia da Conceição na barraca duda rei.
O passeio de barco e mergulho de cilindro também valem a pena. O do Porto é o mais em conta, certamente não é o melhor , mas um valor acessível para o batismo e um visual lindo.

Junior
JuniorPermalinkResponder

Vi que você responde todos kkkk
tira uma duvida:

Bem, vou me casar em Junho de 2019 (se Deus quiser), quero passar a lua de mel em Noronha. Mas tenho muito medo de pegar chuvas nos passeios, ou pior, ter algum cancelado por causa das chuvas.
Sabe me dizer se corro o risco de ser muito prejudicado pelas chuvas?

Não quero fazer o passeio de barco no meio da chuva, ou caminhadas na lama :/

Fico no aguardo, obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Junior! A recomendação para quem vai na época das chuvas é aumentar a permanência, para aumentar as chances de janelas de tempo aberto.

Não adianta ir à internet querer que alguém te garanta tempo bom o tempo todo.

A época seca em Noronha vai de agosto a fevereiro. Os meses com tempo bom e mar calmo são agosto e setembro.

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Boa noite! V
ou semana que vem pra ilha, dia 28 até dia 6 de dezembro. Será que é época de chuva? Ruim pra pegar águas tranquilas? =/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrea! É época de sol e ondas.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar