onde ficar nos Lençóis Maranhenses

Guia dos Lençóis Maranhenses

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses

Veja nesta página como escolher seu hotel nos Lençóis Maranhenses. Se preferir, clique para ir direto ao tópico desejado:

O que esperar das pousadas e hotéis

Luxo e charme são artigos raros nos Lençóis Maranhenses.

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Santo Amaro

Santo Amaro

O caráter basicão da hospedagem em Santo Amaro se justificava pela dificuldade de acesso — até alguns anos atrás, a estrada era de areia.

A simplicidade ainda impera, mas as pousadas antigas, como a Cajueiro, estão investindo em banhos de loja, e novas pousadas estão sendo construídas em ritmo acelerado. Das pousadas mais novas, a Rancho das Dunas é a mais confortável, e a Ciamat Camp, a mais original.

Barreirinhas

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Barreirinhas

Apesar de ter acesso asfaltado há mais de 15 anos, Barreirinhas se caracteriza por pousadas que, em sua maioria, não fazem muito esforço para sair do basicão. Luz branca, que transforma todo quarto em geladeira, é o padrão.

Os hotéis mais confortáveis e agradáveis são o Porto Preguiças e as pousadas Sossego do Cantinho e Encantes do Nordeste, que estão à beira-rio (mas longe do centrinho).

Atins

Lençóis Maranhenses o que fazer: Atins

A localização remota não impede que Atins tenha o conjunto mais charmoso de pousadas dos Lençóis Maranhenses.

A culpa é do kitesurf: como a temporada do kite vai além das lagoas (de agosto a janeiro), e a permanência média dos hóspedes é mais longa, há estímulo para um outro perfil de hospedagem.

O charme de Atins, porém, vem com uma pegadinha: as pousadas mais estilosas têm donos e público europeus, que parecem acreditar que a falta de ar condicionado permite uma experiência mais autêntica entre os ventos de Atins. Se você precisa de ar condicionado para dormir, reserve a Jurará (central) ou o Rancho do Buna (fora do centro).

Onde ficar em Santo Amaro

Hospedando-se na vila, você vai poder sair a pé à noite para um footingzinho, variar de restaurante, tomar um picolé.

Fora da vila, o mais provável é que você jante todas as noites na pousada.

Pousadas na vila

Pousada Cajueiro

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada Cajueiro Santo Amaro

A Pousada Cajueiro já tinha uma localização super simpática à beira-rio, um bom restaurante e um café da manhã farto. Agora deve estar mais bonita: saí da pousada na véspera de uma reforma que ia dar um up nos quartos e áreas sociais. É também muito boa em organizar passeios. Nas noites de sexta e sábado, o forró em frente pode incomodar. Nota no Booking: 8,6 (última nota — abril/2020).

Água Doce

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada Água Doce Santo Amaro

A Água Doce foi a primeira pousada arrumadinha da cidade. Tem uma ala de quartos geminados e chalés no jardim. Recentemente, ganhou uma piscina com vista para o rio. O restaurante é dos melhores da cidade. Nota no Booking: 7,8 (última nota — julho/2019).

Pousada Paraíso

Uma das mais antigas da cidade, a Pousada Paraíso tem instalações caprichadas e um pátio interno muito gostoso. Está bem perto da pracinha central da vila.Nota no Booking: 8,7 (julho/2020).

Bellas Águas

Instalada numa casa sem pátio ou jardim, a Bellas Águas tem quartos mega-simples. O atendimento, porém, é bastante eficiente, sobretudo no quesito passeios. Nota no Booking: 8,3 (julho/2020).

Pousada Isabella

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada Isabella Santo Amaro

A Pousada Isabella é uma das novas pousadas da vila, construídas para absorver o público atraído pela melhoria de acesso. Os quartos, sem frufrus, ficam enfileirados em volta de uma piscininha de fibra. A aparência é bonitinha, mas as avaliações de hóspedes no Booking não têm sido boas. Nota no Booking: 7,2 (julho/2020).

Pousadas fora da vila

Rancho das Dunas

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Rancho das Dunas Santo Amaro

A pousada mais confortável de Santo Amaro fica ligeiramente fora da cidade, do outro lado do rio: é a Rancho das Dunas. Os chalés são bastante espaçosos, ainda que espartanos. Se você ficar uma manhã ou tarde sem passeio, pode aproveitar a piscininha (de fibra), com sombra natural de árvore. Para ir à cidade, você vai precisar de táxi ou quadriciclo. O restaurante, enorme, costuma receber (no almoço) grupos que vêm de Barreirinhas para fazer passeio em Santo Amaro. Nota no Booking: 8,9 (julho/2020).

Ciamat Camp

A pousada mais original de Santo Amaro fica na outra margem do Rio Alegre. Um casal de italianos que já morou na África criou o Ciamat Camp como um lodge de selva. Transformou o terreno num oásis, com muita sombra (e cajueiros), e ergueu ali chalés de madeira e palha com ventilação natural. Para quem faz questão de ar-condicionado há também quartos de alvenaria (chamados ‘clássicos’). O restaurante, claro, é italiano. A pousada oferece serviço de travessia do rio para quem quiser passear na vila. Nota no Booking: 8,4 (julho/2020).

Onde ficar em Barreirinhas

No Centro ou fora do Centro?

Hospedando-se no Centro, você vai poder ir a pé até o deck da beira-rio (onde há bares e restaurantes, e de onde saem os passeios pelo rio Preguiças) e também às agências de passeios, caso você queira fazer uma comparação de ofertas.

Escolhendo uma pousada ou hotel fora do Centro, você vai precisar de táxi ou mototáxi para sair à noite. Em compensação, muito provavelmente vai estar hospedado à beira do rio.

Pousadas no centro

Pousada do Buriti

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada do Buriti Barreirinhas

Na área central, a pousada mais bem-estruturada é a Pousada do Buriti. Os quartos ficam em chalés geminados, todos com suas varandinhas onde dá para pendurar uma rede. Tem piscina, sala de jogos, um mini kids-club e restaurante. Um riacho passa nos fundos. Nota no Booking: 8,8 (julho/2020).

Pousada d’Areia

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada D'Areia Barreirinhas

Em frente à duna da entrada na cidade, pertinho dos restaurantes da beira-rio, a Pousada d’Areia tem quartos básicos e uma área ajardinada interna. Nota no Booking: 8,1 (julho/2020).

Pousada São José

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Pousada São José Barreirinhas

A 10 minutos de caminhada da beira-rio, a Pousada São José tem instalações simples, que parecem ainda mais simples pelo uso de concreto e tijolos aparentes. Mas a atenção da equipe e o ótimo café da manhã acabam sobressaindo. Nota no Booking: 8,7 (junho/2020).

Hotéis e pousadas fora do Centro

Porto Preguiças

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Resort Porto Preguiças Barreirinhas

A opção mais confortável de Barreirinhas é o Porto Preguiças Resort. O ‘resort’ do nome é exagerado; é um hotel bem-estruturado, e tem áreas sociais bastante simpáticas. Há três piscinas: uma com fundo de areia (a principal), outra convencional e uma terceira com água do rio. O restaurante, apesar de enorme, atende aos pedidos com agilidade. O rio Preguiças passa nos fundos. Pena que a imaginação do arquiteto/decorador não contemplou as novas alas de chalés — que, apesar de espaçosos, são mal divididos e desprovidos de aconchego. Está a menos de 10 minutos de táxi do centrinho (R$ 20 em cada direção). Nota no Booking: 9 (julho/2020).

Sossego do Cantinho
Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Sossego do Cantinho Barreirinhas

Se você procura uma pousada de charme, o lugar para ficar é a Sossego do Cantinho. Também fica à beira do Preguiças, mas na margem oposta ao centro (a estradinha de areia para Atins passa na frente da propriedade). Excelente para descansar entre Santo Amaro e Atins, aproveitando o Preguiças e sem precisar necessariamente encarar Barreirinhas (para ir à cidade, é preciso andar 10 minutos e pegar o barco que faz a travessia de passageiros). Nota no Booking: 9,8 (julho/2020).

Encantes do Nordeste
Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Encantes do Nordeste Barreirinhas

Numa categoria intermediária entre o hotel estruturado e a pousadinha, a Encantes do Nordeste tem acomodações mais interessantes por fora do que por dentro. A piscina é gostosa, e a área à beira-rio é bem aproveitada — ali foi instalado o restaurante Bambaê (que recebe não-hóspedes, inclusive para passar o dia). Está a 10 minutos de táxi (R$ 25) ou mototáxi (R$ 10) do centrinho. Nota no Booking: 8,2 (julho/2020).

Gran Lençóis Flat Residence
Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Gran Lençóis flat

O flat Gran Lençóis é um espigão de 6 andares que, quando inaugurado, tirava a poesia do rio Preguiças. Hoje, com os coqueiros crescidos, está felizmente escondido. É confortável e tem uma piscinona, mas não tem nada a ver com o destino Lençóis Maranhenses. Os quartos têm luz branca. Está a 10 minutos de táxi (R$ 25) ou mototáxi (R$ 10) do centrinho. Nota no Booking: 8 (julho/2020).

Pousada Orla Náutica

A pousada Orla Náutica tem chalezinhos enfileirados, uma piscina de fibra e uma prainha à beira-rio. Curiosidade: é vizinha do Porto Preguiças, mas devido à curva do rio, tem frente para outro ponto do Preguiças. Nota no Booking: 8,5 (julho/2020).

Onde ficar em Atins

Hospedar-se com ar ou sem ar? Esta é a questão principal ao escolher sua pousada em Atins.

Como nenhuma decisão pode ser tão simples de tomar, saiba que as pousadas com ar têm déficit de charme, enquanto as sem ar são as mais estilosas do povoado.

Pousadas com ar condicionado

Jurará

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Vila Jurará Atins

Do mesmo grupo da Encantes do Nordeste de Barreirinhas, a Jurará tem duas alas. A pousada original, aberta em 2014, fica na rua principal. A ala mais charmosinha, de 2016, está 50 metros adiante. As áreas sociais são bem mais agradáveis que os quartos — que, no entanto, são bem ficáveis. Nota no Booking: 7,9 (julho/2020).

Rancho do Buna

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Rancho do Buna Atins

Por muito tempo, o Rancho do Buna foi a única pousada estruturada de Atins. Fica num terreno grande, com um riachinho e tudo. A estética é toda rústica, com paredes de tijolinho, móveis artesanais e enfeites de palha. Há uma pequena piscina, e o restaurante funciona também para almoço e jantar. Tanto os chalés (espalhados pelo terreno) quanto as suítes (geminadinhas numa ala própria) têm ar condicionado. Está a 15 minutos de caminhada do centrinho: precisa de muita força de vontade (ou chamar um táxi-quadriciclo) paa sair à noite. Nota no Booking: 7,9 (última nota — julho/2019).

Pousada Irmão Atins

Uma das pousadas mais tradicionais do povoado, a Irmão Atins tem um ar brejeiro graças ao uso de cores fortes, dentro e fora dos quartos. Está localizada no trecho mais comercial da rua principal. Nota no Booking: 7,5 (última nota — julho/2019).

Pousadas sem ar-condicionado

Santa María Atins

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Santa María Atins

Na beira da praia, a Santa María Atins tem áreas sociais gostosérrimas — não precisa de nenhuma produção extra para virar editorial de revista de decoração. Minha dica é que você reserve apenas as villas e suítes frente mar, porque dá para abrir a porta da frente e deixar o vento entrar. Nas outras acomodações a brisa não circula. Nota no Booking: 8,6 (julho/2020).

Villa Guará

Aberta em 2017, a Vila Guará tem localização ideal para kitesurfistas com grana: está a passos do mar, mas longe o suficiente para não sofrer com a erosão (como acontece com a Santa María e a Oceano). Os bangalôs de madeira são inspirados no estilo casa-de-pescador, que vem sendo cada vez mais usado na rota do kitesurf do Nordeste. O restaurante é dos melhores do povoado. Nota no Booking: 9,2 (julho/2020).

Oceano Atins

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Oceano Atins

Vizinha de cerca da Santa María Atins, a Oceano Atins também está debruçada na praia e é toda branquinha, decorada com bom-gosto. O quarto menor tem ar condicionado; os outros, só vendilador. Nota no Booking: 7,2 (julho/2020).

Cajueiro Atins

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Cajueiro Atins

Os quartos Pousada Cajueiro têm varanda com rede. Nos fundos, o quintal tem um lounge gostoso. O bar e o restaurante (boas pizzas!) estão abertos ao poúblico. Nota no Booking: 8,6 (última nota — abril/2020).

Convento Arcadia

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses - Convento Arcádia

Num amplo terreno no coração da vila, a Convento Arcadia tem apartamentos reformados na casa principal e quatro superbangalôs. O casal de donos — ela, brasileira; ele, alemão — garimpou madeiras de demolição e de barcos, dormentes de trem e relíquias de antiquários, usados na estrutura e na decoração dos novos bangalôs. O projeto aproveita a trajetória usual do vento para não precisar de ar-condicionado. Nota no Booking: 8,7 (julho/2020).

La Ferme de Georges

Pousada mais cara e exclusiva de Atins, La Ferme de Georges tem chalés amplos (a maioria com pelo menos um quarto separado da sala) e hiper bem-decorados. Ainda não consegui me hospedar (está quase sempre lotada, ou com permanências mínimas maiores do que o tempo de que eu disponho), mas os comentários são praticamente unânimes em destacar o conforto e a hotelaria super profissional. Como está fora do centrinho, dá a sensação de se hospedar no meio do mato. Nota no Booking: 8,7 (julho/2020).

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

    64 comentários

    Bóia, se fosse você, ficaria hospedado em Barreirinhas ou Santo Amaro do MA para fazer os passeios no Parque dos Lençóis Maranhenses?
    Ainda: a estrada de Jeri para Santo Amaro do MA é boa pra ir de carro?
    Obrigada!

    Olá! Estou amando o guia sobre Lençóis! Estou organizando para ir agora no São João, embora esteja achando as passagens caríssimas…
    Gostaria de tirar uma dúvida: com exceção da Pousada Paraíso, na Vila de Santo Amaro, todos os links das pousadas não estão “funcionando”, ou seja, não remetem à pousada indicada. Será que elas não mais existem? Ou apenas deixaram de ser negociadas no Booking? Caso seja essa última opção, seria bom não remeter mais à elas. Só uma dica!
    Obrigada

      Olá, Renata! Devem ter deixado de usar o Booking como canal de vendas.

    Boa noite! Primeiramente parabéns pelo guia dos Lençois, extremamente completo e didático.
    Pretendo ir aos lençóis no final de junho, vindo de Jericoacoara de carro. Originalmente pensei em dividir meu roteiro de 6 noites – 3 em Barreirinhas e 3 em Santo Amaro. Mas depois de pesquisar mais fiquei na dúvida se vale trocar Barreirinhas por Atins ou tentar encaixar alguns dias nessa última ? Outra dúvida é se vale a pena ir de Jeri até Parnaíba de avião e assim pular esse trecho de estrada.
    Desde já agradeço a atenção.

      Olá, José César! Se você não está pensando em ficar em Jericoacoara, é mais negócio chegar por Parnaíba, sim. O difícil é achar boas tarifas para lá.

      Você pode dormir as duas primeiras noites em Barreirinhas. No segundo dia, contrate um passeio que suba o Rio Preguiças sem paradas e faça um tour de Atins, voltando de voadeira. No terceiro dia, faça o circuito da Lagoa Bonita de manhã e à tarde vá para Santo Amaro. Durma três noites em Santo Amaro, deixando dois dias para passeios (veja na página O que fazer). No sexto dia, volte para Bareirinhas e faça o sobrevoo do parque como gran finale. Durma e volte para pegar seu voo em Parnaíba.

      Oi Bóia, bom dia.
      Obrigado pela resposta.
      Na verdade eu vou pra Jeri, fico alguns dias lá, e depois vou aos Lençóis e volto por São Luís. A ideia de ir de Jeri pra Parnaíba de avião e lá alugar um carro seria pra pular um trecho considerável de estrada e diminuir também a taxa de retorno da locadora. Financeiramente estão praticamente empatando.
      Obrigado pela sugestão de roteiro, acho que posso manter 3 dias em barreirinhas com essa ida de um dia pra Atins.

    Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.