Los Roques

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Todas as pousadas ficam na capital, Gran Roque, a no máximo dez minutos de caminhada do pequeno aeroporto.

O padrão das acomodações é de praia rústica do Brasil. Pense em Jericoacoara há 10 anos, ou em Caraíva antes da luz.

As pousadas se dividem em três faixas de preço. Tem as que cobram menos de 100 dólares com café da manhã e são muito básicas, como as pousadinhas simples de praia no Brasil. O chuveiro será frio. Muitas dessas pousadas simples aceitam pagamento em bolívares, o que barateia muito para quem troca dólares no câmbio negro.

Depois vêm as pousadas ali pela faixa de 230 dólares, que incluem três refeições e um traslado por dia a uma ilha próxima. Nessas pousadas intermediárias, a comida tende a ser melhor do que as acomodações. Talvez o chuveiro seja frio. É provável que você tenha que pagar antecipadamente por PayPal, no dólar oficial. Nesta faixa, já fiquei na La Cigala e na Acquamarina. Leitores falam bem da Movida e da Guaripete.

As mais caras cobram 400 dólares com três refeições e um traslado por dia a uma ilha próxima. Essas têm os apartamentos mais confortáveis e charmosos da ilha. O chuveiro será quente. Certamente cobrarão em dólar. Nesta categoria, já fiquei na Natura Pura e visitei a (charmosíssima) Acuarela. A Piano y Papaya e também é um destaque desta faixa.

Como reservar sua pousada em Los Roques

Você pode entrar em contato direto com as pousadas por email; neste caso, seja objetivo e insistente. A internet na ilha não é boa e alguns pousadeiros não investem em contatos que pareçam vagos e especulativos.

Dada a situação da Venezuela, porém, é muito mais tranqüilo usar uma operadora para organizar toda a parte local da sua viagem. A brasileira Turnet tem boas condições com pousadas das categorias intermediária e top (e financia a viagem em parcelas em reais). A Venebrasil e a Posada Guaripete estão são operadores locais que estão se especializando no mercado brasileiro.

Onde ficar em Caracas?

Assim como em Los Roques, os hotéis de Caracas têm preço nominal altíssimo, em dólar. Mas na capital é mais fácil fazer uma reserva sem precisar pagar antecipadamente, possibilitando que você troque seus dólares no câmbio negro e pague em bolívares cash pela cotação oficial. Ter um contato em Caracas para receber você no aeroporto, fazer o câmbio e encaminhar o trânsfer deixa tudo mais tranqüilo. (Mais um motivo pelo qual recomendo organizar a viagem com agência/operadora.)

Caso precise pernoitar e seu vôo para Los Roques saia de Maiquetía, durma nas proximidades do aeroporto. O hotel mais próximo, praticamente vizinho, é o Eurobuilding Express. Um pouco mais distante, mas muito confortável, o Marriott Playa Grande tem bom serviço e uma piscina com vista para o mar. Tem uma pequena loja na sobreloja do aeroporto, onde você pode se apresentar para pedir que mandem a van. A opção mais econômica é o hotel Catimar, a 5 km.

Mas se o seu vôo sair de Higuerote, vale a pena pernoitar em Caracas propriamente dita. Além de poder sair à noite (use táxis do hotel), você economizará no dia seguinte pelo menos 60 minutos do engarrafado percurso entre Maiquetía e Caracas. O melhor bairro de Caracas é eixo Altamira-La Castellana. O mais bem localizado no pedaço é o o Renaissance La Castellana, numa avenida bem servida por restaurantes e areperas (lanchonetes especializadas em arepa, a tapioca venezuelana de milho), e a uma distância caminhável (de dia; de noite recomenda-se pegar táxi) do Centro Comercial San Ignacio, o mais tradicional da cidade. Ali perto fica um bom hotel-design, o o The Vip Caracas. Na extremidade do bairro, junto ao Parque del Este (e com um metrô a meia quadra), o Pestana tem a piscina mais bonita de Caracas (com um bar animado às sextas e sábados à noite) e está próximo do shopping mais moderno da cidade, o Millenium Mall. Para economizar, a zona de Las Mercedes oferece a melhor relação custo x segurança. Por ali, o normalmente acessível Best Western CCCT é uma boa escolha. O shopping da região é o Ciudad Tamanaco.

1 comentário

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Boa noite, sabem como eu obtenho maiores informações a respeito da hospedagem em veleiros e como é feita a reserva? Obrigada

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar