Salvador

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Salvador: as praias

Nesta página você descobre como aproveitar as melhores praias de Salvador, onde se hospedar e o que visitar nas redondezas de cada uma delas. Se preferir, clique para ir direto ao tópico desejado:

Voltar | Topo

Como escolher sua praia

Salvador como escolher sua praia

Farol da Barra

A orla de Salvador é bastante extensa. De São Tomé do Paripe, no subúrbio ferroviário, a Villas do Atlântico, já no município vizinho de Lauro de Freitas, são 75 km de costa.

O filé do litoral de Salvador é o trecho que está à beira da Baía de Todos-os-Santos, com água transparente e mar calmíssimo (além de pôr do sol no mar!).

Neste trecho, minha favorita é o Porto da Barra, que costuma lotar bastante. A alternativa para quem quer condições parecidas, mas com menos gente, é o Farol da Barra (que tecnicamente não está mais na baía, mas tem mar calmo).

No verão de 2019, porém, a estrela entre os descolados foi a Prainha do MAM, de entrada praticamente secreta. E quem prefere praia sem areia pode aproveitar as águas límpidas da baía pulando do Deck do Mahi-Mahi, no hotel Victória Marina.

Já em mar aberto, Ondina tem piscinas naturais entre pedras, na maré baixa. A enseadinha da Paciência tem mar sempre calmo e é uma boa opção para quem se hospeda no Rio Vermelho. Por ali, porém, a praia do Buracão é a que tem a melhor estrutura (mas o mar pode ser perigoso). Amaralina é a última das praias voltadas para o sul e serve mais aos moradores do bairro; um trecho da praia é obstruído por um quartel.

Da Pituba até Itapuã, a orla de Salvador é um praião praticamente contíguo que vai mudando de nome conforme o trecho. Apesar de haver calçadão e avenida ao longo de toda esta costa, a alta salinidade do ar impediu o desenvolvimento imobiliário à beira-mar -- os bairros residenciais ficam no interior.

A orla só volta a ficar interessante quando termina a avenidona beira-mar, em Itapuã. Por serem um pouco mais recortadas, e estarem escondidas entre casas, as praias do norte parecem mais bonitas e aconchegantes. Também são mais confortáveis de freqüentar, graças a barracas de praia estabelecidas fora da areia, em Pedra do Sal, Stella Maris e Flamengo/Aleluia.

Já no município de Lauro de Freitas, Villas do Atlântico também oferece o serviço de boas barracas.

Voltar | Topo

Praias centrais

Prainhas do MAM e do Solar do Unhão

Prainha do MAM

Prainha do MAM

Praia da moda no verão 2018/2019, a Prainha do MAM está com o acesso a pé interditado, devido às obras nos jardins do museu. Enquanto tiver acesso apenas por barco, sua (exígua) faixa de areia deve ter pouca densidade demográfica. Fica à direita (de quem olha para a baía) do MAM.

Praia do Solar do Unhão

Um pouco acima do MAM na Avenida do Contorno, uma escadaria leva à comunidade e à prainha do Solar do Unhão. Com pedras em vez de areia, a prainha evoca uma Cinque Terre soteropolitana -- com a comunidade servindo de moldura. Dali você pode fretar um barquinho para levar até o Bar da Mônica, point roots-descolado que ocupa uma laje no costão da Gamboa (Instagram).

Prainhas do MAM e do Solar do Unhão
  • Localização: av. do Contorno
  • Atrações nas redondezas
  • Onde comer por perto
    • Caxixi (roots, abre a tarde toda, fecha dom)
    • Lafayette (cool, almoço até 15h, a tarde toda de 6ª a dom)

Deck do Mahi-Mahi

Salvador praias: deck do Mahi Mahi

Deck do Mahi-Mahi

Instalado no decadente hotel Sol Victoria Marina, o bar Mahi-Mahi detém um tesouro: um deck (quase) público sobre as águas transparentes da Baía de Todos-os-Santos. O acesso do alto do costão ao píer é feito por um teleférico. Pelo preço do day-use (R$ 30 em dias úteis, R$ 40 nos fins de semana e feriados) você curte a baía com a mesma perspectiva da classe A-gargalhante que mora nos arranha-céus do Corredor da Vitória (e ainda pode apreciar o pôr do sol no mar). Uma advertência, porém: curta o tchibum, mas não espere muito do serviço do bar -- sobretudo nos fins de semana, quando lota.

Deck do Mahi-Mahi

Porto da Barra

Salvador praias: Porto da Barra

Porto da Barra

Tão histórica quanto o Pelourinho, tão baiana quanto o Gantois e (quase) tão animada quanto uma tarde de carnaval, a prainha do Porto da Barra é o mais divertido resumo de Salvador. A cidade nasceu ali, graças às águas calmas e à inexistência de recifes, que permitiam atracar qualquer embarcação. Séculos mais tarde, seus dois fortes – o de Santa Maria (bem visível no canto esquerdo) e o de São Diogo (escondido no alto do morro à direita) – não conseguem mais defender suas areias da invasão de forasteiros e soteropolitanos de todas as cores, classes e tribos.

Mesmo estando no centro da cidade, sua água é não apenas limpa, como cristalina – e sua posição, voltada para o poente, garante que você se bronzeie até mais tarde, sem sombra de prédios, e olhando para o mar. Repare na mordomia: de meia em meia hora, o barraqueiro que alugou a sua cadeira vai aparecer com um regador de água do mar para refrescar a areia em que você pisa.

Os grupos vão se sucedendo ao longo do dia: famílias com crianças pequenas de manhã cedo, LGBTs mais para a tarde, praticantes de frescobol e altinha no fim do dia. As águas, geladinhas ao primeiro contato, deliciosas 5 segundos depois, são ocupadas não só por banhistas, mas por praticantes de SUP (e, perto do pôr do sol, por barcos e lanchas). No verão, o povo só arreda o pé depois do sol morrer no mar -- sob aplausos, evidentemente.

Prainha da esquerda
Porto da Barra: prainha da esquerda

Se quando você for ao Porto a praia estiver lotada demais, dê uma olhada na praia à esquerda do Forte de Santa Maria. O banho não é tão bom (tem pedras), mas a paisagem é linda e a densidade demográfica sempre é menor.

Praia do Porto da Barra

Voltar | Topo

Farol da Barra

Salvador praias: Farol da Barra

Praia do Farol da Barra

A 15 minutos de caminhada do Porto da Barra, ao pé do Forte Santo Antônio (que hospeda o Farol), a praia do Farol da Barra já não está tecnicamente na Baía de Todos os Santos. Mas as águas são normalmente calmas (ao menos na maré baixa) e, mesmo voltada para o sul, permite que se aprecie o pôr do sol -- basta você reposicionar sua cadeirinha para a direita ao entardecer. É a preferida dos que acham que o Porto da Barra é cheio demais. Há barraqueiros que alugam cadeiras e guarda-sóis e vendem bebidas.

Praia sazonal
Salvador: prainha sazonal do Farol da Barra

Passando o Farol na direção do Porto da Barra, você pode ter a sorte de encontrar a prainha que aparece e desaparece segundo a força das marés. É certamente o visual mais lindo entre as praias de Salvador.

Praia do Farol da Barra

Voltar | Topo

Praia da Paciência

Salvador praias: Praia da Paciência

Praia da Paciência

Uma enseadinha muito jeitosa, emoldurada pelo Morro da Paciência e protegida da avenidinha beira-mar por uma mureta, a Praia da Paciência tem serviço de aluguel de cadeiras e guarda-sóis na temporada. Antes de ir, porém, consulte a balneabilidade no site do Inema.

Praia da Paciência (Rio Vermelho)

Voltar | Topo

Praia do Buracão

Salvador praias: Praia do Buracão

Praia do Buracão

Entre o Morro do Conselho (onde está o Novotel Rio Vermelho) e o início da praia de Amaralina a orla desaparece da vista de quem passa de carro. É nesse trecho, protegida por duas quadras de predinhos, que se esconde a Praia do Buracão.

Salvador praias: Blue

Blue Praia Bar

É uma das melhores de Salvador em dois quesitos: densidade demográfica (nunca lota) e serviço de bordo (por causa do bar Blue, que oferece serviço na areia e numa deliciosa varanda). Mas cuidado com o mar: é traiçoeiro e tem repuxo.

Para chegar, venha pela rua Odilon Santos (a continuação da beira-mar) e vire na segunda à direita (r. Barro Vermelho). Se for de carro, chegue cedo para conseguir vaga (ou então já estacione no Blue, que tem manobrista).

Praia do Buracão

Voltar | Topo

Praias do norte

Itapuã e Pedra do Sal

Salvador praias: Pedra do Sal

Pedra do Sal

O Farol de Itapuã faz parte da paisagem tanto em Itapuã quanto na Pedra do Sal. O mar é mais bravo do que calmo.

Salvador praias: Barraca do Lôro Pedra do Sal

Barraca do Lôro Pedra do Sal

Na Pedra do Sal fica a minha barraca de praia favorita: a Barraca do Lôro Pedra do Sal. Sossegada, não costuma ficar superlotada nem no fim de semana.

Barraca do Lôro Pedra do Sal

Voltar | Topo

Stella Maris

Salvador praias: Stella Maris

Stella Maris

As praias de Catussaba e Stella Maris se caracterizam pela formação de piscinas naturais entre as pedras na maré baixa. Na maré alta, entre com cuidado no mar, por causa das tais pedras.

Salvador praias: Barraca do Lôro Stella Maris

Barraca do Lôro Stella Maris

O melhor ponto estar é o da Barraca do Lôro Stella Maris.

Barraca do Lôro Stella Maris

Voltar | Topo

Praia do Flamengo/Aleluia

Salvador praias: Praia de Aleluia

Praia de Aleluia

A praia mais ao norte dentro do município termina num coqueiral que lhe empresta um ar um pouquinho mais selvagem. O mar não é manso.

Salvador praias: Barraca do Loro e Barraca Pipa

Barraca do Lôro Flamengo | Barraca do Pipa

Aqui fica a Barraca do Lôro original -- e também sua maior rival, a Barraca do Pipa.

Barracas da Praia de Aleluia
  • Lôro: r. Desembargador Manoel Andrade Teixeira, 266 - tel. (71) 3015-0140
  • Pipa: al. Cabo Frio, s/n, tel. (71) 3378-1182
  • Onde comer por perto
    • Acarajé da Cira (abre a tarde inteira)
    • Mistura Itapuã (sofisticado, caro, abre a tarde inteira)
    • Ki-Mukeka (ótimo custo x benefício, abre a tarde inteira)
    • Yemanjá (moqueca tradicional, abre a tarde inteira, já no caminho de volta à cidade)

Voltar | Topo

Villas do Atlântico

Salvador praias: Villas do Atlântico

Villas do Atlântico

Situada num condomínio não muito fechado no município vizinho de Lauro de Freitas, Villas do Atlântico é uma praia muito gostosa de ir com criança. O calçadão é ótimo, tem gramado e brinquedos. Na maré baixa, formam-se piscinas naturais entre as pedras. Há boas barracas, como a Maré Blu.

Como chegar: vá em direção ao aeroporto e siga em direção à Estrada do Coco; você verá placas e poderá estacionar nas ruas residenciais.

Barraca Maré Blu
  • Endereço: r. dos Búzios, 5, Villas do Atlântico - tel. (71) 3379-3341
  • Onde comer na volta
    • Acarajé da Cira (abre a tarde inteira)
    • Mistura Itapuã (sofisticado, caro, abre a tarde inteira)
    • Ki-Mukeka (ótimo custo x benefício, abre a tarde inteira)
    • Yemanjá (moqueca tradicional, abre a tarde inteira, já no caminho de volta à cidade)

Voltar | Topo

Ilhas

Praias Salvador: ilhas

Itaparica, Ilha de Maré, Ilha dos Frades e Centro Náutico

Há três ilhas da Baía de Todos-os-Santos que podem ser facilmente incluídas na sua experiência praiana em Salvador: Itaparica, a maior das ilhas, com acesso a partir do Centro Náutico atrás do Mercado Modelo; Ilha de Maré, com travessia a partir de São Tomé do Paripe, no subúrbio ferroviário; e Ilha dos Frades, que tem as praias mais bonitas.

Veja suas alternativas para chegar a essas ilhas na página O que fazer em Salvador:

Voltar | Topo

Estrada do Coco e Linha Verde

Praia do Forte

Praia do Forte

Entre 35 km e 90 km da área central de Salvador existem várias praias boas para fazer bate-volta de carro. Leia mais sobre as praias da Costa dos Coqueiros:

Nosso parceiro TourOn tem um tour de dia inteiro a Praia do Forte e também um Guarajuba e Praia do Forte.

Voltar | Topo

5 comentários

WLADMIR ALMEIDA

Senhor,
Onde está a resenha das praias da Ribeira?
Estão limpas?
O projeto Baía Azul vingou? Contemplou as praias da cidade baixa?
Agradeço se responder.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wladmir! Ainda não visitamos essas praias.

Thuane
ThuanePermalinkResponder

Comprei o passeio na TourOn para Ilha dos Frades em Salvador por indicação do Viaje na viagem, então quando cheguei ao local indicado no voucher, não tinha ninguém organização do passeio, liguei para o número de plantão e o número não existia, depois de 30 minutos procurando por ajuda, me indicaram seguir a van da Privê Tur, aí achei o ponto de encontro, mas o pior estava por vir: a agência que faz o passeio não recebeu nenhuma reserva via TourOn, inclusive de um outro grupo de 10 pessoas que estava com o mesmo problema. Só conseguimos realizar o passeio, porque a agência, teoricamente, não tinha fechado todos os lugares. Digo teoricamente, porque ouvi um tripulante fazendo a contagem e o número de passeiros ultrapassou o permitido para a embarcação.
O embarque atrasou em 40 minutos do previsto, por isso o tempo na ilha é menor do que o vendido. Não recomendo a TourOn

Alex
AlexPermalinkResponder

Só esqueceu de dizer que a maioria dessas praias está imprópria para banho.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alex! Veja o último boletim do Inema. Todas as praias aqui citadas estão próprias.

http://www.inema.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/01/Boletim-N01-de-Balneabilidade-para-Costa-de-Salvador-emitido-em-03-01-2020.pdf

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar