Nova York: hotéis fora do fervo

Publicado originalmente na minha página Turista Profissional, que sai toda terça-feira no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

Pracinha perto do Pod Hotel
Pracinha perto do Pod Hotel

Na primeira vez em Nova York é difícil não se hospedar entre a Times Square e o Central Park. Ali está a metrópole dos luminosos, dos teatros da Broadway, das lojas de departamento, dos museus mais importantes. Em visitas posteriores, porém, talvez você não precise, ou mesmo não queira, ficar tão perto assim das atrações turísticas mais óbvias.

Se o seu objetivo for olhar vitrines, conferir restaurantes descolados e cair na balada, considere ficar num hotel fora da zona hoteleira tradicional – sobretudo na parte de baixo da ilha. Dificilmente esses hotéis aparecem nas ofertas dos pacotes, mas podem ser reservados em agências online.

PERTO DO SOHO

Canal St., Chinatown
Canal St., Chinatown

O Soho não é mais um endereço de vanguarda, mas continua como um lugar bem bacaninha para comprar e comer. No entanto, em vez de pagar a fortuna que os hotéis do bairro cobram, é melhor se hospedar nas redondezas.

A região de Tribeca tem boas opções: o novinho Hilton Garden Inn Tribeca e o básico Cosmo Hotel. Mais pertinho, outro bem novo: o Hampton Inn Soho.

Na bagunça daa Canal St. (a 25 de Março/Saara de Nova York), o Azure surpreende com ambiente de hotel-design.

Para aproveitar tanto o Soho quanto o Village, tente o Four Points by Sheraton Soho Village ou o Washington Square Hotel.

MEATPACKING

High Line & The Standard
High Line & The Standard

É oficial: o Meatpacking District não consegue sair da moda. Se as butiques e os restaurantes do bairro forem para o seu bico, então cacife um dos hotéis do pedaço.

A piscina do terraço do Soho House (US$ 525) era praticamente um personagem da série Sex and the City. O Gansevoort fica em frente aos restaurantes Pastis e Spice Market.

De todos, o Maritime é o menos caro. As novidade são o The Standard, que serve de camarote para o parque High Line e o charmoso Dream Downtown, vizinho ao Maritime. Para economizar, abra mão de banheiro no quarto e fique no The Jane.

LOWER EAST SIDE

Gem Soho, no LES
Gem Soho, no LES

Andando para o leste por qualquer uma das ruas transversais do Soho (Spring, Prince, Broome, Grant), em quinze minutos você chega ao novo antro dos moderninhos: o Lower East Side.

A cada dia aparecem mais lojinhas, bares, restaurantes – e hotéis. Os mais em conta são o East Houston e o Gem Hotel Soho.

Os mais metidos são o discreto Thompson LES e o muvucado Hotel On Rivington (US$ 371).

No meio do caminho para o Soho, o Off Soho Suites tem quartos grandes, saleta, cozinha equipada e preços razoáveis.

CHELSEA E HELL’S KITCHEN

Chelsea
Chelsea

Já é possível se hospedar no coração do bairro gay da ilha, no novo Gem Hotel Chelsea. Uma opção mais básica ali perto é o Hampton Inn Chelsea.

Já fora do epicentro do bairro tem um hotel recentemente renovado, o Four Points by Sheraton Chelsea.

O corredor GLS se estende até Midtown, na região de Hell”s Kitchen. Por lá acaba de abrir o Ink48. Uma opção mais careta, próxima a bons restaurantes da Nona Avenida, é o 414 Hotel.

MIDTOWN

Pátio do Pod
Pátio do Pod

Querendo ficar no meio da cidade, mas sem tropeçar em turistas, prefira o lado leste. O Pod Hotel é um simpaticíssimo pós-albergue. Há quartos nano, com banheiro compartilhado, e também apartamentos completos.

Um pouco mais para baixo — e não tão leste assim, na 29 entre 5a. e 6a., o moderninho-charmoso Ace costuma ter quartos baratos; alguns, com beliche, também.

Leia mais:

Onde ficar em Nova York: hotéis bem-localizados, região por região

100 hotéis em Nova York comentados pelos leitores

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


256 comentários

Fala Boia, tudo bem?

estou indo eu e minha namorada (casal de 25 anos) para NY, e vamos na segunda semana de Dezembro, assustamos um pouco com os precos.. realmente pesadinho, encontramos o Leo House, mas acabamos assustando um pouco sobre ser de monges e tals e nao encontrei muitas informacoes sobre ele na internet, mais em sites brasileiros, nao tem muita informacao sobre..

voce tem boas indicacoes de la? pois realmente tarifa dele esta bem mais atraente.. voce acha que vale a pena ou nao?

Boa tarde,

eu e minha namorada iremos pela primeira vez à Nova York em agosto deste ano. Como não queremos gastar tanto com hospedagem, reservei o Leo House, um dos mais baratos que pesquisei (tendo um minimo de qualidade, aparentemente) e o Hilton Garden Inn Tribeca, um pouco mais caro que o primeiro (400 reais de diferença), mas pelas fotos aparenta ser muito melhor.
Acontece que o Leo está localizado mais perto de Midtown, enquanto que o ultimo fica em Tribeca.
Seria melhor ficar no Leo House mesmo, pela localização?
Ficaremos 7 dias la.

Obrigado e parabéns pelo site!!

Olá, o que vocês acham de ficar em New Jersey? Andei pesquisando e vi hotéis muito bons com um preço bem acessível. Como o Ramada inn em east orange, que fica a 500m de uma estação de trem!! Vocês acham que é uma região perigosa??

Obrigada

    Olá, Tarcila! Não é prático. Fique em Manhattan, principalmente se for a sua primeira vez em Nova York.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.