Paris 2 CV

Um dia em Paris: passeando num Citroën 2 Chevaux (com chauffeur)

Paris 2 CV

Enviada especial | Malu Esper

Depois da viagem pela Normandia, que relatei neste post, me dei de presente um dia em Paris.

Cheguei de trem pela estação Montparnasse. Lotada na sexta-feira, hora do rush. Achei um bilhete antigo do metrô na minha carteira e resolvi experimentar se ainda estava válido. Passei sem problemas pela catraca. Meu hotel ficava perto da estação Châtelet, enorme e com várias linhas se cruzando. Resolvi descer na estação Cité, onde para só uma linha de metrô. Subi a pequena escada e fui andando para o hotel, distante 150 metros, com minha mala de rodinhas e me sentindo muito feliz.

Reservei para sábado, 9 horas da manhã, um passeio que achei interessante e diferente pelas ruas de Paris.
Um tour da Quatre Roues sous Un Parapluie (“4 rodas sob um guarda-chuva”) com um Citroën 2CV que foi usado durante a segunda guerra — o Fusquinha francês, o carro mais amado da Gália. Depois de negociações por email, fechei o passeio “Découverte Paris Éternel”, de 45 minutos.

Paris Renault 2 CV

O carrinho comporta 3 passageiros e custa 270 euros. Como eu estava sem acompanhantes, seriam 90 euros mas pedi um desconto e paguei 81 euros, com direito a duas paradas para fotos. Pode-se pedir mais paradas — o que acabou acontecendo comigo pois no final do passeio pedi mais uma. Sem problema, com sorriso e várias fotos. Todo o contato, reserva e pagamento foram realizados através de e-mail.

O motorista Nicolas era muito simpático e falava inglês e francês. Escolhi o francês e ele adorou. Ele pergunta quais lugares você quer visitar e, como era sábado, não tinha trânsito. Vai descrevendo o tempo todo as ruas, praças, edifícios importantes e contando histórias do carrinho. Adorei e super recomendo.

Após o passeio andei pelas ruas e bairros que mais gosto, almocei e voltei para o hotel pegar a mala. Como eu tinha adorado a opção da estação na chegada resolvi testar usar transporte público na volta também. Eu ia para o aeroporto CDG pelos ônibus da Air France que estacionam ao lado do Arco do Triunfo. Então peguei o metrô, linha 1, e optei por descer na estação George V, pegando a saída para a Champs Elysées — et voilà, foi ótimo. Subi poucos metros até o final da avenida, atravessei mais duas avenidas e estava no ponto do ônibus. Em uma hora desembarquei na porta do meu terminal.

Uma pegadinha: o site dos Les Cars Air France informa que o ônibus é grátis para quem vai viajar pela Air France, desde que não esteja lotado ou 17 Euros de passagem. Já tinha deixado no bolso 17 Euros e mostrei o e-ticket. Não é nada disso, todo mundo paga normal #ficaadica.

E atenção: o CDG está todo automatizado; o check-in (incluindo o despacho de bagagens) é self-service. Mas não se preocupe, há atendentes para ajudar quem não está acostumado com novas tecnologias 🙂

Malu viajou à Normandia a convite da Atout France e da Air France

Leia mais:

14 comentários

Ai que tuuudo! Que carrinho mais lindo, e que passeio mais chique!!
Adorei a dica!
Provavelmente não farei, mas fiquei muito curiosa em conhecer este motorista! rs
Paris é uma festa, e dicas especiais assim são sempre bem vindas!!
Aproveito prá te deixar um FELIZ ANIVERSÁRIO, mocinha!!
E que venham muito mais viagens prá gente passear com vc!
BEijos!

Malu querida, este post é sua cara 🙂 Grande descoberta, e uma super dica, testada e aprovada por você, certamente é muito especial 🙂

Malu que dica especial, vc sempre descobrindo e postando novidades e com os detalhes que sempre precisamos saber. Parabéns!!!!

Adorei, Malu!! Deux Chevaux décapotable ainda!! 😍 Nunca soube desse passeio 😊 bjs

    Lena é super divertido! O motorista vai contando e mostrando mil novidades pelo caminho. Até já sei onde mora a “Bela da Tarde” 🙂

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.