Pucón ou Puerto Varas

Pucón ou Puerto Varas: qual é a sua cidade beira-lago no Chile?

Pucón ou Puerto Varas

Pucón e Puerto Varas são duas cidades à beira-lago no Chile que compartilham muitas semelhanças. Estão na metade sul do país, em regiões vizinhas: Pucón, em Araucanía; Puerto Varas, em Los Lagos. As duas são ótimas para férias em família e também para viagens românticas. Ficam melhor aproveitadas em roteiros com carro alugado, mas também têm boas agências de passeios para quem não gosta de dirigir. E as duas têm vulcões como cartão-postal (o Villarrica, em Pucón, e o Osorno, em Puerto Varas). Então como decidir entre Pucón ou Puerto Varas? Conheça as principais diferenças entre os dois balneários e desempate essa disputa:

Chegada

Para se chegar em Pucón é preciso voar até Santiago, e de lá tomar um segundo vôo até o aeroporto de Temuco. Entre Temuco e Pucón o trajeto de carro leva 1 hora e meia; são aproximadamente 100km de estrada.

Para se chegar a Puerto Varas também é preciso fazer conexão em Santiago, e lá pegar um segundo vôo até Puerto Montt. Entre Puerto Montt e Puerto Varas o trajeto de carro leva meia hora; são cerca de 21km de estrada.

Centrinho da cidade

Pucón

Pucón é uma cidade mais bonita. O pitoresco centrinho é todo plano e bom para pequenas caminhadas. Mas também é uma cidade mais comum: se você já viajou pela Patagônia, pode ficar com a impressão de ter visto algum lugar parecido antes.

Puerto Varas

Puerto Varas é uma cidade mais autêntica. O centrinho não é exatamente bonito, mas aqui e ali existem casas com décadas de história, um registro da colonização alemã na região. E o relevo da cidade garante vistas bonitas por todo lado.

Atividades e passeios

pucon ojos de caburgua

Os melhores passeios em Pucón são aqueles de contato direto com a natureza. Caminhada no bosque dos Saltos de Marimán e dos Ojos de Caburgua, trilha no Parque Nacional Huerquehue, banho em estações termais como as Termas Geométricas, rafting no rio Trancura. O vulcão Villarica fica pertinho da cidade e vira centro de esqui no inverno, e durante o ano todo é possível fazer o aventureiro trekking até seu topo.

Frutillar

Os principais passeios em Puerto Varas são mais contemplativos. Conhecer a Igreja do Sagrado Coração de Jesus, o Museu Pablo Fierro, o casario típico e caminhar pela orla; passar uma tarde na cidadezinha de Frutillar, e uma manhã em Puerto Montt; navegar pelos lagos Llanquihue e Todos Los Santos, e visitar os belíssimos Saltos de Petrohué. O vulcão Osorno vira centro de esqui no inverno, e durante o ano todo é possível fazer passeios de teleférico e subir até a sua base, mas está a uma hora de Puerto Varas.

Hospedagem

Hotel Antumalal

Pucón cresceu como destino de veraneio de chilenos, e por isso o gênero de hospedagem mais comum são casas e chalés para alugar. Há pousadas bastante simpáticas na cidade, como a Aldea Naukana e a Vientos del Sur — mas para aquele “uau”, só mesmo bancando a estadia nos hotéis mais encravados na natureza, como o pioneiro Antumalal ou o luxuoso Vira Vira.

Hotel Cumbres

Puerto Varas tem uma coleção de pousadinhas cheias de charme e hotéis com boa estrutura. Não é difícil combinar localização conveniente com belas vistas para o lago e os vulcões, como no Cabaña del Lago ou no Radisson. O hotel Cumbres, mais afastado do miolinho da cidade, compensa a distância com uma visão especialmente privilegiada; o hotel Patagónico, bem central, compensa a falta de vista com instalações de muitíssimo bom gosto.

Melhor época

Antumalal

Pucón e Puerto Varas estão em uma região bastante chuvosa do Chile, e os meses de primavera e verão são os mais secos (ou menos molhados).

Pucón deve ser evitada no alto verão, especialmente em fevereiro, o pico do turismo interno: muitos chilenos vão passar lá as férias escolares, e as atrações ficam cheias além da conta. O inverno é interessante para alternar descanso e atividades no centro de esqui, que embora não apareça entre os principais da América do Sul, tem a vantagem de estar a apenas 20 minutos de carro do centrinho da cidade. As atrações ao ar livre são melhor aproveitadas durante a primavera.

Puerto Varas

Puerto Varas também é concorrida no verão, mas vale a pena: é quando você tem a melhor chance de ver o vulcão Osorno, ícone da paisagem da região, sem estar escondido pelas nuvens. A estação a evitar é o inverno, principalmente por quem pretende seguir viagem a Bariloche pelo Cruce Andino; a chance de fazer a travessia debaixo de chuva é imensa, e embora os catamarãs acomodem a todos os passageiros em áreas cobertas, aproveita-se muito menos do passeio.

Quantos dias?

Pucón pode ser bem aproveitada em uma estadia de 4 noites, o suficiente para dar conta dos principais passeios.

Puerto Varas também pede 4 noites para se conhecer a cidade e os arredores, ou 5 noites caso haja planos de se fazer um bate-volta (cansativo, mas viável) às pingüineiras de Chiloé.

Seguindo viagem

San Martín de Los Andes

Pucón faz uma dobradinha interessante com San Martín de Los Andes, na Argentina, para quem quiser aproveitar a proximidade das duas cidades para conhecer também a famosa Rota dos 7 Lagos. A viagem de ônibus pela empresa Igillaima leva cerca de 4 horas e meia.

Cruce Andino

Puerto Varas é o melhor ponto de partida para se conhecer a região dos Lagos Andinos chilenos, e, sem sair do país, a viagem fica ainda mais rica culturalmente com uma esticada ao arquipélago de Chiloé (acessível por ferry, via Puerto Montt). É partindo de Puerto Varas que se faz a travessia a Bariloche pelo Cruce Andino, em uma viagem de dia inteiro que combina trechos de barco e de ônibus.

E então, Pucón ou Puerto Varas?

Por aqui, é empate técnico: duas cidadezinhas adoráveis que não cansaríamos de visitar. E você, escolhe Pucón ou Puerto Varas?

Leia mais:

37 comentários

Oi Bóia, para combinar as duas cidades e mais a região da Patagônia argentina, qual é a melhor logística? Seguir de avião a Puerto Montt/Puerto Varas, cruce de lagos, San Martin de los Andes e ir a Pucon ou chegar por Temuco, ir de carro até Puerto Varas e depois seguir para Bariloche e arredores?

Olá Mariana, tudo bem! Esse roteiro para Pucon, já estava no meu radar desde quando um motorista de aplicativo deu a dica desse lugar pitoresco no Chile. Lendo o seu post, aqui ficamos encantados. Acabei de comprar o pacote com a decolar, para fazer o roteiro em 4 dias, conforme a sua dica. Parabéns pelo blog.

Somos em 2 adultos e 2 crianças descoladas de 2 e 9 anos. Temos a 1ª quinzena de maio para viajar e parece que ninguém se atreve muito nesta época por ali (é muita furada??). A ideia é conjugar 03 noites em Pucon + 03 noites em Huilo Huilo + 04 noites em Puerto Varas, realizando o aluguel de carro no aeroporto de Temuco e devolvendo no aeroporto de Puerto Montt. A dúvida é se vale mesmo ficar em Huilo Huilo (o qual namoro a anos) ou se tiver que excluir algum destino entre os três, qual excluir. Adoraria conhecer Chiloé, pernoitando por lá, mas no verão pra tentar avistar (com sorte) as baleias azuis, acredito que neste período fica fora de cogitação. Por favor uma luz! Valeu! Abraços

    Olá, Andrea! Esta época é baixa temporada, você deve encontrar bons preços e lugares mais vazios. Mas dificilmente haverá neve.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.