Que moeda eu levo para o Caribe?

Peso dominicano

Peso dominicano — uma nota que você dificilmente vai pegar na mão

Que moeda você deve levar para o Caribe? Em uma palavra: dólar. O dólar é moeda corrente em todo o Caribe turístico. Você vai ver preços e serviços cotados em dólar na maioria das ilhas e também na Riviera Maia.

A exceção desse mercado dolarizado é Cuba, para onde vale mais a pena levar euros.

Devo comprar moedas caribenhas ou peso mexicano no Brasil?
Não! Na maioria dos casos será inútil procurar, e quando você achar (eventualmente, bolívares venezuelanos ou pesos mexicanos) a cotação será péssima.

Vale a pena comprar dólar no Brasil para levar para o Caribe?
Se você gosta de viajar com dinheiro vivo, vale a pena, sim. Todo dólar que você levar será aceito a uma boa cotação em todas as ilhas, menos Cuba (onde o euro é mais forte).

Vale a pena levar reais para o Caribe?
Ninguém aceita reais no Caribe. Se eventualmente você encontrar algum posto de câmbio que opere com a nossa moeda, a cotação será fraca.

É possível sacar dinheiro em caixas automáticos no Caribe?
Sim, em toda a região você vai encontrar caixas eletrônicos (até mesmo em Cuba, em menor número). Em todo lugar será possível sacar dinheiro local, tanto com seu cartão de banco (habilitado para saques no exterior e desbloqueado antes da viagem) quanto com cartão de débito tipo travel money. O IOF será de 6,38%. Em alguns lugares, como Sint Maarten (lado holandês), Curaçao e Aruba você vai poder até mesmo sacar dólares. (Em Cancún alguns caixas também distribuem dólares, mas você paga duas operações de câmbio.) Só não vale nada a pena sacar dinheiro na Venezuela, já que você vai pagar o câmbio oficial, que vale a metade do câmbio negro.

Dá para usar cartão pré-pago no Caribe?
Os cartões de débito recarregáveis tipo travel money são aceitos em toda a região. Você paga IOF de 6,38% ao carregar o cartão com dólar. São mais vantajosos quando o saque e o pagamento podem ser feitos em dólar. Quando o saque ou a conta vêm em moeda local (dólar de Barbados, florim antilhano), você perde 5% na operação de câmbio. Na hora de fazer pagamentos com travel money, pergunte sempre se a conta não pode vir expressa em dólar.

Dá para usar cartão de crédito no Caribe?
Cartões de crédito são aceitos em toda a região, inclusive Cuba (desde que o seu cartão não seja emitido nos Estados Unidos). O IOF é de 6,38% e você está sujeito à variação cambial entre a data do pagamento e a do vencimento da fatura. Em compensação, é seguro, prático e você pode somar milhas, caso o seu cartão permita.

Mesmo que você não pense em usar, nunca deixe de viajar sem pelo menos um cartão de crédito internacional válido e desbloqueado para a viagem. Ele será necessário como caução para alugar carro, como garantia para extras no check-in do hotel, e pode salvar você de emergências.

Na Venezuela, no entanto, o cartão de crédito acaba duplicando os seus gastos, já que as operações serão computadas pelo dólar oficial, que vale a metade do dólar paralelo.

Como é o dinheiro em Aruba?
Você vai ver preços em dólar e, fora da zona turística, em florim de Aruba. Eventualmente o troco pode ser dado em florim. Todos os caixas eletrônicos distribuem florins e alguns também têm dólar.
Leia mais: Guia de Aruba no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em Barbados?
Os preços estão quase sempre em dólares de Barbados (B$), mas o dólar americano é aceito tranqüilamente, pela cotação fácil e praticamente fixa de 2 por 1 (US$ 1 = B$ 2). Os caixas automáticos operam apenas com dólar de Barbados.
Leia mais: Guia de Barbados no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em Cancún e na Riviera Maia?
Os preços são informados em pesos mexicanos, mas aceita-se dólar com facilidade. Em abril de 2017, US$ 1 = 18 pesos mexicanos. Os caixas automáticos distribuem pesos mexicanos; alguns poucos oferecem também dólar (mas não vale a pena sacar moeda americana, porque há dupla operação cambial).
Leia mais: Guia de Cancún no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em Curaçao?
Os preços são informados em florim antilhano; às vezes, em florim e dólar americano. Ao pagar em dólar, você pode receber o troco em florim. A maioria dos caixas automáticos oferece florim antilhano, mas alguns também estocam dólares.
Leia mais: Guia de Curaçao no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em Cuba?
Turistas devem usar pesos cubanos conversíveis (CUC). Leve euros e troque no banco ou nas Cadecas, as casas de câmbio (que oferecem uma cotação um pouco menos vantajosa). Se você quiser, pode levar dólares para Cuba. O dólar vale exatamente 1 CUC; o valor é fixo. Só que na hora de trocar há um imposto específico de 10% sobre o dólar, que não incide sobre nenhuma outra moeda forte. Logo, o dólar acaba valendo apenas 0,90 CUC. O euro é mais vantajoso. Existe uma segunda moeda, o peso cubano (CUP), que circula entre os cubanos que não trabalham no setor turístico. 1 CUC = 24 CUP. Você pode trocar CUCs por CUPs nos bancos e Cadecas e gastar em bares e restaurantes que aceitam CUPs (dica para quem sai do circuito turístico e consegue se embrenhar na vida real cubana). Há caixas automáticos, mas não em grande número; neles você pode sacar CUCs.
Leia mais: Todas de Cuba no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro no Panamá?
A moeda do Panamá se chama balboa, mas só existe na forma de moedinhas, mesmo. As notas em circulação são todas de dólar americano. Logo, não é preciso fazer câmbio. Os caixas automáticos oferecem dólar, evidentemente.
Leia mais: Todas do Panamá no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em Punta Cana?
A moeda local é o peso dominicano, mas o dólar é aceito e preferido. Você só vai precisar de dinheiro para pagar passeios e compras, já que os hotéis todos funcionam no sistema all inclusive. Precisando, você vai poder sacar pesos dominicanos dos caixa automáticos (todo hotel tem um).
Leia mais: Guia de Punta Cana no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em St. Maarten?
A moeda oficial do lado holandês é o florim antilhano. A moeda oficial do lado francês é o euro. Mas o dólar é aceito em toda a ilha. No lado holandês os preços podem aparecer em florim (se o lugar for freqüentado por locais, como supermercados e postos de gasolina) e em dólar (bares e restaurantes). No lado francês os preços aparecem sempre em euros, mas alguns lugares fazem promoções de € 1 = US$ 1, altamente vantajosas para quem tem dólar (mas exige-se dinheiro vivo). Os caixas automáticos do lado holandês estocam florins e dólares. No lado francês os caixas automáticos só têm euros.
Leia mais: Guia de St. Maarten no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro em St.-Barth?
Os preços são fixados em euros, mas o dólar é aceito prazerosamente. Não há a colher de chá da equiparação de euro com dólar que se encontra em alguns lugares de St.-Martin. Os caixas automáticos só têm euros.
Leia mais: Todas de St.-Barth no Viaje na Viagem

Como é o dinheiro na Venezuela/Los Roques?
Usa-se o bolívar fuerte em todas as transações. Mas o jeito de obter bolívares fuertes não é nada ortodoxo: recorre-se ao câmbio paralelo para conseguir até 10 vezes o valor que se conseguiria no câmbio oficial. Os caixas automáticos só têm bolívares fuertes, e se você sacar vai ser cobrado no câmbio oficial, desvantajoso. (A mesma coisa ocorre com os cartões de crédito.)
Leia mais: Chegando em Caracas: câmbio e táxi
Leia mais: Guia de Los Roques no Viaje na Viagem

Leia mais:

109 comentários

Boa noite Ricardo gosto muito da sua coluna e do seu blog, bem eu viajar com a minha filha de 17 anos agora em maio dia 9 ao dia 20 para punta cana e vou ficar no resorts all inclusive, e gostaria da sua ajuda é melhor eu levar dollar 💵 cartão de débito ou crédito ou o dinheiro 💰 de punta cana ,,, um abraço e viajem na viaje

    Olá, Rogerio! Pode ser que o seu hotel exija um cartão de crédito internacional no check-in apenas como garantia de gastos extras. Os passeios podem ser comprados em dólar vivo ou, se comprados no hotel, em cartão de crédito, com IOF. Não leve reais para Punta Cana nem compre pesos dominicanos no Brasil.

Olá, em janeiro/2019 farei um cruzeiro pelo Caribe saindo de La Romana, na República Dominicana. Como o navio da Costa Cruzeiros é italiano, tenho dúvida se levo euro ou dólar, pois gostaria de pagar em dinheiro os passeios, contratados com o navio ou com locais, e usar o menos possível meu cartão de crédito.
Outra coisa: preciso ir do aeroporto de Punta Cana até La Romana. É melhor pegar táxi ou contratar um transfer? Há alguma empresa local para indicar?
Muito obrigado!

    Olá, Damasceno! Não somos especialistas em cruzeiros, mas acredito que você vai ter que abrir uma conta no navio com o seu cartão de crédito, e no final do cruzeiro pode ter a opção de saldar o débito em dinheiro vivo. Informe-se com a operadora ou a agência que está vendendo a viagem se os preços no navio estão em dólar ou euro, e leve a moeda que for corrente, para não depender de um câmbio arbitrário.

    Passeios comprados em terra firme, fora do navio, podem ser pagos em dólar.

    Verifique com a operadora do navio quanto custa o trânsfer oferecido por eles. Compare com o preço de empresas como a https://dominicanshuttles.com/ .

Para Punta Cana não precisa de visto, porém atente se sua passagem tem escala, pois a minha fazia escala em Miami e foi preciso o visto.

Vou para o Panamá 4 dias e depois Punta Cana 6 dias, pretendo levar euros. Pergunto será melhor eu troca-los aqui ou deixar para trocar lá pelas moedas local?

Pessoal, voltei essa semana de Cancún. Algumas observações sobre câmbio:
– Leve dólares; Vi uma casa que trocava reais, mas a cotatção era de 3 reais pra cada peso, já a comercial sendo 5. Não precisa falar pra não levar reais.
– COmo já foi dito acima a conversão na zona hoteleira não é das melhores, talvez no centro ache algo melhor, mas como não estava na minha programação, troquei pela zona hoteleira mesmo.
– Há varias casas de câmbio, nos shoppings tem, na rua tem e no seu hotel também vai ter;
– A cotação oficial dolar x peso estava em torno de 17,80 – A melhor cotação que consegui foi 16,40
– A maioria das lojas e supermercados aceitam dólares! Use-os! A cotação vai ser ótima. Na Liverpool fiz compras com a cotação de 18,50 e no Supermercado Selecto 17,35. Até os restaurantes tendem a ter cotação melhor que nas casas de cambio para receber em dolares.
– Cartões de crédito são aceitos na maioria dos lugares
– A maioria dos passeios e boates são precificados em dólares. Pague com eles, menos um câmbio a ser realizado

É isso pessoal, espero ajudar os próximos viajantes.
Abraços

Bom dia,

Li todos os comentários e o post, mas ainda não ficou claro para mim, vou a Cancun em dezembro, o dolar está alto. Gostaria de saber o que é melhor hoje, esperar a cotação do dólar reduzir um pouco e comprar dólar em espécie para levar ou liberar o cartão de débito para saque direto em Cancun ou então usar o cartão de crédito direto em Cancun?

Obrigado pelos excelentes posts!!!

    Olá, Gregori! Nâo leve reais. Leve dólares ou use cartão de crédito. Não temos como saber o melhor momento de comprar dólares, nem os economistas sabem. De todo modo, depois de comprado, 1 dólar vale 1 dólar, esqueça quanto pagou.

Estive em Cancún agora em Janeiro com a minha esposa e sacar dinheiro lá foi mais vantajoso do que levar dólares, pois a taxa de conversão de dólares no mercado não estava boa!

    Olá, Rodrigo! Estamos chegando à conclusão que em Cancún deve valer mais a pena usar o cartão de crédito até!

    Boia, vou pra Cancun no fim de Abril, minha ideia é levar dolares, mas tenho lido em alguns lugares que a conversão lá está muito ruim! Será que ainda vale a pena levar muitos dolares? Ou melhor levar so pra os lugares e situações que não aceitam cartão? E deixar gastos como restaurante, baladas e shoppings para o cartão?

    Olá, Felipe! Em Cancún realmente o câmbio não é bom — nem para dólar, que dirá para reais. Por incrível que pareça atualmente a melhor cotação será conseguida com cartão de crédito.

    Olá Bóia, Vi os comentários sobre Cancun. Estarei em junho lá. Usar o cartão de crédito é mais vantajoso mesmo considerando o IOF e a variação cambial entre a compra e fechamento da fatura?? Grande abraço e parabéns pelo site

    Olá, André! Se está em dúvida entre levar real vivo e dólar vivo, leve dólares.

    A questão dólar x cartão é a seguinte: na zona turística de Cancún o seu dólar vai ser convertido em pesos (seja fisicamente, em transações de câmbio, ou virtualmente, na conversão de valores de passeios ou refeições cotadas em pesos) por uma taxa uns 10% inferior à cotação que você obteria num banco com seção de câmbio na zona central de Cancún. Ou seja, a perda é maior do que os 6,38% do IOF do cartão.

    A vantagem do cartão de crédito é que a cotação de pesos para dólares é feito por uma cotação muito parecida com a cotação oficial. Você obtém essa taxa a qualquer hora do dia ou da noite, no centro ou na região turística, dia de semana ou fim de semana. A desvantagem é que pode haver desvalorização cambial entre o momento do gasto e o momento do pagamento. (Pode haver valorização, também; mês passado foi esse o caso.)

    Encare o cartão de crédito como uma maneira mais confortável de efetuar seus gastos — uma classe executiva. O Ricardo Freire paga o IOF e a eventual desvalorização cambial com prazer. Ficar fazendo conta o tempo todo para saber se a cotação que nos oferecem é boa, ou perder tempo de férias para ir a agências bancárias de centro da cidade, na opinião dele, não valem a economia dos 6,38% ou o risco de pequena desvalorização.

Olá. Estou indo para a Republica Dominicana em fevereiro e tenho uma amigo que está vendendo pesos dominicanos a uma cotação favorável. Posso levar esta pequena quantidade para dar de gongetas aos funcionários do hotel, ou utilizr em compras?
Grata

Olá!! Estou querendo ir à República Dominicana e a Barbados. Os passeios e conduções sao sempre em dólar americano ou também posso pagar com a moeda local? Obrigada!

    Olá, Arielle! Leve dólares. Os passeios são cobrados em dólares. Você perderá dinheiro se trocar pela moeda local ou se comprar essas moedas no Brasil.

Estarei indo para Aruba ano que vem, vou passar 1 semana por lá, e a grande dúvida do momento é: guardo dinheiro e aguardo para ir comprando dolar/euro ou deixo o dinheiro todo na conta corrente e levo cartão de débito/crédito e saco em florins?

Obrigado!

    Olá, Vitor! Nâo temos bola de cristal para palpitar sobre o comportamento de moedas a curto, médio ou longo prazo. Mas como o texto já avisa, o dólar é corrente em Aruba. Turistas não precisam nem sacar florins nem cambiar dólares por florins.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.