Que moeda eu levo para o Chile?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pesos chilenos

IMPORTANTE: cartões de débito, cartões pré-pagos, saques internacionais e travelers cheques agora pagam IOF de 6,38%, assim como os cartões de crédito. Leia o post mais recente sobre o assunto aqui. As informações do post abaixo serão em breve atualizadas.

A moeda corrente no Chile é o peso chileno. Nos últimos tempos R$ 1 tem valido em torno de 280 pesos chilenos; US$ 1 costuma comprar em torno de 500 pesos. Veja as cotações atuais exatas no site da Oanda.com.

Vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil?

Não é comum haver pesos chilenos à venda no Brasil, mas as maiores corretoras podem arranjar para você. É difícil, porém, que a cotação seja vantajosa. Informe-se sobre o câmbio usado e compare com a cotação informada em sites como Oanda.

Vale a pena levar reais para o Chile?

Nas casas de câmbio do Centro e de bairros importantes de Santiago você consegue uma boa cotação pelos seus reais. Note que normalmente o câmbio fica menos vantajoso fora do horário bancário e nos fins de semana. A principal rede de casas de câmbio do Chile é a Afex. Algumas sucursais que abrem todos os dias: na calle Catedral 1063, Centro (2a. a 6a. das 9h às 19h; sábado, domingo e feriados das 10h às 19h); na Estação Central (2a. a 6a. das 9h às 20h, sábado das 10h às 19h, domingo e feriados das 11h às 18h) e no shopping Parque Arauco (2a. a sábado das 10h às 20h30; domingo e feriados das 11h às 20h30). Na zona hoteleira de Providencia há a sucursal da Pedro de Valdivia 012 (2a. a sexta das 9h às 18h; sábado das 10h às 14h; fechada domingo e feriados).

Eu pessoalmente acho que o uso de casas de câmbio é coisa do século passado, antes da automação bancária. Carregar dinheiro vivo traz insegurança, e ter que procurar uma casa de câmbio interfere na sua viagem. Leia mais abaixo como fazer saques em moeda local com o cartão do seu banco e cartão de débito internacional.

Vale a pena levar dólares para o Chile?

Se você já tem os dólares na mão e quer gastar na viagem, leve. Dólares garantem boa cotação em casas de câmbio de todo o país (menos nos aeroportos, onde a cotação sempre é baixa). Além disso, podem ser usados para pagar conta de hospedagem -- no Chile, quando o estrangeiro paga hotel em moeda forte (dólar, euro ou cartão de crédito/débito internacional) ganha isenção do IVA, o ICMS local.

Leia no tópico acima sobre as casas de câmbio que abrem todos os dias. Mas aceita um conselho? Se você junta dólares para viajar, considere começar a acumular essas reservas num cartão de débito internacional para reduzir a insegurança de viajar com dinheiro vivo e os perrengues de precisar achar uma casa de câmbio aberta.

Vale a pena comprar dólares para levar para o Chile?

Não. Como os reais encontram boa cotação nas casas de câmbio, é bobagem fazer duas operações de câmbio -- uma no Brasil, para comprar dólares, e outra no Chile, para vender as verdinhas. A cada câmbio você perde um pouco na forma de comissão.

Só valeria a pena comprar dólares com o objetivo específico de pagar hospedagem, já que estrangeiros conseguem isenção do IVA (o ICMS local) quando pagam com moeda forte. Mas é mais seguro usar cartão de crédito ou cartão de débito internacional.

Vale a pena fazer saques em moeda local nos caixas eletrônicos?

Esta é a minha recomendação para conseguir o dinheiro para os gastos do dia a dia.

A primeira alternativa para fazer isso é habilitar o seu cartão de banco para saques internacionais. Não é preciso que haja um caixa do seu banco para realizar os saques; normalmente todos os cartões funcionam em todos os caixas. A cotação costuma ser boa, o IOF é de apenas 0,38% e se você fizer retiradas do equivalente a 200 dólares (no Chile, algo como 100.000 pesos), as taxas fixas não assustam.

Outra possibilidade de saque em moeda local é usando um cartão de débito internacional (tipo Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel card). A cotação de venda é a mesma de papel-moeda (dólar turismo), o IOF é de apenas 0,38% e você pode fazer recargas à distância (normalmente, de segunda a sexta; o dinheiro entra na conta no dia útil seguinte à transferência bancária). Este tipo de cartão é, no mínimo, um plano B perfeito para o caso de haver problemas com o seu cartão de banco.

O melhor de sacar dinheiro em caixa eletrônico é que sempre existem caixas no seu caminho, abertos 24 horas por dia, 7 dias por semana, oferecendo a mesma cotação em todos os horários.

Vale a pena fazer gastos com cartão de débito no Chile?

Vale muito a pena, porque o IOF é de apenas 0,38% para esse tipo de operação. Você pode usar o seu cartão de banco (desde que esteja habilitado para isso; verifique também o seu limite diário/semanal/mensal) ou um cartão de débito internacional tipo Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel Card.


Vale a pena fazer gastos com cartão de crédito no Chile?

Desde o aumento do IOF para 6,38% para os gastos internacionais, os cartões de crédito passaram a ser desaconselhados por analistas. Os economistas, porém, se esquecem de um detalhe: o câmbio usado pelo cartão pode fazer toda a diferença. O dólar-papel e os cartões de débito recarregáveis usam invariavelmente o dólar turismo, enquanto muitos emissores de cartão de crédito usam uma cotação intermediária entre o dólar comercial e o dólar turismo, compensando, em parte, o IOF pesado. Cartões de crédito também costumam dar milhas, o que pode compensar o resto da diferença. Compare a cotação de venda do seu cartão de débito internacional com a cotação do dia do cartão de crédito do seu banco e descubra se o cartão ainda é uma opção válida para você.

Onde conseguir pesos chilenos no aeroporto de Santiago?

As casas de câmbio que operam no aeroporto usam uma cotação desvantajosa. Só faça câmbio em último caso. O melhor é usar os caixas eletrônicos para sacar com em pesos com o seu cartão de banco (habilitado para saques internacionais) ou cartão de débito internacional tipo Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel Card.

Os táxis oficiais do aeroporto aceitam cartão de crédito. A corrida sai o equivalente a 30 dólares.

Minha fórmula: dinheiro para viajar ao Chile

--> Eu levaria 300 reais (ou 200 dólares, se já estivessem comprados) em dinheiro para usar numa emergência.

--> Faria saques em pesos chilenos (o primeiro desses saques, já no aeroporto ao chegar) usando cartão do banco ou cartão de débito internacional (Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel Card). Usaria os pesos desses saques para os pequenos gastos do dia a dia.

--> Pagaria as grandes despesas com cartão de crédito (caso a cotação do banco fosse inferior ao dólar turismo, e meu cartão rendesse milhas) ou cartão de débito internacional (Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel Card).

--> Mesmo que não usasse como meio de pagamento preferencial, não deixaria de levar um cartão de débito internacional (Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou Americn Express Global Travel Card) para recarregar à distância em caso de dar chabu com o cartão do banco.

Leia também:

A melhor moeda para levar para o exterior

Página-guia de Santiago no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


535 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Marques
MarquesPermalinkResponder

Ola,

li algumas alguns postes e vi que não tem uma precisão de qual melhor fazer em relação a que moeda levar.
pela logica se 1 real vale 280 mil pesos chilenos e 1 dolar valr 500 mil pesos, fica mais vantajoso o dola mesmo perdendo no câmbio de la.
Ficarei 5 dias e estou em dúvida sobre o que levar,

Help

Gorbo
GorboPermalinkResponder

Marques
Se tuas cotações estiverem corretas, eu levaria reais.
1 USD = 2,30 BR = 500000 PCl
Gorbo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marques! Só leve dólares se já tiver comprado. Caso negativo, leve reais. Se for comprar dólares aqui para trocar por pesos no Chile, você vai perder dinheiro no câmbio. Está tudo explicado no post acima. É só ler com atenção. wink
.

maria evanir morais

Olá Ricardo,

Ao viajar, sempre me reporto ao seu site para superar dúvidas, além das dicas maravilhosas de seus leitores. Dia 12 de junho, viajo ao chile por 15 dias (longe da Copa) rs! Enfim, depois dessa alta da tx de IOF, fica a dúvida... o que levar: reais ou comprar o cartão pre-pago internacional aqui? para planos B e C estou levando U$100,00, E$100 e com cartão internacional habilitado, mas o valor mesmo para utilizar,fica a dúvida, levo reais? faço cartão pre-pago? pesquisando na internet alguem sugere que faça o cartão pre-pago por lá? é possivel isso? onde faço? é taxado também? viajei por lá, e os bancos tinha um simbolo AFEX (para uso internacional? é nesses bancos que tenho que fazer a transação ou casas de cambio, como no aeroporto de santigago? Ricardo (A Bóia) aguardo uma ajudinha tua, com o que souber dessas minhas questões ta? Grata Eva

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Evanir! Quem responde é A Bóia. O pré-pago é taxado na hora do carregamento, não do uso. Mas ao levar um pré-pago em dólares, você vai perder mais uns 5% na conversão para o peso chileno quando fizer gastos fora de hotéis (não é imposto, é operação de câmbio).

O Ricardo Freire recomenda levar reais para trocar na casa de câmbio, cartão de crédito para os gastos do dia a dia, dólar vivo ou cartão de crédito para hotel (é preciso pagar em moeda ou cartão estrangeiro para ter isenção de IVA) e cartão pré-pago para recarregar à distância em caso de emergência.

Wilson
WilsonPermalinkResponder

Dentre os bancos cadastrados pela Visa, o único em São Paulo que carrega em Pesos Chilenos é o Bonsucesso, que fica na Alameda Santos. Na verdade, eles utilizam o serviço de corretoras para fazer o câmbio.

Das opções que eles me deram, a que achei mais vantajosa foi a Advanced. Eles entregam o cartão no endereço que você solicitar, não tem custo (nem o cartão nem a entrega) e o câmbio estava ligeiramente menor do que as outras agências e corretoras que eu pesquisei (embora este valor vá ser fixado de acordo com o câmbio que estiver vigente no dia que você oficializar o negócio).

Resumindo, você solicita o cartão e diz quanto vai querer carregar em pesos. Eles te passam o valor em real, você faz a transferência e eles te entregam o cartão carregado em até um dia útil. O cartão é aceito em qualquer estabelecimento que aceitar Visa, faz saques em pesos nos caixas eletrônicos de lá (porém cobram taxa, mas menor que o cartão de crédito) e você pode recarregar de lá utilizando a mesma conta que você fez a primeira transferência. ”

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wilson! Não se limite à comparação entre corretoras. Compare com a cotação vigente no Chile.

E note que, ao pagar hotel em pesos chilenos, você não tem direito à isenção de IVA. E se usar seu cartão em pesos chilenos para pagar uma conta em dólares, perderá entre 3 e 5% de taxa de conversão cambial, que se somarão então os 6,38% do IOF cobrado na compra de moeda no Brasil.

Cartão pré-pago, hoje, só faz sentido para um plano B.

K
KPermalinkResponder

Olá
Preciso de ajuda...
Aqui no Brasil, nas casa de câmbio, cada peso chileno vale +/- 0,0047 para comprar.
É melhor trocar reais por pesos aqui no Brasil ou deixar para trocar no Chile?
Obrigada.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Bom dia, K. É muito melhor trocar os Reais no Chile, principalmente para quem viajar nas próximas semanas, pois dada a grande quantidade de chilenos viajando para a Copa, os Reais estão escassos em Santiago. As casas de cambio estão pagando entre 250 e 265 Pesos por cada real, sobre o valor de mercado, uma diferença de até 20% em comparação com comprar Pesos chilenos no Brasil.

Maiara
MaiaraPermalinkResponder

Olá
Vou viajar para o chile agora em julho e tenho um visal travel money carregado com dólares de uma outra viagem, eu posso pagar o hotel com esse cartão? Ele é aceito no chile mesmo sendo dólar?. Outra dúvida é se posso sacar esse valor em dólares la?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maiara! A conta de hotel no Chile vem em dólares. Deve ser paga em cartão de crédito, VTM carregado em dólar ou dólares vivos para você não precisar pagar o IVA (o ICMS deles).

Nancy
NancyPermalinkResponder

Olá! Nenhuma resposta acima serviu para minha dúvida: vou chegar a Santiago meia noite e meia. Terei apenas reais e uns trinta dólares que tenho de sobras. Devo, então, habilitar meu cartão para uso internacional e efetuar um saque? Porque depois pretendo comprar pesos chilenos.Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nancy! Como o post explica, agora, para sacar dinheiro, o IOF também é de 6,38%. Além do imposto, você também pagará uma taxa do banco (entre em contato com a sua agência para saber os valores das taxas). Talvez seja mais vantajoso pagar o táxi com o cartão de crédito e trocar dinheiro no dia seguinte.

larissa
larissaPermalinkResponder

bom bem .......... benbem boa fica uma boa

cesar cortez
cesar cortezPermalinkResponder

estou cotando passagem de Santiago para puertomontt através do LASTMINUTE, o preço é bem atraente, alguém sabe se é confiável ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cesar! É um site grande.

Manuela
ManuelaPermalinkResponder

olá, estou viajando em julho, e passarei 8 dias em Santiago. queria uma média de valores diários, vou comprar pesos aqui no Brasil ( não sei se é vantagem), mas n queria levar mais do que poderia gastar, o recambio não vale a pena. Tô fazendo a seguinte conta, R$200 por dia, cerca de 50000 pesos. isso incluiria jantar e transporte. Alguém pode me ajudar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Manuela! Veja como estimar gastos de viagem: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

Não vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil.

Mariana alves
Mariana alvesPermalinkResponder

Ola! Estou indo para o Valle Nevado no dia 13 de setembro, vou ficar no hotel valle nevado com direito a meia pensao e o ski pass, gostaria de saber se voce sabe os valores so para alugar o esqui e os bastoes e com relaçao ao dinheiro, estou pensando em levar um tanto para trocar no aeroporto e o resto deixar no cartao para sacar ( funcao int habilitada) e usar o cartao de credito em ultimo caso.. Meu cartao eh o itau mastecard sera que da para sacar o dinheiro la no valle e tb usar o credito? O que vc me aconselha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Para saber preços de aluguel de material de esqui, veja o site da SkiTotal: http://www.skitotal.cl/ski_rental.html

Informe-se junto ao Itaú sobre as taxas cobradas para sacar dinheiro nos caixas do Chile e também sobre as taxas de câmbio. Lembrando que o IOF para saques agora é igual ao do uso do cartão de crédito, 6,38%. Onde conseguir, use o cartão de crédito.

jose
josePermalinkResponder

Olá quanto vale $ 8.690.000 moeda Chilena transformando em Real.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jose! Você pode usar o Oanda para a conversão: http://www.oanda.com/lang/pt/currency/converter/

ROSE SACHET
ROSE SACHETPermalinkResponder

Olá, tudo bem, Ricardo?
Seguimos várias dicas suas em viagens pela Europa e estamos indo pela primeira vez a Santiago.
Já via dicas do que fazer e como ir nos lugares que queremos visitar, mas estamos em dúvida quanto a que dinheiro levar.
Temos alguns euros em cash e travel card. Vale a penas usar lá para trocar por pesos e pagar hotel?
vi em seu post as dicas de 2011/2012 e queria saber se o cambio continua parecido este ano.
Vamos dia 04/09 e ficaremos 4 dias.

obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rose! No Chile hotéis devem ser pagos em moeda estrangeira para ter desconto de IVA. Pode ser dólar vivo, cartão de crédito ou débito.

Douglas Pegorel

Estive no Chile entre 20 e 30 de Junho, e levei um pouco de peso e um pouco de reais. Aqui no Brasil troquei no banco safra, pois tenho um amigo que trabalha lá. A cotação, com desconto para funcionário, estava a casa do 1 real = 229 pesos.
Chegando em Santiago, fui na Afex da estação central, e lá a cotação era 1 real = 215 pesos. Troquei uma parte do dinheiro lá e guardei o restante. As outras casas menores estavam na mesma média... mas achei uma casa da rua La Bolsa (na região da Bolsa de Valores) onde a cotação era 1 real = 220 pesos. Foi a melhor cotação que achei no Chile.
Resumindo: a cotação do banco Safra foi a melhor de todas... porém a taxa para funcionário é um pouco mais baixa que a taxa para clientes em geral (não precisa ser correntista). Ainda assim, sai mais em conta do que trocar no Chile.

Douglas Pegorel

Perdão... a data correta da estadia foi 20 a 30 de JULHO

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Douglas, por um tema de oferta e demanda, julho não é um bom mês para levar Reais ao Chile, pois é a época com mais turistas brasileiros em Santiago. No dia de hoje, por exemplo, você já consegue trocar, na rua Agustinas, a quase 240 Pesos por Real. E geralmente no final do ano sobe um pouco, com muitos chilenos indo para as praias brasileiras no verão. Mas sempre será melhor comprar Pesos no Chile que tentar comprar no Brasil.

Rafael Givisiez

Olá, amigo. Não entendo muito destas questões de taxas, gostaria de saber se você poderia me simplificar uma dúvida.
Compreendo que com 1 real consigo 252 pesos chilenos (+- exp), minha duvida é:
No Brasil, com 1 real eu compro uma banana, queria saber, se no chile com 252 pesos eu conseguiria comprar uma banana, ou se ela seria tipo "400 pesos".
Desde já, obrigado.

Att,
Rafael Givisiez

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Rafael, uma banana deve custar uns 300 Pesos no Chile, já que é importada do Equador (mas é um bananão!). Mas no geral eu diria que o custo de vida no Chile é bem parecido ao Brasil. Talvez a comida seja um pouco mais cara, mas roupas, artigos eletrônicos, automóveis e produtos importados em geral, são mais baratos.

CESAR AUGUSTO
CESAR AUGUSTOPermalinkResponder

Bom dia Amigo..
Estou com muita duvida, já li seus posts umas 500 vezes e mesmo assim ainda tenho dúvidas.
Vou para o Chile dia 11 de dezembro, levarei exatos 3.500 reais para passar 5 dias. Já tenho hotel e carros reservados e pagos..
Esse valor é suficiente para turismo e comida?
Qual a melhor fora de levar esse dinheiro?

Obrigadooo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá Cesar! É difícil responder se essa quantidade é suficiente ou não, pois tudo dependerá dos restaurantes que você escolher, das compras que quiser fazer e passeios. Para ajudar a estimar seus gastos, leia: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

Cuidado ao carregar grandes somas de dinheiro. Para viajar, é bom ter uma doleira (aquelas bolsas de guardar dinheiro, tipo pochete, que usamos por debaixo da roupa). Use o cofre do hotel.

Robert
RobertPermalinkResponder

Olá Bom dia,

Irei para o Chile passar sete dias. Vi em alguns posts que vc orienta pagar o hotel em cash, principalmente em dolar. Minha dúvida e a seguinte: Não possuo nada em dólar, ainda sim seria vantajoso fazer a conversao do real em dolar no brasil para pagar o hotel ou apenas levo o real ao chile? desde ja obrigado, suas respostas são muito esclarecedoras.

Robert
RobertPermalinkResponder

Se eu pagar o hotel em dinheiro vivo (real ou peso) pagaria IVA?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Robert! Não é vantagem comprar dólares para levar. Como o post acima explica, você também pode pagar o hotel com o cartão de crédito ou débito internacional, para ter a isenção do IVA. Pagar em reais e pesos não dão desconto.

Nathalia Dourado

Bom dia,

Estou indo amanhã para o Valle Nevado no Chile sem ter me programado muito pois ganhei essa viagem de uma amiga há 2 dias.
Estou levando em torno de 200,00 reais para trocar lá, e meu cartão de crédito internacional. As despesas de hotel (com café da manhã e jantar) e traslados já estão pagas.
Vou ficar 4 dias e as despesas que vou ter serão com almoço e talvez equipamentos para ski. Ricardo você me aconselha a trocar esse dinheiro que levarei ou usar somente meu cartão de crédito?

Nathalia Dourado

Mais uma coisa, estou tentando desbloquear meu cartão de débito do banco para levar também, nesse caso se eu conseguir essa será a melhor opção? E desde já obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nathalia! É sempre bom ter um pouco de dinheiro vivo. Leve o cartão de débito desbloqueado. Ele será útil caso você precise sacar dinheiro. Hoje cartão de débito e cartão de crédito pagam o mesmo IOF de 6,38%, mas o cartão de crédito pode render milhas.

Wilson Rocha
Wilson RochaPermalinkResponder

Belíssimo post.
Apenas atualize as taxas de IOF que estão como 0,38% para 6.38%.
Parabéns!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wilson! A atualização já existe. Está no comecinho do post. wink

João Ribeiro
João RibeiroPermalinkResponder

Tenho Euros carregados no Visa Travel Money. Vou par ao Chile. Eu posso usar este cartão para tirar em pesos chilenos, estando em Santiago?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João! Você vai perder uns 5% de taxa de conversão de euro para pesos chilenos.

Andrey borges
Andrey borgesPermalinkResponder

Boa tarde. Estarei viajando para o chile e argentina entre 9 e 19 de setembro e fui ao banco do brasil mas os valores das taxas não batem com o que esta no site: a gerento do BB me passou que a cada saque em débito são cobrados 6,38% de iof e taxas + 12 reais por transação e os mesmos 6,38% nas compras no débito... Tinha decidido levar dinheiro vivo uns 2mil reais e o resto realizar compras no débito do cartão internacional do visa... Mas lendo aqui no site fiquei em duvida pois se forem praticadas essas taxas citadas valeria muito a pena comprar tudo no cartão lá... Me ajudem com essa duvida por favor! Desde já agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrey! Com as novas taxas de débito e pré-pago, vale a pena usar cartão de crédito e ganhar milhas.

Para não pagar os 6,38% você terá que levar reais e trocar em casa de câmbio.

lucielia
lucieliaPermalinkResponder

Olá, estarei viajando para o chile no dia 15 de setembro, vou sair de Sao Paulo, Brasil, gostaria de saber se é melhor trocar o real pelo peso cheleno no aeroporto de sao paulo mesmo ou no aeroporto de santiago, vou de santiago para antofagasta, e nao vou sair vou sair do aeroporto pq voo é so duas horas para o meu destino. De já obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciella! Nem num, nem noutro. Cotação de aeroporto sempre é super-ruim. Se for levar dinheiro vivo, leve dólares e troque em Antofagasta.

Angela
AngelaPermalinkResponder

Bom dia!
Não entendi, liguei no meu banco e eles informarão que a função débito no exterior é = a do cartão de crédito 6,38%... e para o saque tem essa taxa + 9,00 por saque...

Agora não sei o que compensa mais... sad

Evandro
EvandroPermalinkResponder

Nunca compensa............

só serve para ter uma opção em uma emergência....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Angela! Explicamos no início do post que o texto está desatualizado. O IOF agora é o mesmo para débito e crédito. Se não deseja usar o cartão, leve dinheiro. Mas leve o cartão com você, para eventuais emergências.

Evandro
EvandroPermalinkResponder

Só compartilhando minha experiência na preparação para viagem.......

Sobre o dinheiro especificamente depois de muitos cálculos cheguei a seguinte conclusão:

Leve dólares, mesmo que compre aqui pois é melhor: meu exemplo:

1 real trocado lá vale em media que eu cotei 230 pesos.
1 dolar = 585 pesos

então imaginem o seguinte: 1.000 usd em gastos. ou 585.000 pesos.

Opção 1 reais = 585.000 pesos / 230 = 2543 reais.

Opção 2 dolares = 585.000 pesps/ 585 = 1000 usd.

Na caixa hoje a cotação está 2,301 R$ já com iof então 1000 usd = 2301. ou uma economia de R$ 240 a cada 1000 usd. no meu caso que pretendo gastar 3000 usd são R$ 720 de economia fazendo o cambio ...........

Mas ainda tem outra vantagem: como não se se e permitido não vou falar o nome da empresa, mas tem uma certa casa de cambio nacional que te da 10% de desconto no duty free no brasil na ida e na volta se vc comprar 300 usd com eles, a cotação é 2,36, mas compensa comprar esses 300 com eles, pois se vc comprar 500 na ida e 500 na volta, irá economizar 100 dólares .........

Opção 3, cartão: o meu por exemplo cobra aproximadamente 5,5% em cima da cotação ou seja sairia mais ou menos a 2,36..... porém + 6,38% de iof = 2,50 ou seja fica mais ou menos 300 reais mais caro a cada 1000 usd gastos.......
Quanto as milhas 1000 usd te dão direito a 1500 milhas, o que não vale nem de longe 300 reais.........

Com esses dados fiz o seguinte ..................

Comprei 1500 usd na caixa = 3465.
+ 600 (para ter os 02 cupons de desconto no duty free) na casa de cambio por R$ 1416
+ 900 usd para serem gastos no cartão. 2.250

Total = R$ 7.130 que vão me dar aproximadamente 1.755.000 pesos

Se fosse em reais gastaria 7.630
se fosse só no cartão 7.560 (sem contar com a flutuação do cambio)

fora que não teria desconto de 10% ou 100 usd nos freeshops.