Que moeda eu levo para o Chile?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pesos chilenos

A moeda corrente no Chile é o peso chileno. Nos últimos tempos R$ 1 tem valido em torno de 230 pesos chilenos; US$ 1 costuma comprar em torno de 620 pesos. Veja as cotações atuais exatas no site da Oanda.com.

Vale a pena comprar pesos chilenos no Brasil?

Não é comum haver pesos chilenos à venda no Brasil, mas as maiores corretoras podem arranjar para você. É difícil, porém, que a cotação seja vantajosa. Informe-se sobre o câmbio usado e compare com a cotação informada em sites como Oanda.

Vale a pena levar reais para o Chile?

Nas casas de câmbio do Centro e de bairros importantes de Santiago costuma-se conseguir uma boa cotação por reais. Nas épocas de grande afluxo de turistas, porém, a cotação pode baixar nas casas de câmbio devido ao excesso de oferta de reais na praça (leia mais aqui). A principal rede de casas de câmbio do Chile é a Afex. Algumas sucursais que abrem todos os dias: na calle Catedral 1063, Centro (2a. a 6a. das 9h às 19h; sábado, domingo e feriados das 10h às 19h); na Estação Central (2a. a 6a. das 9h às 20h, sábado das 10h às 19h, domingo e feriados das 11h às 18h) e no shopping Parque Arauco (2a. a sábado das 10h às 20h30; domingo e feriados das 11h às 20h30). Na zona hoteleira de Providencia há a sucursal da Pedro de Valdivia 012 (2a. a sexta das 9h às 18h; sábado das 10h às 14h; fechada domingo e feriados).

Se você vai para o Atacama, Lagos Andinos ou Patagônia chilena, não vale a pena levar reais: a cotação não será boa como em Santiago.

Vale a pena levar dólares para o Chile?

Dólares garantem boa cotação em casas de câmbio de todo o país (menos nos aeroportos, onde a cotação sempre é baixa). Além disso, podem ser usados para pagar conta de hospedagem -- no Chile, quando o estrangeiro paga hotel em moeda forte (dólar, euro ou cartão de crédito/débito internacional) ganha isenção do IVA, o ICMS local. Veja endereços de casas de câmbio no item anterior

Se você vai para o Atacama, os Lagos Andinos ou a Patagônia chilena, dólares terão melhor cotação do que reais.

Vale a pena comprar dólares para levar para o Chile?

Depende da cotação do real na praça. Nas épocas de grande afluxo de turistas brasileiros, a cotação do real pode cair, e o dólar fica mais interessante. Leia mais aqui.

Vale a pena fazer saques em moeda local nos caixas eletrônicos?

Esta é a minha recomendação para conseguir o dinheiro para os gastos do dia a dia.

A primeira alternativa para fazer isso é habilitar o seu cartão de banco para saques internacionais. Não é preciso que haja um caixa do seu banco para realizar os saques; normalmente todos os cartões funcionam em todos os caixas. O IOF é de 6,38% e há tarifas de uso do equipamento bancário -- por isso, faça retiradas sempre equivalentes a pelo menos 200 dólares (no Chile, 1.200 pesos), para que as tarifas não pesem.

Outra possibilidade de saque em moeda local é usando um cartão de débito internacional (tipo Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel card). A cotação de venda é um pouco mais baixa que a do papel-moeda (dólar turismo), mas há IOF de 6,38%. Você pode fazer recargas à distância (normalmente, de segunda a sexta; o dinheiro entra na conta no dia útil seguinte à transferência bancária). Este tipo de cartão é, no mínimo, um plano B perfeito para o caso de haver problemas com o seu cartão de banco.

O melhor de sacar dinheiro em caixa eletrônico é que sempre existem caixas no seu caminho, abertos 24 horas por dia, 7 dias por semana, oferecendo a mesma cotação em todos os horários.

Vale a pena fazer gastos com cartão pré-pago no Chile?

.As vantagens são a segurança (você não leva dinheiro vivo) e a estabilidade cambial (você congela a cotação no momento da compra a moeda; se o real desvalorizar durante a sua viagem, você não é afetado). A desvantagem é que, como você vai precisar carregar o cartão em dólar, ao usar no Chile haverá uma perda de até 5% no câmbio (semelhante à perda que você teria se fosse a uma casa de câmbio trocar fisicamente os seus dólares por pesos). Ou seja: no cartão pré-pago, em lugares em que a moeda corrente é diferente da moeda carregada no cartão, você faz dois câmbios. Por isso, vale a pena considerar o cartão de crédito.

Vale a pena fazer gastos com cartão de crédito no Chile?

Eu continuo usuário fiel de cartão de crédito. A cotação sempre é mais vantajosa do que a do papel-moeda e do cartão pré-pago; no fim das contas, a diferença não é de 6%, mas de 3 ou 3,5% -- que volta facilmente para a minha conta sob a forma de milhas. A desvantagem do cartão de crédito está na instabilidade cambial: o dólar que vale é o do vencimento da fatura, não o do dia da despesa, então se houver desvalorização do real, você pagará mais caro pela viagem.

Onde conseguir pesos chilenos no aeroporto de Santiago?

As casas de câmbio que operam no aeroporto usam uma cotação desvantajosa. Só faça câmbio em último caso. O melhor é usar os caixas eletrônicos para sacar com em pesos com o seu cartão de banco (habilitado para saques internacionais) ou cartão de débito internacional tipo Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport ou American Express Global Travel Card.

Os táxis oficiais do aeroporto aceitam cartão de crédito. A corrida sai o equivalente a 30 dólares.

Minha fórmula: dinheiro para viajar ao Chile

--> Eu levaria 300 reais (ou 200 dólares, se já estivessem comprados) em dinheiro para usar numa emergência.

--> Faria saques em pesos chilenos (o primeiro desses saques, já no aeroporto ao chegar) usando cartão do banco. Usaria os pesos desses saques para os pequenos gastos do dia a dia.

--> Pagaria as grandes despesas com cartão de crédito.

--> Caso a instabilidade cambial do cartão de crédito deixe você muito nervoso, então leve reais (se for para Santiago) ou dólares (se for para outras regiões do Chile).

Leia mais:

651 comentários

thayane pereira

Estou com muitas dúvidas vou para Santiago em janeiro e tô meio perdida no faço idéia de quanto levar mais acho que só irei gastar com alimentação pq tenho passeios inclusos. O rei sozinha e não sei como funciona nunca viajei sozinha ainda mais pra fora do país tem alguma dica?

Bruno Rinotti
Bruno RinottiPermalinkResponder

Thayane, também irei sozinho. Em que época estará lá?

Luid Fernando
Luid FernandoPermalinkResponder

Olá,
Estou indo para Santiago no próximo dia 02/01/2015 e gostaria de saber se atualmente (com todas as oscilações no câmbio) continua válida a sugestão de levar reais ou sacar pesos com o cartão nos caixas eletrônicos (além de fazer as compras no cartão de crédito).
E, se for o caso de levar reais, quanto duas pessoas levariam para uma semana?
Obrigado pela ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luid! O texto deste post foi atualizado semana passada e exprime a opinião do Ricardo Freire.

Veja como estimar gastos de viagem:
http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

Ana Cristina
Ana CristinaPermalinkResponder

Ola. eu nao uso cartao de credito, só debito. nesse caso da pra sacar la com o cartao de debito do brasil? ou recomenda levar um travel money? para ficar 1 mes sem gastos com acomodaçao,apenas comida e passeios,compras quantos reais sugere levar/? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Cristina!

Veja como estimar gastos de viagem:
http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

Cartão pré-pago é seguro mas você vai perder bastante na conversão, como está explicado no texto.

Crys
CrysPermalinkResponder

Para duas pessoas o ideal é levar em torno de uns 3.000,00(pois a alimentação é muito caro)

Pedro
PedroPermalinkResponder

Olá.
Primeiramente, parabéns pelas explicações. Foram todas muito úteis.

Estou indo para Santiago no dia 13/02/2015 e volto no dia 18/02/2015, .

Fiz o seguinte calculo com a cotação de hoje (04/01/2015):

US$ 1.000,00 = R$ 2.874,84 (Confidence, já com taxas e IOF de 0,38% - se fizer a compra online para pegar o dinheiro em uma agência);
Sendo assim, no site www.cambiosantiago.cl, diz que US$ 1.000,00 = CLP$ 606.000,00.
Para levar reais pra comprar esse valor em pesos chilenos, seriam necessários R$ 3.108,00. Portanto, R$ 233,16 mais caro.
Com essa conta, concluo que é mais vantagem comprar dólares aqui e trocar por pesos lá, pelo menos se a transação fosse feita hoje.

Como vi aqui que é mais vantagem trocar reais por pesos lá em Santiago, será que errei em alguma conta ou as vantagens e desvantagens oscilam juntamente com o câmbio?

Grande abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Em câmbio você sempre vai depender da cotação que vai conseguir da casa de câmbio. Pode ser que haja uma expectativa de desvalorização do real no Chile que prejudique a cotação do real neste momento. O certo é fazer contas como você está fazendo. Contra a matemática não há argumentos.

andre
andrePermalinkResponder

Pedro, acho que depois vai ter que converter os dólar em peso lá, ai vai ter uma taxa de câmbio sobre o valor. Vai ser uma dupla conversão.

RicArdo
RicArdoPermalinkResponder

Corretíssimo, Pedro.
Sempre leve dólares!
Prejuízo certo: levar reais.
Prejuízo relativo: cartão de crédito/ débito
Qualquer coisa fora desta lógica é tergiversar.

silvana
silvanaPermalinkResponder

estou indo p/ Antofagasta dia 12/01; e estou atras de casas de cambio em minha cidade (Sorocaba/SP) SÓ QUE TEM UM PORÉM, ESSA É A PRIMEIRA VEZ QUE SAIO DO PAIS, PORTANTO NÃO FAÇO IDEIA, DE COMO FAZER, TENHO MEDO DE SER ENGANADA, PESQUISEI ALGUMAS CASAS DE CAMBIO AQUI E A QUE ME PAGOU MELHOR FOI 00,55, E TEM OUTRA QUE ME PAGA 00,52 +IOF 0,38. E NÃO SEI SE É UM BOM VALOR, PRECISO DE AJUDA!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvana! Temos dicas de qual estratégia usar para levar dinheiro em viagens ao Chile neste post mesmo.

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Leve dólares: hoje está a R$ 2,78, para ti comprar, em Porto Alegre, p.ex.
Lembre que oa preços no Chile são superiores aos do Brasil, principalmente na alimentação: CARÍSSIMA e "fraca".
Roupas são bem mais baratas.
Muitos eletrônicos, os produtos de beleza (de qualidade, europeus e japoneses), salmão, frutos do mar e algumas frutas, bem como vinhos de altíssima qualidade, são mais baratos.

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Me tira uma dúvida, meus bancos são do Brasil e da Caixa, tem como eu sacas no Chile dinheiro? Como é o procedimento? Lá tem cambio para trocar real por peso né?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andrea! Você pode sacar seus pesos sem problemas em caixas automáticos, habilitando seus cartões de banco para esta operação. Lembre-se que agora os saques pagam o mesmo IOF do cartão de crédito, e mais a taxa bancária. Você consegue trocar reais por pesos a boa cotação.

andre
andrePermalinkResponder

Pedro, acho que depois vai ter que converter os dólar em peso lá, ai vai ter uma taxa de câmbio sobre o valor. Vai ser uma dupla conversão.

Aline Alves
Aline AlvesPermalinkResponder

Boa tarde, confesso que mesmo lendo essas informações ainda tenho dúvida. Estou pensando em trocar aqui mesmo no Brasil 1000 por pesos.. Pois não gostaria de correr o risco de pegar algum mal intencionado quando for a casa de câmbio. Vale apena? Ou melhor trocar tudo em Santiago? E esse valor daria para eu curtir o Chile por 6dias. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Trocando aqui você perde dinheiro. Informe-se sobre o câmbio antes de viajar, troque lá e use também o seu cartão de crédito para despesas. Veja como estimar gastos de viagem: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Mil reais é pouco: alimentação no Chile é caríssima. Mas, economizando ou comendo fastfood pode dar.
Sempre, sempre mesmo, leve dólares: a cotação é 8% maior, mesmo com a doble conversão (aqui e lá). Não leve reais. Não leve travellers (cheque dolar).
Não deixe de conhecer Las Condes, Restaurante Giratorio perto do centro, vinicolas (se gostas de vinho; tem muita orova! Vinhos ótimos!), La Serena, Cassino (visitar) e praia/cidade de Vina del Mar

Marcus
MarcusPermalinkResponder

Olá pessoal, estou no Chile neste exato momento, cheguei dia 03/01/14. Já tinha lido vários tópicos sobre a cotação do peso aqui e em outros sites, por isso levei um susto ao ver as cotações "verdadeiras" que estão sendo praticadas aqui. No aeroporto, se não me engano na Afex estava 175 pesos por 1 real!!! Na rua Agustina, a melhor cotação que encontramos foi de 195 pesos. Todos os brasileiros com quem conversamos aqui (e tem muitos... rs) tb disseram estar surpreendidos com as cotações. Por consequência estamos achando todos os preços bem caros e tivemos que adaptar nossa viagem. Pelo que falaram, essa queda tem a ver com a valorização recente do dólar, não só no Brasil mas tb no próprio Chile. Estou viajando com mais 2 amigos e me hospedando em hostels, em Santiago e Puerto Varas. Como é possível cozinhar nestes lugares, várias dias temos visitado o supermercado e feito o almoço em casa, tem nos salvado um pouco. Fica a dica, que tb é válida para quem se hospeda em apart hotel. IMPORTANTE: Em Santiago ficamos em Providência, próximo ao Patio Bellavista. Brasileiros que estavsm no albergue nos indicaram um lugar próximo com a cotação melhor que a da Agustina: Tem um shopping/galeria chinês na avenida Recoleta, bem perto da estação Patronato. Tem uma casa de câmbio da Afex que dá para a rua, ignore-a! Lá dentro, no piso térreo tem um outro lugar que faz câmbio e acho que tb remessas de $. A cotação lá no dia 05/01/15 foi de 207 pesos por 1 real. Eles dão recibo da transação, portanto não parece ser ilegal ou câmbio negro, não tivemos nenhum problema, foi de longe a melhor cotação que encon. E chegamos a conclusão de que talvez atualmente seja mais vantajoso trazer dólares para cá, tb trocamos um pouco, a melhor cotação é na Agustina mesmo, 620 pesos por 1 dólar. E por fim para quem vier a Puerto Varas / Puerto Montt, existem casas de câmbio que tb trocam real, com a cotação semelhante a da Agustina.

Felipe Senra
Felipe SenraPermalinkResponder

Qual o nome do local ou do shopping Marcus?

Marcus
MarcusPermalinkResponder

Só retificando, o post foi escrito em 09/01/15

cleide araujo
cleide araujoPermalinkResponder

Marcus como está o clima em Santiago? Vcs estão precisando de agasalhos em algum momento? smile

Ricardo
RicardoPermalinkResponder

Santiago, Valpa, La Serena e Vina del Mar tem climas parecidos: 32º a 34º de dia e caindo bem a noite (14 a 16º).
Sul do Chile bem fresquinho: 10º a 22º.
Comida cara.
Eletrônicos, beleza, roupas bwm baratos.
Vinhos top. Salmão e frutos do mar acessíveis e de ótima qualidade.
Cervejas especiais e artesanais muito boas e preços iguais ou 15% a mais que no Brasil.
Aluguel de carros baratissimos. Gasolina cara. Pedágios altíssimos.

Marcus
MarcusPermalinkResponder

Cleide em Puerto Varas / Puerto Montt peguei dias lindos de sol, mas a temperatura deve ficar no máximo uns 20/21 graus. Usava somente uma blusinga normal que costumo usar no Brasil, nada especial. Subi no Vulcão Osorno, lá em cima usei 2 blusas, mas tinham brasileiros loucos só de bermuda e camiseta... kkk. Mas sobreviveram. Somente lá em cima fez esse friozinho maior, de resto um agasalho qualquer resolve no verão

karina
karinaPermalinkResponder

Macus e os outros pessoas que viajaram para o chile, o que vocês me indicam de lugares que vale a pena visitar ai?

cleide araujo
cleide araujoPermalinkResponder

Olá! Irei fazer minha primeira viagem internacional e também nunca utilizei os serviços de uma casa de câmbio.. o que é isso de câmbio negro ou ilegal que Marcus citou no relato dele?
Tenho que portar comigo recibos ou coisas do tipo das casas de câmbio onde fizer as transações?

E outra dúvida, meu RG foi emitido há mais de 10 anos e a foto já não parece tanto comigo... tenho Passaporte válido e pretendo viajar com ele, mas uma operadora de uma agência de turismo me disse que além do passaporte eu teria que levar também o RG, já que nos passaportes novos não consta o nome dos pais.. Isso procede? Viajo para o Chile dia 22 e não teria tempo de emitir uma nova identidade até lá. sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleide! Se você tem passaporte, não é necessário RG. O RG só é necessário para crianças, para provar a filiação.

Não há câmbio negro no Chile. Isso é uma característica da Argentina.

Leve dólares, o real está desvalorizando no Chile.

cleide araujo
cleide araujoPermalinkResponder

Isso.. estou pensando em levar dólares mesmo. Só não defini valores ainda, mesmo já tendo lido todos os post's sobre isso. rsrsrs

Na imigração, vi que tenho que provar que tenho dinheiro para me manter e lugar para ficar.. No caso, esse dinheiro, precisa ser algum valor específico? E com relação à hospedagem, reservei pelo booking.com, o que preciso levar? Aquele email de confirmação da reserva serve?

Mais uma vez, obrigada pelo excelente conteúdo do blog e pela ajuda! grin

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cleide! No Chile ninguém pede prova de meios de sustento, não. Isso é na Europa.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Ainda me restam dúvidas. Viajo no próximo 14/02 e fico uma semana em Santiago. Entendi que está compensando mais levar dólares por causa da desvalorização do real. Mas e se minha opção for não entrar no pais com papel-moeda? Se eu optar por sacar pesos nós caixas eletrônicos, nessas máquinas o que vale é a cotação do dia, certo? Ou ainda assim é um mal negócio e devo considerar levar os dólares?

Em tempo, parabéns pelo excelente blog!

Camilla
CamillaPermalinkResponder

Bóia vou ficar 5 dias no Chile com meu marido, estamos pensando em levar US$ 1.000,00, você acha que é pouco?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camilla! Ao viajar, sempre tenha planos B financeiros, como cartão de crédito e/ou pré-pago.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem/

raquel
raquelPermalinkResponder

Excelente post!

Mayara
MayaraPermalinkResponder

Pessoal, vale a pena locar carro no Chile? Vocês tem dicas de hotéis em Santiago?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maiara! Para ficar em Santiago, não vale não. Para passar uma sexta ou sábado em Valparaíso e voltar por Isla Negra, vale.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/onde-ficar-santiago

http://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-santiago

Fabiana
FabianaPermalinkResponder

Boa tarde, se eu trocar o real por pesos aqui no brasil e levar, é vantajoso?
E posso levar até quanto? Vou viajar dia 24/02...me ajudem!!!rsrs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! É difícil que a cotação para compra de peso chileno aqui no Brasil seja vantajosa. Consulte o câmbio na Oanda - http://www.oanda.com/lang/pt/currency/converter/

Miriã B
Miriã BPermalinkResponder

Bóia... Boa tarde.
Vou semana que vem e quando fui fazer meu visa Travellers money, o rapaz me informou da existência do MoneyGram. Alguem aqui no Brasil manda o dinheiro em real e VC saca em QQ posto de atendimento em peso... Vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Miriã! Você fica preso à cotação da corretora e paga taxas para enviar e receber.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Miriã, o MoneyGram não vale a pena para turistas. É como a Western Union, um serviço de transferências de fundos, e seus custos são maiores.

Aiana Oliveira

Olá!
Incluindo gastos de hospedagens compras e passeios quanto em reais (para converter em dolar e depois comprar pesos chilenos) seriam necessários?
Obrigada.

suelem
suelemPermalinkResponder

ola estarei indo para o chile em maio.
alguem que conheça ou more proximo a providencia na rua general afonso em santigo conhece um hotel bom. ainda nao fechei o hotel.
vou ficar 8 dias quaanto se gasta mais ou menos uma pessoa nesse tempo.
mt obrigada

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Suelem, não existe essa rua em Providencia, nem em Santiago (comuna). O mais parecido é rua San Alfonso, mas é uma diferença bem grande, pois no Chile nenhum general é santo.

Crescencio
CrescencioPermalinkResponder

Oi, meu tio irá em março para o chile, reunião da empresa.
Como ficaria o procedimento para ele comprar esse som la pra mim? http://cl.traetelo.com/pioneer-deh-80prs-mobile-cd-receiver-with-way-active-crossover-network-auto-eq-and-auto-time-alignment-p-269087.html

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar