Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: as novidades nos transportes

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rota das Emoções e Lençóis Maranhenses: traslado da Rota Combo

RotaCombo em Barra Grande do Piauí

Acabei de refazer todo o circuito entre Lençóis Maranhenses, Parnaíba, Barra Grande do Piauí e Jericoacoara, e trago as novidades de 2017. Conforme eu tinha previsto no ano passado, o calçamento de duas estradas que eram de areião -- os 40 km entre a BR 402 até um pouco antes da entrada de Santo Amaro do Maranhão e os 37 km entre Barreirinhas e Paulino Neves, a caminho de Parnaíba -- já produziram efeitos. Há novos operadores de transportes regulares em todos os trechos. E carros convencionais já podem fazer todo o circuito (permanecendo em estacionamentos fora dos centrinhos de Santo Amaro e Jericoacoara).

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: revoada dos guarás

Revoada de guarás no Delta do Parnaíba

Vamos às novidades. Se preferir, clique para ir direto ao tópico:

Confira também os novíssimos roteiros prontos para usar, que já incorporam a nova oferta de transportes:

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: Lagoa Bonita, Barreirinhas

Lagoa Bonita, Barreirinhas

  • Rota Combo: trânsfer regular na Rota das Emoções

Como era:

O transporte entre Barreirinhas, Parnaíba, Barra Grande do Piauí e Jericoacoara podia ser feito ou em pacote fechado, ou fretando uma Hilux (a preços entre R$ 500 e 1.000 por trecho), ou usando os transportes que servem aos moradores, com baldeações e sujeito a perrengues.

A novidade:

Desde o fim do ano passado, a RotaCombo, operada pela agência de passeios EcoAdventure, de Parnaíba, oferece trânsfer compartilhado regular entre os quatro destinos principais da Rota das Emoções. O serviço é feito em microônibus com ar condicionado ou, houver até 7 passageiros, em Fiat Dobló. O trecho entre Barreirinhas e Paulino Neves (37 km) é normalmente feito em jardineira.

O traslado entre Barreirinhas e Parnaíba, em ambas direções, é oferecido toda 3ª, 5ª e sábado. Os passageiros são buscados em suas pousadas entre 8h e 9h em Barreirinhas e entre 5h30 e 6h30 em Parnaíba, e quatro horas mais tarde são deixados nas suas pousadas no destino. O trecho custa R$ 100 por pessoa.

O traslado entre Parnaíba, Barra Grande do Piauí e Jericoacoara, em ambas direções, é oferecido toda 2ª, 4ª e 6ª.

No sentido Piauí-Ceará, os passageiros de Parnaíba são buscados em suas pousadas entre 5h30 e 6h. Entre 7h e 7h30 o microônibus entra em Barra Grande do Piauí para deixar e recolher passageiros. Às 9h faz uma parada para o café da manhã e às 10h chega à lagoa de Jijoca, onde todos desembarcam e têm quatro horas livres para tomar banho de lagoa e almoçar. Às 14h os passageiros seguem nas jardineiras da CooperJeri para suas pousadas em Jericoacoara.

No sentido Ceará-Piauí, os passageiros são buscados em suas pousadas em Jericoacoara entre 13h30 e 14h. Às 14h30 fazem baldeação para o microônibus em Jijoca. Às 16h30 o microônibus entra em Barra Grande do Piauí para deixar e recolher passageiros, e deixa os clientes em suas pousadas em Parnaíba em torno das 18h.

O trecho entre Parnaíba-Barra Grande do Piauí custa R$ 75 por pessoa. Os trechos entre Parnaíba e Jericoacoara ou entre Barra Grande do Piauí e Jericoacoara custam R$ 100 por pessoa.

Todos os trechos podem ser comprados online. Como o serviço só é oferecido de 2ª a sábado e em dias alternados por trecho, fechar o quebra-cabeça do roteiro pode ser complicado. Mas eu montei roteiros que, se você começar por São Luís num sábado ou começar por Fortaleza numa sexta, tornam possível incorporar esses traslados no itinerário.

Minha experiência:

Comprar online foi superfácil. A reconfirmação dos trechos, na véspera de cada viagem (quando é determinado o horário em que você vai ser buscado no dia seguinte e reconfirmada a sua pousada), foi a parte mais tensa. Em todas as vezes, eu é que tive que ligar para a EcoAdventure para reconfirmar. Em Barra Grande a minha operadora (Vivo) nem tinha sinal, e eu precisei ligar por Skype. Seria tão simples se a comunicação fosse automática por WhatsApp... é só deixar combinado com o passageiro. Fica aqui a minha sugestão.

Fui buscado sempre dentro do intervalo marcado, e todas as viagens transcorreram sem incidentes.

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: RotaCombo entre Barreirinhas e Parnaíba

Barreirinhas-Parnaíba

O trecho Barreirinhas-Parnaíba foi feito de Dobló, sem baldeação. Seríamos 6 passageiros, mas três clientes, que tinham comprado o traslado por agência, se recusaram a embarcar, porque lhes tinha sido garantido que o transporte seria de van. (Nos termos de contrato da RotaCombo é previsto que o primeiro trecho até Paulino Neves pode ser feito até por jardineira -- foi o que aconteceu com passageiros que eu encontrei mais adiante na viagem.) A tal agência providenciou uma Hilux para os seus clientes e a Dobló seguiu viagem transportando os outros três. O motorista era educado e nem pôs música (uma bênção). Que diferença da mesma viagem que eu fiz ano passado, quando peguei a Toyota na avenida principal de Barreirinhas (sem ter podido reservar antes), baldeando para outra Toyota em Paulino Neves, e tendo que negociar um táxi em Tutóia... na comparação, a Dobló foi um luxo.

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: Parnaíba-Barra Grande

Parnaíba-Barra Grande

O trecho Parnaíba-Barra Grande do Piauí é o menos vantajoso do roteiro. A saída é muito cedo (5h30 da manhã) e o preço (R$ 75) só compensa para uma pessoa; em duas pessoas, já dá para ir de táxi, num horário mais civilizado (a corrida custa R$ 150). Éramos um grupo pequeno (incluindo os três que tinham se recusado a ir de Dobló no primeiro trecho); o único a descer em Barra Grande fui eu, mas outros passageiros embarcaram em Barra Grande para Jeri.

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: Barra Grande-Jijoca-Jericoacoara

Barra Grande-Jijoca-Jericoacoara

O trecho Barra Grande-Jericoacoara é o melhor de todos. Em primeiro lugar, porque soleciona um problema logístico complicadíssimo (antes, se você não pudesse cacifar um táxi ou Hilux, teria que voltar a Parnaíba, pegar um ônibus a Camocim e depois outro a Jijoca, completando a viagem a Jeri de jardineira). E depois, porque esse é um traslado que vale por uma passeio: a parada de quatro horas num restaurante à beira da Lagoa do Paraíso em Jijoca já tica uma das atrações de Jeri (e de lambuja faz com que a gente chegue à pousada em Jeri num horário em que o quarto já está liberado). Se é para pôr defeito, eu só destacaria negativamente o lugar de parada para café da manhã, que é bem fraco. Leve um farnelzinho de Barra Grande ou de Parnaíba.

Veredicto:

A RotaCombo torna possível fazer viagens independentes pela Rota das Emoções para quem não quer se sujeitar às condições roots dos transportes locais. Tomara que dê certo (por enquanto o público é pequeno, esta é a primeira temporada e o serviço ainda é desconhecido). E mais: que seja copiado por empresários de outras regiões. (Um serviço assim seria perfeito entre Recife e Maceió, ou ao longo das praias da Estrada do Coco e Linha Verde na Bahia.)

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • São Luís-Santo Amaro, sem baldeação em Sangue

Como era:

O traslado entre São Luís e o vilarejo mais próximo do parque nacional, Santo Amaro, era feito em duas etapas. Uma van saía de madrugada recolhendo passageiros em São Luís e, três horas depois de sair da cidade, deixava os passageiros num bar à beira da BR 402, na localidade de Sangue, de onde seguiam em Toyota (jardineira) por mais 40 km até Santo Amaro. Tradicionalmente esse último trecho levava mais duas horas e meia; depois do calçamento da estrada, baixou para 1 hora.

A novidade:

O calçamento da estrada entre a BR 402 e os arredores de Santo Amaro fez surgir serviço de van entre São Luís e o fim da estrada, sem baldeação em Sangue. A van mais nova, que opera nos horários mais civilizado, é da Mirotur, do Thylan (tel/WhatsApp 98/987-175-357), que sai às 6h30 de São Luís e volta às 13h30 de Santo Amaro. A viagem leva 4 horas e meia. A passagem custa R$ 90 por pessoa, contra R$ 60 dos outros operadores. A van vai até pertinho de Santo Amaro, no fim da estrada terraplenada, de onde os passageiros continuam de Toyota (jardineira) por mais 10/15 minutos até a sua pousada. É preciso agendar e pagar com antecedência.

Minha experiência:

Não andei na van do Thylan porque, desta vez, não fiz o trajeto São Luís-Santo Amaro em nenhuma direção. (Fui de São Luís direto a Atins para atravessar o parque a pé, e depois segui de Santo Amaro a Barreirinhas.) Mas o serviço foi bem recomendado pela pousada Rancho das Dunas e já foi testado pela leitora Mirella.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • São Luís-Santo Amaro de carro comum

Como era:

Até 2015, apenas jardineiras Toyota Bandeirantes e jipões 4x4 conseguiam vencer os 40 km de areião entre a BR 402 e o vilarejo de Santo Amaro (com direito a uma travessia de rio -- sem balsa -- para entrar na vila).

A novidade:

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: estacionamentos de Santo Amaro

Estacionamentos de Santo Amaro

Desde o ano passado a estrada está terraplenada, e parcialmente asfaltada, desde a BR 402 até 2 km antes da vila. Carros convencionais precisam parar num dos dois estacionamentos que abriram neste ponto, o do Beleza (tel. 98/987-134-378) e o do Calmito (tel. 98/999-749-885). Ambos são cercados e têm vigilância 24 horas. Qualquer um deles chama um jipe ou uma Toyota (jardineira) para levar você à sua pousada (mais 10 minutinhos de areião, com uma travessia de rio). Ambos providenciam o transporte em jardineira entre o estacionamento e a pousada, na ida e na volta, por R$ 10 por passageiro, opr trecho.

Por enquanto, carros 4x4 podem seguir até a cidade (mas muito cuidado, que o Rio Alegre tem buracos só conhecidos pelos nativos). O plano da comunidade é seguir o exemplo de Jericoacoara e obrigar todos os carros de fora, incluindo os 4x4, a ficar no estacionamento. Mesmo que hoje você consiga entrar na cidade com 4x4, note que não é permitida a entrada de veículos não-credenciados na área do parque nacional. A fiscalização é constante e carros pegos no parque estão sujeitos a apreensão e multa de R$ 5 mil.

Minha experiência:

Ainda não fui dirigindo a Santo Amaro. Se você foi e ficou nos estacionamentos, por favor conte como foi -- sobretudo o esquema de traslado entre o estacionamento e a cidade.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • Santo Amaro-Barreirinhas de jardineira de linha

Como era:

Não havia nenhum transporte regular entre a vila de Santo Amaro e a cidade de Barreirinhas, 'capital' dos Lençóis. Para fazer esse percurso, ou você fretava um 4x4 (tabela de hoje: R$ 400) ou pegava a Toyota da madrugada até a estrada, e lá ficava esperando passar a primeira van (com lugar vago) ou o primeiro ônibus com destino a Barreirinhas. (Em 2016 eu fui com a van da tarde e me ia me dando mal: não me contaram que à tarde quase não passam vans na direção de Barreirinhas. Fui salvo pelo Guilherme, que estava de carro fretado e me reconheceu.)

A novidade:

Com a terraplenagem e o asfaltamento parcial da estrada entre a BR 402 e a vila, surgiu o primeiro serviço de transporte regular entre Santo Amaro e Barreirinhas: a Toyota do seu Bebé. A jardineira começa a recolher passageiros em Santo Amaro às 4 da madrugada, chegando em Barreirinhas entre 7h e 7h30. No sentido oposto, a Toyota parte de Barreirinhas para Santo Amaro ao meio-dia (seu Bebé busca na pousada ou você pode pegar no ponto final do centro, caso esteja sem pousada, vindo de Atins). A passagem custa R$ 30 por pessoa (ida). Reserve pelo tel/WhatsApp 98/988-404-540 ou por meio de sua pousada.

Minha experiência:

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: transporte entre Santo Amaro e Barreirinhas

Jardineira entre Santo Amaro e Barreirinhas

O transporte é eficiente e barato, mas é preciso levar em consideração a segurança precária: a jardineira leva passageiros sem cinto por 60 km de asfalto na BR. (Para quem não quer se arriscar, a alternativa é juntar mais passageiros e dividir uma 4x4; a cooperativa de Santo Amaro faz o trajeto por R$ 400, até 4 passageiros.) Mas tomara que o serviço continue dando certo e em breve o seu Bebé consiga comprar uma van.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • Barreirinhas-Atins de voadeira de linha

Como era:

Quem quisesse evitar as duas horas de sacolejo pelo areião a bordo de uma Toyota para chegar a Atins só tinha duas opções: ou comprar um dos passeios de voadeira pelo Rio Preguiças que saem até as 9h e negociar para ser deixado ao fim do passeio em Atins, ou fretar uma voadeira para fazer um traslado privativo. Em ambas alternativas é necessário avisar a pousada, antes de sair de Barreirinhas, para que mande um carro ou quadriciclo pegar o hóspede no desembarque (não há sinal de telefone na praia, e as ruas de Atins são de areia fofa).

A novidade:

Já existe uma terceira opção para fazer o percurso Barreirinhas-Atins pelo rio: a voadeira de linha. De domingo a 6ª (no sábado ele não atende nem telefone), seu Arquimedes faz o trajeto de voadeira entre Atins e Barreirinhas. A saída de Atins é às 6h30; o barco volta de Barreirinhas entre 11h e 12h. Custa R$ 40 (ida) ou R$ 50 (ida e volta), por pessoa. E o melhor é que está incluído no preço o traslado de Toyota (jardineira) entre a praia e a sua pousada (na volta também). É preciso reservar e confirmar pelo tel/WhatsApp 98/988-328-787.

Minha experiência

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: voadeira de linha a Atins

Voadeira do seu Arquimedes

Eu ia de São Luís direto para Atins (para fazer iniciar lá a travessia a pé do parque), mas não tinha certeza se ia conseguir chegar a Barreirinhas a tempo de pegar a voadeira (minha van me buscaria no aeroporto entre 7h40 e 8h; a voadeira do seu Arquimedes sai entre 11h e 12h). Eu avisei seu Arquimedes que iria, mas acabei não fazendo a reserva formal -- por isso, acabei perdendo meu lugar (cheguei ao cais de Barreirinhas exatamente ao meio-dia, depois de ter largado minha mala na pousada em que ficaria na volta da travessia, e os últimos lugares tinham acabado de ser comprados por franceses que também iam a Atins para caminhar). Acabei tendo que fretar uma lancha (na hora, ali no cais, saiu R$ 300). Ou seja: confirme e reconfirme o seu lugar, e se vier de São Luís, escolha um transporte que saia da cidade antes das 7h. (Vindo de Santo Amaro pela Toyota do seu Bebé, você chega cedo, com tempo sobrando até embarcar na voadeira do seu Arquimedes.)

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • Barreirinhas-Parnaíba de carro comum

Como era

Até 2015, a estrada entre Barreirinhas e Paulino Neves -- crucial para quem quer seguir a Parnaíba para fazer a Rota das Emoções -- era um areião. Só as Toyotas jardineiras e jipões 4x4 podiam trafegar nela.

A novidade:

A construção de uma usina de energia eólica na região dos Pequenos Lençóis apressou a terraplenagem dos 37 km (que serão futuramente asfaltados). Em 2016, quando passei por lá no fim de julho, ainda havia uns 2 a 3 km de areião no fim da estrada antes de chegar a Paulino Neves. Do ano passado para cá, terraplenagem avançou até a entrada da cidade.

Minha experiência:

Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções 2017: Estrada Barreirinhas-Paulino Neves

Estrada Barreirinhas-Paulino Neves

Agora no finzinho de junho percorri essa estrada de carro comum, sem sustos (fui com a Dobló da RotaCombo). O único trecho de areia mais fofa é já dentro de Paulino Neves, antes de chegar ao centrinho.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • Estacionamentos em Jericoacoara: funcionando!

Jericoacoara 2017: estacionamento

Entrada da vila

Como era:

Jericoacoacoara estava sucumbindo ao trânsito. Jipões entravam a toda velocidade na vila, o centrinho (Travessa Ismael) estava constantemente engarrafado, e um exército de motinhos sem escapamento zunia por todo canto, provocando poluição sonora da alvorada à madrugada. A praia era território sem lei, com trânsito constante de jipões, bugues e motos. O estacionamento na entrada da cidade, construído em 2013, era para inglês ver.

A novidade:

Estacionamento Jericoacoara

Estacionamento de Jericoacoara

Leitores já tinham relatado que o esquema do estacionamento estava funcionando, mas confesso que eu precisava ver para acreditar. E, realmente, a situação mudou. Veículos de fora que consigam chegar a Jericoacoara (carros comuns vêm pela praia do Preá; carros 4x4 podem vir também pelo caminho das dunas) são interceptados ao chegar na cidade e precisam ficar no estacionamento, que custa R$ 20 por dia (pagamento adiantado). Está incluído no preço o traslado de todos os passageiros entre o estacionamento e a pousada, tanto na chegada quanto na saída (é só chamar, e em 10/15 minutos a jardineira passa na pousada).

Há também um grande estacionamento central em Jijoca, com toldos, que também custa R$ 20 por dia; no próprio estacionamento você embarca nas jardineiras da CooperJeri para Jericoacoara (R$ 20 por pessoa, por trecho).

Minha experiência

Jericoacoara 2017

Praia de Jericoacoara

Eu estava com um bode tão grande de Jericoacoara que fiquei quase quatro anos sem aparecer. Mas a vila me surpreendeu positivamente. Nunca vai voltar a ser a vila de antigamente (o perfil do lugar mudou completamente), mas pelo menos a questão do trânsito melhorou 200%. A presença da polícia é ostensiva, na entrada e na praia. A praia central está livre de carros (o que fez aumentar a área de espreguiçadeiras e transformou deitar na areia para ver as estrelas em programa noturno) e já dá para andar nas ruas do miolo do centro sem ter receio de ser atropelado.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

  • Vôos para Jericoacoara

Como era:

Quem pensava em Jericoacoara comprava automaticamente passagens para Fortaleza, a 300 km, de onde a viagem continua de 4x4 ou ônibus.

A novidade:

O novo aeroporto de Jericoacoara, que opera com charters da CVC desde o fim de junho de 2017, começa a receber vôos regulares da Azul no fim de julho. As passagens já estão à venda.

A rota principal será Recife-Jericoacoara, que começa operando duas vezes por semana, 6ª e domingo, entre 28 de julho e 6 de agosto. A partir de 11 de agosto, a rota Recife-Jericoacoara passa a operar 6ª, sábado, domingo e 4ª. O vôo sai do Recife às 13h11 e chega a Jericoacoara às 14h40. Na volta, decola de Jericoacoara às 15h10 e pousa no Recife às 16h40. Nesta rota há conexões convenientes para São Paulo (Guarulhos) e Belo Horizonte.

A partir do dia 12 de agosto a Azul também vai fazer todo sábado a rota Campinas-Jericoacoara. O vôo parte de Campinas às 12h10 e chega a Jericoacoara às 15h40. Na volta, decola de Jericoacoara às 16h10 e pousa em Campinas às 19h40. Esta rota oferece conexões mais convenientes para quase toda a malha Azul.

Minha experiência:

Novo aeroporto de Jericoacoara

Aeroporto de Jericoacoara

Fui visitar o aeroporto num dia sem vôos programados. Não foi uma visita oficial: peguei um táxi na rodoviária de Jijoca. Em 15 minutinhos chegamos. Além do guichê da Gol (que opera os vôos fretados da CVC), o aeroporto já tinha o guichê da Azul montado, esperando o início dos vôos regulares.

Transporte do aeroporto a Jericoacoara?

O aeroporto de Jericoacoara fica no município vizinho de Cruz, a 12 km do centro de Jijoca e a 32 km da vila de Jeri.

O que vai acontecer quando começarem os vôos regulares, trazendo passageiros avulsos? Segundo o taxista que me levou ao aeroporto, o esquema ainda não está definido. Como o aeroporto de Jericoacoara fica no município de Cruz, há uma disputa de interesses entre as duas prefeituras sobre cotas para taxistas de cada cidade.

De garantido, só dá para afirmar que quem vier com pacote terá traslado incluído e não vai precisar se preocupar com isso.

Quem puder escolher, porém, fará um melhor negócio se pegar a rota via a Praia do Preá. A estrada entre a CE 085 e a praia do Preá foi asfaltada recentemente, e de lá são apenas 12 km pela areia até Jeri, contra 20 km de areia pelas dunas entre Jijoca e Jeri. (É por isso que o Preá já era a rota usual dos carros comuns que se arriscam a ir até Jeri, mesmo antes de asfaltarem o trecho da CE 085 até o vilarejo). O taxista que me levou acha que deve surgir um serviço de traslado em caminhonetes de cabine dupla que vá direto do aeroporto a Jeri, via Preá, sem transbordo para jardineira. A ver.

Menus | Novidades 2017 | Roteiros prontos

Leia mais:

19 comentários

Felipe
FelipePermalinkResponder

Parabéns belo post...cada dia se superando!!! Completasso...

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

SENSACIONALLL!!!!
A informação disponibilizada neste guia completaço + a ação do governo na infraestrutura das estradas + a iniciativa privada dando conta da logística de transporte irão bombar o turismo neste paraiso do Brasil!
Meus parabens e vanos democratizar de dato a Rota das Emoções!
Ja fiquei com vontade de voltar pra la ano que vem...

Edízio Nunese dos Santos

Olá Ricardo, parabéns pelas informações tenho certeza que as suas informações serão bastante útil para o pessoal que desejam fazer o roteiro dos Lençóis Maranhenses.
Fiquei muito contente em conhecê-lo em Barreirinhas, embora já o conhecia da TV Cultura.
Desejo sucesso, abraços.

Ana claudia
Ana claudiaPermalinkResponder

Perfeito!!!
Sensacional!!!
Parabens!!!

Cátia
CátiaPermalinkResponder

Melhor blog que conheço, pois dá dicas roteiros e vai atualizando os passeios, então ficamos sempre bem informados. Muitíssimo obrigada

Fabio Pastorello

Maravilhoso o post, fui em 2011 e sempre tenho curiosidade de saber como estão as coisas hoje, mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de voltar. A Rota das Emoções então, fiz lá em 1997, nem tinha esse nome ainda. Só perrengue. hehehe.

Márcia
MárciaPermalinkResponder

Estou louca pra conhecer Jericoacoara. Conheço muita coisa do Nordeste, mas não tive coragem ainda de encarar a viagem Fortaleza/Jericoacoara de 4x4 ou ônibus. Torcendo pra que venha logo os vôos regulares.

Márcia
MárciaPermalinkResponder

Atualizando as informações, a AZUL acabou de colocar à venda vôos para Jericoacoara. Consegui comprar RIO/Jericoacoara/RIO para Dezembro, com milhas + dinheiro a um preço razoável. Depois volto pra contar como foi esse voo. A dúvida agora é como chegar do Aeroporto à Vila. Até Dezembro deve ter novidades.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Márcia! Estávamos atualizando os posts e páginas no momento em que você comentou.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Bóia, esse contato para o trajeto entre Santo Amaro - Barreirinhas segue válido? Não consigo contato nem por telefone nem por Whatsapp.
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Santo Amaro tem telefonia/internet bastante instáveis. Você pode pedir para sua pousada reservar.

Paulo Gustavo
Paulo GustavoPermalinkResponder

Boa notícia: a Azul solicitou à ANAC voo direto de Viracopos a Parnaíba aos sábados, volta com escala por Teresina (previsão de início: 16/9/2017).
https://t.co/tUl5AOvjxp

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo Gustavo! A gente viu também! Mas só vamos incorporar ao texto quando as passagens começarem a ser vendidas (para não acontecer como no anúncio dos vôos a Jericoacoara, que atrasaram quase quatro meses...)

Marcus Vinicius

Fui em Santo Amaro no último dia 16/7 e deixei o carro no estacionamento do Calmito. Quando estava saindo de Barreirinhas liguei para avisar e quando cheguei o traslado de 4x4 até Santo Amaro já estava esperando. Está custando R$ 10 por pessoa.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigada, Marcus!

Val Otoni
Val OtoniPermalinkResponder

Oi Ricardo, eu fui semana passada a Santo Amaro. Deixamos o carro no estacionamento do Calmin, igual aí na foto. R$ 10,00 a diária e pegamos uma 4x4 até a cidade, também R$ 10,00 por pessoa. Tudo certinho, nenhuma intercorrência. Ah, Santo Amaro é o paraíso. Gostei mais que de Barreirinhas.

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Parabens! Mais detalhado, impossivel!

marcia monteiro

estou indo agora dia 30 de agosto...muita vontade de conhecer este paraiso
super grata pela informações

roberto amorim

Parabéns! Informações importantes e atualizadas abç

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar