Amsterdã

Mais certinha que doidona

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Amsterdã é a Bangkok do Primeiro Mundo – um lugar que provoca risinhos maliciosos quando você conta que vai para lá.

Para a imensa maioria dos visitantes, porém, o binômio sexo-drogas é quase irrelevante: rende um passeio rápido ao Bairro da Luz Vermelha e fotos de cafés esfumaçados – do lado de fora.

O que fica de uma temporada em Amsterdã é o encanto de estar numa cidade que é a um só tempo obra de arte e de engenharia.

Você vai querer estar de cara limpa (e sem luz vermelha por perto) para passear por seus canais concêntricos e atravessar algumas de suas 400 pontes, admirando as proporções peculiares de seus edifícios e aproveitando a simpatia do povo mais desencanado que vai encontrar na Europa.

Quando ir

É difícil pegar tempo bom na Holanda. Venha preparado para pegar alguma chuva em qualquer época do ano. O verão não chega a ser quente no sentido brasileiro da palavra; o inverno pode registrar temperaturas negativas.

O verão é gostoso para curtir a cidade ao ar livre. Mas se você quer ver os campos de tulipas de Keukenhof, venha no início da primavera: o parque só abre durante algumas semanas. Em 2015 vai ser de 20 de março a 17 de maio (o pico da floração é em abril).

Para encontrar clima de carnaval, venha no Dia do Rei (27 de abril) ou no fim de semana da Parada Gay, que em Amsterdã é aquática, pelos canais (em 2015 vai ser dia 2 de agosto).

Como chegar

A KLM tem vôos diretos de São Paulo. Todas as outras cias. aéreas que servem a Europa voam com uma conexão.

É conveniente chegar de trem se você vem de Paris (3h50), Bruxelas (2h30) e Colônia (2h40). De Berlim são 6h20: compare com o preço do avião para ver o que vale mais a pena. De todos os outros cantos da Europa, venha de avião.

Se estiver fazendo uma viagem picadinha, tente incluir Amsterdã na sua passagem transatlântica (a associação entre KLM, Air France e Alitalia torna isso ainda mais fácil).

Calendário de preço de passagem aérea: Amsterdã (fonte: Viajanet)

Onde ficar

A localização mais privilegiada em Amsterdã não é em nenhuma região específica, e sim numa posição determinada: tente ficar à beira de um canal. Se passar por um canal for a primeira e a última coisa que você fizer no seu dia, a sua estada na cidade vai ser ainda mais bonita.

O bairro mais bacaninha da cidade é o Jordaan. O mais central para turistagens e noite são os arredores de Rembrantplein (mas pode ser barulhento). As imediações da estação central (incluindo a avenidona Damrak) não são muito bem encaradas. Se puder, evite.

Para alugar, tente o Jordaan. Ou invista numa casa-barco — serão os euros mais bem aplicados da sua viagem.

Daqui pra onde

Os moinhos de vento de Zaanse Schans estão a 20 minutos de trem; a pitoresca cidadezinha de Delft, a uma hora. Para ir ao Keukenhof, o parque das tulipas, pega-se um ônibus especial (1h30 de viagem).

Na Bélgica, Antuérpia está a 1h30, e Bruxelas, a 2h30. Mas Bruges continua distante demais para um bate-volta: são 3h40 de viagem, com baldeação em Bruxelas (deixe para fazer quando estiver a caminho de Paris). Colônia, a 2h40, é a porta de entrada para uma viagem pela Alemanha.

amsterdam-ingressos

Amsterdã no Viaje na Viagem

230 comentários

Guido Gomes
Guido GomesPermalinkResponder

Olá, em fevereiro conhecerei alguns países da Europa e pensei em ir de carro de Amsterdam para Frankfurt, para conhecer algumas cidades no caminho. O que vocês sugerem? É melhor ir de trem? Considerando que estará no inverno, posso ter algum tipo de problema, como rodovia fechada?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guido! Auto-estradas em superfícies não-montanhosas dificilmente são interditadas.

Leia sobre viagens de carro:
http://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro

Marlene
MarlenePermalinkResponder

Estive em Amsterdã em 2014 e fiquei encantada. As estradas são limpas e tão bem feitas que o carro desliza, inacreditável. Resumo: tudo tão perfeito que para um brasileiro só resta a frustação de ver nosso país ser maltratado. Keukenhof é imperdível, mas só em maio está aberto ao público. Bruges é linda.

Karina
KarinaPermalinkResponder

Marlene, o Keukenhof não abre apenas em maio. Em 2017, por exemplo, funcionará de 23 de março a 21 de maio.

MARIA CLARA
MARIA CLARAPermalinkResponder

Olá. Excelente site e dicas.
Gostaria de ajuda.
Sei que vc orienta sobre não comprar passagem com direção a um país que não seja a pretensão de se instalar. Ocorre que só consigo viajar no carnaval e não achei nenhum outro valor abaixo de 3500 com as taxas, alem de salvador / Barcelona e o melhor: conexao super rapida em Madrid. Tanto na ida, quanto na volta (cerca de 14hs de voos). Isso é fantástico! Pois, saindo daqui de Salvador não conseguimos quase nada com vôos sem conexões em SP ou outra capital brasileira.
Enfim, só tenho mesmo essa opção. Terei que sair de Barcelona (local que não tenho lá, tanta curiosidade de explorar) e providenciar o direcionamento para outro local.
Me ajudem!!!
Queria conhecer Amsterdã. É unico lugar que eu não gostaria muito de abrir mão, O problema é que tenho visto da internet imagens do lago congelado em fevereiro e isso me aterrorizou.Todavia, conversando com outras pessoas, eles dizem que o período que vou (23 de fevereiro à 04 de março) já está no início da primavera e não tem chance de estar congelado o lago, etc.
Finalmente: CONGELADO OU NÃO CONGELADO?
Estará nevando? Isso, sim, me faria mudar de ideia rapidinho.

Que outra cidade devo incluir para acompanhar? Paris (já conheci o básico, mas voltaria facilmente), Praga, Berlim (ou Munique?)... Alguma outra sugestão?
Ou devo cair fora dessa ideia de insistir em para locais tão distantes e tão frios?
Tem algum páis que vcs considerem "menos frio" nessa época??

Sei que são muitas as duvidas.. rs
Agradeço desde já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Clara! O inverno vai oficialmente até 20 de março, e mesmo depois disso, a primavera demora muito para esquentar na Europa. Vai estar muito, muito frio em fevereiro em qualquer parte da Europa, com exceção de Lisboa e Andaluzia. Não há lago em Amsterdã. A cidade é cortada por canais. Eventualmente podem congelar, mas não é garantido. Se não quer pegar frio na Europa, viaje entre junho e setembro.

Deborah
DeborahPermalinkResponder

Uma das melhores cidades do mundo!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Bóia, talvez queira atualizar uma informação sobre transporte.

Agora, a NS (cia. ferroviária nacional) vende um passe de um dia que é uma mão na roda para quem quer fazer bate-e-volta.

off-peak Holland Travel Ticket
Custa € 39 e inclui uso ilimitado de trens, metrôs, ônibus, trams, barcos de transporte público (incluindo os que vão a Kinderdijk) por um dia. Pode ser usado a qualquer dia e hora, exceto Segunda-Sexta entre 6:30-9:00 na manhã.

https://www.ns.nl/producten/en/alleen-te-koop-via-station-of-kaartautomaat/p/holland-travel-ticket

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Olá!
Eu e meu namorado vamos para Amsterdam no início de março! Nosso hotel fica bem próximo aos museus mais conhecidos, Van Gogh, etc... Sei que ali é uma região bastante procurada durante o dia, mas como vamos chegar num horário não tão favorável pra conhecer a cidade (20:30 no aeroporto) gostaríamos de uma dica bacana de bar/pub próximo ao hotel mas que também tenha algum lanche gostoso. Encontrei muitos cafés nessa região, mas a maioria fechava as 19 hrs... sei que não é a região mais famosa de pubs, mas de repente tenha alguma dica bacana pra nos passar! Obrigada! smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriela! Vá até a região do Pijp, é pertinho e fervilha até tarde.

Rita Vicente
Rita VicentePermalinkResponder

Resolvemos ir para Amsterdam em abril para vermos as tulipas. Só não imaginávamos que o mundo inteiro está indo para lá!!! Está difícil encontrar um hotel com vagas e ainda mais com um preço razoável!!! Não imaginava que teria que ter reservado com muita, muita antecedência. O melhor que achamos, de acordo com o Trip Advisor, foi o Best Western Premier Hotel Couture, que é um pouco distante. Você poderia me dizer se é um local ruim? Teria alguma outra indicação? Muito grata!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! A procura não tem a ver com as tulipas, não. Você pode estar encontrando dificuldades na Páscoa, que é um período em que todos os países da região registram muitas viagens, e que este ano é em abril; também no período de 22 a 30 de abril, que é feriado escolar na Holanda; e finalmente por causa do 30 de abril, que é o Dia do Rei e grande festa em Amsterdã, atraindo turistas da Europa inteira. Tudo isso faz subir as diárias, que já não são propriamente baratas...

Maria
MariaPermalinkResponder

Bóia, primeiro quero agradecer pelo VNV existir e ajudar tanta gente! Vou em junho pra Londres e na volta faço conexão em Amsterdã! Chego em Amsterdã 8 da noite e o voo de volta é só no outro dia 10 manhã. Compensa sair do aeroporto e dormir em algum hotel da cidade p dar uma passeada? Já li sobre os melhores lugares p se hospedar, mas nesse caso, tenho q acordar cedo p viajar no outro dia, o que vc me aconselha? Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria! Se você for para a cidade, não conseguirá estar livre das malas antes de umas 9 e meia da noite, que é um horário bem problemático para jantar. Mas haverá bares funcionando no fervo da Rembrandtplein e também outros espalhados pela cidade. Para dormir fora do aeroporto, o mais prático seria pegar um hotel bem perto da estação Centraal, para no dia seguinte você chegar em 20 minutos ao aeroporto de trem.

Maria
MariaPermalinkResponder

Muito obrigada pela dica, Bóia! Farei assim mesmo. Reservei o Ibis pq fica pertinho da estação e, assim, fica prático p voltar p aeroporto no outro dia de manhã. Vou rodar bastante a noite e de manhã acordo 5 da manhã p dar uma voltinha pelos canais. Rs rs.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Boia, esse ano Amsterdam está organizando uma programação interessante de 1/4 até 14/5 - o Festival das Tulipas.

Basicamente, espalharam 800.000 tulipas por diversos jardins, prédios e parques de Amsterdam, um para cada habitante da cidade. Vários locais podem ser visitados gratuitamente. Alguns jardins mais elaborados e privados podem ser visitados com ingressos módicos. Alguns museus e lojas participam também.

Não chega a ser algo equivalente ao Keukenhof, mas para quem estiver em um dia passeando a pé pelo arco dos canais, sair caçando os jardins que fazem parte do festival é divertido e uma forma de descobrir cantos interessantes e fotogêncios da cidade (pelas tulipas e pelos prédios históricos).

Tem informações detalhadas aqui: http://www.tulpfestival.com/?lang=en

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Uma pequena correção: agora que a rainha abdicou, o aniversário do rei é em 27 de abril.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

O escritório de turismo de Amsterdam lançou uma iniciativa interessante: um monitor em tempo real das filas nos principais museus e atrações de Amsterdam (http://www.iamsterdam.com/nl/uit-in-amsterdam/zien-en-doen/musea-en-galeries/rijenradar) . A listas de lugares cobertos pelo sistema aumenta toda semana.

Ainda é um recurso meio em beta, mais muito útil para decidir se vale a pena encarar fila sem ingresso agendado.

Rita Vicente
Rita VicentePermalinkResponder

Estou aqui! Keukenhof está um escândalo!!!

Olavo
OlavoPermalinkResponder

Adorei as postagens

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar