Orlando

Férias pra que te quero

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Até os anos 60, o lugar que hoje é o destino favorito dos brasileiros não passava de um imenso charco. Foi quando um visionário chamado Walt Disney — que já tinha conseguido a façanha de transformar um rato em personagem querido pelas crianças — aproveitou o preço baixo das terras na área para construir a filial do seu parque, que funcionava com sucesso na Califórnia.

Quarenta anos depois de inaugurada a Walt Disney World, Orlando virou a capital mundial das férias. O fofo Magic Kingdom, onde tudo começou, hoje é apenas um entre uma dúzia de parque imperdíveis. O meio de transporte mais comum por essas bandas é a montanha-russa. O verbo mais usado? “To ride”.

Nesse conto de fadas contemporâneo, Orlando é um sapo que virou príncipe graças ao beijo imobiliário de Walt Disney. E entre montanhas russas, golfinhos e outlets, os brasileiros foram felizes para sempre.

115 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Renata
RenataPermalinkResponder

Boa tarde! Aluguei um carro para nos locomovermos em Orlando. Tenho um filho de 7 anos. Ele ainda precisará usar o Booster lá? Será que posso dispensar a locação e levar do Brasil o meu assento? (ele é bem leve e nao ocupa tanto espaço)...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Você pode levar o seu booster sim. A locação não é obrigatória, apenas o uso das cadeirinhas para cada faixa etária é.