Paris

Nasci para flanar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A receita é clássica, não fui eu que inventei. Para aproveitar Paris ao máximo, basta pôr em ação o mais parisiense dos verbos: flâner. Flanar. Caminhar ao acaso. Dominar a arte de observar com discrição.

No caminho é impossível não topar com cartões-postais – que ficam ainda mais inesquecíveis quando aparecem assim, do nada, sem avisar. Mas veja bem: Paris não está apenas nas visões grandiosas. Está nos mercadinhos, nos cafés fuleiros, e sobretudo na incrível noção de elegância que todos parecem compartilhar.

E quanto à famosa rispidez dos parisienses – responda “Bonjour, Madame” ou “Bonjour, Monsieur” a cada bom-dia que receber nas lojas e restaurantes, e você vai ver como a sua percepção vai mudar.

Quando ir

Não existe época imprópria para visitar Paris. Mas tampouco — pelo menos do ponto de vista meteorológico — existe uma época perfeita.

Os céus de Paris costumam estar mais cinzentos do que ensolarados, e é difícil escapar de alguma chuva, não importa quando você vá. Nevar é raro (quando acontece, é mais para o finzinho de janeiro ou em fevereiro).

Agosto é o mês em que parece haver mais turistas — mas é porque muitos parisienses tiram férias e saem da cidade. Alguns restaurantes e lojas voltados para os moradores podem dar férias coletivas, mas a Paris dos turistas continua funcionando.

Como chegar

A Air France e a TAM voam direto de São Paulo e do Rio.

A TAP liga São Paulo, Rio, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Porto Alegre e Campinas a Paris com uma conexão em Lisboa. Todas as outras cias. aéreas que levam para a Europa também chegam a Paris, saindo de São Paulo e/ou do Rio, com uma conexão.

Se você já estiver na Europa, venha de trem de Londres (2h20), Amsterdã (3h20), Colônia (3h15) ou da Suíça (3h30 de Genebra, 4h30 de Zurique).

Vindo de Portugal, da Espanha, da Itália ou de qualquer outro país, prefira o avião.

Onde ficar

Paris é dividida em 20 bairros numerados, ou arrondissements (diga: arrondiss’mã) organizados em espiral a partir do coração da cidade, onde estão a estação Châtelet (a mais movimentada) e o Louvre.

Quanto mais baixo o número do arrondissement, mais central é a sua localização (e mais fácil fica para você se locomover). Tente ficar entre os arrondissements 1 e 6 (Châtelet/Louvre, Bourse, Marais, île St.-Louis, Quartier Latin, Sorbonne, St.-Germain), e você chegará mais rápido a qualquer canto da cidade.

Evite barbadas em fim de linha de metrô; a dica é não se hospedar perto das “Portes”, que são os limites de Paris.

Daqui pra onde

Se for a sua primeira vez em Paris, não fique menos do que cinco dias inteiros. Menos que isso, só vai dar para ver a Paris que você já ‘conhecia’ antes de sair de casa.

Para quem fica mais tempo, dá para escolher um bate-volta de trem — como a Reims (45 min.), Chantilly (1h), Chartres (1h), Troyes (1h30), Nancy (1h30) ou Strasbourg (2h30). Bruxelas (1h25) e/ou Bruges (2h30), também podem ser encaixadas como pit stops no caminho a Amsterdã.

Se for para o Vale do Loire (2h de carro), fique ao menos duas noites. O Mont St.-Michel (3h30 entre trem e ônibus) também fica bem melhor com pernoite.

Paris no Viaje na Viagem

253 comentários

Maria Lúcia Gomes

Olá, eu e meu marido estamos indo passar 9 dias em Paris em outubro. Preciso de ajuda para montar um roteiro. Gostaríamos também de conhecer Londres e outros lugares próximos, neste curto espaço de tempo.

Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Lúcia! Veja sugestões de roteiros para 9 dias na Europa, chegando por Paris: http://www.viajenaviagem.com/2012/03/roteiro-9-dias-europa

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Bóia, tudo certo?
Você sabe como funciona o esquema do Paris Museum Pass se eu quiser visitar a exposição temporária de um museu? O Pompidou, por exemplo, está com uma exposição do Jeff Koons que eu não quero perder. O local está incluso no Museum Pass, mas eu li que só acervos permanentes são contemplados pelo passe. Eu preciso pagar um valor adicional ou, nesse caso, preciso pagar o valor inteiro à parte?

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! É simples: você passa na bilheteria e compra a entrada específica da exposição temporária, que custa 4,50 euros.

fatima martins

vou ficar 5 dias em paris e queria fazer um bate volta para Londres ou o vc aconselha fazer
obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fátima! Londres merece pelo menos 5 dias inteiros e Paris também. Um bate-volta não compensa.

Alexandre Menduni

Vamos fazer 50 anos e pretendemos passar 10 dias em Paris em outubro, gostaria de um roteiro para esse tempo de estadia, Passeios tudo que for possível. agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Não fazemos roteiros personalizados. Monte o seu usando as dicas do guia wink É só clicar nos links.

Ernesto Xavier

Bóia,
Vou à Paris em maio e ficarei hospedado próximo à Torre Eiffel. Só consegui comprar ingresso antecipado para o mesmo dia em que chegarei. Só tenho um problema: Chego às 9h40 vindo de trem de Londres e a subida será à Torre às 11h30, sendo que o check-in só poderá acontecer a partir de meio-dia no apartamento que aluguei. O que faço com a mala? Existe algum serviço em Paris onde eu possa deixá-la? Terei de subir com ela?
Poderia me ajudar? Desde já, muito obrigado! Amo o site!
Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ernesto! Vá com seu ingresso depois da hora mesmo.

Iane
IanePermalinkResponder

Vamos para Paris em maio 17/27
Queremos ir a Amsterda,Bruges e a Antuerpia, como voce acha que devemos fazer.Dia 27/05 voltaremos de Paris para Sp

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iane! Você pode fazer pit-stops: em Bruges na ida e em Antuérpia na volta (ou vice-versa).

Na nossa tabela de permanência ideal, Paris está com 5 a 7 dias, e Amsterdã, 3 a 4 dias.

Jose corona
Jose coronaPermalinkResponder

Estou indo de Londres para Bordeaux passar uma semana, retorno de Paris para o Brasil, vale a pena passar um dia em Reims na volta. é melhor alugar um carro ou ir de trem.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jose! Falamos desse bate-volta aqui - http://www.viajenaviagem.com/2007/07/bate-e-volta-de-paris-a-reims/

Mariana Monteiro

Boa Tarde, gostaria de saber se vale a pena fazer uma viagem paris e barcelona de única vez, ou seja, em relação a distância? Ou se é preferível fazer uma de cada vez?O que me indicaria, fazer os dois ou escolher um destino por vez?? Obrigada
Att, Mariana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! Se você tiver pelo menos 4 dias inteiros para Barcelona e pelo menos 4 dias inteiros para Paris, você pode juntar as duas cidades em uma só viagem.

susana
susanaPermalinkResponder

oi, Bóia!

irei à Grécia em maio e na volta ficarei em Paris. Tenho 12 noites na França, alguns dias em Paris e no meio gostaria de ir a Saint Michel, teria 7 noites para este passeio. Pensei em 1 noite em Sr. Malo e as demais estou em dúvida. Não locaremos carro, iremos de trem ou ônibus para esta região. Outra opção é fazer uma base em paris e vários bate-volta. O que tu recomenda? grata,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Susana! Os pricipais bate-voltas de Paris estão descritos no item Daqui pra onde?, nesta página.

Tati
TatiPermalinkResponder

Olá Bóia, desejo conhecer Versailles apenas os jardins, não faço questão de entrar pois não tenho paciência e farei outros passeios do tipo, a dúvida é: Passear nos jardins principais é pago? Qual bilhete eu compro? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tati! Nos dias de show musical é possível comprar ingresso apenas para os jardins:

http://en.chateauversailles.fr/prepare-my-visit-/single/tickets-and-rates/billets-et-tarifs/les-grandes-eaux-1-en

marcia angelo
marcia angeloPermalinkResponder

olá.....vamos ficar 12 dias na Europa, e a intenção é Paris, Mayen (Alemanha) e Lisboa....nos dois primeiros temos hospedagem, no ultimo não....como vc acha que podemos dividir pra melhor proveito, já que nunca fomos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Na regão de Mayen há muito o que ver nos vales do Reno e do Mosel. Uma viagem dividida entre esta região e Paris estaria redonda. Para Lisboa recomendamos investir pelo menos três dias inteiros, fora o dia da chegada (o ideal são 4 dias inteiros).

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/destino/lisboa

http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

marcia angelo
marcia angeloPermalinkResponder

Obrigada pela resposta.....vc acha que è melhor começar por onde? Estamos ate pensando em abrir mao de lisboa por causa do tempo curto....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcia! Deixe por último o lugar pelo qual você tem mais expectativa.

Marcus
MarcusPermalinkResponder

Eu, minha namorada e mais dois casais vamos fazer um mochilão pela Europa, gostaria de saber se o roteiro esta adequado para 20 dias e se o orçamento de 8.000 reais por pessoa esta bom? Sendo que esse dinheiro é para acomodações em albergues, visitas a museus, atrações turísticas, passagens entre cidades e logico refeições.

segue roteiro:

Chegada Paris 11/05 até 14/04
Londres 14/05 até 17/05
Amsterdam 17/05 até 20/05
Roma 20/05 até 24/05
Veneza 24/05 até 26/05
Barcelona 26/05 até 29/05
Retorno Paris 30/05

Mari
MariPermalinkResponder

corrido demaisss!!

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Está corrido, mas acho que quem faz mochilão já sabe disso né? Sobre o roteiro, acho que faria mais sentido chegar por Londres e sair pela Itália ou vice-versa, mas imagino que vc tenha escolhido o trecho mais barato. Se é esse o caso, não tem muito o que mexer não.

Na minha opinião, Barcelona está destoando um pouco geograficamente. Eu tiraria do roteiro e ficaria mais um tempo na Itália (provavelmente na Toscana). Mas isso é muito pessoal.

Sobre o orçamento não tenho como dizer, mas dá uma olhada nesse site aqui pra ver se ajuda:

https://quantocustaviajar.com

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Concordo 100% com o Thiago, ir a Barcelona (bela porém sobrevalorizada) vai complicar a sua logística e aumentar os custos, melhor distribuir esses dias para conhecer melhor Paris (principalmente) e Londres, onde estão faltando dias. Saltar Florença (e a Toscana em geral) também é um pecado grave, sendo que você passa por lá obrigatoriamente entre Roma e Veneza.
Para diminuir os custos, na verdade as passagens de trem e de avião internas já deveriam estar compradas. Geograficamente, o ideal no começo da viagem seria chegar a Londres (ou Amsterdam) e de lá ir de trem a Paris e a Amsterdam (ou Londres).
A época é muito boa para viajar. Abraço!

Rita
RitaPermalinkResponder

Gostaria de uma orientação, comprei hotel em Paris pelo decolar, nunca tinha comprado neste site, mas o preço tava bem melhor. Gostaria de saber se é confiável, pois fiquei insegura pq vou com crs
Obrigada
Rita

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! Normalmente dá tudo certo, mas quando dá errado, é uma empresa com histórico falho de serviço de atendimento ao cliente.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Rita, envia um e-mail para o hotel confirmando a reserva (e guarda a resposta). Sempre faço isso quando fecho hotel de forma indireta.

Rita
RitaPermalinkResponder

Olá
obrigada pelo retorno e orientações
Rita

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Bóia, vou a Paris pela Air France e de lá vou para Roma, voltando ao Brasil de Roma mesmo, pela Alitalia. Tava lendo sobre a bagagem de mão e queria saber se essas companhias são muito criteriosas com tamanho e peso. As malas tamanho M excedem em 5 ou 6 cm o tamanho máximo permitido. Será que eles me fariam despachar? Queria comprar a M ao invés da P de bordo... Despachar só causa dor de cabeça e demora. sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Você não conseguirá embarcar com uma mala média. Malas de mão são pequenas e seu tamanho é para que elas caibam no compartimento acima das poltronas. wink

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Triste. Na minha última viagem a mala extraviou na volta, fiquei traumatizado. Vou ver se consigo levar uma P só com o que for essencial e compacto. Embora ainda vá estar no final do inverno. sad

vera
veraPermalinkResponder

Bom dia.comprei o ingresso no site da torre e tinha so pra 17 horas. Vi num comentário aqui que se eu perdeu o horario Posso subir depois. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vera! Acreditamos que sim. O máximo que pode acontecer é mandarem você para a fila.

Ju
JuPermalinkResponder

Ola. Obrigada pelo Blog. Estava com dificuldade em achar dicas como as que enco trei aqui. Eu estou indo com um cadeirante a Paris em maio. Ainda n escolhi hotel. Gostaria de um central mas com elevador para pelo menos 2 pessoas. Vc conhece? Sabe aonde encontro a loja ou aonde venda loreal em paris( shampoo/creme) obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ju! Este site pesquisou o assunto:

http://www.sagetraveling.com/accessible-paris-hotels

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar