Noronha: bugue ou táxi?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Bugues no Sueste

Da primeira vez que foi a Fernando de Noronha, há alguns anos, um amigo americano voltou chocado: que espécie de santuário ecológico é esse em que todo mundo se locomove pra cima e pra baixo em veículos de passeio barulhentos movidos a gasolina?

O fato é que ninguém acha estranho -- vemos o bugue como uma espécie nativa de Noronha. Tirem os bugues da ilha, e a economia pára shock

Antes de mais nada, é bom saber: o que dá pra fazer a pé?

Quem se hospeda na Vila dos Remédios (o centrinho da ilha) pode ir a pé às praias do Cachorro (superperto) e Conceição (15 minutos).

Quem está na Floresta Nova, que fica à altura da Vila dos Remédios, só que na outra margem da estrada, pode ir a pé à noite da Vila, às praias do Cachorro e da Conceição

Dá pra caminhar da Floresta Velha ou da Vila do Trinta à Vila dos Remédios, mas é preciso encarar uma subida na volta.

Quem se hospeda no Sueste só vai a pé pras praias do Sueste e (uma pernadinha vinte minutos) ao Leão.

A palestra do Tamar é meio fora de mão para todas as vilas. Da Floresta Velha, da Vila dos Remédios e da Floresta Nova dá pra ir a pé, mas pouca gente faz. Leva pelo menos meia hora à beira da estrada, é chato.

Ou seja: para ir à palestra do Tamar e às praias você vai precisar de transporte sobre rodas.

Alugar um bugue é a opção mais cômoda. Por R$ 120 ou R$ 150 por dia (o preço normalmente varia conforme o estado do bugue) você fica com total autonomia para ir às praias que quiser, quando bem entender.

Caso você seja organizado e esteja bem-localizado (Vila dos Remédios ou Floresta Nova) dá pra se virar bem de táxi. As corridas saem entre R$ 12 e R$ 25.

tabela1tabela2tabela3

Você chama por celular (81/3619-1314) e o taxista te apanha na pousada ou na praia. (No centrinho tem um ponto.)

tabela4tabela5

E se você quiser ser eco-consciente (e eco-nômico)?

Existe um microônibus que cruza a ilha (vazio, coitado! ninguém pega!), do Sueste ao porto, passando pelo aeroporto, pela entrada do Forte do Boldró, pelas vilas do Boldró (Tamar), Floresta Velha, Floresta Nova, dos Remédios e do Trinta.

Custa R$ 3,10.

Só tem dois defeitos: só roda de hora em hora; e não vai até as praias do parque (você tem que caminhar um bocado do asfalto até o Sancho, a Cacimba ou a Conceição).

Trans-Noronha

47 comentários

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Acho que a opção do microônibus é excelente. Vou anotar.

Eu gosto do caminhar. Penso que caminhar é uma boa maneira de "autotransportarse" (pelo menos se você está de férias e não tem pressa)

Paulete
PauletePermalinkResponder

Também não entendo essa do buggy, eu pessoalmente prefiro alugar um carro e "ficar mais independente", mas acho um absurdo os preços das diária dos buggys além de serem totalmente desconfortáveis - você come poeira o tempo todo, fica imundo e "frita" no sol...Podiam colocar uns carros melhores para locação lá, e podiam ser mesmo mais silenciosos e ecológicamente corretos!

Andreia
AndreiaPermalinkResponder

E ainda tem um problema: se voce gosta fazer snorkel e tem a sua propria mascara, nadadeira e afins eh um bocado ruim caminhar com aquela tralha toda.

Tomas
TomasPermalinkResponder

Riq, acrescente aí o meio mais divertido e barato: Carona!
Quando estive lá, tinham muitos casais mais velhos que alugam bugue e gostam de companhia de gente mais jovem. Nem que seja numa carona rápida mas muito povidencial tipo Sueste até o Sancho. Eles adoram trocar impressões e pegar "dicas descoladas" da ilha. O negócio é segurar firme que vc vai sentado atrás segurando o Sto Antônio e rezando pra Jisuis-Maria-José.

Sugestão: pegue um táxi bem cedo e vá até o Sancho.
Volte andando pelas praias até o Boldró.
À tarde, vá para sa Vila e pegue as praias do Cachorro e termine com pôr-do-sol na Conceição.
No dia seguinte, pegue um táxi até o Atalaia e faça a pé até Sueste e Leão.
Aí você vai ter uma boa sensação do que quer repetir sem pressa.
Eu voltei mais pro Sancho e para o pôr-do-sol na Conceição.
(Fui em junho com mar de dentro piscina)
Que saudades!

Ricardo Freire

Ótimo esquema! Vou salvar o link do comentário e direcionar pra todo mundo que mencionar o famigerado ilha tour smile

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

É verdade! Eu aluguei bugue e dei carona algumas vezes, principalmente nos finais de tarde, quando tinha gente caminhando nas estradinhas já casada do sol na moleira. Dava pena, aí eu oferecia...mas tinha os que pediam (e ganhavam também...)

Ladybug
LadybugPermalinkResponder

Ótima dica. vlw!

André
AndréPermalinkResponder

Não existe a opção de aluguel de bicicleta? Com uma rodovia que tem 7 km de extensão de uma ponta a outra, bicicletas seriam uma ótima opção. Ia ser legal ver todo mundo passeando de bicicleta smile

Ricardo Freire

Tem uma ciclovia, mas não percebi comércio de aluguel de bicicletas, não. Se houver, é discreto.

Ernesto, o pato

E infelizmente cobram o preco da passagem, ou ate mais do que isto para levar a sua bike, mesmo que seja dobravel....

Riq : voce nao quer fazer uma campanha: Pelo bem da ecologia, levem nossas bikes de graca, como a da Lady Rasta do wi fi gratis.

Quando usei a bike, so de carro, ou de onibus, onde ela vai sem frescura, como nao da para ir de onibus ate Noronha....

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Ernesto, a cobrança é justa, ao meu ver. Como os vôos partem cada vez mais cheios, espaço no compartimento de cargas é coisa escassa. Uma bicicleta ocupa fácil o espaço de uma encomenda expressa, nada mais justo do que cobrar preços de acordo. Tudo o que é de graça, no fundo, é pago por todos os demais passageiros. Eu nào me importo em saber que estou "subsidiando" cadeiras de rodas ou carrinhos de bebê, mas me incomodaria muito saber que estou subsidiando bicicletas, assim como me incomoda o livre transporte de skis e prancha de surfe (felizmente o de instrumentos musicais praticamente deixou de existir).

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Eu e a Mel estivemos lá em 2005 e usamos bastante os ônibus -- encarar os (longos) trechos a pé fazia parte do nosso programa.

Mas não dá pra dizer que é uma boa opção. Além do que já foi destacado (poucos horários, etc.), outro problema é que, curiosamente, NUNCA têm troco. Os habitantes usavam uns tickets que dispensavam dinheiro. Pros turistas, ou você carrega suas moedinhas ou a passagem vai simplesmente ser arredondada pra cima, como se fosse a coisa mais natural do mundo. (Tarifa a R$ 3,10 -- you do the math...)

(Ah, e não adianta "lembrar" o motorista do seu "crédito" na próxima viagem: tudo o que você vai conseguir é cara feia e resmungos permanentes.)

Infelizmente, o improvisado "sistema" de transporte de Noronha (veículos obsoletos + ônibus escassos + rodovia equivocada + espaço restrito a pedestres/ciclistas) destoa completamente da tão declarada "vocação ecológica" do lugar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Considerando o preço da passagem e da hospedagem em Noronha, acho que vale a pena investir no aluguel de um buggy.

Provavelmente o custo de ficar parado esperando o ônibus/táxi é maior do que o aluguel.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Estive em Noronha finalzinho de setembro, início de outubro de 2009 e tive uma impressão completamente diferente do transporte de Noronha. Utilizei muito o microônibus e não sei se por causa da época, mas ele passava com frequência boa, não era de hora em hora, e sempre tinha troco. E a noite, p ir a palestra no Tamar, sempre tinha umas vans que passavam na vila dos remédios, floresta e vola do trinta e levavam o pessoal, no mesmo preço do ônibus, e passavam toda hora. Com relação ao aluguel do buggy, deve-se considerar tb o preço da gasolina, q é alto em Noronha (apesar de não se gastar muito). Carona tb é uma ótima opção, peguei várias caronas e até fiz amizade com moradores assim.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Quando estive lá, em 2005, experimentei todos os tipos de transporte possíveis: aluguei bugue, usei muito o ônibus - especialmente para ir ao Tamar (eu estava no Sueste, ponto final dele, e era só estar no ponto a cada meia hora cheia para pegá-lo), táxis (todos os dias à noite, para voltar dos restaurantes), carona, jipes-lotação (que ficam esperando o pessoal sair da palestra do Tamar para ir à Vila)...e pernas, claro! O roteiro do Boldró até a Baía dos Porcos é uma delícia só, a trilha de Caieiras à Atalaia é muito bonita também (e tem várias piscinhas naturais). A ida do Sueste até Leão é chatinha (nada de árvores e tem um poeirão...), mas curta.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Emilia,
ganhei de vc. Peguei carona tb ;-P Peguei o microonibus ate a entrada da baia dos golfinhos - depois pedi carona na cara de pau... Mas no dia do Sueste e Leão, aluguei bugre e ainda conheci Atalaia, indo a palestra do Tamar e ao forro para aproveitar a diária he he

Lena
LenaPermalinkResponder

Também usava direto as vans para ir ao tamar e estavam sempre cheias. A pousada era na Vila dos Trinta, acho. (nunca consegui entender direito os bairros ao redor da Vila). Cinco minutos andando até o Cachorro. Ou seja, à noite não pegávamos carro nunca e para as praias íamos de bugue.

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

A melhor opção é verificar se você realmente precisará do bugue todos os dias. O custo do aluguel + gasolina (R$ 3,78 nov/09) não compensa se o "bichinho" ficar parado quase o dia todo. Nos dias de mergulho, trilha, plana sub,... ...tem saída e retorno da sua Pousada com o veículo da operadora que você escolheu.
Da última vez que estive na ilha (09 noites), aluguei o bugue por apenas 04 dias.
Vantagens do aluguel: Ir a sua praia preferida nos melhores horários, aproveitando para almoçar em algum local interessante.
Ver o por do sol no Air France.
Chegar um pouco mais cedo nas Palestras do Tamar e "reservar" um bom local.
Ir até o Sueste em noites de lua cheia ou nova.
Na minha opinião, o melhor local para ficar sem bugue é a Vila dos Remédios. Dá p/ ir até as praias próximas (Cachorro, Meio e Conceição) andando, no forró e na pizzaria (Feitiço) também.
Para as Palestras no Tamar, espere o jipe-lotação em frente a loja da mãezinha (R$ 4,00, se não estiver enganado.
Nos dias em que estiver com o bugue, sempre que possível, ofereça uma carona a quem necessitar.
Riq, aproveitando a oportunidade, você passou pelo Tricolor nessa última vez ?

Miguel /ADM VIAGENS

Bom este tema,

Eu tenho um colega que fez um mochilão pela Europa e acabou trabalhando numa daquelas locadoras de lambretas e bikes na Grecia, o cara é um maluco-beleza muito ajuizado, ele me deu concelhos para fazer um passeio de bike em Noronha.

Quando estive por lá da ultima vez eu procurei uma bicicleta pra fazer alguns passeios mais longos que a pé não rolava, mas não encontrei.

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

Na Solymar (Vila dos Remédios) tem bike para alugar.

Erika
ErikaPermalinkResponder

Olá,
Fui para lá no fim de setembro, começo de outubro, acabei nem pegando o ônibus pois realmente demorava muito...Tudo o que fazíamos era a pé mesmo ou de bugue. Fiquei exatamente ao lado do Tamar, e por incrível que pareça não assisti à nenhuma palestra, porque sempre que decidíamos assistir, acabávamos voltando muito tarde do jantar (depois de encarar a "subidona" da volta). E aí a palestra já tinha acabado.

Mauricio Oliveira

Oi Riq,
Qdo tive lá so aluguei bugue por 2 dias.
Fiquei na Vila dos Remedios mesmo, q é um local otimo.
Deixo tres dicas pro pesoal:
1 - A carona funciona de verdade!
2 - Programe o seu dia com os horarios dos onibus. Mesmo passando de hora em hora, da super certo pra conhecer alguns lugares.
3 - Se alugar o bugue, lembre-se q ele vem qse sempre na reserva. E o litro de gasolina por la é beeeemmmmm caro. rsrs
É isso... se quiser indicar pro pessoal, fiz o relato completo da minha viagem pra la, com mtas fotos e vídeos do paraiso.
O link é: http://fernandodenoronha.trilhaseaventuras.com.br/

Thiago Augusto

Acho o bugy lá fundamental ... paguei R$ 90,00 na diária agora em junho ... Só tive um stress (que pelo que me disseram não foi só comigo): logo após abastecer o carro, ele ficou alguns minutos sem funcionar, só dava partida com empurrão ....

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

Diária do bugue para o Reveillon: R$ 350,00. Em todas as locadoras e também nos particulares.

Ricardo Freire

É a loucura do Réveillon... e acaba saindo mais caro pelo fato de que, se você não surfa, dezembro-janeiro-fevereiro-março não é uma época em que Noronha tem o mar perfeito de Noronha.

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

Riq, se precisar de alguma informação ou verificação sobre o Reveillon, é só falar !!!

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

Riq, R$ 350,00 p/ reservar em outubro, na semana do Reveillon estava R$ 500,00 e nem tinha mais. Tinha gente pagando R$ 3.500,00 p/ficar com os bugues dos taxistas. A boa notícia é que a tabela do táxi permanece a mesma, só aumentou um pouquinho nos dias 31 e 01, mas já voltaram ao normal. O pior foi quem alugou o bugue e ficou sem gasolina nos dias 26 e 27 de dezembro (devido a entrada de um swell, o navio não conseguia descarregar o combustível). De resto, mesmo com a água não tão bonita quanto em set/out, a ilha estava uma delícia, com deliciosos finas de tarde na Conceição (Duda Rei e lounge do Zé Maria).

Jefferson Camargo

Como assim, 'ninguém pega' o ônibus? E desde quando é longe caminhar da BR até o Sancho? Eu só usei ônibus em Noronha e achei que chegar ao Sancho seria muito mais difícil. Se bem que, minha 'vibe' é mais mochileira. Pra quem vai de CVC e Crocs, realmente quinze minutos na estrada de chão é uma eternidade...

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

kkkkkk. Boa. Gostei do CVC E Crocs.

Marcelle
MarcellePermalinkResponder

Eu e minha mãe até pensamos em alugar um buggy, mas o carro é duro de dirigir! Decidimos ficar andando de táxi e de van. Eu estava com o joelho machucado, então andar demais não era opção. Ah, vale lembrar que Noronha é cheia de ladeiras, subidas e descidas, então qualquer caminhadinha curta cansa mais...

alex serpa
alex serpaPermalinkResponder

Quando fui à Noronha aluguei um bugue e foi o diferencial da viagem. Considero indispensável para pessoas que gostam de comodismo como eu! Reservei direto com a pousada (domiciliar - Floresta nova) e acho que foi um pouquinho mais barato do que nas agências (em 2009 paguei uns 100 reais). Agora, cuidado que tomei um "golpe". A moça que me alugou me disse para encher o tanque, pois o bugue consumia muito. A gasolina custa uns 5 reais o litro por lá, é muito cara. Conclusão, não gastei nem metade do tanque em uma semana...E a moça levou a outra metade de lambuja! Então, para quem for alugar, coloque pouca gasolina e vá abastecendo conforme a necessidade!

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Passamos uma semana em Noronha em setembro e não alugamos bugue. Usamos muuuito o ônibus, sem problemas. Carona nos ofereceram duas vezes, uma oportunamente no caminho para a praia do Leão, que é uma boa pernada da BR. Mas nós gostamos de caminhar, então não achamos ruim so usar ônibus. Um dia voltamos do Tamar de carona e em outra noite jantamos ali no Tartaruga que te dá o táxi para a pousada. ÓÓÓtimo esquema!! E gente, não percam a palestra sobre Tubarões. No dia do passeio de barco nos atiramos na praia do Sancho na volta, economizando um bom esforço para ir novamente até a praia que mais amamos. Também usamos táxi para ir e vir do aeroporto. E como nos hospedamos em Floresta Nova para jantar era tudo pertinho! Ah, este lugar é um sonho. À pé, de bugue, de ônibus, mas principalmente dentro d´àgua!

Fernando de Noronha… (updated) « tem a ver comigo

[...] os dias. Alugamos só naqueles que tínhamos tempo livre e foi bacana. O Ricardo Freire fez um post chamado bugue ou táxi pra quem tiver vontade de [...]

Enderson Costa

Ricardo, (acho que todo mundo fala isso, mas sou fã do seu blog, indico pra todo mundo que está planejando férias)

Vou com a família para Noronha no começo de outubro, no meu grupo pode ocorrer duas situações e como sou eu que sempre faz a pesquisa e a programação do grupo. lá vai:
- Meu filho tem apenas 1 ano, o que é mais indicado para fazer e que não é? (não sou daqueles pais super protetores, mas tenho os meus cuidados)
- Minha mãe tem um problema na perna e se locomove com ajuda de 1 (uma) muleta, o que é mais indicado para fazer e que não é? smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Enderson! Aqui quem responde é A Bóia.

Chegar à maioria das praias de Noronha requer alguma caminhada. É um destino de ecoturismo!

Luiz Paulo Fernandes Motta

E ai anderson,

Me conta como foi sua viagem com filho de 01 ano?
Vou para para F Noronha com minha familia em setembro/2012 e tenho que levar meu filho, na ocasião vai estar com 01 ano e 08 meses.
Quais foram suas dificuldades, por ser um lugar bem isolado, a gente fica meio receioso.
Se puder me relatar, agradeço,
Att

Luiz Paulo

Rafaela
RafaelaPermalinkResponder

Fomos pra Noronha em março 2009 e outubro de 2010. Nas duas vezes alugamos moto. Lendo os comentários achei estranho ninguém comentar sobre este meio de locomoção por lá. Uma opção a mais. Não tenho do que reclamar, pelo contrário.Gasta menos gasolina que o buggy, é mais barato o aluguel, para quem gosta de aventura, só tem a acrescentar.Recomendo!!!

Rê
PermalinkResponder

Rafaela, voltei agora de Noronha, vi motos para alugar, mas nao encaramos, pois tinha lama pra todo lado (mta chuva a noite) e ficamos com medo de possíveis tombos.

Por outro lado, nos viramos mto bem a pé, de carona e de ônibus definitivamente, ele NÃO é de hora em hora, e tem troco sim). Para quem tem tempo (ficamos uma semana) não precisa desesperar atras de bugue e ilhatur, é só ter um pouco de paciencia e planejar bem os roteiros e seus dias serão mto bem aproveitados - a dica aí em cima do roteiro Boldró - Baia dos Porcos ou Praia do Cachorro - Conceição são otimas pedidas.O lance é esquecer o relogio e curtir as caminhadas, as paisagens são lindas. Essa afobação de achar tudo longe e demorado parece mais um sintoma de que nao se desligou de sua rotina corrida. O ritmo na ilha é outro...

Cabe ressaltar que vi varios bugues em PESSIMO estado de conservação sendo oferecidos para aluguel. Acho isso um desrespeito com o turista que já paga os olhos da cara por qq coisa na ilha. Se pagamos caro, o serviço tem que ser a altura!

Rê
PermalinkResponder

Rafaela, voltei agora de Noronha, vi motos para alugar, mas nao encaramos, pois tinha lama pra todo lado (mta chuva a noite) e ficamos com medo de possíveis tombos.

Por outro lado, nos viramos mto bem a pé, de carona e de ônibus definitivamente, ele NÃO é de hora em hora, e tem troco sim). Para quem tem tempo (ficamos uma semana) não precisa desesperar atras de bugue e ilhatur, é só ter um pouco de paciencia e planejar bem os roteiros e seus dias serão mto bem aproveitados - a dica aí em cima do roteiro Boldró - Baia dos Porcos ou Praia do Cachorro - Conceição são otimas pedidas.O lance é esquecer o relogio e curtir as caminhadas, as paisagens são lindas. Essa afobação de achar tudo longe e demorado parece mais um sintoma de que nao se desligou de sua rotina corrida. O ritmo na ilha é outro...

Cabe ressaltar que vi varios bugues em PESSIMO estado de conservação sendo oferecidos para aluguel. Acho isso um desrespeito com o turista que já paga os olhos da cara por qq coisa na ilha. Se pagamos caro, o serviço deveria ser a altura!

Beatriz Sobreira

Quando fomos, alugamos nosso buguinho e foi muito bom! Era uma delicia andar pela ilha com vento no rosto, sem contar que o buguinho era valente e enfrentava muito bem qualquer situaçao. Saudades da ilha!

Clovis Grimaldo

Reservei um dos dias pra ficar com um Buggy à disposição. Foi uma ótima idéia! Deu pra girar a ilha toda de novo, ficando mais tempo nas melhores praias! Sem Buggy, vc perde muito tempo, e arrisco dizer que gastará mais se ficar chamando taxi!

selma
selmaPermalinkResponder

favor me recomendar um bom lugar como uma pensao pois preciso levar a familia somos em cinco,quero conhecer a ilha ,tem como alugar uma casa com mobilia por exemplo e comida boa e barata eu encontro por lar,lembro que nao tenho necessidade de luxo pois acredito que so em estar na ilha ja e um sonho,numa casa de familia nao importa.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Selma! É impossível alugar casa em Noronha. Pesquise as pousadas domiciliares:

https://www.viajenaviagem.com/2011/02/pousadas-em-fernando-de-noronha-os-relatos-dos-leitores/

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Estive em Noronha em setembro e fiquei 6 dias à pé, bem tranquilo. Pra quem quiser ler mais sobre isso, dou todos os detalhes no meu blog: http://receitasroteiroserelatos.blogspot.com.br/2014/01/relato-fernando-de-noronha-sonho-de.html

Isa
IsaPermalinkResponder

Achei que deveria dar um feedback sobre a parte da viagem que mais custou planejar: como se locomover em Noronha! Não fechei nada antes e resolvi "sentir na pele" quais seriam as melhores possibilidades.
Bem, passamos 5 dias, eu e meu esposo, numa pousada na Vila do Trinta com um ponto de ônibus a 30m dela... então, já que o destino favoreceu, usamos muito o danado!!!
O ônibus é pontualíssimo. Na verdade 2 ônibus circulam a ilha. Um deles sai do Porto, o outro sai de Sueste, ambos "nas horas cheias e nas horas meias", como diz o pessoal de lá. Ou seja, o ônibus sairá do seu ponto final às 13, 13:30, 14, 14:30... e por aí vai! Então é só vc calcular o tempo que ele vai gastar pra chegar até o seu ponto. A passagem custa RS3,00 e todos pagam, inclusive os noronhenses!
Facilmente vc chega de ônibus ao Tamar, ao Buraco da Raquel/Museu do Tubarão, ao Forte de Boldró para ver o pôr do sol, a Sueste, a trilha da Atalaia (agendar o mergulho no ICMBio), ao Aeroporto... Para chegar ao Sancho, ao Leão e a praia do Bode/Cacimba do Padre, praia do Boldró de ônibus, vc anda cerca de 1km (15 a 20 min de caminhada) para chegar a praia... Neste caso, se estiver cansado, pegue um táxi! Mas, a caminhada é tranquila e faz bem a saúde! grin

Curtimos muito nossa viagem sem alugar bugue, sem pagar R$4,30 pelo litro da gasolina e sem perder tempo!! Aliás, perda de tempo em Noronha não existe! Basta vc chegar em um local que logo os bate papos se iniciam... e essa tb é uma parte muito gostosa da viagem e que pra nós reflete um tempo bem gasto! grin

Um detalhe: um bom tênis ajuda muitooo!
Outra opção é o aluguel de motos... custa cerca de R$80,00 a diária.
Também há o aluguel de bikes, mas não sei dizer o preço.

Espero ter contribuído! grin

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Passei 6 dias em setembro do ano passado, sem bugue e sem taxi. Usamos taxi duas vezes: do aeroporto pra pousada (porque nem nos informamos que tinha transfer, mas tinha!) e um dia para a praia do Sancho, já que após 45 minutos de espera no ponto de ônibus, nem sinal dele! Mas foi bem tranquilo. Pegamos carona algumas vezes e deu tudo certo. Quem quiser mais detalhes da minha viagem, tem aqui: http://receitasroteiroserelatos.blogspot.com.br/2014/01/relato-fernando-de-noronha-sonho-de.html

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Em fevereiro de 2016 paguei R$30,00 de táxi para o percurso Aeroporto - Floresta Nova.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar