Punta Cana | Duelo de resorts: Barceló x Majestic (por Greicy)

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Barceló Bávaro Beach versus Majestic Elegance

| Barceló Bávaro Beach | Majestic Elegance |

A Greicy já viajou para Punta Cana por duas vezes, e ambas foram estadias bem longas. Na primeira vez, ela se hospedou no Majestic Elegance (que resenhou aqui). Na segunda, ficou no Barceló Bávaro Beach, a porção só para adultos do complexo Barceló e anexo ao Barceló Bávaro Palace Deluxe.

Com as duas experiências na bagagem, a Greicy traçou um detalhado comparativo entre os dois resorts. O Barceló, campeão absoluto de satisfação entre os leitores do VnV, não atendeu tanto às suas expectativas. Veja por que:

Muitas vezes é nos detalhes que decidimos entre um hotel e outro e, se tem uma coisa que adoro na vida, é ter padrão de comparação. Se eu tivesse lido um texto como o meu antes, dificilmente teria optado por ficar no Barceló, seja Beach ou Palace. No balanço final, tirando a ocean front view deslumbrante do meu quarto e a praia de Bávaro, eu fico com o Majestic Elegance em todos os outros quesitos.

Para começar, escolhi o Barceló em função de tantos elogios no VnV e porque eu queria muito voltar àquela vida boa em Punta Cana. Daí que, entrando no site do resort, descobri que eles ofereciam preços bem interessantes de agosto até final de outubro (inclusive fazem uma Single Week em outubro, com uma programação especial de jogos, jantares, festas e passeios apenas para solteiros que se hospedem no Barceló Bávaro Beach, ou “BBB”).

Barceló Bávaro Beach

[Barceló Bávaro Beach]

Ciente de que se tratava de época de chuvas e furacões, resolvi arriscar e, durante minha permanência de 10 dias (de 22 de setembro a 2 de outubro), só choveu em uma madrugada. Nos dias em que o céu amanheceu nublado, até as 11 da manhã já estava azulzinho e com sol forte. Contudo, uma amiga que foi embora dois dias depois de mim pegou um temporal no aeroporto, no fim da tarde, e todos os vôos atrasaram. Os moradores locais mesmos me disseram que fazia anos que o último furacão tinha passado por lá.

Antes de fazer a reserva no site do Barceló, cadastrei-me e recebi um código por email que me dava mais 5% off. No total, foram quase 50% off sobre o preço normal da diária! E, a partir de 5 noites, o hotel dava o trânsfer gratuito de/para o aeroporto de PUJ (mas só pra quem reservasse pelo site). Not bad!

--> Quarto

Varanda no Barceló Bávaro Beach

Apartamentos no Barceló Bávaro BeachBarceló Bávaro Beach

[Vista para o mar e apartamentos | Barceló Bávaro Beach]

Escolhi um quarto ocean front view com direito ao Club Premium. Era realmente bem de frente pro mar, vista incrível! Já o ocean view era mesmo esguelha, como disse o Riq num post. Só que há uns ocean front view que são mais afastados (fiquei no melhor bloco, entre os dois restaurantes-buffet). Nesses casos, entre a varanda do quarto e a praia há um extenso jardim com muitas palmeiras bloqueando a vista.

Quarto no Barceló Bávaro BeachQuarto no Barceló Bávaro Beach

[Quarto | Barceló Bávaro Beach]

A decoração é bem mais modesta do que o quarto em que fiquei no Majestic Elegance (ou "ME"), porém a roupa de cama é ótima, lençóis de 1000 fios!

Apartamentos no Majestic Elegance

Quarto do Majestic EleganceQuarto do Majestic Elegance

[Prédio e quarto | Majestic Elegance]

O banheiro em si foi uma decepção, pois o chuveiro com banheira (velha, parecendo meio suja até) ficava no mesmo cômodo pequeno que o vaso sanitário. Complicado, imaginei, para um casal em lua-de-mel tomar banho junto. mrgreen Ponto pro Majestic Elegance e seu box espaçoso com duchas laterais na parede. Aliás, no chuveiro do BBB há dispensers com gel de banho, shampoo e condicionador. Mas achei fracos, nem faziam espuma!

A caminho do Barceló Bávaro Palace Deluxe ("BBPD"), pela praia, vi muitos apartamentos deste complexo de frente pro mar e com uma pequena jacuzzi na varanda. Pareceram legais, só que não havia muita privacidade para usá-la. Ponto para a jacuzzi dentro do quarto do Majestic Elegance.

--> Upgrade

Clientes Club Premium fazem check-in/check-out no mesmo lugar onde é o lounge com três computadores para acesso gratuito à internet, salinha com jornais do dia (americanos, inglês e até russo!), pequeno buffet com mesas e cadeiras e um banheiro bem cuidado e pouco frequentado (porque o lounge fica perto da recepção e afastado da piscina, dos restaurantes-buffet e da praia). Além disso, como há sempre hóspedes chegando e saindo, as duas ou três moças da recepção às vezes ficam ocupadas e é preciso esperar para ser atendido. Ponto para o Majestic Elegance, onde o check-in é feito numa sala à parte e exclusiva do Elegance Club, perto da recepção do resort, e um dos lounges VIP (há 2 para a ala A e mais 2 para a B) fica na saída pra piscina privativa e pra praia.

Elegance Club

[Lounge VIP Elegance Club | Majestic Elegance]

Achei isso mais conveniente, inclusive por haver uma geladeira com água e refris bem gelados para os hóspedes pegarem e levarem consigo, além de comidinhas mais variadas e interessantes (que podem ser levadas pra piscina/praia em pratos descartáveis) do que no BBB, onde não é permitido entrar só em traje de banho nem levar comida para fora do lounge. Fora que no ME o lounge é mais tranquilo, maior, com mais sofás e os funcionários ficam mais disponíveis. Embora o banheiro dos clientes VIPs do ME seja mais movimentado, afinal é ao lado da piscina e a poucos metros da praia. Em comparação, o banheiro geral do BBB (atrás do bar da piscina), pra quem está na piscina/praia, fica em estado lamentável a certa altura do dia.

Piscina VIP do Majestic Elegance

[Piscina VIP Elegance Club | Majestic Elegance]

Aliás, sobre o pacote VIP, achei que valeu muito a pena pagar por ele no ME, principalmente porque dá acesso a piscinas privativas e "adults only", com várias camas balinesas, em ambas as alas do Elegance Club. Já no BBB eu achei que não valeu a pena. Para ter wi-fi no quarto (eu precisava para trabalhar), um hóspede comum pode pagar à parte US$ 45 (acho) por 5 dias e o sinal é tão bom, que pega até na praia! Falando com amigos pelo Skype, fui com meu tablet até o mar (piscina mesmo, de tão calmo e raso por metros) para eles verem ao vivo na cam aquele paraíso. Contudo, houve duas ocasiões em que o wifi ficou fora do ar por algumas horas.

Detalhe: uma amiga de Toronto foi me encontrar lá uns dias depois que cheguei e reservou um quarto igual ao meu (depois de ver minha vista), sem o Club Premium. Pagou bem menos que eu comprando um pacote já com o vôo incluído! Pedi no lounge e, ao chegar, ela conseguiu o quarto mais próximo ao meu disponível (o terceiro ao lado), o que facilitou nossa vida. Por não ser VIP, ela teria de pagar US$ 15 para fazer reserva para jantar no restaurante francês do BBPD (La Comédie), mas uma vez lá dentro, a comida entraria no sistema all inclusive. Aliás, nos restaurantes é preciso pagar à parte por uma taça ou uma garrafa de vinho (à sua escolha), que será debitada na conta do seu quarto (idem para o ME).

Sendo VIP, o hóspede recebe, já no check-in, um livreto com cupons de desconto para diversos serviços no resort, no valor total de até US$ 3000. Pegadinha! Na verdade não é desconto, é apenas um jeito de fazer você gastar mais. Por exemplo, há três cupons de US$ 10 pra usar em manicure, que custa bem mais que isso, mas não é possível usar todos os cupons na mesma vez. E todos os serviços disponíveis nesse livreto são bem salgados, como uns US$ 100 por uma massagem básica. Em suma, não usei nenhum cupom!

Ser VIP também dá acesso diário ao circuito de hidroterapia do spa, que é bonito e caprichado, mas nada demais. Consiste em várias duchas de água gelada, fria e quente (você entra em qual quiser), dois ou três tipos de sauna (na boa, sauna claustrofóbica naquele calorão úmido de Punta Cana?), um tanque pequeno com água bem quente (quase pelando), em frente a outro com água bem gelada (a ideia é o choque térmico mesmo) e, por fim, uma piscina ao ar livre com duchas e espreguiçadeiras, como as demais do resort. A diferença é que, por ser privativa ao spa, fica bem mais vazia (também é bem menor) e tem uma borda infinita, de onde se pode ver os demais hóspedes na piscina infantil e adulta do BBPD logo em frente. Enfim, nada demais.

Outro "privilégio" Club Premium é o acesso gratuito ilimitado ao Pirate's Island, que fica mais afastado. Ele consiste numa piscina com espreguiçadeiras em volta, duchas e um navio pirata, de onde saem três tobogãs: um micro (reto), um mini (com uma volta) e um pequeno (com duas voltas). Tem também uma praiazinha (inha mesmo) de concreto com ondas artificiais. Até criança enjoa rápido de lá.

No Majestic Elegance eu tinha um mordomo pra fazer minhas reservas nos restaurantes para o jantar (tinham de ser feitas no mesmo dia). Já no BBB não havia essa... mordomia. E como os restaurantes do BBPD já eram disputados pelos hóspedes de lá, deixar para fazer a reserva no dia era se arriscar a jantar antes das 19h ou depois das 21h30. A dica é fazer todas as reservas logo no check-in.

Preciso dizer que o serviço nos restaurantes a la carte, nas primeiras noites, era bem lento. Uma hora para chegar à sobremesa! Daí houve um coquetel dos gerentes para os clientes VIPs e conheci um homem que mudou minha vida lá: o gerente geral. Ele logo providenciou uma reserva para mim e minha amiga (que chegaria em dois dias) no melhor restaurante francês (o La Comédie, do BBPD), dizendo que, como ele era meu amigo, ela também seria e não precisaria pagar à parte (ela não seria VIP). Saí do coquetel pra ir jantar e o gerente do lugar já estava me esperando com um serviço eficiente, cordial e caprichado. Dali em diante, bastava eu mencionar que era amiga do gerente geral e o nome dele abria portas e sorrisos. Mas eu só usava esse expediente quando estava com amigos e demoravam demais pra anotar os pedidos ou trazer as bebidas (quase sempre). E olha que nem era alta temporada! Nesse aspecto, ponto para o ME, onde o serviço nos restaurantes era bem eficiente.

--> Academia

Aula de Yoga no Barceló Bávaro Beach

[Aula de yoga | Barceló Bávaro Beach]

Ao lado do spa fica a academia. Moderna, bem equipada, bom ar condicionado, com bebedor e toalhinhas disponíveis. Básica. O ME tem duas academias com instrutores, uma delas com dois andares, sendo que em cima dão aulas de yoga de manhã e pilates à tarde. Já no BBB as aulas de yoga são na praia ou perto da piscina, sem ar condicionado. E o BBB não tem academia, daí que fiquei com preguiça de ir até o BBPD de manhã cedo, pra fazer as aulas numa sala fresquinha.

--> Compras

Lojas de artesanato no Majestic Elegance

[Lojas de artesanato | Majestic Elegance]

Quanto às lojas, no BBPD há mais opções (roupas de grife e duty free como do aeroporto), embora não sejam nada demais. E as bijus são bem carinhas (as com a típica linda pedra local, Larimar, disseram que eram feitas de prata), ao contrário do ME, onde o preço das bijus é melhor e ainda há uma feirinha semanal de artesanato. Entretanto, na praia do lado esquerdo (de quem olha pro mar) do BBB, há um "shopping" local onde os moradores vendem bijus, bebidas, tabaco e artesanatos locais a preços mais acessíveis. O local é beeeem rústico (ao ar livre e pé na areia) e o pessoal é mais malandro ainda. Faça cara de quem não se interessou ou achou caro, pechinche mesmo e, de preferência, gaste seu melhor portunhol pra ser menos explorado. Como fica no fim da praia do complexo Barceló, depois do BBB, creio que os hóspedes do BBPD nem sabem que existe, pois nunca li sobre ele nos comentários do VnV.

Na verdade, nem as lojas do BBPD eu achei grande coisa, afinal tinha ficado uns dias em Miami antes de ir pra Punta Cana. Aliás, pra quem pensa em fazer esse combo PUJ-MIA, eu sugiro parar em Miami antes pras compras, pois essa maratona é meio puxada e você pode descansar bem em Punta Cana depois (a meu ver, não faz sentido ficar em Miami pela praia, se você já vai pra Punta Cana). Se fizer o contrário, vai voltar cansado pro Brasil (bom, eu não comprei eletrônicos, então não me preocupei com a bagagem no hotel). E vôos Brasil-EUA têm franquia de bagagem de duas malas de até 32 kg, mesmo estendendo o bilhete até o Caribe. No aeroporto de PUJ, na volta, o funcionário da American Airlines quis me cobrar pela segunda mala, mas falei que o bilhete era para o Brasil e eu tinha isenção, ele confirmou com um colega e me liberou (o mesmo aconteceu em MIA indo pra PUJ, pois o normal seria apenas uma mala de até 23 kg).

--> Restaurantes

Restaurante-buffet e a la carte La Brisa, no Barceló Bávaro Beach

[Restaurante buffet e a la carte La Brisa | Barceló Bávaro Beach]

No café da manhã, o buffet do BBPD tem maior variedade (porque é beeem maior e aceita crianças), mas o do BBB é ok (salmão defumado diariamente, achei chique). Entretanto, mais um ponto para o ME, cujo desjejum era incrível, com variedade maior e melhor de pães e sucos naturais. Outra coisa: os dois restaurantes-buffet do BBPD ficam grudados (um abre um pouco mais tarde que o outro, mas ambos oferecem as mesmas comidas) e são fechados com ar-condicionado (como o buffet maior do ME). Parece óbvio, só que os do BBB são assim apenas na parte do buffet em si, onde ficam as comidas; as mesas ficam em espaço aberto e todos são obrigados a comer naquele bafão quente que impera em Punta Cana, o que achei desagradável.

No almoço, a variedade do buffet do BBPD também é maior e, como no BBB, há mais opções de frutos do mar e sorvete do que no ME. Contudo, a qualquer hora do dia achei o buffet do BBPD bem mais muvucado e não só por conta da criançada, mas também porque os hóspedes do BBPD são de um nível visivelmente diferente dos do BBB. Não me acho fresca, mas tive de concordar com minha amiga, durante um jantar num restaurante do BBPD: "as pessoas têm dinheiro pra pagar um resort como esse e não têm dinheiro pra se vestirem melhor pra jantar?" Vimos coisas tão chocantes, que nem me animei a entrar na boate (ao lado do cassino), quando o pessoal começou a chegar depois das 23h30. Na frente de novo o ME, com um público mais bacana e civilizado à mesa, inclusive.

O restaurante francês do BBB eu achei fraco no quesito comida e terrível no tempo de espera por um prato (nem estava cheio). Os outros dois são ok com o buffet (um deles serve pratos quentes a la carte, mas demorou uma hora até eu conseguir chegar na sobremesa! Vai ver só tinha um cozinheiro. Mas quando se está só e sem um tablet, o tempo se arrasta). Já no BBPD, adorei o restaurante de frutos do mar (repeti na última noite até), com lagostas no buffet de salada e a la carte. Também gostei do francês (linda decoração), do de carnes, do italiano, do espanhol e do ao lado do campo de golfe. O Sports Bar tem um buffet minúsculo durante toda a tarde (não fui à noite), achei bem fraco e sugiro, para um lanche, o bom Golf Bar (pegue o trenzinho!).

Vista do Golf Bar no Barceló Bávaro Palace Deluxe

[Vista do Golf Bar | Barceló Bávaro Palace Deluxe]

Não fui ao mexicano nem ao japonês e os restaurantes-buffet são ok no jantar, mas depois de uma semana (fiquei 10 dias, né?), cansa comer neles, pois não variam muito o cardápio (no almoço e no jantar) e, nossa, como colocam pimentão (detesto) picado na comida! No buffezão do ME, todas as noites há (ou pelo menos havia) um cardápio típico de algum país. Além disso, diariamente eu encontrava brócolis no almoço, o que ajudava a manter meu intestino bem reguladinho. Enquanto que no BBB e no BBPD eu quase não via fibras à disposição no almoço. Resultado: quando ia me vestir pro jantar, estava inchada e as roupas ficavam mais justas.

No quesito gorjeta, usei o mesmo esquema que no ME (US$2/dia e simpatia com a camareira) e funcionou bem. O frigobar do BBB tinha água, Coca normal e zero (ao invés da Pepsi no ME), refris de laranja e limão, sucos de caixinha, amendoim e tortillas chips (sem chocolate). Mas a cortesia pelo Club Premium foi apenas uma garrafa de champanhe e outra de rum imperial, além de um prato com frutas que já estavam meio passadas. No ME ganhei, além do champanhe e do rum, whisky red label, vodka e licor. Importante e nunca mencionado no VnV: quem não é VIP precisa pagar pelo que pedir através do serviço de quarto! O menu já vem com os preços e esse aviso. Ponto para o ME, que não cobra por isso e, de quebra, ainda tem opções gastronômicas bem mais interessantes. Foi uma decepção descobrir que nem tudo é all inclusive no BBB... Sem mencionar que no ME existe um armário à parte com uma portinha para recolherem os restos, enquanto que no BBB fica tudo lá na mesa até a camareira aparecer.

Quanto ao item bebida, não posso opinar porque não bebo!

--> Praias

Praia | Complexo Barceló

Praia do complexo Barceló

[Praia | Complexo Barceló]

Como a área do complexo Barceló é enorme, a praia é bem comprida e não é nada difícil achar uma espreguiçadeira disponível. Mas atenção: hóspedes do BBPD não podem frequentar a praia do BBB e há placas avisando. Pode parecer vantagem ter uma praiona só pra nós, contudo não interagimos com hóspedes de outros resorts e, na hora das atividades recreacionais na praia (jogos, gincanas...), é até difícil juntar muita gente pra participar, porque o povo fica muito espalhado mesmo. Conclusão: o Barceló ganha disparado no quesito praia (extensa, cheia de coqueiros e partes com sombra, mar calmíssimo), mas o Majestic, por ter uma praia menor, tem brincadeiras mais animadas.

Praia do Majestic Elegance

Praia do complexo Majestic

[Praia | Complexo Majestic]

Além disso, no ME há uma área na areia separada para os VIPs, onde garçons ficam servindo bebidas. No BBB, eu conheci um casal de brasileiros que deu US$ 5 para uma garçonete servi-los na praia e ela simplesmente sumiu (com a grana, claro). Dica: compre na lojinha do resort uma caneca que mantém sua bebida gelada, daí é só abastecer no bar e levar pra onde quiser wink

--> Piscinas

Piscina do Majestic Elegance

[Piscina | Majestic Elegance]

Já no quesito piscina, dou preferência de novo ao ME. No fim da tarde, era possível sentir um cheiro esquisito na piscinona do BBPD. Uns brasileiros que conheci (e estavam comigo no BBB) disseram que era xixi (!!!), afinal tinha muita criança ali. Resultado: nunca tivemos coragem de entrar na piscinona do BBPD.

Piscina do Barceló Bávaro Palace Deluxe

[Piscina | Barceló Bávaro Palace Deluxe]

Piscina do Barceló Bávaro Beach

[Piscina | Barceló Bávaro Beach]

A do BBB é ok, dá conta do recado. E só de ficar dentro d'água, bebendo no copo térmico e conversando com outras pessoas, já dá pra pegar um bronzeado sem necessidade de lagartear numa espreguiçadeira sob o sol forte. Já falei das piscinas do ME no meu comentário de abril e acrescento que lá vale a pena ser VIP por conta de piscinas exclusivas, que não só têm várias camas balinesas em volta, mas também porque algumas delas (não é só uma como no BBB) oferecem bar molhado, coisa que não há no BBB. Aliás, no ME há mais bares próximos à praia para os VIPs, então nem chega a formar fila. Já no BBB e no BBPD, pulseirinha não faz diferença.

--> Entretenimento

Show no Barceló Bávaro Beach

[Show noturno | Barceló Bávaro Beach]

Como no ME, toda noite rola um show no teatro do BBB e outro no do BBPD (que é bem maior e com melhor visibilidade, porque no do BBB o palco é no nível do chão e toda hora passa alguém sem noção na frente dele, atrapalhando quem estiver filmando). E são os mesmos shows alternados, então se você perdeu um no BBB, pode assistir em outro dia no BBPD. Os artistas são esforçados e não vi diferença entre o Michael Jackson do BBB e do ME!

Fora as atividades recreativas na praia durante o dia, o cassino e o show no teatro à noite, o BBB e o BBPD não oferecem nada mais. Já o ME monta, numa praça espaçosa com bar, um palco para shows de banda ao vivo para o público assistir e dançar. Apresentações estas que são alternadas com karaokê em dias diferentes, sempre no fim de tarde e antes do jantar (em Punta Cana anoitece lá pelas 19h). Achei o ME muito mais animado em relação a essas atividades recreativas com os hóspedes, tanto à noite como durante o dia na piscina e na praia.

--> Outros serviços

Achei curioso que o Barceló não tem agentes turísticos de diversas operadoras no lobby de entrada, como no Majestic. Pois tanto no BBB como no BBPD há um escritório da Vacaciones Barceló para compra de passeios. Ou seja, não há concorrência aberta. Contudo, é possível conseguir, por sua conta e risco, um passeio por um preço menor, negociando com o pessoal do shopping ao lado do BBB (aquelas barracas toscas na praia). No BBB eu vi até um quadro com informações dos vôos confirmados chegando e saindo de PUJ, pois eles são bem organizados com os hóspedes que pegam e deixam no aeroporto. Entretanto, se o cliente não contratou o trânsfer de volta para o aeroporto antes de chegar, não pode comprar o do hotel (que ganhei, lembra?) e é obrigado a chamar um táxi para ir embora.

Para quem vai pegar o vôo bem depois do horário do check-out, há vestiários com chuveiro e depósito para malas. Só que aqui, de novo, ponto para o ME, que tem um espaço bem maior e mais elegante.

No atendimento geral, ganha de novo o ME, com funcionários mais simpáticos, sorridentes, atenciosos, prestativos e educados, desde os jardineiros até os mordomos. Não que o staff do Barceló seja ruim, mas até os garçons do ME parecem gostar de trabalhar sem parar lá.

--> Público

Em relação ao público, vi muitos russos no complexo todo. Parece que eles invadiram Punta Cana (ou pelo menos os Barcelós), pois até os cardápios têm legenda em russo! São fechados, sérios, não conversam com outros hóspedes e quando eu falava com algum em inglês, a maioria fazia cara de quem não tinha entendido nada. Muitos latinos no BBPD (eram a maioria junto com os russos). Poucos brasileiros. Novamente, achei o público do ME melhor.

--> Barceló Bávaro Palace Deluxe x Barceló Bávaro Beach x Majestic Elegance

A princípio, eu pretendia ficar 5 dias no Barceló Bávaro Palace Deluxe e mais 5 no Barceló Bávaro Beach, mas em contato com o escritório do RJ para tentar fazer uma reserva só (o desconto de 5% do email era apenas para a primeira reserva), disseram-me que, além da questão de ter de fazer dois check-ins/check-outs, os hóspedes do BBB tinham acesso às dependências do BBPD, mas o contrário não era válido. Portanto, seria mais interessante ficar os 10 dias no BBB. E foi realmente melhor, afinal, por ser adults only, tudo era mais tranqüilo e o nível dos hóspedes, sinceramente, também era bem melhor. Pra ir de um resort a outro, você nem sente a distância (5 minutos a pé) pela bela praia ou pelo caminho pavimentado ao lado. O trenzinho que passa na frente do hotel é charmoso, mas pode demorar até 20 minutos pra chegar (anda devagar também) e compensa mais pra ir além do BBPD (campo de golfe, por exemplo, onde há um simpático e bom restaurante, que serve lanches bacanas a la carte à tarde, quando os demais estão fechados entre o almoço e o jantar).

Barceló Bávaro Palace Deluxe

[Barceló Bávaro Palace Deluxe]

A propósito, dependendo da localização do quarto no BBB, fica bem mais longe pra ir a pé até o BBPD, principalmente à noite para jantar. Pode acabar dando preguiça, mesmo de dia. Vantagem do Majestic Elegance por ser menor, pois os restaurantes ficam mais perto. Inclusive no ME fica mais fácil também encontrar as pessoas com quem você conversou casualmente antes. Outro ponto negativo por ser o BBPD bem maior, na minha opinião, é que ele, tendo muito mais apartamentos que o BBB, faz com que todos os seus hóspedes tomem café da manhã e almocem no mesmo lugar. Achei o buffet de lá muito cheio e muvucado e nem quis ver como seria na alta temporada!

Uma coisa interessante: um amigo meu de Toronto não conseguiu pacote de última hora para o BBB durante minha estadia. Na agência de viagens, disseram que já estava esgotado. Só que, quando fui falar com uma concierge no lounge VIP, ela conseguiu um quarto para ele em poucos minutos! Portanto, ligar direto para o resort pode valer a pena.

--> Balanço final

Área VIP Elegance Club no Majestic Elegance

[Elegance Club | Majestic Elegance]

No geral, como já falei, eu preferi o Majestic Elegance. Contudo, não é que me diverti mais ainda no Barceló Bávaro Beach? Por causa das pessoas que conheci lá! Fiz um grupo maior de amigos (tinha ido sozinha), gente jovem, bacana e divertida. Até festinha particular na praia vazia nós fizemos tarde da noite, no escuro mesmo, pois ela não tem iluminação artificial (idem no ME). Mas levei meu champanhe e meu tablet pra tocar umas músicas e nenhum segurança se manifestou, talvez porque o grupo fosse de adults only.

Obrigada, Greicy!

Leia mais:

12 comentários

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Sensacional o texto (e o português impecável, diga-se) !!!smile
Eu e minha esposa demoramos para escolher entre o BBPD e o ME. Finalmente, decidimos ficar no ME club elegance. Suas dicas foram um alívio para nossa decisão. Iremos em maio/14 e depois irei postar meus comentários no trip e posso deixar algumas palavras aqui também. Muito obrigado!!!

Só uma dúvida: nos restaurantes a la carte, mesmo sendo club elegance, é preciso pagar pela taça ou garrafa de vinho ???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Em alguns resorts de Punta Cana há a oferta de vinhos superiores aos que são servidos normalmente, e que então são cobrados. Mas se você se ativer ao vinho do all inclusive, não pagará nenhum suplemento.

Greicy
GreicyPermalinkResponder

Oi, Rodrigo! Obrigada, fico feliz que você e sua esposa tenham se animado ainda mais para ficarem no ME. O resort é excelente, acho muito difícil vocês não curtirem (e muito!) a viagem, rs.

Eu não bebo, mas em uma noite fui jantar no restaurante francês do Majestic com amigos que bebem. Eles pediram ao garçom para ver a carta de vinhos, pois normalmente servem-se apenas água, refrigerante e suco nas refeições. Tiveram de pagar pela garrafa (débito no quarto e pagamento no check-out), que custou US$20 e, segundo eles, era um bom vinho tinto.

Solange Nascimento

Gostaria de informações sobre Los Cabos - México. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Solange! Infelizmente não temos conteúdo sobre Los Cabos.

Dê uma olhadinha no New York Times:
http://www.nytimes.com/travel/guides/north-america/mexico/baja-california/cabo-san-lucas/overview.html

BRUNA
BRUNAPermalinkResponder

Gostaria de saber se é fácil conseguir passeios no BBB para ilha saona, delphin exoplore, etc.. e se os passeios sao muito caros? não fechei transfer do aeroporto para o hote, tem algum asugestÕ?

Maria Gama
Maria GamaPermalinkResponder

Greicy, que relato fantástico! Muito obrigada por compartilhá-lo conosco. Vou me casar em setembro e pretendo passar 10 dias em Punta Cana, em ocasião da lua-de-mel. Como são muitos dias (talvez até virem 12!) e tenho receio de enjoarmos do hotel (quero tudo perfeito!!!), pensei em ficar em dois hotéis: os 5 primeiros dias no Barceló Bávaro Beach (sem VIP, já que parece não valer a pena, além de ser caríssimo - cerca de 1,5 mil reais a mais!!!) e os 5 últimos no Majestic Elegance (com o Elegance Club). Na sua opinião, esse arranjo vale a pena? Beijos e muito obrigada!

Greicy
GreicyPermalinkResponder

Olá, Maria Gama! Olha, eu sou daquelas que deixa a cereja do bolo por último, rs. Então, acho legal seu arranjo de deixar o melhor resort (Majestic Elegance, na minha opinião) pro final, porque assim você ficará com a sensação de ter feito um upgrade mesmo, não um downgrade, na segunda parte da viagem, rs. Aliás, trocar de hotel eu acho bacana, pois dará a sensação de ter feito duas viagens pro paraíso em uma wink

O pacote VIP, a meu ver, realmente não vale a pena no Barceló Bávaro Beach, mas faz uma boa diferença no Majestic. Em ambos os resorts, eu sugiro você avisar, na reserva, que estará em lua-de-mel (leve cópia da Certidão de Casamento ou do convite, pra confirmar no check-in), de modo a conseguir umas regalias como jantar romântico na praia.

Quanto ao número de dias, 5 talvez não sejam suficientes pra experimentar, no jantar, todos os restaurantes à la carte que você tiver vontade. Acho que 7 dias é um número bom num resort (com 10, há o risco de ficar enjoativo lá pelo oitavo dia), então talvez fosse interessante você fechar 6 dias em cada um, se puder. Até por que, os 2 primeiros dias são de reconhecimento da área e adaptação, daí a gente começa a se sentir mais "em casa", rs.

Divirta-se! Beijos.

Maria Gama
Maria GamaPermalinkResponder

Greicy, eu tb prefiro deixar a cereja do bolo por último! rsrsrs Então, seguindo suas dicas, vou reservar os dois resorts, sendo o Barceló Bavaro Beach para os primeios dias e o Majestic Elegance para os últimos. Muuuuuuito obrigada, você me ajudou muito mesmo!!! smile No final de setembro volto aqui pra contar minha experiência! wink Beijos!!!

Lucas
LucasPermalinkResponder

Olá, estou pesquisando muito os hotéis e estou entro o Majestic e o Bavaro, por mim já teria escolhido o Majestic se fosse na mesma Praia do Bávaro. É possível visitar a praia do Bávaro a pé? É possivél também ir no free shop mesmo estando no Majestic?

Desde já agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! Dá para ir andando até Bávaro, sim, mas a praia que você vai aproveitar é aquela em frente ao seu resort, onde você vai poder usar o serviço de bar e as espreguiçadeiras. As compras são um bônus -- não tome sua decisão por isso, não smile

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar