Como é se hospedar (e dar uma voltinha) no BoardWalk da Disney, em Orlando

Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Vita do Boardwalk, em Orlando

Fotos | Nelson Alves Jr. e Heloísa Dall'Antonia

Inspirado no calçadão à beira d’água de Atlantic City, em New Jersey, que abriu em 1870, a área do Boardwalk da Disney engloba ao mesmo tempo hotéis, lojas, restaurantes e mais algumas opções de diversão. Seja ficando hospedado (experiência que tive na viagem do cruzeiro da Disney) ou para aproveitar uma tarde/noite, o lugar é uma alternativa bacana de passeio.

Calçadão do Boardwalk, em Orlando

A uma curtíssima caminhada de uma das entradas do Epcot (e bem perto da entrada do Hollywood Studios também), todo o complexo do Boardwalk procurou recriar a arquitetura de um dos destinos de férias mais conhecidos dos norte-americanos nas primeiras décadas do século 20. Na época, a verdadeira Atlantic City recebia muitos visitantes, que queriam “o melhor dos dois mundos”: a brisa de andar próximo à praia e a infraestrutura de uma caminhada pela cidade.

Lago do Boardwalk em Orlando

Ainda que com apenas 400m de extensão, a área oferece ao público a Big River Grille & Brewing Works, uma cervejaria; a padaria Boardwalk Bakery, para lanchinhos rápidos; dois restaurantes bacanosos – o Flying Fish Cafe e a Trattoria al Forno (que testamos em outro post) -; o ESPN Club, um barzinho com mais de 100 tvs transmitindo esportes, o Joe’s Marvelous Margaritas, especializado na bebida; um serviço rapidinho de pizza e a charmosíssima e deliciosa sorveteria Beaches & Cream Soda Shop, que fica do outro lado do lago. Há também algumas lojinhas de produtos da Disney e uma pequena galeria de arte.

Sorveteria do Boardwalk, em Orlando

Área do outro lado do lago do Boardwalk

Margaritas no Boardwalk

Fachada do Flying Fish, no Boardwalk

E se o jantar e a caminhada não forem suficientes, o Boardwalk tem ainda outras opções pra curtir a noite. Há o Yard Arcade, com máquinas de fliperama clássicas e novas; o Atlantic Dance Hall, uma baladinha aberta para visitantes de mais de 21 anos (é necessário mostrar um documento com foto comprovando a idade) e o Jellyrolls, também apenas para maiores, um bar em que há “duelos de pianos”, shows que misturam música tocada nos instrumentos e entretenimento.

Atlantic Dance, no Boardwalk

Há trilha para caminhada, aluguel de bicicletas e até de pequenas embarcações para dar uma volta pelos lagos da região. Excursões de pescaria podem ser organizadas para os entusiastas. Um pequeno gazebo também pode receber cerimônias especiais com a linda vista do lago.

Calçadão para caminhada no Boardwalk

Gazebo do Boardwalk

Disney’s Boardwalk Resort

Entrada do Boardwalk, em Orlando

Eu já tinha ficado interessada na decoração desse hotel de categoria deluxe da Disney antes. É difícil não se encantar com o modelo do carrossel de madeira que adorna o lobby (em que todos os cavalos são diferentes um dos outros), assim como com outros detalhes, como a estátua de elefante onde é possível ver a sombra de Mary Poppins, ou as cadeiras de ninar próximas a lareira. Tudo remete a época áurea do Boardwalk de Atlantic City. A representação dos castelos dos parques da Disney pelo mundo em pinturas, no lobby, também merece destaque.

Candelabro do lobby do Boardwalk Resort

Carrossel do Boardwalk Resort

Elefante do Boardwalk Resort

Área comum do Boardwalk Resort, em Orlando

O sistema de ônibus da Disney, assim como o water táxi, pode levar o hóspede para diversos pontos do complexo.

Barquinho do Boardwalk, em Orlando

O quarto

Fiquei em um quarto standard com vista para o jardim. Uma pequena sacadinha branca com cadeiras permitia uma tranquila vista da área verde do hotel (há quartos da mesma faixa com vista para o estacionamento e para a piscina). Duas camas queens e um sofá-cama permitiam que o quarto fosse usado por até 5 pessoas. Uma escrivaninha dividia o espaço com o frigobar e a cômoda com televisão. Cofre, secador de cabelos, cafeteira e ferro também ficam disponíveis.

Quarto do Boardwalk Resort, em Orlando

Detalhe da cama no Boardwalk Resort, em Orlando

Detalhe da cortina no Boardwalk Resort, em Orlando

Banheiro do Boardwalk Resort, em Orlando

Boardwalk Resort detalhes do banheiro

Sacada do Boardwalk Resort, em Orlando

Jardins do Boardwalk Resort

Opções de lazer e serviços

Além de um parquinho para crianças que funciona 24h, três piscinas fazem a alegria dos hóspedes. Duas são mais tranquilas, direcionadas a adultos, mas a outra é a divertida Luna Park Pool, que remete a um parque de diversões da década de 1920, com direito a estátuas de elefantes, esguichos d’água, toldinhos vermelhos e o escorregador Keister Coaster, que tem mais de 60 metros de comprimento. Um pequeno espaço molhado para crianças bem pequenas também conta com a decoração divertida da Luna Pool.

Piscina do Boardwalk Resort

Detalhe da decoração da piscina do Boardwalk Resort

Mais piscinas do Boardwalk Resort

Há também quadra de tênis, minigolfe e academia. Um centro de conferências recebe eventos. O estacionamento é gratuito e há wi-fi gratuito em todos os ambientes do resort.

Área verde do Boardwalk, em Orlando

Para comer

Com diversas opções de restaurantes no Boardwalk, o café da manhã e outras refeições podem ser diferentes a cada dia. Começar o dia na Trattoria al Forno é provavelmente a melhor pedida, ainda que não a mais em conta – para isso, aposte na BoardWalk Bakery, que tem opções bem honestas de pães, doces e lanches (inclusive quentes).

A diária no Disney’s Boardwalk Resort começa em US$ 506, mais impostos.

Heloísa viajou a convite da Disney Cruise Line

Leia mais:

2 comentários

val
valPermalinkResponder

taí uma atração subestimada em Orlando, o lugar é um charme.

Cinthia
CinthiaPermalinkResponder

Oi! Ao lado do Boardwalk resort, tem o Swan and Dolphin (dá até para ver o cisne do Swan na foto da piscina acima). São dois hotéis que dividem uma estrutura bem legal. Já fiquei nos dois e gosto mais do Dolphin (não sei porquê!!). Também têm acesso à Boardwalk e aos water taxis. E já fui andando até a Epcot, uma caminhada bem agradável. Quem tiver oportunidade, deveria ir!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar