Primeira viagem ao Leste Europeu: monte seu itinerário

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Leste Europeu itinerários: Praga

Praga

Está montando seu itinerário pelo Leste Europeu (ou, como eu prefiro chamar, Europa Central)? Neste post você encontra esquematizadinhos os deslocamentos mais racionais e convenientes entre Berlim, Munique e Viena e as principais cidades do antigo Leste Europeu -- Praga, Budapeste, Cracóvia, Varsóvia, Zagreb, Bratislava e Ljubljana.

As informações estão divididas em quatro blocos:

Como comprar a passagem aérea

Com o fim, a partir de outubro, da rota direta entre São Paulo e Munique, o Brasil não será ligado por vôos diretos a nenhuma das cidades citadas neste post. Mas isso absolutamente não é problema. O ideal para qualquer roteiro picado pela Europa é comprar uma passagem na modalidade múltiplos destinos, oferecida por todas as cias. aéreas em seus sites (e também por algumas agências online).

Numa mesma passagem, você compra a ida para o primeiro destino a ser efetivamente visitado, e a volta desde o último destino a ser efetivamente visitado. O itinerário aéreo será resolvido com uma escala na ida e outra na volta. Por exemplo: uma passagem múltiplos destinos com ida Brasil-Budapeste e volta Berlim-Brasil comprada na KLM terá conexão na ida e na volta em Amsterdã; comprada na Lufthansa, terá conexão na ida e na volta em Frankfurt; e assim por diante.

Você economiza o tempo e o dinheiro (e eventualmente gastos com hospedagem) que precisaria investir nos trajetos entre o ponto de chegada/partida do vôo direto e os lugares que você vai efetivamente visitar. E tem a segurança de todas as conexões serem vinculadas e, por isso, garantidas: se o primeiro vôo atrasar e você perder o segundo, a cia. aérea se responsabiliza por encaixar você num outro vôo. Veja o passo a passo neste post ou use os serviços de um agente de viagem.

Trem ou ônibus?

No antigo Leste Europeu, devido à precariedade das linhas ferroviárias, o transporte rodoviário sempre foi uma boa alternativa. Mesmo com a modernização de alguns trilhos, viajar de ônibus continua uma alternativa interessante -- mais econômica e com tempos de percurso equivalentes (e às vezes até mais rápidos) aos dos trens.

O Viaje na Viagem tem uma preferência quase ideológica pelo trem, por ser o mais europeu dos meios de transporte e proporcionar uma experiência inigualável de viagem. Mas em alguns trechos desta região o ônibus acaba se revelando a melhor alternativa, mesmo.

Carro alugado é uma boa?

Nem todas as locadoras permitirão que você atravesse fronteiras no chamado Leste Europeu. Sempre pergunte sobre essa possibilidade, já que rodar por territórios não-autorizados pode implicar em multas previstas no contrato e anulação do seguro.

Dito isso, alugar um carro para fazer um roteiro entre cidades grandes não é uma boa idéia em lugar nenhum da Europa. Entrar e sair de cidades grandes, estacionar em cidades grandes, guardar o carro à noite em cidades grandes -- tudo isso toma seu precioso tempo de férias e encarece sua viagem.

Vai por mim: só alugue carro num país onde você vá percorrer estradas secundárias e rotas panorâmicas, fugindo das cidades grandes e das grandes estradas. Se o seu roteiro incluir o interior da Alemanha, da Áustria, da República Tcheca, da Eslovênia ou da Croácia, alugue e devolva o carro localmente, seguindo viagem de trem ou ônibus para a próxima capital.

Leste Europeu/Europa Central: monte seu itinerário

De Berlim

De Bratislava

De Budapeste

De Český Krumlov

De Cracóvia

De Dresden

De Innsbruck

De Ljubljana

De Munique

De Praga

De Varsóvia

De Viena

De Zagreb

Leste Europeu/Europa Central: o roteiro mais redondo

Este roteiro classicão não tem erro. A seqüência é bacana, os deslocamentos são fluidos. Siga as permanências mínimas recomendadas e sua viagem vai ser um sucesso.

  • Compre passagem aérea múltiplos destinos (veja aqui) com ida Brasil-Budapeste e volta Berlim-Brasil
  • Fique 3 ou 4 noites em Budapeste; vá de trem a Viena (2h40)
  • Fique 3 ou 4 noites em Viena; continue de trem a Praga (4h) ou vá de ônibus a Cesky Krumlov (3h30), fique uma noite e prossiga no dia seguinte a Praga de ônibus (3h)
  • Fique 3 ou 4 noites em Praga; siga de trem a Berlim (4h25); faça um pit-stop em Dresden
  • Fique 4 a 6 noites em Berlim; volte ao Brasil

 

Leia mais:

155 comentários

GLORIA
GLORIAPermalinkResponder

Vou fazer o leste europeu com chegada em Budapeste e retornando por Praga. Vou visitar Viena, fazer bate -volta a Bratislava saindo de lá e Dresden saindo de Praga. Qual companhia comprar o trecho Budapeste/Viena? Pelo que li no site a companhia húngara não é das melhores e quantos dias preciso para visitar Dresden sem perder nenhuma atração relevante? Disponho de 15 dias.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Glória! Você pode comprar o trem entre Budapeste e Viena tanto com a cia. húngara quanto com a austríaca, mas as duas vendem bilhetes nos trens de ambas.

Leia sobre Dresden:
https://www.viajenaviagem.com/2015/01/dresden-bate-volta-berlim-pit-stop-praga-roteiro/

Milena Duarte Mostaco

Eu e meu namorado acabamos de voltar de uma viajem de 18 dias pela África do Sul e iniciaremos o planejamento das próximas férias para setembro de 2019.
Sempre consultamos seu site .
Ele sonha em conhecer Praga, Viena e Budapeste, que já li seus comentários que incluem Berlim e que ajudarão muito.
Gostaria da sua opinião sobre acrescentar Croácia ou Russia nesse roteiro, dentro de um período de 20 dias.
Acredita que o temo seja suficiente?
Qual das opções você acredita que dará mais certo?
Talvez deixar Croácia para uma próxima viagem junto com Grécia...
Aguardo e Agradeço
Milena

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Milena! Veja que você começa usando cidades como unidade de destino ((Praga, Viena, Budapeste, Berlim), então acrescenta escalas de outra ordem de grandeza — países. É difícil fazer um roteiro basiquinho na Croácia em menos de 10 dias. Como dedicar menos de uma semana à Rússia, mesmo que você só atenha a Moscou e São Petersburgo?

Rosa Luísa
Rosa LuísaPermalinkResponder

Oi Bóia, estou analisando seu roteiro de europa central clássica. Nele você sugere começar por Budapeste e voltar por Berlim. Fazendo o sentido contrário, começando por Berlim e saindo de Budapeste, há algum contratempo? É que nesse sentido contrário que eu estou perguntando a passagem aérea fica cerca de 300 reais mais barata. Compensa?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! Sempre é bom deixar o melhor para o fim. O Ricardo Freire acha Berlim o ponto alto da viagem, mas se para você tanto faz (ou se Budapeste for o ponto alto), faça o sentido inverso sem problema.

Macedo
MacedoPermalinkResponder

Oi bóia!

Estamos organizando uma viagem por Praga/Viena/Bratislava/Budapeste, saindo de Munique, e já assistimos todos os vídeos. Parabéns pelo canal!

Uma dificuldade, no entanto, permanece. Queremos incluir Cracóvia na viagem, sem deixar o roteiro na contramão, estabelecendo qualquer uma dessas cidades (exceto Cracóvia) como último destino.

Qual seria o melhor ponto de partida para a Cracóvia? Qual seria o melhor destino depois de Cracóvia?

Você teria alguma dica?

Obrigado, um abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Macedo! Saindo de Munique por via terrestre, você pode fazer todo esse circuito que você mencionou de trem, no final indo de ônibus de Budapeste a Cracóvia. De Cracóvia você teria que seguir de avião, integrado numa passagem multidestinos de volta ao Brasil.

Mas o roteiro fica melhor se você for de avião de Munique a Cracóvia, seguir de lá de ônibus a Budapeste e continuar o circuito de trem no sentido oposto ao que você pensou.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Olá!
Estamos planejando uma viagem ao leste europeu, para maio de 2019.
Pensamos assim:
São Paulo - Berlin - Dresden- Praga - Viena- Liubliana- Zagreb- Budapeste- São Paulo

( Berlin, Praga, Viena e Budapeste= 4 dias inteiros
Dresden, Liubliana, Zagreb= 2 dias inteiros)

O que vc acha? Gostaríamos de incluir Salzburgo, mas não sabemos como. Um modo que não fique muito cansativo.
No príncípio, pensamos em visitar Bratslavia, mas excluímos, pareceu sem graça...
Somos 2 casais e minha mãe de 76 anos...
Gostaria de uma opinião...pensamos uns 25 dias...
Grata!
Luciana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Salzburg fica nas proximidades de Munique, é outra rota mesmo.

Mykaela
MykaelaPermalinkResponder

Muito obrigada por essas dicas! Estão salvando meu planejamento de viagem ao Leste Europeu.

Tenho só uma dúvida: de Budapeste a Varsóvia, que transporte você recomenda?

E de Berlim a Frankfurt?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mykaela! Possivelmente haverá ônibus. O ideal seria ir de trem de alta velocidade a Cracóvia, dormir um dia na cidade e seguir a Budapeste. Entre Berlim e Frankfurt, trem.

Herculano
HerculanoPermalinkResponder

Olá pessoal!
Antes de mais nada, quero deixar os cumprimentos pelo site, realmente é uma bíblia do planejamento de viagens!
Sobre o trecho Cracóvia-Budapeste, vcs sugerem ônibus, mas a LuxExpress não aparece essa opção e a Orangeways o link da erro (talvez não exista mais?) alem de eu ter lido que não é (era) muito confiável...Alguma outra sugestão?
Obrigado,
Um abraço//

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Herculano! A linha agora é operada pela Flixbus. Obrigada por avisar, já corrigi no texto.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Queria deixar minha experiência: usei milhas até Veneza e por falta de opção de horário de ônibus optei pelo transfer Go Opti para ir até Liubliana. Excelente! Muito organizado e vc pode escolher 3 preços diferentes conforme a sua a escolha de horários. O site existe em português e paguei ida e volta com cartao. Eles te mantém informado do horário, lugar onde esperar o transfer, nome do motorista e placa da Van por email. Os motoristas falam inglês.

Amelia Maria Cardoso Stella

Amei seus roteiros, mas tenho que fazer com uma agência de excursão. Não falamos inglês e muito menos outras línguas dessa parte da Europa. Pretendemos ir ano que vem. Mas valeu suas dicas. Obrigada!

Rosa Luisa de Farias

Olá bóia, vou fazer uma viagem ao leste europeu em março de 2019 e já estou fazendo pesquisas das passagens de trem. Você indica comprar a passagem entre Berlim e Praga pela Deustche Bahn. Na pesquisa que fiz no site indica que um trecho seria de trem (Berlim - Leipzig) e o outro (Leipzig - Praga) é de ônibus. É isso mesmo? Achei que o percurso todo fosse de trem.
Outra dúvida: você conhece o site Raileurope? Lá tem a opção de passes para passagens de trem entre países? Você já usou esse serviço? Se sim, indica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! Não use a Raileurope, é um revendedor que nem sempre repassa as tarifas promocionais. Use o site da Deutsche Bahn indicado. Está muito cedo para comprar passagens para março, ainda não devem nem ter entrado no sistema. Mas você pode já ter uma idéia dos horários, simulando a viagem para as próximas semanas.

Rosa Luisa de Farias

Boía, já conseguir ver alguns trechos de passagens no site da Deutsche Bahn para março, mas a minha dúvida é a seguinte: na busca em que fiz para o trecho Berlim - Praga, pelo que eu entendi (me corrija se eu estiver errada) uma parte do percurso é de trem e o restante (maior parte) é de ônibus. É isso mesmo?? Aparece assim no site:
Leipzig Hbf (Fernbus-Terminal) BUS43371
Praha hl.n. (Autobusová St. Wilsonova) .

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! Está muito cedo para pesquisar para março. A não ser que haja obras previstas para a linha no ano que vem, o trecho é feito de trem mesmo. Pesquise para amanhã, por exemplo, e vai aparecer apenas a opção de trem.

Ludmilla
LudmillaPermalinkResponder

Olá, pretendo fazer esse roteiro que vcs sugeriram ( Budapeste, Viena, Praga e Berlim), porém gostaria de incluir Munique. Terei 20 dias para dividir entre esses lugares. Gostaria de saber se vocês acham viável e , caso sim, qual seria a melhor ordem. Desde já super obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ludmilla! Vá a Munique depois de Berlim, de trem. São 4 horas e meia de viagem.

Izabel
IzabelPermalinkResponder

Como você me sugere adaptar o seu roteiro sugerido, mas com chegada e saída pela Alemanha (Munique ou Frankfurt). Também por chegada em Paris, mas sendo a primeira parada na Alemanha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Izabel! Em qualquer viagem à Europa, compre a passagem na modalidade múltiplos destinos/várias cidades, com ida e volta por lugares diferentes, no mesmo bilhete. Compre com ida do Brasil ao primeiro lugar que você vai efetivamente visitar, e volta do último lugar que você vai efetivamente visitar ao Brasil. Qualquer outra solução envolve custos que não aparecem no momento em que você compra a passagem e provoca problemas logísticos, stress e perrengues.

Caso você efetivamente vá visitar Paris ou Munique ou Frankfurt, vá de avião a Budapeste. Ou, no circuito contrário, vá de trem de Munique ou Frankfurt a Berlim, e de avião de Paris a Berlim, e volte de avião de Budapeste ao Brasil.

Veja:
https://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

Norma Righi
Norma RighiPermalinkResponder

Olá meus queridos consultores de viagem. Estou começando a montar um roteiro para leste europeu em junho/julho/2019 por mais ou menos 17 dias, com ênfase na Croácia por uns 10 dias. Pensamos em começar por San Petesburgo, Praga, Viena e daí para Zagreb e o resto da Croácia. As dúvidas são: quantos dias nas 3 primeiras, para deixar 10 dias para a Croácia?
E o que vc acha de voltarmos para o Brasil de Dubrovnik, na Croácia.
Muito obrigada pelas respostas, um grande abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Norma! Lembre-se que o dia de deslocamento é um dia perdido, e que quantos mais deslocamentos você faz, mais cara a viagem fica.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/
https://www.viajenaviagem.com/2016/07/roteiro-croacia-15-dias/

Emmanuela
EmmanuelaPermalinkResponder

Ricardo, boa tarde! Sou super fã sua! Sempre com dicas infalíveis!
Estaremos viajando pela primeira vez para o leste europeu em junho de 2019. Chegaremos em Budapeste dia 12/06/19 (eu e meu esposo). Tenho um Congresso em Budapeste de 13 a 16/06/19. Pretendo sair de Budapeste neste dia à tarde. Voltaremos por Berlim retorno em 23/06/19 (chegada no Brasil em 24/06/19). Como vc falou que Berlim é o ponto alto desta viagem, estamos na dúvida do que fazer, Praga ou Viena.
Aguardo seu contato.
Atenciosamente,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Emmanuela! Quem responde é A Bóia. O itinerário mais fluido é por Viena.

Natalia
NataliaPermalinkResponder

Bom dia Bóia!!!

Seus comentarios estao sendo de muita importancia para mim!! Eu, meu marido e meu filho de 4 anos iremos em Junho de 2019 para o Leste Europeu! Roteiro: Praga, Viena, Bratislava, Budapeste. Tenho algumas perguntinhas: iremos ficar em hostel, em qual cidade vc recomenda um hotel para descansar??? Queremos incluir Bucareste neste roteiro, vc acham q compensa??

Obrigada e beijos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalia! Infelizmente não temos conteúdo sobre Bucareste. Se você quer escolher uma cidade para dar um upgrade na hospedagem, escolha a última do roteiro, para que seja um upgrade da viagem inteira. Ficando num hotel no meio da viagem, vai ter um downgrade na hospedagem na cidade seguinte.

Ivna Machado
Ivna MachadoPermalinkResponder

Olá Bóia, tudo bem? Acompanho vocês pela rádio (Viaje na viagem) e vocês precisam saber a importância REAL do trabalho de vocês.. são fantásticos! Na hora da dúvida é por aqui que eu venho pesquisar!

Uma dúvida: Preciso viajar para Portugal (Porto) em Julho de 2019, saindo daqui de Fortaleza. As passagens estão custando 3800 reais Ida e Volta - TAP. Você acha que está cedo para comprar? pela experiência de vocês.. eu ainda consigo alguma promoção? (Já que black friyday não deu em nada) existe a probabilidade de baixar.. ou a tendencia é de apenas subir os preços?
Muito obrigada!! um abraço

Ivna

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ivna! Promoções em julho, e ainda mais em vôo direto, são quase impossíveis. Uma passagem ida e volta para Lisboa por menos de 1.000 dólares na temporada é um preço muito bom. Dei uma cotada agora para janeiro e deu 6.800 reais ida e volta direto com a TAP. Tudo bem que está em cima da hora, mas este é o patamar aonde os preços podem chegar em julho também.

Natalia
NataliaPermalinkResponder

Olá, parabéns pelo blog sempre tiro muitas dúvidas neLe. Vou com um grupo para Budapeste e passaremos 5 noites. Em seguida tenho mais uma semana pra escolher outro destino e estou na dúvida se fazemos Viena e praga ou se vamos a Cracóvia e Praga. O que você me sugere?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalia! O problema de Cracóvia é o transporte, que é complicado.

Macelio Costa
Macelio CostaPermalinkResponder

Bom dia
O que acha do meu roteiro:
Gosto de viagem curtas e rápidas. Pretendo comprar tudo on line
saída dia 31 janeiro Fortaleza Amsterdâ voo direto KLM
Fico em Amsterdã ate dia 03\fev e pego voo pra Praga chegando de manhâ.
De Amsterdã pretendo ir a Budapeste e quero fazer uma parada em Brastilava
pra depois seguir pra Budapeste.
Fico em Budapeste ate dia 08 fev a tarde quando retorno para Fortaleza pela joon e voo com conexão em Paris.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Aumente em 4 ou 5 dias essa viagem (ou elimine um destino) e ela fica perfeita.

https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Benedito Manoel

Olá Bóia, parabéns pelo blog.
Participarei de um Congresso em Zurich (Suica) (ago/19). Pretendo conhecer Praga, Budapeste e Berlim, 04 noites em cada. O que vc sugere partindo de Zurich.
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Benedito! De Zurique a qualquer uma das duas cidades, vá de avião.

Marcelo Carvalho

Olá Boia,
Vou complicar um pouco pra você! Sou cadeirante e estou indo com minha esposa e duas amigas, Paris(3 noites), chegando em Budapeste (3 noites) irei para praga (3 noites) , Berlim (3 noites)... depois Copenhagen (3 n) e navio ...
Pergunto, alugar um mini van seria melhor do que de trem? Trem 1 classe Budapeste/Praga 190 euros por pessoa, Praga/Berlim mais 39 Euros! Ou seja 229 euros por pessoa, a mini van sai a 1200 reais 4 dias, só para esse traslado!
Qual seria sua escolha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo!

1) Você não deve ter cotado a taxa de devolução em outro país — nem mesmo a possibilidade de tirar esse carro da Hungria para a Europa Ocidental
2) Você deve ter visto o preço do trem em florins ou coroas ou na Raileurope. Comprando localmente será barato
3) De Budapeste a Praga o melhor é voar
4) Você terá dois dias líquidos em cada cidade. Vai gastar dinheiro e precioso tempo de férias para fazer um city-tour em cada lugar.

Marcelo Carvalho

1) Preço final com taxa de devolução em outro país, no caso Alemanha.
2) Tinha visto no site Raileurope, no Mov saiu as duas por 70 Euros.
Não consigo achar voo direto entre Budapeste/Praga, os que tem, são com escala e com duração total de mais de 6 horas!!
Não achei nenhuma cia aérea Hungará que faça esse voo, tem alguma dica??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Sempre que você encontrar um aluguel de carro muito, mas muito barato, pode ter certeza de que o seguro (ou a caução) sairá is tubos. A Pesquise vôos diretos em sites como Kayak.

Gabriel
GabrielPermalinkResponder

Olá Boia, tudo bem? Eu e minha esposa vamos em julho para a Europa e pensamos em conhecer estas cidades da Europa Central. Como estaremos comemorando 10anos de relacionamento, gostaríamos de chegar e voltar por Paris. Vocês recomendam fazer Paris/Viena de avião e seguir viagem de lá de carro ou onibus? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriel! Voem de Paris à primeira cidade do roteiro e voltem de avião da última cidade do roteiro a Paris.

Diego Quintela

Olá,

Estou planejando uma viagem pra Europa em Abril, por volta de 12 dias. Necessariamente terei de iniciar por Portugal, uma vez que irei visitar parentes. Minha ideia é passar 5/ 6 dias em Portugal e depois pegar um voo pra Praga, que é uma cidade que sempre sonhei conhecer. Minha ideia é passar 3 dias em Praga e 3 Viena, não necessariamente nessa ordem. Em termos de logística e tempo em cada cidade, qual a recomendação de vocês? Muito obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diego! Leve em conta que cada dia de deslocamento é um dia meio que perdido para passeios.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/destino/praga/o-que-fazer-praga/
https://www.viajenaviagem.com/2018/07/roteiros-portugal/

esdras
esdrasPermalinkResponder

Bom dia , me socorre. Vou em Agosto para o leste europeu, vou sair de recife , e quero fazer , Praga -Viena- Cracovia- Budapeste e fechar ficando em lisboa para depois retornar, minha pergunta é? qual melho sequência a fazer e se e interessante entre algumas delas fazer o percurso de trem ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Esdras! Cracóvia é sempre um problema nesses itinerários, porque está fora de mão saindo de qualquer lugar. Você pode comprar uma multidestinos na TAP com três trechos. Trecho 1 Recife-Varsóvia, trecho 2 Praga-Lisboa e trecho 3 Lisboa-Recife (veja se consegue fazer o trecho 2 Praga-Recife com stopover em Lisboa). Faz Varsóvia-Cracóvia de trem, Cracóvia-Budapeste de ônibus, Budapeste-Viena e Viena-Praga de trem.

Geordano
GeordanoPermalinkResponder

Olá pessoal! Parabéns pelo site! Sempre consulto aqui e sigo o canal no youtube, pra ficar ligado nas dicas de vocês.

Uma dúvida: vou fazer o roteiro Budapeste-Viena-Praga em maio/2019. Sobre o trecho Budapeste-Viena, ainda é necessário imprimir os tickets na estação, mesmo comprando pelo site das cias? Nesse caso, vou conseguir imprimir tickets da OBB em Budapeste? Vi alguns relatos aconselhando comprar na MAV pois só seria possível imprimir os tickets da OBB quando partindo de Viena. Ou agora as cias já enviam e-tickets, eliminando a necessidade de imprimir na estação?

Muito obrigado e grande abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Geordano! Os tickets da ÖBB vão para o celular, sim. Nunca compramos na MAV, vou falar com o Ricardo Freire para simular uma compra.

Silvana
SilvanaPermalinkResponder

A Bóia sempre quebrando árvores para os leitores. Preciso de uma orientação:minha filha estuda em Braga e pretendemos fazer esse roteiro da Europa central. Vcs sugerem que eu vá direto do Brasil para Budapeste ou seria muito caro irmos as duas via Porto?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvana! Simule das duas maneiras, é o único jeito de saber. A TAP voa de Lisboa a Budapeste.

Fernanda Marques

Antes de mais nada, muito bom as suas dicas clarearam as minhas ideias e me ajudaram a organizar meu roteiro!
Vou fazer o contrário do que comentou acima, começo por Berlim e término por Budapeste!
Mas tenho uma pergunta que tá me intrigando, acabei comprando as passagens com direito a uma mala de 23 kg, gostaria de saber se com esse peso eu consigo andar de boa pelas estações e rodoviárias e se os ônibus e trens aceitam esse peso de bagagem! Obrigada desde já

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Uma mala tamanho M é o máximo que você conseguirá manipular nos trens. O melhor mesmo seria levar uma mala tamanho P e uma mochilinha. É como os europeus viajam.

Kenny
KennyPermalinkResponder

Olá! Tudo bem?
Você poderia me ajudar?
Gostaria de saber se os assentos dos trens são todos iguais ou existem classes superiores?
Tenho problemas na coluna e gostaria de viajar de forma confortável. Algo como se fosse leito e queria saber se isso existe?
É muito ruim fazer esses trechos por avião?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kenny! Os assentos da primeira classe são melhores do que os da segunda classe. Não há leitos, apenas couchettes (camas-beliche) em trens noturnos, quando existem. Normalmente viajar de trem é muito mais confortável do que viajar de avião (desde que você viaje sentado). Avião valerá a pena em trechos mal atendidos pelo trem (Budapeste-Nápoles, por exemplo), mas em viagens de menos de até 4 horas de trem, o avião será mais lento (por causa das distâncias aos aeroportos e antecedência de embarque).

Nadia
NadiaPermalinkResponder

Olá! Adoro esse site e todas a dicas! Parabéns! Recebi em meu e-mail (em 2018 ainda), que a Latam terá voos Guarulhos - Munique a partir de Junho/2019. Facilitará a vida de todos! Um abraço.

Cristiano soareas teixeira nascimento

Em novembro to querendo fazer um tur pelo leste europeu, so q as passagens pra budapeste Ta UM pouco cara,to tachando voos chegando em Amsterdam, qual melhor roteiro de trem ou onibus partindo de Amsterdam?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiano! Dá no mínimo 14 horas de trem, com duas baldeações, ou 22 horas de ônibus, com uma baldeação.

Veja como comprar uma passagem aérea multidestinos, com ida ao primeiro destino que você vai efetivamente visitar, e volta do último destino que você vai efetivamente visitar:

https://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

Paola
PaolaPermalinkResponder

Ola! Eu e meu marido teremos férias entre 19/04 e 12/05/19 e pretendemos fazer o seguinte roteiro: Roma, Berlim, Praga, Viena, Budapest e Barcelona. Você acha que 24 dias, contando que teremos 1 dia no Brasil para nos prepararmos mais os deslocamentos? Você tem dicas de como fazer esses trechos internos como Roma-Berlim e Budapest-Barcelona, que provavelmente serão aéreos? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paola!

Veja:
https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Orce uma passagem múltiplos destinos com ida Brasil-Roma e Barcelona-Brasil no mesmo bilhete (A).

Orce passagens avulsas Roma-Berlim e Budapeste-Barcelona (B).

Orce também a passagem múltiplos destinos com 4 trechos -- Brasil-Roma, Roma-Berlim, Budapeste-Barcelona e Barcelona-Brasil no mesmo bilhete (C).

Compare A+B com C e veja qual é a mais vantajosa. (Se houvesse uma antecedência maior, acredito que a A+B seria vencedora. Mais perto da data, talvez A+B seja melhor. Mas precisa orçar.)

Vinicius Valerio

Olá! Gostaria de tirar uma dúvida. Estou indo para Berlim por duas semanas em setembro para realizar um curso que finalizará 14/09/19, sendo que pretendo voltar para o Brasil dia 19/09/2019, portanto, tenho 5 dias para aproveitar mais algum local. Você acha que vale a pena aproveitar esses 5 dias em Viena ou Munique ou é preferível deixar tais cidades em uma próxima viagem pelo leste europeu e talvez visitar Frankfurt ou alguma outra cidade?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vinicius! Se você pegar um mapa da Europa, onde você deixar o lápis cair será bonito de visitar. Todas essas cidades são fáceis de chegar a partir de Berlim e não há nenhuma restrição técnica que eu possa fazer. Escolher qualquer uma deleas é uma questão de gosto pessoal. Leia sobre os destinos que você está considerando, e uma hora um deles vai se impor.

Maria Cristina F Soares

Ricardo, bom dia. Adorooooo seu blog!!!
Em janeiro de 2020 vamos para a Europa. Minha filha faz 15 anos e a viagem é o presente escolhido. Ela quer ir para Portugal, Espánha, "Paris" (mais uma vez) e leste europeu. Moramos em Belo Horizonte, logo, pensei em sair de BH para Lisboa (vôo direto), depois Espanha, de Barcelona partir (vôo) para Budapeste, Bratislava, Viena, Praga,Berlim e por último (vôo) Paris (sim, por último pq ela quer estar lá em 31/01, dia do aniversário), Brasil (BH).
Pensei sair do Brasil em 29/12/2019 e voltar em 01/02/2020. O que te parece? Gostaria da sua opinião e sugestões.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Cristina! Quem responde é a Bóia. Compre o trecho da volta desde Paris para não ter problema de conexão em Lisboa (isso é possível no site da TAP e usando a modalidade múltiplos destinos/várias cidades em outros sites.) Voe também de Portugal à Espanha, de Barcelona a Budapeste e de Berlim a Paris.

Veja também:
https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Olá! Estou planejando uma viagem, com a minha mãe, para o Leste Europeu em Setembro (Berlim - Cracóvia - Budapeste - Praga), porém estou com uma certa dificuldade de encontrar trens entre estes destinos. Pelo seu post, entendo que o melhor seria o ônibus ou avião. Algumas dúvidas que fiquei são: 1. O ônibus consigo embarcar com uma mala M (de até 23kg)? 2. O ônibus é confortável para viagens mais longas (estou pensando na minha mãe).
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! O ônibus é menos confortável que os do Brasil -- as poltronas são mais finas e há pouca reclinação. OK para a bagagem.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Olá! Eu e uma amiga estamos planejando visitar o máximo desses destinos em 2021. Mas também pensamos em incluir Londres, Paris e Holanda. Qual a melhor maneira de conseguir encaixá-los? Ou fica muito complicado?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda!

Veja, querer visitar "o máximo de destinos" é o primeiro passo para uma viagem muito errada, em que você vai gastar seu dinheiro e seu tempo precioso de férias só para voltar para casa com a impressão de que vai precisar viajar de novo com calma para a maioria dos lugares pelos quais passou.

Comece da casa zero:
https://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/
https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar