5 mirantes (perdão: miradouros!) de Lisboa

Miradouro de Santa JustaAssim como Roma, Lisboa nasceu entre sete colinas. Numa competição de mirantes, porém, os miradouros lisboetas ganham longe dos belvederes romanos.

Lisboa aproveita seus pontos de observação naturais — e ainda trata de criar outros. Alguns deles não se reduzem a um parapeito e uma vista: vem equipados com mesas, serviço de bar e  boa conversa.

Sorte de quem visita: um périplo pelos miradouros é a maneira mais divertida (e, por que não, mais eficiente) de desvendar a cidade.

Comece por estes. Mas não fique só neles…

Castelo de São Jorge

Castelo de São Jorge

Situado sobre a mais alta das colinas de Lisboa, proporciona uma vista magnífica do centro da cidade — a Baixa quadriculada desenhada pelo Marquês de Pombal — e do Tejo. Se for a sua primeira vez em Lisboa, considere começar sua visita por aqui. Aproveite para descer a pé, perdendo-se pelas ruas labirínticas da Alfama, o mais pitoresco bairro lisboeta. Mas antes disso, ao sair do castelo, procure outro belo mirante, o de Santa Luzia, com vista para o outro lado da colina. Como chegar: Ônibus 17, bondes 12 (sai da Praça da Figueira) ou 28 (sai da Praça Martim Moniz). Abre: das 9h às 18h (entre março e outubro, até as 21h). Site: clique aqui.

Jardim de São Pedro de Alcântara

São Pedro de Alcântara, Lisboa

Do outro lado do vale, é o miradouro que entrega a melhor vista do Castelo. O lugar foi inteiramente restaurado há poucos anos; é o ponto mais aprazível do Bairro Alto, famoso pela vida noturna. Depois de apreciar a paisagem, prossiga ladeira acima em direção a outro lindo espaço verde, a Praça do Príncipe Real. Ou então dê uma entradinha no Instituto do Vinho do Porto, que fica praticamente em frente, no número 45; é possível fazer degustações a partir das 11h de segunda a sexta, e das 15h aos sábados.  Como chegar: estando no Chiado, dá para ir a pé. Da região do Rossio, o melhor é ir até Restauradores e pegar o Elevador da GlóriaAbre: não fecha; o Elevador funciona a partir das 7h15 de segunda a sexta, das 8h45 aos sábados, e das 9h15 aos domingos e feriados, com encerramento às 23h55 (de segunda a quinta, domingos e feriados) ou 0h25 (sexta e sábado). Site: clique aqui.

Noobai (Miradouro de Santa Catarina)

Ascensor da BicaNoobai, LisboaNoobai, Lisboa

O programa já começa na subida: o barato é pegar o Ascensor da Bica, o mais carismático dos funiculares de Lisboa. Lá no alto, você caminha duas quadras e pode ficar na muvuca da Esplanada do Adamastor — ou procurar, no canto direito da praça, a escadaria que desce para o Noobai, um bar-restaurante bem descoladinho, com um terraço bastante disputado.  Onde fica: o Ascensor da Bica fica na rua de São Paulo, à altura da rua da Moeda; o metrô mais próximo é o Cais do Sodré. Abre: o Noobai funciona das 10h à meia-noite; a Esplanada do Adamastor, das 10h até a madrugada; o Ascensor da Bica, das 7h às 21h de segunda a sábado, e de 9h às 21h aos domingos e feriados. Site: clique aqui.

Miradouro de Santa Justa

Vista do Miradouro de Santa Justa

A imagem do miradouro é a que está no alto do post, à esquerda. A vista é linda (vê-se a Baixa, o Rossio, o Castelo ao longe), mas o que atrai todo mundo até aqui é o Elevador de Santa Justa, de estrutura metálica e traços góticos, um monumento a um só tempo lúgubre e belo. Se não quiser descer de volta à Baixa, saia pelo topo mesmo: os “fundos” do miradouro dão para as ruínas do Convento do Carmo.  Como chegar: metrô Rossio ou Baixa/Chiado. Abre: o Elevador funciona das 7h30 às 21h (no verão, até as 23h). Evite pagar a salgada tarifa de €5,15 (válida para subir e descer); o elevador aceita o cartão de descontos Lisboa Card e o passe de transporte 7 Colinas, que pode ser carregado com passes diários de €6,15 que valem também para ônibus, metrô, bonde e outros elevadores. Site: clique aqui.

Lapa

Lisboa com desconto

Lisboa Card, 7 Colinas e mais: os cartões de desconto em transporte, atrações e compras

Cacilhas

Vista de Cacilhas

Um miradouro pode estar ao rés do chão? Talvez eu leve um puxão de orelha semântico dos estimados leitores da Terrinha, mas o fato é que bastam 90 minutos e um par de euros para apreciar um panorama que a vasta maioria dos turistas jamais verá: Lisboa vista da outra margem do Tejo. Se não quiser simplesmente fazer no estilo bateu-voltou, programe um almoço ou jantar por lá (como, por exemplo, no Atira-te ao Rio).  Como chegar: pegue no Cais do Sodré um barco ou ferry da Transtejo ou Soflusa a Cacilhas. Custa €1,25 cada travessia (ou €0,50 com o passe de transporte).

Leia mais:

Pastéis de Belém, Lisboa

30 comentários

Estarei indo para Lisboa dia 7/5 retornando em 12/05 para Madri, de onde volto para SP. É viável eu alugar um carro por todos estes dias? Quero ir em pontos opostos, como Algarve e Porto. O que me aconselhariam??? Obrigada.

Olá.
Estou pensando em passar minha lua de mel em Lisboa… Penso em montar um roteiro de passeios, mas estou meio perdida.. Será que alguem me ajuda?

PORTUGAL
Lisboa
Onde ficar? Chiado, Bairro Alto, Príncipe Real
Opção de Hotel 3 estrelas: Residencial Vila Nova (próximo a Avenida da Liberdade e a Praça Marques do Pombal.)
Opção de Hotel: Hotel Príncipe Lisboa

Passeios:
Fábrica dos Pasteis de Belém
Torre de Belém
Oceanário de Lisboa, que fica no Parque das Nações.
Castelo São Jorge
Foz do Arelho
Museu Nacional do Azulejo
Museu da Marinha
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
Mosteiro dos Jerônimos
Ponte 25 de Abril
Santuário Nacional do Cristo Rei
Cassino Lisboa
Praça Marquês de Pombal
Vila Sintra
Palácio Nacional da Pena
Shoping Vasco da gama
Rossio (regiao baixa)
Praça do Comércio(regiao baixa)
Elevador de Santa Justa (Convento do Carmo) (regiao baixa)
Ruas da Alfama
Elevador da Glória
Miradouro de São Pedro de Alcântara

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.